" Mister do Café: O apito!? Ficou no balneário

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

O apito!? Ficou no balneário


A partida de ontem entre o Sporting e o Braga ficou marcada por uma arbitragem absolutamente desastrada da equipa de arbitragem liderada por Carlos Xistra. Passo por isso à análise exaustiva dos principais lances da partida.

46m - Penálti por assinalar a favor do Sporting por empurrão de Goiano a Bruno César



O empurrão de Goiano a Bruno César é bem visível através da câmara de offside (1ª repetição do lance do vídeo anterior). Fica por isso um pontapé de penálti por assinalar a favor do Sporting. Na transmissão do jogo é possível vermos Bruno César a queixar-se ao árbitro de um empurrão nas costas, ao que Xistra responde que não se apercebeu. As repetições que a Sporrtv mostrou do lance não são as melhores. Perante estas repetições corroboro a opinião de Pedro Henriques: aceito a dificuldade de análise por parte do VAR, mas fica um penálti por assinalar a favor do Sporting.

47m - Golo mal invalidado ao Braga



Não há dúvida absolutamente nenhuma. Este lance era completamente legal. Mas vamos analisar o caso em profundidade. O primeiro erro é do auxiliar que levantou a bandeira assinalando o offside. É preciso que as pessoas percebam que o árbitros auxiliares são avaliados pelas suas decisões. A teoria de que os auxiliares devem deixar a bandeira em baixo para ver o que o lance dá é completamente errada. Se o árbitro auxiliar deixar a bandeira em baixo num lance que depois se perceba que está em offside, é punido na sua nota. Ora, o que o protocolo diz claramente é que tem de ser o árbitro da partida a deixar seguir um pouco o lance (num lance de finalização), mesmo tendo indicação do auxiliar de offside. 

Neste caso, o auxiliar errou na análise do lance, mas o erro principal é de Carlos Xistra que apitou offside antes da bola entrar na baliza do Sporting, o que inviabilizou a análise do VAR. Depois de apitado o VAR não tem poder de intervir. 

50m - Penálti por assinalar a favor do Sporting por falta de Raul sobre Podence. Raul Silva seria expulso.



Não há margem para dúvidas. Ficou mais um pontapé de penalti por assinalar a favor do Sporting. É importante referir que Raul Silva já tinha um cartão amarelo (34´), motivo pelo qual teria de ver o 2º cartão amarelo e ser expulso. Braga ficaria reduzido a 10 elementos aos 50 minutos de jogo.

90+4 - Segundo golo do Sporting é limpo



As imagens anteriores são elucidativas. Se pararmos a imagem no momento do contacto até dá a sensação que é o braço de Ricardo Ferreira que atinge primeiro o peito de Doumbia. Em momento algum o salto do jogador do Braga é prejudicado pela acção de Doumbia. Neste lance o árbitro fez o que deveria fazer e deixou seguir a jogada. 

PS: André Pinto deveria ter visto o 2º cartão amarelo aos 90+3 por uma falta nas imediações da área do Sporting. Por falta de tempo Pedro Henriques não analisou o lance mas irá fazer a análise no programa de hoje. Na minha opinião é lance para amarelo. 

Resumindo:


O Braga pode queixar-se de ter visto um golo limpo invalidado e de uma expulsão de André Pinto aos 90+3. Já o Sporting pode queixar-se de duas grandes penalidades por assinalar a seu favor e da expulsão de Raul Silva aos 50m. 

Filme do jogo:
46´ - Pontapé de penálti por assinalar a favor do Sporting por falta sobre Bruno César.
47´ - Golo mal invalidado ao Braga.
50´- Pontapé de penálti por assinalar a favor do Sporting por falta sobre Podence. Raul Silva seria expulso por acumulação de amarelos.
90+3 - Segundo cartão amarelo por exibir a André Pinto por falta nas imediações da área do Sporting.


