" Mister do Café: O debate

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O debate


Ontem foi dia de debate eleitoral entre os candidatos à Presidência do Sporting. Hora de dar a minha opinião sobre o que foi debatido na Sporting TV. Vejamos:

Considerações iniciais


Um debate eleitoral deve ter como principal base o esclarecimento dos sócios em relação às propostas assumidas no programa eleitoral. Esta é a base fundamental pela qual estes debates devem ser analisados. Inevitavelmente, neste tipo de confronto acabam sempre vir à colação questões da vida pessoal dos candidatos. Ontem, não foi excepção e Pedro Madeira Rodrigues foi useiro e vezeiro em trazer a vida pessoal e familiar do seu oponente para o debate, quer por referência directa ao passado de Bruno de Carvalho - com a rábula do recibo de IRS - quer indirectamente usando a sua família como referência de estabilidade por comparação com a de Bruno de Carvalho.

Desde logo, Pedro Madeira Rodrigues demonstrou que estava disposto a tudo para atacar Bruno de Carvalho. Esta baixeza de carácter tem de ser salientada e ficou bem patente quando não se demarcou das declarações de Vitor Espadinha - candidato na lista de PMR - que como foi do conhecimento público, designou o Presidente do Sporting de "Palhaço", "energúmeno", "atrasado mental", "anormal", "cromo", entre outra pérolas. Mais uma vez, Pedro Madeira Rodrigues toma os Sportinguistas como parvos, dizendo que não está atento ao Facebook, pelo que não comenta.

Recordo que estamos a falar de uma notícia que saiu em praticamente toda a imprensa e mesmo não tendo lido as declarações poderia ter respondido com um simples: "Não tive conhecimento dessas declarações, mas se Vítor Espadinha disse isso, eu repudio por completo essas declarações". Nem a isso, Pedro Madeira Rodrigues se dignou. Nada de novo vindo de um candidato que na arte do insulto é rei e senhor, como prova o histórico do City Lion.

Por tudo isto, concordo com o facto de existir apenas um debate eleitoral. Nos nossos dias é fácil para os candidatos conseguirem passar a sua mensagem através da comunicação social e redes sociais. (Só um pequeno aparte para salientar o facto de o Presidente do Sporting estar disponível para debates, coisa nunca vista em outras bandas.)

A escolha pela Sporting TV para transmitir o debate é consensual no universo leonino. Durante a transmissão existiram alguns problemas com o som que não podem voltar a acontecer numa transmissão tão importante para a vida do clube. Uma palavra para o facto de RTP, SIC e TVI terem sido convidadas a estar representadas no debate, com um moderador próprio e não terem aceite o convite. Que a direcção do Sporting tome boa nota desta atitude. 

Quanto a Rui Miguel Mendonça - moderador do debate - pareceu-me completamente imparcial, mas foi completamente atropelado pelos candidatos nos diversos temas. Foi mais um "contador de tempos" do que um verdadeiro moderador e isso não pode acontecer. Tinha de se impor e cingir os argumentos dos candidatos para os temas em debate em cada segmento. Não o fez e os Sportinguistas saíram penalizados. 

A postura dos candidatos


Quanto ao debate propriamente dito, os candidatos tiveram abordagens completamente diferentes. Bruno de Carvalho adoptou uma posse mais institucional, algo que acaba por ser normal perante a posição de Presidente. Já Pedro Madeira Rodrigues partiu da posição de quem não tem nada a perder e adoptou uma postura de ataque deliberado contra o actual conselho directivo e as medidas que tomou. 

Foram inúmeras as tentativas de Madeira Rodrigues em baixar o nível do debate. Bruno de Carvalho resistiu sempre à tentação de responder à letra e conseguiu sempre manter o seu "plano de jogo". A cara de tédio de Bruno de Carvalho a ouvir os soudbytes de Madeira Rodrigues fica para mim como o principal momento visual do debate. Priceless.

