sexta-feira, 30 de setembro de 2016

"Negócio de Garay foi limpinho como a neve" - Parte II


Os contornos sobre o "negócio Garay" estão cada vez mais claros. No início deste mês (dia 8), fiz um post detalhado sobre todo o negócio, como podem verificar no link seguinte (cliquem).

Hoje, o jornal espanhol Marca publica uma entrevista com o empresário Ricardo Schlieper que passo a transcrever de acordo com a tradução do jornal Record.

Principais destaques da entrevista


Ricardo Schlieper, antigo agente de Ezequiel Garay, falou ao jornal espanhol 'Marca' sobre o antigo defesa do Benfica e a sua saída da Luz para o Zenit, que levou o Real Madrid a levar a transferência ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), devido ao baixo valor da venda.

Schlieper declarou que tomou conhecimento de uma oferta de 20 milhões de euros por Garay que foi recusada pelos encarnados, mas o jogador acabou por sair por apenas 6 milhões de euros pouco tempo depois rumo à Rússia.  "No verão de 2014, durante o Mundial do Brasil, chegou uma oferta do Bayern de 20 milhões de euros que coloquei na mesa do Benfica. Para o jogador também era uma proposta economicamente muito interessante, superior à do Zenit", explicou o empresário.   

O ex-agente disse ainda que não acredita que o Benfica tenha sequer informado o jogador da oferta. "Penso que Garay nem chegou a saber da oferta do Bayern. Ficava surpreendido com o contrário. O seu valor de mercado era muito superior aos 6 milhões de euros pagos pelo Zenit. Foi surpreendente ter ido para lá", disse.  

Schlieper disse também que entende perfeitamente a decisão do Real Madrid ter denunciado a situação ao TAS. "O seu preço de mercado era muito superior. Para mim, e para muita gente do futebol, cheirou mal desde o início. Vimos algo estranho. Não há maneira de entender porque aceitaram essa oferta", afirmou.  O agente argentino revela ainda que houve mais colossos atrás do internacional alviceleste. "O Bayern não foi o único interessado. Outro grande como o Manchester United perguntou várias vezes por ele, apesar de no final não se concretizar qualquer oferta", relatou.  

No entanto, o empresário desmente que tenha prestado declarações ao TAS. "Foi publicado que prestei declarações ao TAS, mas nem sequer fui citado porque já não era o seu agente. No momento em que foi feita a transferência para o Zenit, já não estava com o Garay. Deixou-me quando estava no Benfica", atirou.

Recordar é viver


Aqui está a explicação de Vieira em Agosto de 2014, negando ofertas melhores para o jogador. Estes vídeos estão no primeiro post, que mais uma vez recomendo (link)


E agora a explicação na recente entrevista à TVI.


As particularidades do "negócio" Witsel


No Verão de 2012, dois anos antes de Garay rumar para o Zenit, os encarnados venderam Witsel ao clube de São Petersburgo por 40Milhões de Euros. 

De acordo com o site Footballeaks, o Benfica aceitou vender o médio belga por 40 milhões de euros, que foram pagos pelo clube de São Petersburgo em duas tranches. A primeira, no valor de 20 milhões de euros, foi saldada a 7 de Setembro de 2012, ao passo que a segunda, no mesmo valor, acabou por ser paga no primeiro dia do ano civil de 2013.  Ou seja, em cerca de 4 meses o clube russo pagou os 40 Milhões ao Benfica. Isto quer dizer que o Zenit não accionou a cláusula de rescisão, uma vez que esta só é accionada mediante pagamento imediato do valor da cláusula.

Como tal não aconteceu, houve margem para incluir no negócio algumas cláusulas adicionais. No contrato assinado entre os dois clubes, ficou ainda fixada a possibilidade de o Benfica vir a embolsar mais milhões no caso do emblema russo vir a transaccionar aquele activo no futuro e por mais de 50 milhões de euros. Se o Zenit vendesse Witsel por um valor a oscilar entre os 50 e os 60 milhões de euros, o Benfica teria direito a 10 por cento da mais-valia. Se o internacional belga saísse da Rússia por mais de 60 milhões, o clube da Luz garantiria um milhão de euros além de 50% da mais-valia.  

Mas ainda há mais:

 

De acordo com o football leaks, o Zenit ficou também com o direito de preferência de Gaitan (20M) e de Nélson Oliveira (30M). 

Nas "vésperas" do "negócio" Garay


A 15 de abril de 2014, segundo desvenda o "Football Leaks", portugueses e russos acordaram que as tais cláusulas relativas a uma venda futura de Witsel deixariam de ter efeito e, em contrapartida, o Zenit pagaria 3 milhões de euros à SAD encarnada, ficando assim com a possibilidade de encaixar, na totalidade, a verba de uma futura venda de Witsel.