Para fechar


Este jogo teve erros a mais e o VAR não teve qualquer intervenção na partida. Carlos Xistra fez uma péssima arbitragem mas também não foi ajudado pelo VAR (Rui Costa). No jogo entre o Porto e o Belenenses aconteceu precisamente a mesma coisa com duas grandes penalidades contra o Porto a não merecerem qualquer análise do VAR.

A greve dos árbitros foi cancelada, mas parece existir uma greve envergonhada por parte dos VAR. Esta jornada foi muito má e o sector da arbitragem tem muito para reflectir sobre o momento do apitadeiro nacional. Melhor exemplo disso mesmo está no facto de Carlos Xistra ter regressado dos balneários sem apito. Uma situação que é bem representativa do que é a nossa arbitragem...


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

19 comentários:

  1. Em relação ao golo (mal) invalidado do Braga.
    Acho que era bom deixar claro que o fiscal levanta a bandeira porque realmente há um jogador do Braga em fora de jogo na zona para onde a bola vai. Claro que depois esse jogador percebe que está fora de jogo e faz o papel de boneco deixando a bola seguir para o outro jogador.
    Aceito o erro do fiscal de linha.
    No entanto realmente com a introdução do VAR, não faz sentido não mudar as directivas de deixar correr o jogo e anular o lance no final , se for caso disso !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção que o fiscal de linha só deve levantar a bandeira depois de ver para onde é que a bola vai. Era um lance complicado, até porque o Jonathan vai a correr em sentido contrário.

      O erro principal foi do Xistra que não deixou o lance correr e apitou antes da bola entrar na baliza. Se não o tivesse feito o VAR poderia ter corrigido a questão.

      Eliminar
  2. Concordo com tudo o que diz e é também esta analise que faço.

    Além destes lances, os mais importantes, houve muita falta sem ser marcada e um critério demasiado largo em ternos disciplinares. O Esgaio fartou-se de dar pau na 1ª parte e devia ter visto pelo menos 3 amarelos na 1ª parte - seria expulso!

    ResponderEliminar
  3. Mister, muito boa analise.
    Manda esses palhacos para o caralho e continua o bom trabalho.
    Comparar-te ao porco gil é vil. Não gostam de ouvir as verdades e depois dá nisso.

    ResponderEliminar
  4. Há um lance do Bas Dost que faz um corte a uma tentativa de alívio de um defesa do Braga, nas barbas do fiscal de linha que dá pontapé de baliza em vez de lançamento lateral... do mais hilariante que já vi e que retrata bem a incompetência desta gente que se passeia nos relvados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa foi hilariante. Mesmo nas barbas do fiscal de linha...

      Eliminar
  5. ehehehe muito bem escamoteado. E as menções ao golo mal anulado? E o VAR também não viu...claro que viu! não quis foi permitir o golo. Já são dois golos gamados contra dois dos 3 estarolas.
    Vocês queixam-se, mas no final os 3 estarolas é que são sempre ajudados. E assim continua o futebolzinho de merda neste país. Os 3 estarolas são o cancro de Portugal. Eu até tinha vergonha em vir falar em verdade desportiva, quando são constantemente postos lá em cima. constantemente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repeti várias vezes que o golo do Braga foi mal invalidado. Qual é a dúvida? O VAR não podia intervir porque o árbitro apitou antes da bola entrar. Erro clamoroso do Xistra.

      Se calhar é melhor ler o post antes de comentar...

      Eliminar
    2. Sabe ler?? É que está o vídeo e o comentário a dizer que foi mal anulado!! Estão tão ceguinhos com essa vermelhidão do norte que nem sabem o que dizem! Lampiões do Norte!

      Eliminar
  6. E há ainda o lance do Esgaio, que vê amarelo por travar contra ataque perigoso qd Podence saía em velocidade, e que por essa altura já devia ter um amarelo tal a quantidade de porrada que deu, ou até mesmo por travar um contra ataque minutos antes.

