sexta-feira, 15 de junho de 2018

O impacto financeiro das rescisões


Para que os Sportinguistas percebam claramente o que está em causa em termos financeiros deixo aqui uma explicação detalhada sobre o impacto contabilistico das rescisões. Antes de começar quero que fique desde já muito claro que o Sporting não está em risco de insolvência, nem de fechar as portas, nem de falir, nem nenhum desses soudbytes lançados pelos paineleiros televisivos. Vamos por partes e de forma muito simples para que toda a gente perceba. 

Faço este post considerando as saídas de Rui Patrício, Daniel Podence, Gelson Martins, Bruno Fernandes, William Carvalho, Bas Dost, Rúben Ribeiro, Rafael Leão e Rodrigo Battaglia. Estes dois últimos no momento em que escrevo o post ainda não são oficiais, uma vez que ainda não está nada na CMVM. De qualquer forma vou já considera-los na análise. 

Existem dois impactos imediatos nestas rescisões de contrato:

1) Diminuição do activo:


Dos cerca de 275 Milhões de activo da Sporting SAD o plantel estava contabilizado em cerca de 78M no último relatório e contas.

ReC 3º trimestre 2017/2018

Dos 9 jogadores que rescindiram, apenas 4 (Bas Dost, Bruno Fernandes, Rodrigo Battaglia e Rúben Ribeiro) eram considerados no activo do SAD, uma vez que os restantes 5 jogadores são jogadores que vieram da formação do Sporting, logo, valem "zero" em termos contabilísticos.

Passo agora a fazer uma simulação do valor que irá decrescer no activo da SAD com a saída dos 4 jogadores.


Portanto, nestes quatro jogadores temos aqui um decréscimo do activo intangível relacionado com o plantel na casa do 15 milhões de euros. Vejamos agora a evolução do capital próprio da Sporting SAD desde a sua constituição. 

*ReC 3ºtrimestre 2017/2018 
Como podem verificar, no último ReC relativo ao 3º trimestre de 2017/2018, o capital próprio da Sporting SAD era positivo e estava na casa dos 7,5 milhões de euros. É impossível estar aqui a fazer qualquer tipo de previsão correcta sobre a evolução de outras rubricas do activo e do passivo, logo o mesmo acontece para o capital próprio.

De qualquer forma faço um pequeno exercício que dá para terem uma ideia. Se de forma muito simplista aos 7,5 de capital próprio positivo tirarmos os cerca de 15,5M de activos dos jogadores que rescindiram, ficamos um um capital próprio de 7,9 negativos.

Este exercício em relação ao capital próprio serve apenas para termos de comparação com o que tínhamos em exercício anteriores onde o capital próprio chegou a ser de quase 120 milhões de euros negativos. Aliás, foi este o legado que Godinho Lopes deixou a Bruno de Carvalho.

Serve isto para dizer que é perfeitamente possível no exercício 2018/2019 recuperar desta situação e recolocar a SAD com capitais próprios positivos.

2) Folga orçamental 


Com a saída destes jogadores e da equipa técnica liderada por Jorge Jesus, o Sporting fica com um efeito muito positivo nos seus gastos com pessoal. 

Não há números oficiais em relação aos vencimentos dos jogadores. A tabela anterior é feita com base de notícias de jornais, com excepção do vencimento de Battaglia que é um valor "atirado ao ar" por mim. Cheguei aqui a um valor global de 22,6 milhões de euros. Não sendo um número 100% certo acredito que andará à volta disto. Um valor desta grandeza e muito significativo num orçamento de uma época. Tanto assim é que na primeira época de Bruno de Carvalho no Sporting, a SAD gastou cerca de 25M em salários de todo o plantel.

Em termos de curto prazo são estes os dois impactos imediatos que as rescisões de contrato tiveram nas contas do Sporting. Uma questão relativamente pacifica como é a questão do capital próprio, que não impede absolutamente nada e a questão da folga orçamental para a próxima época. 

Para fechar


Estas rescisões de contrato prejudicam gravemente o clube e esta análise é puramente contabilística. É uma análise que serve essencialmente para mostrar que o Sporting não está em risco de insolvência, nem de fechar as portas, nem de falir, nem nenhum desses soudbytes lançados pelos paineleiros televisivos.

Não adianta estarmos aqui com grandes conjecturas sobre o futuro e muito menos a entrar no jogo da imprensa com a história dos prejuízos de milhões. Só serão prejuízos de milhões se o tribunal der razão aos atletas. Se tivermos nós razão vai ser um fartote. Vamos ver o que acontece. Até lá, os dois factos acima enumerados são os únicos impactos financeiros para o Sporting.

As instâncias próprias decidirão se os jogadores têm ou não razão nestes pedidos de rescisão. Perante tudo o que tenho visto estou absolutamente convicto que o Sporting vai ganhar o processo e os jogadores vão pagar bem caro o que estão a fazer com o clube. É o meu desejo e a convicção e era bom que na defesa dos superiores interesses do Sporting todos os Sportinguistas fizessem o que possível para assegurar a vitória neste processo.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

126 comentários:

  1. Quem tem alguns conhecimentos de contabilidade chega a essa conclusão e não segue o ó Jesus da comunicação social que só conta o que quer e como quer. O que me preocupa mais é o equilibrio em tesouraria porque todas as vendas potenciais foram à vida. Para além disto, ficámos sem diaponibilidade financeira em repor os merdas que rescindiram. Claramente se BdC continuar, nem me tira o sono porque nestes temas ele já demonstrou que é excelente, se for outro presidente na linha do passado, só me resta a esperança que nãos seja tão burro como os seus antepassados. Acredito pouco que exista uma terceira alternativa... seja quem for, se o proximo presidente não agir judicialmente contra estes FDP, eu próprio vou in loco pedir a cabeça dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calma, foram á vida não é bem assim.

      Nas rescisões estão mais de 200 milhões em vendas "adiadas" (pelas regras da FIFA) se o Sporting ganhar os processos todos... e perto de 40 milhões em salários dos contratos de prejuízo se o Sporting perder os processos todos...

      Como os processos são todos iguais, quase a papel químico, então é tudo ou nada... QUEM FICA A PERDER SÃO OS JOGADORES, pois dificilmente vão encontrar clube q os queira, ou tenha confiança neles, mesmo que façam exibições de encher o olho no mundial, fica sempre aquele gostinho amargo na boca por parte de potenciais interessados : "Será que estes tipos são de confiança"... para arriscar o preço ser marcado pela FIFA, caso percam... e tal gosto também caso os jogadores ganhem, E O PARADIGMA DE TRANSFERÊNCIAS MUNDIAL MUDAR POR COMPLETO (*totais avaliações psicológicas, e histórias e antecedentes criminais para avaliação moral, vão ser necessárias antes q algum clube de nomeada avance para contratações de milhões... e quem é o empresário também vai contar* )

      Confiança -TRUST- vai passar a ser de suma importância nas transferências, portanto mesmo que ganhe, os mendez da vida acabaram de dar um tremendo tiro nos pés, APOSTO QUE ELES ATÉ ESTÃO A REZAR Q OS JOGADORES PERCAM OS PROCESSOS... QUEM SE ODE COM "F" GRANDES SÃO OS JOGADORES, q podem ter IMENSA dificuldade em encontrar um clube que queira assumir os riscos, e terem de indemnizar o Sporting e o Presidente do Sporting com os processos que lhes vai mover, sinalizando q não os quer de volta nem pintados, e os jogadores ficam sem clube e sem jogar... e ainda têm de pagar indemnizações do seu bolso... O QUE ERA MUITO BEM FEITO, PARA VER SE CRESCEM MAIS DE 2 Neurónios (pelos vistos alguns ainda acreditam no pai natal, para acreditar nas promessas que lhe foram feitas)...

      PORTANTO A CHAVE DE TUDO É MESMO "BRUNO DE CARVALHO"... com outro qualquer os jogadores saiam por atacado a Sete e Quinhentos o Molhinho, já não havia processos nenhuns, A FIFA não entrava e nada mudava... *assim pensariam eles q ia ser*... mesmo que os jogadores assinem a tal carta, não iam ganhar nada com isso, pois aquilo é uma declaração clara só por si a anular as rescisões, como uma potente arma para BdC usar nos seus processos ppessoais por difamação lose-lose-lose para os jogadores.