Madeira Rodrigues foi com tanta sede ao pote que acabou por se descuidar. Se calhar o melhor é "ladrar menos", como o próprio gosta de afirmar.


Propostas 


Vamos ao que de facto interessa aos sócios do Sporting, que são as propostas concretas. 

O debate foi praticamente todo sobre Futebol profissional, e mais uma vez realço o papel negativo de Rui Miguel Mendonça que permitiu que tal acontecesse. Como ficou claro para todos, nessa área, Pedro Madeira Rodrigues estava munido de todo o tipo de soundbytes. Bruno de Carvalho assumiu que a actual estrutura é para manter na próxima época. Já Madeira Rodrigues falou nas valências de Boloni, que será um autentico "faz tudo" na estrutura (treinador, coordenador da formação, responsável por escolher os jogadores que ficam no plantel, os que serão emprestados, contratações, renovações, etc), e Delfim que fará o papel de Manolo Vidal. A necessidade de colagem ao nome de Manolo Vidal, demonstra bem a fragilidade que o nome de Delfim suscita nos Sportinguistas. Importa salientar que tal como o próprio reconhece, nem sequer é sócio do Sporting. 

Limpinho, limpinho


O tema principal na vertente futebol, foi a continuidade de Jorge Jesus. Madeira Rodrigues reafirma que não conta com o treinador se vencer as eleições, reafirmando o que já tem vindo a dizer ao longo das últimas semanas. Continua sem explicar como é que pagará a indemnização a Jorge Jesus e a toda a sua equipa técnica. Pelo que é falado na imprensa estamos a falar de uma verba na casa do 20 Milhões de Euros. Mas, durante o debate acrescentou um dado novo, afirmando que juridicamente há base para rescindir o contrato com justa causa, sem pagar um cêntimo ao treinador. 

Como é claro para todos, não há nenhum tipo de base legal para uma rescisão por justa causa, por variadíssimas razões, mas vou deixar apenas uma: Jorge Jesus é funcionário da Sporting SAD e as eleições são para o clube, logo nem sequer estamos a falar da mesma entidade.

Importa também salientar que se Madeira Rodrigues avançar para os tribunais, para além de ter de pagar os 20 Milhões que são de direito contratual, ainda se arrisca a ter de pagar uma pesada indemnização por dados à imagem e reputação do treinador e dos seus adjuntos. 

Quem também deve estar preocupado é Manuel Fernandes, Aurélio Pereira e Carlos Lopes. Todos membros da comissão de honra de Bruno de Carvalho e funcionários do Sporting. Com sorte, também ficam desempregados...

O que nos vale é que vem por ai "um treinador muito melhor do que Jorge Jesus".

Atoardas e soudbytes


As acusações de Madeira Rodrigues foram sempre na base da insinuação, nunca concretizando nenhuma questão. Perguntou "Quem é Costa Aguiar?" falou sobre a questão das assistências em Alvalade, número de sócios, a venda de Montero, o elevado número de contratações ou o facto de o Benfica ter sido campeão nos últimos 3 anos. Estes são alguns dos soudbytes que se têm ouvido por parte dos Guerras desta vida e que o candidato optou por apontar. Enquanto sócio, sinto-me enojado com estes ataques que não são apenas a esta direcção, mas sim a todos os sócios e adeptos. Madeira Rodrigues tem legitimidade para criticar, mas tem de apresentar factos, ou pelo menos algumas evidências sobre as questões que lança. Algo que nunca fez.

Mais um momento comédia quando citou um empresário português que apareceu "miraculosamente" durante o dia de ontem a atacar Bruno de Carvalho sobre uma eventual transferência de Bas Dost para a China. Curiosamente, esse senhor nem sequer é empresário do jogador. Cada tiro, cada melro...

Finanças 


No meio de tanto soudbyte, Madeira Rodrigues que tanto falou na manutenção da maioria do capital da SAD durante o debate, nunca abordou a questão dos 18 Milhões de investimento que a SAD vai ser alvo, através de uma aumento de capital social, conforme aprovado na reestruturação financeira. Em ocasiões anteriores, Bruno de Carvalho já referiu que encontrou os investidores para esse montante, mas por imposições da CMVM não pode revelar os nomes e a data em que o aumento de capital será efectivado. Para mim era este um assunto que gostaria de ver abordado.