    E ainda na primeira parte o lance que o Vuckvevic vê amarelo é claramente vermelho! onde andava o VAR?...

    ResponderEliminar
  7. É isto mesmo.

    Aborrece-me muito ver os sportinguistinhas a exibir a medalha do "isento" à armadilha que o beneficia e porco lhes fizeram. Cambada de mansos.

    O Sporting foi prejudicado ontem.

    ResponderEliminar
  8. É isto. Siga para a frente.
    Xistra é um dos piores árbitros que já vi.

    ResponderEliminar
  9. Em relação a este tema, gostava de realçar 2 aspectos:

    1º Penso que ninguém até ao momento (o MdC é o primeiro), colocou em questão que existe falta do Doumbia antes do penalty. Eu, pessoalmente, acho que é um lance normal, daqueles que existem vários durante um jogo.

    Umas vezes assinala-se, outras não... Mas negar que seja falta, parece-me intelectualmente desonesto!

    2º Em relação ao lance do "golo anulado", o pr´pprio Sporting, na pessoa do seu director de comunicação, reconhece que foi "golo", conforme podem ver pelas suas palavras, na sua conta oficial do facebook:

    "Ora então vamos lá ser sérios: Em Alvalade houve um golo mal anulado ao Braga e um penálti por assinalar contra o Braga. O resto é, no mínimo, duvidoso."

    Portanto, vocês estão aqui a defender uma posição que nem o SCP concorda!!

    ResponderEliminar
  10. O 2 golo do sporting ha falta indiscutivel no lance que da origem ao penalti..sporting calaremnte beneficiafo neste lance

    ResponderEliminar
  11. ora aí está mais um milagre da natureza num jogo onde os sportinguistas foram beneficiados aparece agora a teoria do contrário " o Sporting foi prejudicado", o futebol realmente já não é o que era, siga a festa que o circo já está montado,.

    ResponderEliminar
  12. Perfeito resumo. Faltou apenas referir que Esgaio deveria ter sido expulso aos 44. Algo que certamente sucederia se continuasse a vestir a nossa verde e branca...

    ResponderEliminar
  13. Ora nem mais, está aqui tudo, ficando "apenas" a faltar o tal lance já mencionado do lançamento que foi considerado pontapé de baliza, isto mesmo em frente ao bandeirinha.
    Algo sem valor comparado com restantes lances, mas já de si demonstra o amadorismo daquele funcionário.

    Mas é curioso como essa lenga lenga do somos beneficiados foi crescendo. Até chega ao cúmulo de um cepo (pelo menos) vir aqui acusar de termos sido beneficiados, quando até se coloca esse lance e se afirma ter sido mal decidido.
    Enfim, as palas nunca se desviam para esta gente!!

    ResponderEliminar
  14. Os traços de identidade no clubismo têm coisas engraçadas, enfeitadas em tintes de folcore. São quase sempre singelezas da realidade, passíveis de se encaixarem em qualquer bestunto. Pois bem, no sentir Sportinguista convivem, por exemplo, a crença na glória da formação (irrefutável) e a convição do constante opróbrio arbitral em seu desfavor, sine qua non. O Sportinguista vai ao estádio convicto de um roubo iminente. Daqui a achar-se que um erro, mesmo que por azelhice do árbitro, não pode jamais ajudar o Sporting, é um saltinho de lógica de musaranho. E vai de cobrirem-se de ridículo, com tal de ajustarem a realidade à crendice popular, transformando uma arbitragem tola, desastrada e inocente, que os beneficiou claramente, num rol de reclamações e clamores de prejuízo. Não vá alguém ter a ideia de sugerir que o Sporting também é corrupto, etc.

    Já se esplanaram acima contra-argumentos sobre a vacuidade das reclamações que este post ilustra, com algum detalhe.

    ResponderEliminar
  15. E se os outros são melhores, correm mais ou têm mais vontade que os do sporting, então...

    Estão DOPADOS !

    ResponderEliminar