      E ASSIM ESTAMOS NA TELENOVELA ACTUAL... a pressa do "pelotão de fuzilamento", indica isso mesmo, pois mesmo que a direcção seja destituída permanecerá em funções até às próximas eleições, e pode voltar a candidatar-se... e a pressa o desespero da escumalha é MAIS Q EVIDENTE..

      Eliminar
    2. AS MINHAS DÚVIDAS COMO SÓCIO

      Tenho, para começar, duas dúvidas como sócio, com quotas em dia, e como votante nas últimas eleições e presente na AG de 17 de fevereiro de 2018. Só porque hoje faz quatro meses!

      1. - Como posso confiar no PMAG que presidiu a maior AG de um clube em Portugal onde foram aprovadas as mudanças de estatutos, e quatro meses depois, ainda não entraram em vigor por recusa de assinarem a documentação legal que assim efectiva a decisão dos sócios?

      Isto é democracia?
      Isto é respeitar o desejo dos sócios?

      2.- Elegi, com os meus votos, a actual Direcção.
      Ainda, democraticamente, reforcei - outra vez pelo voto em AG - o desejo e a vontade, o pleno direito para que o actual Conselho Directivo gerir o Sporting CP.
      Como pode um homem mudar o que em democracia os sócios decidiram?

      Ficam as minhas dúvidas que, seguramente, serão de milhares de sócios.

      Insisto! Porque quatro meses depois os estatutos aprovados em AG não estão em vigor?

      Peço aos sócios do Sporting CP que pensem bem. Esqueçam as televisões e o jornais. Pensem na vida do Sporting e no que tem acontecido!

      4 meses! E os sócios foram ignorados por este senhor Jaime Marta Soares que, como Presidente da Mesa de Assembleia Geral, não dá seguimento ao que os sócios votaram!

      E, ainda assim, quer fazer uma nova AG dia 23 deste mês...

      Até quando?
      Até quando vamos viver este terror vestido de democracia?

      Eliminar
  2. Isto que está a acontecer equivale à queda do avião do chapecoense. Supostamente o prazo para os jogadores poderem apresentar rescisão (após ataque à Academia) terminou ontem - totalizam 9 rescisões. Agora o SCP terá que renascer das cinzas com necessidade de renovar parte do plantel (mandar regressar jogadores emprestados - que JJ não aproveitou devidamente - é uma hipótese e/ou promover jogadores dos escalões jovens que tenham fome de bola, talento e que sintam o clube no coração).

    Paralelamente a FIFA irá ter uma palavra importante a dizer sobre as rescisões, e as decisões da FIFA regra geral sobrepõem-se às decisões de tribunais civis. Por exemplo se um clube recorrer a um tribunal civil a contestar erros de árbitros a FIFA não aceita como válido qualquer decisão do tribunal, porque para a FIFA as decisões dos árbitros são soberanas.

    Os jogadores que não rescindiram merecem o respeito e carinho dos adeptos por terem tido consideração pelo clube, porque não confundiram o bando de encapuçados com o clube e a direcção. Quanto a mim qualquer dos centrais tem potencial para ser capitão.

    Salin
    Piccini
    Ristovski
    Lumor
    Coentrão
    Coates
    Mathieu
    André Pinto
    Palhinha
    Petrovic
    Wendel
    Misic
    Bruno César
    Acuña
    Montero

    Na minha opinião os jogadores mais difíceis de substituir serão Dost, Patrício, Bruno Fernandes ou Gelson. Também é preciso ver que se calhar haverá necessidade de vender alguns dos que ficaram para equilibrar as finanças, mas por outro lado os encargos com salários destes jogadores e do treinador diminui consideravelmente. Por isso a candidatura ao título 2018/19 será mais difícil, mas pode ser uma vantagem já que a pressão estará do lado dos rivais. Vai ser difícil ver estes jogadores possivelmente a ingressarem nos rivais em dose tripla (déjavu de quaresma, simão, moutinho...), resta saber se houve assédio.

    Será que Gélson vai passar a ver menos amarelos do que alguns defesas do nosso campeonato? E se Gélson levar uma cotovelada com outra camisola vestida? Ficam as perguntas.

    Creio que Palhinha tem potencial para suprimir William ou Battaglia. Quanto a Rafael Leão e Podence são jogadores com potencial mas que não se afirmaram totalmente no plantel. Quanto a Ruben Ribeiro na minha opinião foi um equívoco de JJ. Wendel tem portas abertas para entrar finalmente na equipa.

    Há males que vêm por bem e esta será uma oportunidade de ouro para podermos ver regresso de jogadores como Dala (injustamente dispensado por JJ), Geraldes, Iuri, Alan Ruiz, Matheus Pereira, Matheus Oliveira, Leonardo Ruiz (jogador com características semelhantes a Dost), Mané, Gauld, Spalvis, Jefferson. Nas camadas jovens há muitos miúdos com potencial. As saídas de Podence, Gélson e Rafael Leão tornam urgente a promoção de jogadores extremos criativos e rápidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem o Jesus, ser´mais fácil pensar no Yuri a fazer de Gelson e do Xico Geraldes no lugar do B. Fernandes. Temos o Gelson Dala que pode fazer muitos golos. Temos jogadores para voltar a ter equipa como no primeiro ano do Jesus ( que já vinham dos tempos do jardim e do M. Silva )

      Eliminar
    2. Temos tudo isso e temos mais Zé. Continuaremos a ter intacto o nosso Orgulho de ser Sportinguistas e não de clube arguido como outros.

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Em relação aos processos aos jogadores nada a dizer. Também me parece que um ato terrorista, como foi classificado pela polícia, não possa ser imputado ao clube. É claro que mesmo assim, acho que o SCP deveria tentar negociar estes jogadores, a bem, com os clubes para onde forem, caso os clubes se mostrem disponíveis para isso.

    Exceto, obviamente, se algum jogador se atrever a ir para outro clube Português. Se isso acontecer, para além de prever a vida dificil a esse jogador, cai por base todo o argumento de falta de segurança que está como causa da rescisão.

    ResponderEliminar
  5. Este mister do café é a voz do dono. O único culpado de toda esta situação é o bruno de carvalho, não é de empresários nem de inimigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário é digno de um qualquer site afeto ao Estado Lampiânico onde a grande maioria dos comentadores mostra uma dose de burrice acima da média. Mas se há coisas que esta crise me tem ensinado é que, por muito que me custe admitir, também temos na nossa massa adepta, a nossa quota parte de cavalgaduras

      Eliminar
    2. Inacreditável estes lampiões que aqui vêm mandar bitaites, mas apresentar factos e argumentos tá quieto

      Eliminar
    3. Saber aceitar a opinião de cada um , chama-se democracia, ninguém neste momento é dono da razão, o nosso clube ja perdeu a racionalidade à muito tempo, o certo era o Sr Presidente ter-se demitido na altura certa , provocar eleições e a essa altura ganharia, hoje ja ponho dúvidas, quem semeia ventos colhe tempestades.É uma opinião tão valida como de qualquer outro que respeito e aceito a de todos, neste momento delicado , o que precisamos é de união, porque Sporting ha só um , dirigemtes presidentes de MAG presidentes de CD houve ha e haverá, mas todos passam e o PSorting meus amigos é Eterno. SL

      Eliminar
    4. A sério? BdC poderá ter induzido um maior grau de agressividade junto da claque, admito, e falhou nas declarações pós-ataque.
      Mas não foi BdC que ordenou ou induziu o ataque: alguém fora do Sporting (um empresário? Vários empresários?) "organizaram" os casuals e organizou-os, e alguém dentro do Clube ajudou "a abrir portões da Academia".
      Vamos esperar pelas conclusões da PJ e do MP, pode ser?

      Eliminar
    5. Liondamaia, quais foram as mas declaracoes apos o ataque?

      Eliminar
    6. Paulo Vieira, sigo a máxima "todos os homens são inteligentes até prova em contrário". Para mim estou mais inclinado a toupeirice, tal como as havia na justiça também as há na blogosfera.

      Eliminar
    7. Quais foram as más declarações após o ataque?
      "foi chato, mas têm que se habituar pois faz parte do dia a dia"
      Faz-me lembrar os likes que os terroristas do Daesh colocam após um ataque terrorista.

      Eliminar
    8. Achas que foi mesmo isso que disse!?
      Não sejas hipócrita lampião, enquadra lá o foi chato no contexto certo.