De resto, foi visível o total desconhecimento sobre as finanças do clube, por parte de Madeira Rodrigues. É confrangedor ver o nível de desconhecimento do candidato. Nesta capítulo, Bruno de Carvalho só teve mesmo de mostrar os gráficos que desmentem por completo as mentiras de Madeira Rodrigues. 

Sobre este tema, tenho um post bem claro e que explica a real situação financeira quer da Sporting SAD, do clube e das contas consolidadas de todo o grupo Sporting. (Cliquem aqui)

Modalidades


Absolutamente inenarrável o discurso de Madeira Rodrigues sobre as nossas modalidades. Chegou ao ponto de dizer que as nossas modalidades já tinham a época perdida. Isto quando estamos numa fase em que está tudo em disputa nas principais modalidades de pavilhão. Só como exemplo, temos a possibilidade de vencer já este fim-de-semana a Taça da Liga em Futsal e temos fortes hipóteses de ganhar todas as competições em disputa, inclusivamente a Final 4 da Uefa Futsal Cup. No Andebol, estamos na luta pelo título nacional e ainda nem sequer entramos na fase final da prova. De realçar que o Andebol tem todas as possibilidades de vencer a Taça Challenge, que seria a 2º conquista internacional do nosso andebol. No hóquei há motivos para descontentamento por parte dos sócios, especialmente pelos 3 pontos perdidos na secretaria, que entretanto foram confirmados pelo CJ da federação. Contudo, ainda estamos na luta pela conquista da Taça de Portugal e podemos obter a melhor classificação no campeonato desde que o modalidade regressou ao clube, trazida pela actual direcção. Também durante este fim-de-semana a nossa equipa de Futebol Feminino pode dar um importante passo rumo à conquista do título nacional. Isto para falar apenas das modalidades de maior visibilidade. 

Bruno de Carvalho propõe reactivar o Voleibol e Madeira Rodrigues aposta no Basquetebol. Há muita gente que não sabe mas o Sporting tem secção de Basquetebol. Neste momento estamos apenas nas camadas jovens e a ideia é que a secção venha a crescer num projecto sustentado até termos uma equipa sénior. Madeira Rodrigues parece não ser conhecedor dessa realidade, afirmando que "é o regresso do Basquetebol ao Sporting". O candidato tem usado o nome dos Boston Celtics como uma entidade que fará uma parceria com o Sporting. Veremos se se concretiza e em que moldes. O candidato tinha aqui uma oportunidade para mostrar um bom trunfo, mas nem isso conseguiu concretizar. 

Património 


Bruno de Carvalho já tinha afirmado há alguns meses a intenção de construir um centro de atletismo para o Sporting. Já Madeira Rodrigues anunciou ontem um clube náutico que "não custará um cêntimo ao Sporting", uma Academia no norte do país "que não custará um cêntimo ao Sporting e que será paga por um município nortenho" e ainda um velódromo. Quanto a esta última obra, não se sabe o local ou o montante investido. Provavelmente também será de borla...

Voltou a bater na tecla da Academia não ser do Sporting e garante ter investidores para a comprar de imediato. Sobre este assunto também já falei (aqui). A demagogia atingiu níveis épicos com a questão do naming da Academia e Estádio que o candidato assegura ter como base negocial os "dois dígitos". Por certo, 10€ chegarão como disse e bem Bruno de Carvalho. 

E o que dizer da questão do fosso, quando o próprio candidato confirma que as três fiadas de lugares terão má visibilidade? 