Santa Casa de Zenit


De acordo com as cláusulas do acordo, o Benfica teria direito a uma mais-valia de 10% caso o jogador fosse vendido entre os 50M e os 60M. Vamos a contas: 
(60M-40M)*10%=  2 Milhões
Isto equivale a dizer que em caso de venda do jogador por 60M o Benfica receberia 2Milhões de Euros. Agora eu pergunto ao leitor: Acredita que Witsel poderia ser vendido por 60M? A resposta parece-me óbvia. Óbvio que não. Ainda para mais por um médio centro.

Querem provas? 

Em Abril de 2014, apenas 8 jogadores tinham sido transferidos por valores acima dos 60M. Os jogadores eram (Bale, Ronaldo, Neymar, Zidane, Ibrahimovic, Kaka, Cavani e Figo). Comparar estes craques com Witsel só pode ser brincadeira, certo?

O Benfica receberia 2Milhões caso o jogador fosse vendido por 60M, que como já vimos era completamente impensável. Então porque raio o Zenit ainda sobe mais a parada chegando aos 3Milhões?

E se fosse um adiantamento!?


É que meses antes de o clube russo já tinha demonstrado interesse no jogador...


Pensando melhor, a teoria do empresário Ricardo Schlieper começa a fazer sentido. 

"No verão de 2014, durante o Mundial do Brasil, chegou uma oferta do Bayern de 20 milhões de euros que coloquei na mesa do Benfica. Para o jogador também era uma proposta economicamente muito interessante, superior à do Zenit", explicou o empresário.   

O ex-agente disse ainda que não acredita que o Benfica tenha sequer informado o jogador da oferta. "Penso que Garay nem chegou a saber da oferta do Bayern. Ficava surpreendido com o contrário. O seu valor de mercado era muito superior aos 6 milhões de euros pagos pelo Zenit. Foi surpreendente ter ido para lá", disse

Teorema da Equalização dos preços


De acordo com o Transfermarkt, Garay foi vendido ao Valência por 24 M e Witsel ia ser vendido por 25M, numa transferência que só não aconteceu porque o treinador do Zenit ficaria sem soluções para o meio campo.

"Tinha feito os exames médicos e sentia-me como um 'bianconero'. Estou triste com a decisão do Zenit, mandar fora 25 milhões pode causar dano", começou por dizer o ex-Benfica, ele que foi bem tratado em Turim.

Ora, o Zenit gastou 43M no Witsel e 6M no Garay perfazendo a soma de 49M. Vendeu Garay por 24M e ia vender Witsel por 25M. E não é que a chapa 49M bate certo. A única coisa que aqui se altera é a avaliação dos jogadores. Os 15M que Witsel desvalorizou no Zenit, são os mesmos 15M que Garay se valorizou no clube russo...

Há coisas incríveis não há?

Hala Madrid!!!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

11 comentários:

  1. Que grande trabalho de investigação e perspicácia!
    O Mister e o Artista são duas pérolas neste oceano de trafulhices!
    Leão da Palmira

    ResponderEliminar
  2. Mister,

    mas...

    então e...

    tu queres ver que...

    epa fiquei sem argumentos!

    ResponderEliminar
  3. Sou muito leigo nestas matérias ... daí a minha dúvida. Se o dinheiro da venda é declarado não no negocio de garay mas no negócio do witsel de forma a contornar o pagamento ao Real Madrid tal como o porto fez com o Joao Moutinho quando o vendeu ao Monaco no negócio James poderemos encontrar aqui alguma ilegalidade? sem ser o facto de haver falta de ética no tratamento destes assuntos não consigo entender que penalizações poderá isto trazer ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu diria que há um lesado (o Real Madrid), pois não recebeu o que lhe seria devido pelo carnide, pelo que poderá alegar que foi burlado - o que pressupõe a existência de um burlão.

      Eliminar
    2. Obviamente é ilegal. O Benfica está a atropelar por inteiro o espírito do contrato e o princípio da boa fé. O problema é provar. Veremos qual será a decisão do TAS.

      Eliminar
  4. boas Mister

    gostaría se fazer uma troca de links na lista de blogs

    o teu já se encontra na minha lista, temos que ser uns para os outros e quem beneficia com isso é o nosso Sporting

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim! Qual é link para adicionar à lista?

      Eliminar
  5. "Limpinho como à neve".

    Eu diria mais: Com lavandarias destas, "branco mais branco não há!"

    ResponderEliminar
  6. Boas. Faltou aí incluir Salvio, pois à muito que se falava na sua ida para o Zenit e só não foi efectuada a transferência logo após o Garay ter sido vendido , porque começou-se logo a falar na CSocial e na redes sociais que o extremo ia sair muito inflacionado para camuflar o dinheiro não ganho com Garay.

    quanto ao resto tudo limpinho como a neve. E a Robertada?????

    ResponderEliminar