      Eliminar
  6. As críticas

    Ontem estive a ouvir um debate televisivo com Toni (referência do slb e do futebol português, um dos raros benfiquistas que respeito por ser coerente e honesto nos pensamentos) que dizia que antigamente não havia facebook mas os presidentes iam ao balneário "ralhar" com os jogadores. A diferença é que as críticas eram ditas no balneário. Só que hoje exemplos de críticas a jogadores em público é o que não falta. Por isso isto de não se poder criticar jogadores é de uma enorme hipocrisia.

    Se a FIFA der razão a todos os jogadores que rescindiram com o scp então vai-se abrir um precedente histórico no futebol e os jogadores passarão a gozar de um estatuto que ficarão imunes às críticas e os clubes ficarão desprotegidos face a este poder que os jogadores passarão a ter. De cada vez que um presidente ou treinador vierem a público tecer críticas aos jogadores por terem jogado mal estes passarão a poder exigir rescisão por justa causa uma vez que há um precedente. Perante o risco deste cenário não estou a ver a FIFA a dar razão a qualquer jogador, seja ele o messi ou o ronaldo.

    As agressões

    Já quanto às agressões os jogadores terão de provar que a direcção do clube esteve por trás dos ataques. Isso de um tribunal dizer que BdC foi o autor moral não basta porque o acto foi premeditado e friamente calculado por um grupo encapuçado. Cada um é responsável pelos seus actos e atribuir as responsabilidades a terceiros é fugir com as suas responsabilidades. Se assim for qualquer um podia bem assaltar um banco e atribuir as culpas a quem quisesse, bastando alegar que terceiros foram autores morais. E já agora se o tribunal achou que BdC foi o autor moral das agressões aos jogadores então quem é o autor moral da morte de Ficcini?

    Foram os adeptos, sócios (e claque) do scp que mandaram embora Mourinho

    A memória é curta (infelizmente).

    Para aqueles que gostam das estatísticas será possível comparar o número de km's percorridos pelos jogadores antes e depois das críticas após o jogo com o Atlético Madrid?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria interessante ver o número de quilómetros, mas mesmo só por uma questão de estatística, porque eu não tenho a mínima dúvida que perdemos o 2º lugar porque aqueles fdp quiseram. Só tenho dúvidas no frango do patrício, mas não me admirava nada que, vindo desse pulha, tivesse sido prepositado.

      Eliminar
    2. e tu sabes la quantas vezes o Bruno foi ao balneario, em privado, pedir mais vontade a estes merdas que davam 45m de avanco a qualquer equipa? que so jogavam o minimo jogo apos jogo? com vitorias sofridas, remates para as nuvens, cruzamentos para as bancadas mas os ordenados bem gordinhos e a pingarem à hora certinha, e nao queres que um Presidente, depois de isto tudo, depois de dar todas as condicoes, depois de gastar um balurdio num treinador que supostamente era o mestre da tatica, nao se passe da cabeça quando num jogo da liga europa, onde esta tudo a ver, onde há dinheiro em jogo, prestigio e muito mais, percamos esse jogo por dois erros infantis? para alem de dois jogadores nao puderem jogar a segunda mao por fazerem faltas parvas? mas que concentração é esta dos jogadores?

      antes dito tudo rebentar eu comentava com amigos que se fosse eu o Presidente até pior eu dizia, publicamente ou nao, ok se calhar era mandando embora também porque no Sporting nao existe o habito de correr aquele metro a mais...dar aquele passo a mais, esticar a perna aquele centímetro a mais, dar aquele 1% de coração a mais etc etc... e ai de quem ouse pedir isto, juntam.se logo 4 ou 5 jogadores e manda-se embora o Presidente.

      onde andava as cartas de rescisão do Patrício na altura do godinho lopes quando ganhava bem menos e tinha ordenados em atraso??



      mas

      Eliminar
    3. fiquei bastante desiludido com a atitude de patrício depois de apresentar rescisão, mas não acredito que fizesse de propósito nesse jogo com marítimo, agora que foi um frango monumental foi

      Eliminar
    4. Paulo Vieira. Já vi muitas vezes o segundo golo no Jamor e não me lembro, das muitas centenas de golos sofridos, algo parecido. Claro que o remate é perto da baliza, mas parece-me de força muito reduzida e à figura.

      Eliminar
  7. Olhando para o salário anual de Rafael Leão e de Podence que anda na casa da centena, se eles tiverem que indemnizar o clube não sei onde vão buscar os milhões. Se calhar o sindicato de jogadores dá uma ajuda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro clube pelo qual assinarem é co-responsável pelo pagamento.

      Eliminar
    2. esse hipotético clube não é obrigado a pagar, uma vez que a responsabilidade de rasgar o contrato unilateralmente foi do jogador, só se o fizer pro bono.

      Eliminar
    3. sempre ouvi dizer que o barato sai caro, e cheira-me que quem contratar estes jogadores vai ter no futuro o dissabor de indemnizar o SCP.

      lembro-me que figo ou moutinho saíram por meia dúzia de tostões, mas este caso é diferente.

      a tentação para os rivais avançarem é grande, mas pode ser que saia uma fava no bolo rei em vez do brinde.

      Eliminar
    4. Perdendo o processo, o jogador tem de pagar ao Sporting num prazo definido. Se não pagar nesse prazo a responsabilidade recai sobre o primeiro clube que assinou com o jogador. Foi explicado isso por um advogado com passado na FIFA

      Eliminar
    5. OK. E se esse clube não tiver capacidade para tal?
      É que nem todos os jogadores que rescindiram são craques de 1ª ou têm a capacidade financeira de Ronaldo.

      Eliminar
    6. Se não tiverem capacidade para tal, tem de a arranjar. No limite o Sporting fica com o património. É como um processo normal.

      Eliminar
    7. O meu unico medo é que eles müdem para o carnide, porque sabemos que o clube está em vias de fechar portas, a não ser que a despromocão seja de um ou dois anos, o que duvido muito.
      Nesse caso ficavámos a arder. De resto qualquer clube que se atreva vai ficar com uma clausula bem grauda em mãos.

      Eliminar
    8. Fica impedido de inscrever jogadores e participar nas competições europeias. A Nivel nacional não sei.

      Eliminar
    9. Regulamento do Estatuto e Transferência dos Jogadores

      "Artigo 17º Consequências da rescisão do contrato sem justa causa

      As seguintes disposições aplicam-se à rescisão do contrato sem justa
      causa:
      1. Em qualquer caso, a parte que rescinde o contrato fica obrigada a pagar
      uma compensação. Sem prejuízo do disposto no artigo 20º e no Anexo 4
      relativamente à compensação por formação, e salvo convenção em
      contrário no contrato, a compensação por rescisão é calculada tendo em
      consideração a legislação do país respectivo, a especificidade do desporto,
      e demais critérios objectivos. Estes critérios incluem, nomeadamente, a
      remuneração e outros benefícios devidos ao jogador nos termos do contrato
      vigente e/ou do novo contrato, o período do contrato em falta até um
      máximo de cinco anos, as taxas e as despesas pagas pelo clube anterior ou
      em que o mesmo incorreu (amortizados ao longo da vigência do contrato) e
      o facto de a rescisão contratual ocorrer ou não no decurso do período
      protegido.
      12
      2. O direito a compensação não pode ser cedido a terceiros. O jogador e o
      novo clube são solidariamente responsáveis pelo pagamento da
      compensação exigida ao jogador profissional. O montante pode ser
      estabelecido no contrato ou acordado entre as partes.
      3. Para além da obrigação de pagamento da compensação, são impostas
      sanções desportivas ao jogador que rescinda o contrato durante o período
      protegido. Esta sanção corresponde à proibição de participar em jogos
      oficiais durante quatro meses. Existindo circunstâncias agravantes, a
      proibição é de seis meses. As sanções desportivas aplicadas produzem os
      seus efeitos a partir do início da época seguinte do novo clube. Não são
      aplicadas sanções desportivas caso a rescisão unilateral sem justa causa ou
      justa causa desportiva seja efectuada após o período protegido. Podem
      contudo ser impostas medidas disciplinares fora do período protegido por a
      notificação da rescisão não ter sido efectuada no prazo de quinze dias
      contados do último jogo oficial da época (incluindo taças nacionais) do clube
      no qual o jogador está registado. Começa a correr novo período protegido
      quando, no momento da renovação do contrato, a sua duração seja
      prorrogada.
      4. Para além da obrigação de pagamento de compensação, são impostas
      sanções desportivas ao clube que rescinda um contrato, ou que incite à
      rescisão de um contrato durante o período protegido. Salvo demonstração
      em contrário, presume-se que o clube que celebre um contrato com um
      jogador profissional, que tenha rescindido o seu contrato sem justa causa,
      incitou a rescisão. O clube fica impedido de registar novos jogadores, quer
      nacional quer internacionalmente, durante dois períodos de registo.
      5. É sancionado aquele que, sujeito aos Estatutos e aos regulamentos da FIFA
      (oficiais de clubes, agentes de jogadores, jogadores, etc.), actue de forma a
      provocar uma rescisão de contrato entre um jogador profissional e um clube,
      de modo a facilitar uma transferência do jogador."