Sobre o Pavilhão, o mérito é todo de José Eduardo Bettencourt e Soares Franco por terem negociado os terrenos e também será mérito dele que "pagará o pavilhão". Absolutamente surreal. Mas o mais interessante foi mesmo a forma como fugiu da questão sobre se tinha ou não contribuído para a missão pavilhão. Obviamente não contribuiu como está bem visível na listagem de nomes no mural do pavilhão que pode ser consultada online. 

Para quem não sabe, o pavilhão está pago na integra, e o montante a pagar à Doyen está retido na FPF/UEFA a pedido do tribunal. Esse montante já se encontra abatido nas contas da época passada (15/16). 

Por seu lado, Bruno de Carvalho apresentou obra feita. Pavilhão, remodelações profundas em Alvalade nos camarotes de empresa, nos balenários, a obra de fundo feita no relvado, as remodelações profundas na Academia na ala profissional, construção de mais campos na Academia e junto ao pavilhão, renovação do Multidesportivo e finalmente a construção do tão desejado Pavilhão João Rocha. Com tantas atoardas de Madeira Rodrigues, ficamos sem saber os planos de Bruno de Carvalho em relação à Rádio Sporting. 

O tempo dos viscondes


Confesso a minha estupefacção perante a afirmação de Madeira Rodrigues sobre o tipo de Sportinguista: "Os adeptos do Sporting têm mais poder financeiro que os dos rivais". Muita gente não terá reparado nesta frase, mas é perfeita para resumir o que realmente pensa o candidato sobre o Sporting. 

Nota final


Bruno de Carvalho mostrou pleno domínio dos dossiers e do que pretende fazer para o futuro. Já Madeira Rodrigues demonstrou ser um candidato completamente alheado da realidade do clube e que não está minimamente preparado para ser Presidente do Sporting. Baseou a sua intervenção em ataques dignos de um qualquer representante de um rival e saiu claramente chamuscado. Depois do processo que José Maria Ricciardi anunciou contra Madeira Rodrigues, foi a vez de Horta e Costa sair da lista de Madeira Rodrigues por não se rever nas acusações e linguagem utilizadas. 


Têm a palavra os sócios do Sporting.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

22 comentários:

  1. Obrigado Mister por mais um comentário coerente e realista. Se já não tinha dúvidas em quem ia votar, mais certezas fiquei quando um croquete "abonado" não contribuiu para o nosso Pavilhão João Rocha com uns míseros 50€. Mais, ainda têm a pretensão de ser ele a inaugurar um espaço que não contou com a sua participação. RELES PENSAMENTO. O meu nome estará lá com muito orgulho e mais orgulho terei se este RATO de ESGOTO não chegar a presidente e que não tenha o nome dele registado em pedra na história do Nosso Clube.
    Para os mais distraídos oiçam bem a voz de alguns dos mais fervorosos apoiantes de Madeira Rodrigues:
    https://opolvoleaks.blogspot.pt/2017/02/aperitivo.html
    Votem nele e depois esperem encontra estas almas a comentar na nossa Sporting TV daqui a uns tempos.

    ResponderEliminar
  2. António Wilson Morais24 de fevereiro de 2017 às 16:39

    Parabéns Mister. Vi o debate e revejo-me na vossa análise. Já a análise do Visão de Mercado, como seria de esperar, diz tudo ao contrário. Diz que Madeira Rodrigues ganhou o debate e que Bruno de Carvalho foi miserável. Já mereciam uma investigação à Mister do Café, para desmascarar quem são os meninos lampiões que estão por detrás daquele blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lampiões ou... algo pior... "Sportinguistas" como Pedro Madeira Rodrigues.
      Enquanto lá estava o Godinho Lopes, eles sabiam tudo de antemão, mas não atacavam o Sporting como atacam agora. Parecem putos da primária. Daí me levar á eventual hipótese de serem parte da mesma laia "cola cartazes" na 2ª circular.

      Eliminar
  3. Não foi só o som, foi tambem a imagem. Estava pálido a camara do MAdeira Rodrigues e isso notava-se claramente na imagem em Duelo, o que per si demonstra uma falta de profissionalismo e preparação discernente (pra algo anunciado há mais de 2 semanas).

