domingo, 31 de dezembro de 2017

O pontapé de saída no "Campeonato da corrupção 2015/2016"


Durante a noite de sexta-feira a CMTV anunciou que a Polícia Judiciária está a investigar o título nacional conquistado pelo Benfica em 2015/2016, por suspeita de práticas de corrupção. A investigação suspeita que empresários mandatados pelo Benfica terão sido os intermediários junto de jogadores das equipas adversárias, nomeadamente defesas, para que a vitória do Benfica fosse garantida e dá o caso concreto do Rio Ave-Benfica dessa época. 

Vejamos a forma como a notícia se foi desenvolvendo. Primeiro deixo o vídeo da CMTV que apresentou o exclusivo na noite de sexta-feira.

Reportagem CMTV


(vídeo Blog Artista do Dia)

A notícia do Correio da Manhã é relativamente simples. Diz o jornal que no âmbito do processo relativo ao Feirense-Rio Ave foram encontrados indícios de outro esquema semelhante envolvendo o Benfica. Indícios corroborados pela audição de testemunhas que garantiram que empresários ligados ao Benfica terão abordado os jogadores para que o Benfica ganhasse a partida frente ao Rio Ave no Estádio dos Arcos em 15/16.

No dia seguinte, a SIC e a RTP deram continuidade à notícia e adicionaram mais peças a este puzzle. Vejamos:

Reportagem SIC - As SMS dos "intermediários"



Dos 4 arguidos do processo Feirense-Rio Ave, dois deles participaram na partida contra o Benfica (Marcelo e Cássio). A SIC diz que no âmbito do processo Feirense-Rio Ave os 4 jogadores tiveram de entregar os telemóveis para análise. Nos telemóveis de dois desses jogadores (SIC não especifica quais) foram encontradas mensagens escritas de "pessoas alegadamente ligadas ao Benfica que tentariam convencer os jogadores a facilitar a vitória dos encarnados". Acrescenta ainda a SIC que o processo está a ser analisado pela PJ do Porto e ainda não está decidido se passará para a secção da PJ de Lisboa que está a analisar o caso dos emails.

Reportagem RTP - 5 jogos do Benfica sob investigação



A RTP avança que o Rio Ave-Benfica está a ser investigado "por suspeitas de pagamentos em dinheiro a jogadores do Rio Ave. Pagamentos esses, feitos alegadamente por empresários ligados ao clube da Luz. Na questão da apreensão dos telemóveis, a RTP tem informação muito relevante. Diz a televisão pública que os telemóveis dos quatro jogadores envolvidos no processo Feirense-Rio Ave foram apreendidos pela PJ, mas só os de Cássio e de Marcelo é que não foram devolvidos aos jogadores porque servem de prova e porque "possuem indícios fortes de alegado aliciamento" 

Acrescenta ainda a RTP que o Rio Ave-Benfica começou a ser investigado pela PJ do Porto em Fevereiro de 2017 e transitou por ordem do ministério público para a investigação do caso dos emails liderada pela unidade do combate à corrupção de Lisboa. 


Reportagem TVI


Das três principais televisões do país, a TVI foi a única a não dar a notícia no jornal das 13 horas. Mas perante a importância do tema não poderiam ficar calados durante muito mais tempo. Para atenuar a coisa, decidiram chamar a estúdio para comentar o caso o "isento" Rui Pedro Braz, o homem que tem um vinculo com o Benfica onde é expresso que "não poderá, em circunstância alguma por em risco a imagem e o bom nome do Benfica", como já vimos (aqui)



A TVI não acrescenta grande informação sobre o caso. Limita-se a confirmar que "fonte próxima da investigação diz que testemunhas do Rio Ave alegam ter sido abordadas por empresários ligados ao Benfica para perderem o jogo" e que sabem que há mais jogos do Benfica a serem investigados, não especificando quantos ou quais. 


Resumindo 


Baseando-me nas notícias avançadas pelas principais televisões do país, faço um pequeno resumo.

A investigação ao Rio Ave-Benfica está em curso desde Fevereiro de 2017 pela PJ do Porto. Uma investigação que surgiu na sequência da constituição de arguidos de Cássio, Marcelo, Roderick Miranda e Nadjack no jogo Feirense-Rio Ave. Na altura, estes quatro jogadores tiveram de entregar os seus telemóveis à polícia. Nos telemóveis de Cássio e Marcelo - os jogadores que jogaram contra o Benfica - foram encontradas mensagens que indiciam o aliciamento por parte de empresários ligados ao Benfica para que os encarnados ganhassem o jogo em Vila do Conde, como viria a aconteceu. A RTP e a SIC garantem também que há testemunhas ligadas ao Rio Ave que confirmam este aliciamento. O Rio Ave-Benfica não é o único jogo do Benfica que está em análise e segundo a RTP são cinco as partidas relativas à época 15/16 que estão sob investigação da PJ. A investigação destes casos transitou por ordem do ministério público para a investigação do caso dos emails liderada pela unidade do combate à corrupção de Lisboa. 

Não tenho grandes dúvidas que os próximos dias trarão novidades muito, mas mesmo muito interessantes. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

5 comentários:

  1. #omelhorestapravir

    #vaofaltarcelasnacarregueira

    Obrigado por tudo, mister do café

    ResponderEliminar
  2. Grande Mister, grande trabalho.... Bom Ano 2018. Continua o grande trabalho.

    ResponderEliminar
  3. Será que o Luís "Vale e Azevedo V2.0" Vieira volta da China? Ou já levou na mala um manual de mandarim?

    ResponderEliminar
  4. Seria curioso também saber porque é que, não sendo um processo de interesse nacional, ele "passa" do Porto para Lisboa.
    É a "Teia" a funcionar?

    ResponderEliminar