      Eliminar
    10. O prazo para o jogador pagar são 30 dias findos os quais o 1º clube a recebe-lo que, é considerado como solidario, o que na pratica quer dizer que é o clube a pagar e que para alem disso fica por 2 janelas de transferencias impedido de contratar jogadores.

      Eliminar
  8. Eu acho que o maior prejuizo será o facto de que até ao momento BdC tem apresentado contas positivas devido aos encaixes financeiros provenientes das boas vendas, que ao perdermos os nossos melhores ativos significa que não vão acontecer nos próximos anos e estas entradas de dinheiro tem-se mostrado cada vez mais importantes em qq clube português.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso é que salientei a importância da enorme descida dos custos com pessoal. Se não temos grandes jogadores para vender neste momento é importante adaptar os custos às receitas fixas que temos.

      Eliminar
  9. Mister,

    é verdade que houve jogadores brasileiros que quiseram rescindir por justa causa apenas e so porque estavam num pais em plena guerra e foi recusada essa justa causa?

    se isto é verdade, estamos lixados, a nao ser que me queiram fazer crer que uma guerra é pior que às mensagens do Bruno, o que eu duvido, é que receber aquelas mensagens e imaginar esse texto com a voz do Bruno, até eu durmo mal à noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E sabia que o advogado era o Dr. Juan Perez, nosso advogado neste caso!

      Eliminar
    2. Deveria ser obrigado a ler e a reler intermináveis vezes esta asneirada que escreveu, como se de uma guerra se tratasse. Assim compreenderia o quão inocente é morrer numa guerra.

      Eliminar
    3. Meu caro Amadeus, o MP classificou o assalto à Academia como "acto terrorista" -acto ou ataque terrorista é, que eu saiba, acto de guerra (já agora e se é que vem ao seu caso, acrescento que fui Oficial Miliciano, entre Set-65 e Mar-69 -as datas dizem-lhe alguma coisa?)

      Eliminar
  10. Obrigado pelo post. Isto faz sentido. O grande rombo não deixa de ser a perda imediata da possibilidade de vender estes traidores. Mesmo que o Sporting seja ressarcido, só será daqui a meses (idealmente) ou mesmo anos.

    Pelo menos apenas será um processo para todos os jogadores, já que as cartas de rescisão são cópias, né?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se as minutas são todas iguais basta a FIFA dar razão num processo para se adivinhar o resultado dos outros processos. mais fácil não há

      Eliminar
    2. Eu diria que o maior rombo será repor os que sairam.... porque mesmo com prata da casa temos jogadores a menos.
      E claramente uma venda ajudaria a equilibrar, mas se formos para o vermelho agora e depois recebermos 500 milhões não será um grande problema.

      Não podemos esquecer que o carnide está sob investigacão, pelo que podem mesmo vir a ser excluidos da Champions (embora em duvide que seja algo assim tão rãpido).

      Eliminar
  11. Muito sinceramente já não há pachorra para posts com argumentos que tudo está bem, o que interessa é o BdC, o sporting que se foda.

    Caro Mister, se temos um jogador da formação que contabilisticamente pode valer zero mas se o mercado dá por ele 40M e ele saiu a custo zero, significa que voaram 40M, é dificil de entender isto?

    O mister recebe uma herança, fica no seu nome... essa herança no mercado vale 10M por qualquer motivo perdeu-a, vai dizer que não perdeu nada? Se tiver outros bens até pode não he afectar, mas se o seu pão estivesse dependente dos rendimentos dessa herança, concerteza que não iria morrer a fome, mas passaria por situações dificeis...

    É o caso so sporting, penso e espero que não se torne insolvente, agora estar assobiar para o lado como se nada tivesse acontecido é mesmo ridiculo, fica-se a saber que quem está a frente do SCP por mais que diga que percebe de tudo que é um iluminado, voltou a deixar o clube no nível de 2013.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não há pachorra é para os pseudo-debates televisivos (vulgo monólogos) sem direito a contraditório

      Eliminar
    2. Tem razão no que diz. Não há duvidas que o SCP está a perder milhões potenciais. Mas há uma diferença entre estar a perder estes milhões ou, como disse o Ricciardi, estar à beira da falência técnica. O que me preocupa e gostaris que o mister esclarecesse é a liquidez imediata (cash-flow de tesouraria) porque, no imediato, há salários e outras obrigações a pagar e, dado que o empréstimo previsto se gorou, onde é que se vai buscar o dinheiro ?

      Eliminar
    3. José, são questões diferentes. O valor como activo tem a ver com falácia da falência técnica.

      Obviamente que não os poder vender é uma perda enorme. Mas talvez venhamos a ser ressarcidos

      Eliminar
    4. Ana,

      infelizmente Ricciardi tem razão. A falência comum advém do clube poder cair na insolvência por falta de dinheiro de caixa (do qual a venda de jogadores é a principal componente).

      Eliminar
    5. Portuguesa, acredito q os jogadores não têm qualquer razão mas com está operação perdemos milhões.
      É mau de mais o q aconteceu.

      um bom líder evita confusões, evita problemas. Vcs adora criar problemas internas e externas e quando está tudo bem inventa ou cria um problema como aconteceu na última assembleia

      Eliminar
    6. Caro José,

      Mas quem é que disse que está tudo bem? Qual foi a parte da "análise contabilistica" que não percebeu?

      "Caro Mister, se temos um jogador da formação que contabilisticamente pode valer zero mas se o mercado dá por ele 40M e ele saiu a custo zero, significa que voaram 40M, é dificil de entender isto?" ---- Mas quem é que lhe disse que ele saiu a custo zero? Veremos o que dizem os tribunais.

      Quanto a comparar o clube de hoje com o de 2013, só pode ser uma brincadeira. Sabe o que é um PER? Era o que tínhamos na altura, juntamente com meses de salários em atraso aos jogadores, prejuízos acumulados de mais de 100M em dois anos, etc.

      Eliminar
    7. Jogadores com meses de salarios em atraso e nenhum rescindiu? Estes brunecos são de ir às lágrimas. E nunca vai haver AG no dia 23!

      Eliminar
    8. Caro Mister,
      Comparou apenas a situação financeira que acredito que neste momento estaremos melhor mas nunca confiando nas contas publicadas.
      Em todo o caso, mesmo com os perdões dos bancos, com os excelentes negócios que esta direcção tem feito, as finanças continuam em estado grave, tivemos que pedir um novo empréstimo para pagar o último empréstimo obrigacionista que entretanto está em banho de Maria. Não tenho qualquer confiança nos números apontados. Mas repito, desejo que esteja tudo de acordo com que esta direcção tem publicado.
      Exemplos:
      2013 - Tínhamos uma direcção agarrada ao poder que recusava-se sair entre outros, argumentava que estavam a ultimara restruturação financeira.
      2018 - A direcção recusa-se em demitir-se e convocar eleições, argumenta igualm,ente que é necessário concluir uma nova fase da restruturação financeira, vmocs

      2013 - Equipa completamente rebentada, sem qualquer aspiração, sem activos de peso mercado
      2018 – Após as rescisões, os activos de peso desapareceram, no quadro actual, temos que ser realistas, não temos equipa para competir com os nossos dois adversários.

      2013 – Perde-se a final da taça com uma equipa que luta para não descer
      2018 – Perde-se a final da taça com uma equipa que luta para não descer

      2013 – Instalou-se o caos no nosso clube, divisionismo. Só um autista, um cego, um fanático seguidor da então direcção recusava eleições.
      2018 – Instalou-se o caos no nosso clube, divisionismo. Só um autista, um cego, um fanático seguidor da então direcção recusava eleições.