    Quanto ao conteudo e sumo já se percebeu que bdc ficou desconfortável e conteve-se para não lhe saltar a tampa e ir ao focinh..nariz (e que nariz) do outro. O mesmo tipo de condicionamento que já vi o presidente ter por diversas vezes desde que Nuno Saraiva assumiu a COM do sporting. Faltou-lhe essa irreverencia esse mostrar natural e o seu lado mais bélico que o levou à actual condição de presidente. O outro porventura tambem trabalhad...preparado para isso geriu e comeu a ira contida do nosso presidente como bem quis, embora acredito que tivesse na manga e a opção de se fazer de vitima.

    Acho que BDC vai ter aqui uma boa bitola pros proximos 4 anos, já que se muitos pensam que este vai largar, o proprio diz que gosta é de morder, acredito que não vai dar descanso ao presidente nos proximos meses. Assim o novo desafio é BDC ganhar por mais do que nas antigas eleições!! Tudo o que seja pela margem minima abaixo dos 55%, é derrota, na minha opinião, derrota de um projecto.

    No entanto considero que PMR entre os 50%-55% será uma baliza adicional pra BDC que tem obrigatoriamente de ganhar um titulo no proximo mandato! Qualquer vitória acima destes valores (a tal goleada) coloca-nos novamente e na minha opinião numa posição que sabendo ser de tranquilidade, quanto ao tema oposição, reduz-nos ao mesmo tempo a pressão necessária na hora de apresentar resultados. Não digo que BDC não tem esse objectivo premente ou desleixou-se na aquisição do tão desejado campeonato nacional, mas por vezes e alguns erros cometidos demonstram que à falta de algum 'know-how' em algumas materias, perfeitamente aceitavel para quem era o garoto, ainda há quem sirva o sporting de uma forma muito amadora dentro do clube, nesta direcção e que podia muito bem ter sido recauchutado neste intervalo. Exemplos? Tantos... Não só os que sairam, passando pelos sócios e este aumento de 10k nos votantes que podiam ser bem mais, à gestão de activos e o camião de jogadores com alguns que nada trouxeram, a terminar na famigerada comunicação que atente-se não me preocupa o que diz o presidente, mas toda esta incapacidade de encontrar o rumo certo quer nas respostas quer nas causas a abraçar mas que o derivam do objectivo concreto. Levando lá está a estar neste contexto, entre a espada e a parede, e no espaço de 4 horas mais 2 posts estes sim na minha opinião desnecessarios quando ontem era o dia. A prova está, tivessemos ganho nos ultimos 4 anos, o ano passado, e não estava Bruno neste enfado, ontem então, neste momento!


    Quero Bruno reconduzido no cargo e apesar do PMR ser um palhaço o Otto Mann dos simpsons vai ser bom ter este à perna só pra exigencia da excelencia e conseguir mais nos proximos anos. Não é ser masoquista, mas dará outro sabor e motivo extra à vitória sobre os lampiões!

    É bom que seja a coisa neste prisma, trabalhe-se onde se tem de trabalhar, mude-se o que se tiver de mudar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Campeonato nacional...

      E os colinhos a corrupção os compadrios os conluis etc??

      Alguém tem dúvidas que o Sporting mais que merecia e deveria ter sido campeão o ano passado.? (núcleo da equipa bom para ser campeão europeu, mas nacional não!?)

      Alguém acha, e as imagens são mais que esclarecedoras, que o presidente do Arouca foi à procura de conflito sem ter sido encomendado??

      E por fim o futuro, ser campeão nacional com um Demagogo Rodrigues em campanha constante, todas as semanas, até às próximas eleições, contra presidente treinador, tudo o que mexa... como tu dizes!.. achas que vai dar estabilidade incentivo apetência para lutar arduamente para títulos!??