      Resumo, tal e qual em 2013, em 2018 continuamos igualmente uma tremenda crise provocada pelo desequilibrado BdC. Mister, acha mesmo que BdC está equilibrado? Neste segundo mandato, particularmente de Janeiro para cá, só tem feito porcaria.

      Teriamos uma oportunidade de colocar o benfica na segunda divisão e o que é que o nosso presidente fez desde Janeiro?
      Continuo a não me esquecer e a ficar revoltado com o comportamento do lançamento das tochas e nunca a direcção ter condenado. Vergonha, vergonha... Dou-lhe um pequeno exemplo: no jogo SportingxBenfica em que perdemos por 1-0 e lançou o benfica para primeiro lugar (15/16) houve lançamento de tochas pelos adetpos de benfica na superior norte. O que é que a nossa direcção fez? Condenou e bem e exigimos que o benfica se retrasse.
      O que é que fizemos agora? Lançamos tochas para a baliza do Rui Patricio e foi tudo normal, segundo a JuveLeo ainda devia ser mais... Sabe qual foi o passo seguinte? Invasão da academia e o último passo será a destituição de BdC e bem, não merece mais ser presidente do clube.

      O Homem não sabe ganhar e perder menos ainda.

      Só espero que não descubram merdas que o metam na prisão tal e qual o Vale Azevedo.

      Eliminar
  12. Para quê fazer uma analise dos salários se não se sabe os valores correctos? Voltamos a acreditar em jornais que não sejam o oficial?

    ResponderEliminar
  13. Mas em que país vocês vivem? Lembram-se do Miguel do Carnide? Passados 14 anos já ele não joga a bola e ainda o processo está no Supremo para o julgamento do último recurso. Tenham juízo, se acham que isto se resolve rapidamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se for à FIFA a coisa resolve-se mais depressa

      Eliminar
    2. É so SES e o sporting que se lixe, o BdC é o maior, querem assaltar o poder, quer derrubar o BdC... os croquetes querem voltar... e voltamos ao nível de 2013 em que o Godinho não queria sair...

      Eliminar
    3. Mais um SE.
      O AÇO já perdeu milhões pela fantástica gestão do Vcs.

      Eliminar
    4. É sempre a Luz que cria as sombras

      Eliminar
  14. LOL!!!...

    Mais um post delirante...

    Só falta explicitar que estas rescisões são o modelo futuro de qualquer clube que se queira valorizar rapidamente!...

    Em vez de brincar às demonstrações contabilísticas, como se faz no 1º ano dos cursos de Economia ou Gestão, era mais sério e pedagógico que fossem estimadas as perdas reais do SCP, não pela perda de activo, mas sobretudo pela perda de receita potencial deste activo perdido (pelo menos no curto prazo). E aí se poderá constatar o de$a$tr€ para onde BdC & CD conduziram o SCP com a sua insólita e danosa condução do estado de crise que eles mesmo implementaram, fomentaram e exponenciaram no clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No curto prazo são percas desportivas porque financeiras só se tornam efectivas quando o caso terminar. Daí "receita potencial" como refere.
      Sabe entre muitas coisas que me entristece: é ver pessoas que se dizem Sportinguistas a dar razão a rescisões por justa causa. Por outras palavras é o mesmo que um filho meu estar a ser acusado de um crime a minha nora estar a defende-lo e eu enquanto pai (familiar, entenda-se) estar a dizer que a a acusação tem razão. Santa paciência.

      Eliminar
    2. - houve um tribunal que disse que BdC foi o autor moral (desresponsabilizando os agressores? então cada um não é responsável pelos seus actos?)
      - mas que eu saiba até hoje não vi provado em lado nenhum que foi BdC que deu ordens aos encapuçados ou que agrediu os jogadores

      posto isto a dúvida mantém-se sobre quem é que planeou ou deu ordens para o ataque, e enquanto subsistirem as dúvidas não podemos acusar o presidente BdC por um acto que não cometeu. isto num estado de direito.

      quem é que tira benefícios com as rescisões? os encapuçados são assim tão ingénuos que nunca imaginaram que as rescisões poderiam acontecer caso agredissem os jogadores? eles nunca pensaram que estavam a prejudicar o clube?

      por muito que custe os casos não se julgam em jornais ou televisões. um exemplo do estado da nossa justiça: Sócrates continua sob suspeita de crimes há anos mas foi condenado por alguma coisa até hoje? curioso não é?

      Eliminar
    3. qualquer um pode ser facilmente induzido pelo que ouve e lê. basta que se repita incessantemente uma frase ou ideia (mesmo que não corresponda à realidade) para cair no goto das massas.
      por exemplo quando surgiram nas tvs programas repetitivos sobre o tema do aquecimento global, torci logo o nariz. então não é que passados uns anos os jornais e tv's alteraram a designação de aquecimento global para alterações climáticas...

      Eliminar
    4. Sr António Faceira, o senhor desculpe lá as minhas perguntas:
      - Se o seu clube está a ser investigado pelos vouchers,
      - Se o seu clube está a ser investigado pelos e-mails,
      - Se o seu clube está a ser investigado pela caso Lex,
      - Se o seu clube está a ser investigado no caso das toupeiras,
      -Se o seu clube já recebeu a PJ mais vezes que visitantes dos Jerónimos,
      - Se o seu clube não ganhou este ano nada (e ainda teve que ver muitos títulos perdidos em nossa casa
      - Se o seu clube começa a ser alvo do apetite guloso de Gomes da Silva,
      Diga-me, meu caro, como pode ainda ter uma fotografia a rir ?

      Eliminar
    5. Sr Faceira, o seu a seu dono.
      Lamento, mas só agora dei pelo meu lapso, mas não quero que lhe falte nada
      -Se o seu clube está a ser investigado pelos jogos para perder.
      Agora parece-me que sim, está tudo dito (julgo eu)
      Apresento-lhe as minhas sinceras desculpas

      Eliminar
    6. O António Faceira tem toda a razão. O idiota que escreveu o post ou é um ignorante a roçar a indigência ou então está a tentar atirar areia para os olhos das pessoas. Serão as duas coisas.

      Mais importante do que está registado no activo é o que lá não está registado. Mais importante são os activos "escondidos" que ou não estão mencionados ou estão no activo subvalorizados.

      Tentar desvalorizar a saídas dos 9 jogadores pelo fato de não estarem contabilizados no activo é de uma indigência que eu me abstenho de qualificar mais, quando ainda por cima se tenta desculpar com os custos que se poupam em sede de demonstração de resultados.

      Façamos um "supônhamos", que os 9 jogadores que saíram têm um valor actual de mercado em 230M euros. A perda em receitas futuras será igual a este valor menos o valor contabilizado no activo. À volta de 200M.

      Mais importante que as implicações contabilísticas, são as consequências que a saída destes activos por valor zero terão na tesouraria do clube que, todos sabemos, tem um défice mensal que eu avalio neste momento ser superior a 4M/mês. E que em termos gerais e anuais andará por volta de 2M de défice mensal.

      Tomando por correto os custos anuais em salários no post (24M), há uma diminuição de custos mensais que serão iguais ao défice mensal (2M/mês). Eureka!
      Estão safos!! Equilibraram finalmente as contas!

      O problema é que não substituíram os jogadores que saíram, quase todos titulares, e ainda não têm contratada a equipa técnica.

      Pior, não irão ter liquidez para isso, porque nem o empréstimo obrigacionista irá ser uma realidade, dada a perda de activos ser substancial, nem irão ter dinheiro para pagar os custos operacionais que têm actualmente, porque não há outras receitas actualmente a não ser as que vendam mais alguns activos com substanciais mais valias.

      Mas aqui deparamo-nos com outro problema. Os activos que poderiam dar mais valias substanciais já saíram quase todos. Os poucos que poderão ser vendidos com mais valias terão de ser substituídos mas para isso necessitam de dinheiro que não têm, caindo num circulo vicioso, "a catch 22".

      Eu podia continuar, mas penso que as pessoas já ficaram com uma ideia.

      Eliminar
  15. Boa tarde:
    Uma pergunta, posto que leio aqui a assunção de muitas pessoas de que, se o Sporting ganhar os processos, se recebem milhões e milhões.
    Como é estabelecido o valor da indemnização, seja para um lado, seja para o outro? Não é, seguramente, o valor das cláusulas de rescisão, verdade?
    Obrigado desde já,
    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. encontra aqui a resposta: https://www.jn.pt/desporto/interior/clausulas-de-rescisao-de-jogadores-podem-ser-discutidas-nos-tribunais-1886760.html

      Eliminar
    2. Importa também referir que existem clausulas chamadas liberatórias, e clausulas rescisórias (penalidades no brasil). As liberatorias (as mais comuns nos contratos hoje em dia) que vulgarmente chamamos de rescisão têm que ver quanto um jogador tem de pagar para sair para outro clube. As outras especificam mesmo que em caso de tentativa de rescisão por justa causa unilateral, se não for dada razão ao jogador este paga essa determinada clausula. Não sei como estão os contratos dos jogadores com o SCP, mas se forem iguais a um que na altura do footballleaks saiu (do jogador Bruno Paulista) tinha consideradas os dois tipos de clausulas ambas do mesmo valor. Vai aliás ao pormenor de definir em que tribunal é julgado o processo (nesse caso FIFA).

      Claro que independentemente disto há sempre a possibilidade de ambas as partes recorrerem das decisões e mesmo para outros tribunais (os civis). Não estou a ver a FIFA a achar muita piada a isso podendo levar a penas mais severas mais tarde, se não forem permitidas aos jogadores (leis da UE, livre circulação, direito ao trabalho, etc) irá fazer dos clubes exemplos.

      Na minha opinião este caso será julgado na FIFA que decidirá num máximo de 6 meses (a média deste tipo de processos) e será favorável ao SCP (o advogado contratado pelo SCP é já uma previsão nele mesmo, não costuma aceitar casos com pouca probabilidade, exactamente o contrário). E também me parece que a penalização será algo dentro das clausulas (no contrato que referi está mesmo explicito ao que o jogador se compromete e não apenas uma clausula liberatória). Além de que acredito que a FIFA olhará para este processo (baseado em algo infelizmente banal no mundo do futebol) como uma ameaça à estabilidade contratual.

      Depois disto haverá sempre recursos para o CAS que penso que também (em tendência tem sido) corroborará as decisões da FIFA, recurso este que será 1 ano a ano e meio.

      O que pode complicar a vida do SCP neste caso penso que será mesmo o tipo de clubes que irão contratar estes jogadores. Não estou a ver nenhum clube grande e de notoriedade a entrar nisto. Restam os clubes periféricos de jogadas obscuras e de má fé (clubes que não têm nada a perder). E clubes destes mesmo que condenados e sem poderem inscrever jogadores ou competir internacionalmente não querem saber porque não existem apenas para competir mas para servir de plataformas de empresários. Aqui neste ponto o SCP terá de construir o caso aproveitando até a questão que tem sido levantada pela FIFA dos fundos e clubes satélites. Só temos a ganhar em transformar este caso em algo que pode mudar o futebol e em mais do que SCP vs Jogadores. Até para a FIFA fazer deste um exemplo.

      Eliminar
  16. Mister,

    tenho algumas dúvidas que gostava de ver esclarecidas sobre as rescisões, até porque me ultrapassa do ponto de vista jurídico:
    - existe data limite para decidir se as rescisões foram por justa causa?
    - durante esse período o jogador pode assinar por outro clube? acredito que sim pelo que tem sido dito obviamente!
    - no caso de ser dada razão aos jogadores, os salários até ao final do contrato têm de ser pagos. O que deveria ser mais pago?
    - no caso de ser dada razão ao SCP, qual o valor a ser pago pelos jogadores? A cláusula de rescisão (CR) é tida para este efeito? Têm falado de o clube e o jogador poderem chegar a acordo sobre um valor. Do meu ponto de vista, se for verdade, acaba por ser injusto, senão vejamos: o jogador (CR=50M) pede a justa causa, sai, é contratado por outro clube. Passado meses ou anos, chega-se à conclusão que não há justa causa e o clube e jogador chegam a acordo por 25M. Ora, se o clube de origem não quis vender o jogador ao clube de destino, por valor inferior à CR, no final acabou por o fazer e só pagou passados meses ou anos... Isto acabaria por virar moda então!
    Se puder fazer um post com esta informação, ficava-lhe grato. Se puder responder aqui também pode ser. Se mais alguém souber, também agradeço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. em último caso o SCP sempre pode pedir uma indemnização aos encapuçados pelos prejuízos causados.
      pode ser que aí se faça luz...

      Eliminar
    2. este seu comentário é p levar a sério?

      Eliminar
    3. - existe data limite para decidir se as rescisões foram por justa causa?
      NÃO.

      - durante esse período o jogador pode assinar por outro clube? acredito que sim pelo que tem sido dito obviamente!
      PODE.

      - no caso de ser dada razão aos jogadores, os salários até ao final do contrato têm de ser pagos. O que deveria ser mais pago?
      EM PRINCÍPIO SERÃO SÓ OS SALÁRIOS ATÉ AO FINAL DO CONTRATO.

      - no caso de ser dada razão ao SCP, qual o valor a ser pago pelos jogadores? A cláusula de rescisão (CR) é tida para este efeito?
      O VALOR DEPENDE DE VÁRIAS COISAS, MAS FUNDAMENTALMENTE DO QUE ESTÁ NO CONTRATO ASSINADO ENTRE O CLUBE E O JOGADOR. NO MÍNIMO SERÁ SEMPRE O VALOR DE MERCADO, MAS DEPOIS EXISTEM OUTRAS QUESTÕES LATERAIS QUE PODEM DAR INDEMNIZAÇÃO


      Eliminar
  17. Como mero espectador do que se passa no Sporting, é-me completamente indiferente quem fica como presidente do clube. Seja ele Bruno de Carvalho ou outro qualquer. Isso é problema que vos diz respeito.

    A razão da minha intervenção deve-se apenas à estupefacção com que vejo a credibilidade do blog Mister do Café a esvair-se, com argumentações pavorosamente falacciosas. Esta então é um caso gritante.

    Vamos dar um exemplo em português simples, evitando jargão contabilistico.
    Imagine que tem uma empresa que vende batatas.
    Com o stock totalmente esgotado, dado dia compra 100 kg por 1 euro/kg.
    Quer isto dizer que no seu armazém tem 100 euros em mercadoria, correcto?
    Agora diga-me uma coisa, se vender as batatas por 1 euro/kg, vai lucrar ZERO, certo?
    Se lucra ZERO, como pode pagar os custos inerentes ao negócio?
    Não pagando custos, o que acontece ao negócio?
    Agora imagine, que desses 100 kg, quase metade se estragava. Muito pior, não?

    Essa é a lógica da batata que o Mister está a colocar aqui.
    Os clubes portugueses, sem excepção, sobrevivem com os valores das vendas.
    Não dos custos contabilizados.
    Pois se um clube vendesse todos os jogadores pelo mesmo valor que custou, neste momento era um clube com as portas fechadas.
    Um jogador da formação que custou zero, e contabilizado por zero, significa milhões em mais-valias para um clube de topo. (neste caso que voaram...)
    Desvalorizar isto, é passar um atestado de burrice aos adeptos do seu clube.

    Mais uma vez reafirmo que Bruno de Carvalho continuar presidente, ou não, para mim é igual ao litro. Já perder o respeito pela credibilidade que julgava neste blog, tenho pena.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. exactamente.. Só falta agradecer os jogadores terem saído!!!

      Sejamos sérios.. e um rombo gigante em futuras receitas, património desportivo e tudo isto tem interesse para um clube pobre como o nosso

      Mas que vergonha que nos querem vender. Esperava um post honesto que nos dissesse o quanto perdemos se ganharmos as causas todas tendo em conta o valor do mercado e... quanto deixamos de ganhar (e perdemos) se perdermos a justa causa..

      publique por favor!! e se possível responda

      Eliminar
    2. Caro Hugo,

      De facto a sua lógica é mesmo a da batata. Como disse no post a análise é contabilística, uma vez que a propaganda anda muito preocupada em lançar a teoria da falência técnica. Acho que o post é claro.

      Quanto aos valores da vendas não há nada a fazer senão aguardar o desfecho dos processos. Por isso é que salientei a importância da enorme descida dos custos com pessoal. Se não temos grandes jogadores para vender neste momento é importante adaptar os custos às receitas fixas que temos.

      Eliminar
    3. João Pedro,

      O rombo só se consubstancia se for dada razão aos jogadores.

      Como é que eu lhe posso dizer quanto perdemos ou quanto ganhamos se o processo ainda agora teve o pontapé de saída? Quando o processo for decidido as contas serão feitas.

      O post é bem claro. Falo do ponto de vista contabilístico que é o que está a ser discutido no momento pela imprensa que atira com o conceito de falência técnica.

      Dúvidas, há?

      Eliminar
    4. Mister,

      O impacto contabilistico não é o impacto financeiro. O impacto contabilistico é o que referiu pelas razões que enunciou. O impacto financeiro é brutal independentemente do SCP ganhar ou perder a acção judicial.

      Se perder, é quase em dobro. O valor dos jogadores que seriam vendidos MAIS o ordenado deles

      Se ganhar, ganha o ordenado e provavelmente uma compensação estipulada pelo tribunal, que não tem em consideração valores negociaveis etc. é um valor basico!

      É sempre uma perda brutal. Um presidente-treinador nunca pode entrar em guerra com os jogadores todos e esperar ganhar. O futebol é um desporto colectivo! Castigar um jogador aqui e ali dá força ao grupo mas o presidente meteu muitos adeptos contra os jogadores, o que levou a atitudes extremadas. Acredito que o SCP está inocente e que por ventura ganhe os processos mas ninguem tira o valor do impacto desportivo, de marca, etc.

      O presidente fez muita coisa boa mas perdeu a noção do ridiculo e o melhor seria afastar-se de vez para tentar dar alguma paz. Enquanto a pessoa dele estiver presente o clube não terá paz. Ele pode ter toda a razão do mundo mas não está a defender o SCP.

      Eliminar
  18. Caro Miguel Soares:
    Muito obrigado. Pelo visto, não há consenso, embora a FIFA pareça ser mais rígida.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente por isso os contratos tem clausulas em que os tribunais competentes são a FIFA e TAD.

      Eliminar
  19. um caso semelhante
    (https://www.jn.pt/desporto/interior/adeptos-invadiram-relvado-para-ameacar-jogadores-do-river-plate-1886710.html)
    será que pediram rescisões? que eu me recorde não

    "Isto mudou o paradigma do futebol, tenho a certeza que a FIFA vai agir. Não estou a ver clube nenhum que tenha vontade de comprar jogadores. O que apontam é tudo igual. Se aquilo fosse um motivo de justa causa, que não é, então o futebol mudou. Se batem no Neymar, ele vai embora, e o PSG perde 200 milhões e ainda tem que pagar os salários..." BdC dix it

    ResponderEliminar
  20. Já não conseguisto segurar o Fernando Mendes de ir a Alcochete, agora sao os Sportinguistas a que têm de puchar para o mesmo lado.
    Bastava não haver exigencias de mais 2 milhões do Rui Patrício, se calhar não estavamos a falar destas rescisões todas.
    Ao fim ao cabo bastava Bruno ter o bom senso, e nada disto tinha acontecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O erro de Vcs foi contactar a gestifute para negociar o Rui Patrício. Cabe na cabeça de alguém?

      Eliminar
    2. Mentiroso.

      Nunca esteve em causa a questão das rescisões.
      Já foi mais que debatido.

      Havia acordo com o Nápoles, tuo certinho.

      De repente aparece o mendes, a dizer que o negócio é outro e com outro clube.

      Isso não é bom senso, é chantagem.

      Se compactuas com chantagens e se ainda pedes desculpa depois de baixar as calças, penso que estarás no clube errado.
      Ou então pensavas que era o do antigamente.

      Eliminar
  21. E a culpa disto tudo de quem é?
    Do ditador balofo hiltleriano,coreano,venezuelano Bruno de Carvalho que não respeita os valores do Sporting e que teve a ousadia de afrontar os notáveis,os que querem chucha no Sporting como o José Eduardo,o Ribeiro Cristóvão e sabe-se lá mais quem,e ainda afrontar o Jorginho Mendrs e os seus podres companheiros de há algum tempo para cá.
    Já para não falar nos amiguinhos do costume dos notáveis que tem 30% no SAD e agora querem po-lo com dono.
    Que incomodativo o ordinário,se fosse badamerda!

    JMS,MEU BANDIDO,VAIS PAGA-LAS TODAS,MEU CABRAO!

    ResponderEliminar
  22. Para triteza minha BdC ELOUQUECEU...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para tristeza de todos nós, continuas a vir comentar aqui.

      Eliminar
  23. E entretanto o rapaz do facebook voltou a atacar.
    Por favor alguém capaz de pôr termo a esta humilhação.
    Os Sportinguistas não merecem isto.
    Vistam-lhe o colete de forças. Chega. Internem-no!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ELOUQUECEU... só espero q não arraste mtos adeptos.

      Eliminar
    2. José,
      Como dizem os brasileiros: "tá na cara"...
      Para mim ficou evidente no dia 5-09-2017 com aquele delírio interior/ entrevista à Sporting TV. De então para cá o fungagá foi à desfilada.
      Agora se é burnout...
      Se é autismo...
      Se é distúrbio emocional...
      Se é coiso...
      Isso não sei. Não sou psi.

      Eliminar
    3. A minha esperança é que o Jorge um dia ainda vai chegar a idade adulta.

      Eliminar
  24. Basta ler as cartas de rescisão para se perceber que a maior parte dos jogadores tem fundamentação clara para rescindir. Não se trata apenas de agressões, é todo o envolvimento. Negligência (leia-se o que disse o antigo responsável pela segurança de Alcochete), instigação, provocações e ofensas do Presidente... enfim, pouca margem para uma decisão contrária aos jogadores.

    E resta saber se foi apenas negligência. É preciso investigar porque foi alterada a data do treino, porque que o Geraldes do Saco não estava presente naquele dia, quando sempre esteve presente, porque é que o Presidente não pareceu a defender convictamente os jogadores e se limitou a considerar as agressões uma situação "chata".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico descansado ouvir os teus argumentos. Sendo estes os argumentos para rescindir parece-me que o Sporting vai ser ressarcido.
      Tens de distinguir aquilo que ouves ca CS e daquimo que é valido juridicamente.

      Já agora parece que temos um grande advogado a trabalhar para o Sporting,
      https://observador.pt/2018/06/15/ele-defendeu-messi-e-viabilizou-a-transferencia-de-neymar-quem-e-o-superadvogado-que-o-sporting-contratou/

      A imprensa (escepção ao observador) sobre isto diz nada !!!

      Eliminar
    2. Estás a desconversar. Não contestas o que eu disse, apenas dizes que o Sporting vai ser ressarcido. Ou seja, meteste a viola no saco.

      O que é válido juridicamente é aquilo em que me baseio para escrever. Não sabes quem eu sou, meu amigo. Afinal por que motivo dizes que ficas descansado? Não explicas porque não sabes que dizer.

      Se o teu argumento é a contratação desse advogado... bom, nenhum advogado faz milagres, a menos que te queiras referir àquela parte em que se diz que o homem "tem boas relações com as altas patentes da FIFA e do TAS".

      Se isso te descansa, eu acredito que o Sporting vai ser ressarcido não da totalidade do valor dos jogadores, mas de uma parte dele, uma vez que os clubes que eventualmente contratem os jogadores não vão querer problemas e vão querer uma rápida solução do problema.

      A razão é simples: eu acredito que os jogadores têm razão e tudo indica que a têm, mas não existe nenhum caso na Justiça que seja 100% garantido, havendo história de decisões contraditórias de várias instâncias - e todas elas bem fundamentadas. Daí a vantagem das negociações.

      Primeiro pensa, e depois fala.

      Eliminar
    3. As mesmas Whiskas e as mesmas saquetas.

      Eliminar
    4. O que é "chato", é estar a levar com comentários, de gente desonesta, que tão pouco é do Sporting.

      Eliminar
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  26. Algo que nunca vi esclarecido e gostaria de saber é o seguinte:
    - Por que razão falhou o negócio do Napoles com o guarda redes (recuso-me a pronunciar o nome)?
    - Por que razão o guarda redes indiscutível da seleção campeã da europa só consegue ir para o Wolverhampton?
    - Por que razão esse clube, cotado entre os melhores da europa e arredores, bastião mendico e casa de abrigo
    carnidense.?
    - É verdade, não havendo justa causa ,o clube que o contratou tem a obrigação de pagar a indminisação ao SCP?
    - É verdade que essa indminisação poderá estar relacionada com a clausula de rescisão ?
    Eram estas cinco perguntas que gostaria de ver esclarecidas na CS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nome desse guarda-redes, que já te deu muitas alegrias chama-se RUI PATRÍCIO, e merece o respeito que o atual presidente do Sporting não teve por ele.

      Não havendo justa causa, obviamente existe obrigação de indemnizar o SCP. O valor será fixado pelas instâncias competentes, a partir de regras que constam nos normativos aplicáveis.

      O valor de uma eventual indemnização não está ligado ao valor da cláusula.

      Eliminar
    2. Assim sendo, não tendo escrito ao clube que voltava se o presidente se afastasse, como se fez constar, passou a legitimar um caso entre esse guarda redes e o clube (sócios).

      Eliminar
    3. O Carlos Silva acredita no que escreve? Então acha mesmo que algum atleta iria escrever uma carta a informar a direcção caso BdC saisse voltava?

      Isto cabe na cabeça de alguém? Só mesmo na cabeça do desiquilibrado BdC e dos seguidores fanáticos

      Eliminar
    4. Sr José, se não desvalorizarmos a sua e a minha memória, foi anunciado que se o BC deixasse o clube eles voltavam. Está recordado ?

      Eliminar
    5. Estes jogadores são indignos de pertencer aos quadros do Sporting, e quem aprova este comportamento devasso, é igualmente um canalha. E digo isto com todo o respeito que me merecem. Canalhice no sentido estrito de ralé inqualificável.

      Eliminar
  27. Há que ver as coisas pelo lado positivo.

    1: O Sporting vai ganhar estes processos em tribunal.

    2. O encaixe feito com respetiva retirada de jogadores, vai permitir o lancamento de outros que de outra forma seriam adiados.

    3. Não vai haver exigencia de sermos campeões. O que em minha opinião é o erro estrategico numero 1 desta e doutras direcções. Em alta competição e com tudo o que se sabe sobre o polvo, exigir um campeonato aos jogadores e treinador é um conto de fadas, é quase como pedir um milagre.

    4. É que tenha a equipa que tiver e com o atual sistema de controle lampionico, o Sporting não é campeão. O Porto ganhou este ano porque havia VAR. Alem da grande competencia da equipa. semelhaante ao nosso ano 2015/16.

    5. Estou a exagerar ?? È que antes falávamos nos arbitros, agora já é nos jogos para perder.
    O Benfica junta a grande equipa que tem ao colinho, e ao desfavorecimento do Sporting. Isto sigificam uns 12 pontos época. Imaginem o Sporting a comecar cada época com menos 12 pontos.!!!

    Ou seja, se ganahrmos em tribunal o Drama pode se transformar em beneficio.
    Alguem duvida? Eu nem sequer coloco essa possibilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "É que antes falávamos nos árbitros, agora já é nos jogos para perder".

      Caro Paulo, quando em própria casa existe uma coisa chamada "Cashball", que logo se verá se tem algum fundamento ou não, mas havendo arguidos dentro da estrutura do Sporting, esse argumento deixa muito a desejar.

      E parece ser esse o problema de boa parte dos sportinguistas e da sua atual direção: falar nos outros. Essa é uma péssima estratégia e apenas serve de consolo aos derrotados. "Perdemos, mas fomos roubados". É uma estratégia errada, que desresponsabiliza, e isso é um erro crasso.

      Ao longo da época, o Sporting foi prejudicado nuns jogos e claramente beneficiado em outros. O mesmo sucedeu com os concorrentes. Custa muito ser objetivo?

      Eliminar
    2. Fantastico Paulo,
      Bom é mesmo fazer confusão para que os jogadores rescindam, seguidamente lançamos outros e mais tarde recebemos o carcanhol dos atletas que entretanto rescindiram e o SCP vai lutar para a liga europa...

      Eliminar
    3. Superpica, deixa~me rir !!!
      Pensas que os sportinguistas andam a dormir ao som dos vossos cartilheiros !!!
      Queres comparar o cashball com o estado lampionico ???
      Cartilhas a mais dá nisto !!!

      Eliminar
    4. jose, deves pensar que vais ser campeao, com tantos roubos, estisticamente provados neste blog ... Vives em que conto de fadas, alice no pais das maravilhas, claro !!!

      Eliminar
  28. Quais são as alternativas ao BdC?

    Daí serem importantes eleiçoes e não uma comissão de gestão.

    Apesar de ser un acerrimo critico a muita coisa que considero errada do BdC, preciso de saber as alternativas?
    É que entre o Bruno de Carvalho ou o Santana Lopes (recusou comissão de gestão), não sei o que escolher. Depois de ouvir certas individualidades como Carlos Barbosa da Cruz, ou Carlos Anjos (que na cmTV é um panhonha, muito util para o polvo lampionico !!) fico assustado entre estes abutres e BdC.

    Dái a eleições, e nunca comissão de gestão que nunca foi eleita pelos sócios !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não costumas acertar uma, mas concordo contigo na parte das eleições.

      Quanto ao Carlos Anjos é das poucas pessoas decentes nos debates televisivos (e lá vens falar de lampiões. Centra-te no teu clube,pá). Analisa as questões objetivamente e merece respeito (que tu não tens por ele).

      Felizmente, há pessoas respeitáveis nas televisões, para além de escumalha como o Guerra, o Pina ou o Serrão.

      Eliminar
    2. Só na cabeça de um carnidense, se pode comparar o seu legitimo representante (deve representar muitos) com Pina ou Serrão. Será a mesma coisa que comparar a TV Guia com o Livro do Desassossego.

      Eliminar
    3. Na cabeça do Carlos Silva andam carnides a mais. Pensa no teu clube.

      Compara 3 animais: Guerra, Pina e Serrão. 3 idiotas malcriados que discutem futebol(?) sem ponta de objetividade.

      Só na cabeça de um fanática não são os 3 iguais, cada um à sua maneira.

      Eliminar
    4. Essa teoria do "pensa no teu clube e deixa os outros pá" é um pouco como aquela máxima que era dita aos sportinguistas quando estes se queixavam de estar sempre a ser roubados pelas,arbitragens (e sabemos hoje como...), "epá joguem à bola...", no fundo é a velha história "olha para o que eu digo mas,não olhes para o que eu faço", FALSOS MORALIAMOS, CPNVERSA DE GENTE HIPÓCRITA!

      Eliminar
    5. Falsos moralismos conversa de gente hipócrita!!!!

      Eliminar
    6. Superpica. Que comentários tão afinados. Ao som da cartilha tocam todos bem afinados, O ventiloquo Janelas dá voz a milhares de bonecos !!!

      Eliminar
  29. Pois é Mr tem razão o meu amigo é adepto de um clube muito caro, é o que faz ser adepto de um clube de viscondes. Não tinha visto isso por esse prisma e que tal pagar aos jogadores por jogo assim 2.000 € por jogo, não acha bem pago por 1h30m de trabalho. Acho que o Alcochetense aceita sócios e as quotas são mais baratas. É o que faz querer ir a estádios finos

    ResponderEliminar
  30. Tudo somado e espremido, temos aqui comentários tão distantes do que se passa no mundo real que se pode inferir que a soma do QI não chega a três dígitos. Mas OK, o mundo dos sininhos é das fadas continua aí em casa esquina.

    ResponderEliminar
  31. E sobre a patética prestação do presidente-delirante, ontem na SicNotícias?!...

    Ao que o SCP tem estado entregue...

    Eduardo Barroso e Daniel Sampaio têm motivos de sobra para sentirem uma vergonha colossal por terem andado de braço de dado com esta espécie de presidente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Delirante ou patético, o quê? Comentário isento de substância ou fundamentação da opinião. Oco.

      Eliminar
  32. Somos uma sociedade de bárbaros e idiotas, ninguém mais aceita a verdade, apenas interessa a opinião, nem que seja uma opinião estúpida. Toda a gente tem paixão pela sua opinião.

    ResponderEliminar
  33. O problema não é o imediato... o problema é sairem sem darem retorno financeiro além de que o clube perde o dinheiro que neles investiu. E isso é que poderá ser gravoso a medio longo prazo. Certamente que o clube estava a contar fazer muitos milhões de mais valia com Gelson, Bruno ou Rafael... e isso não vai acontecer. As contas irão ressentir-se bem como a constituição do plantel, pois grande parte dessa mais valia seria para contratação de novos jogadores.

    ResponderEliminar
  34. De SCP a scp, ou coisa ainda pior: sporting carvalhado do bruno...

    ResponderEliminar