      Se não é Merdequista este PMR, parece... é obvio os interesses que serve, e é óbvio se não é Merdequista, os interesses dele estão muito acima do clube, e utiliza a máquina de propaganda "inimiga" (e não tenham dúvidas, inimigo é, pois futebol é acima de tudo negócio, e há muita gente que mata por dinheiro) pois esta está a promover este tipo, por interesses próprios de destruir o Sporting... pois este PMR por estupidez, ódio a outros (e como ele odeia o BdC), incúria ou ignorância, ele vai destruir, e a máquina de propaganda sabe isso (o tipo deve ser tapadinho além de convencido, pois se tivesse numa posição de ganhar o campeonato, pondo como uma hipotese... como a máquina que o ajuda agora o ia atacar!!)

      Eliminar
    2. Esperemos não ter que dar uma de superladrões contra este PMR...

      Eliminar
  4. Muito bem ecrito Mister!
    So uma pergunta se podesse responder?
    Porque leva tanto tempo a UEFA a pagar a Doyen?
    Encomoda me os benfiquistas sempre a falar que lhes devemos o dinheiro.

    ResponderEliminar
  5. Mister, a agressão de Soares que passou impune:

    https://www.youtube.com/watch?v=xSv1SB13GHI&spfreload=10

    ResponderEliminar
  6. "Bruno de Carvalho mostrou pleno domínio dos dossiers e do que pretende fazer para o futuro."

    Infelizmente isto não é verdade. Bruno de Carvalho pensa que esta época é uma espécie de acidente de percurso e não consequência de uma organização e modelo de direcção para o futebol sem o nível adequado às ambições do Sporting. Não sei se o salário de JJ não deixa recursos para trazer talento para a equipe directora do futebol ou se BdC acha mesmo que ele tem conhecimnento suficiente de futebol para dirigir pessoalmente o Dept. profissional mas seja como for tenho pena que continuemos com este modelo sofrível de organização e estrutura do futebol profissional.

    Vou votar BdC - porque dá mais gaantias que PMR - mas sem grande eserança de sucessos no futebol profissional.

    JRamos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obviamente que não tens razão.

      Não só o ano passado mais que merecia e deveria ter sido campeão, como a critica sempre azeda e por vezes excessivamente hostil, considerou quase unanimemente "nolens volens" que o Sporting foi a melhor equipa a jogar futebol...

      Ora não só a estrutura é a mesma, como a equipa é basicamente a mesma... uma das diferenças do 3 a 0 na ETAR de Carnide do ano passado para este por exemplo, foi a ausência de voleibol, e de as faltas a meio-campo em vez de serem 16x9 contra o Sporting só na 1a parte, foram até mais do Merdica... como na realidade até foram este ano, só que o árbitro, como todos em quase todos os jogos, fez vista grossa para uns, fartou-se de inventar contra outros.. E o Adrien que a critica assumiu, carregou a equipa às costas em certos jogos o ano passado, este ano já o conseguiram lesionar 3 vezes deliberadamente... até pontapés na cabeça levou, só com amarelo, pois os árbitros permitem tudo contra o Sporting, desde qualquer manha de mandar-se po chão, como anti-jogo a rodos, e entradas assassinas mais que grosseiras como o Dost em Moreira ou o Gelson contra o Rio Avw (nem na tv passou, quando devia ter sido VERMELHO DIRECTO)...

      Em face disto tudo oh Ramos Anónimo... o que é de superior sabedoria... equipa ou algo que não tem passado não tem futuro... e esta estrutura esta equipa tem 4 campeões europeus(tinha, mas começou com) e o melhor jogador do ano da CONCACAF (uma espécie de bola douro menor)... e tem de lutar e lutou bem contra todos os podres do futebol português, o que quer dizer que os mesmos e reforçados podem ainda lutar muito melhor (aqui concordo que alguns reforços falharam... mas o nível de BATOTA também tem sido astronómico).

      Eliminar
  7. Em todo o debate a afirmação que mais me deixou perplexo, por parte de Madeira Rodrigues foi a afirmação da ida de Mário Saldanha (que fez tropa na Beira, em Moçambique, tendo jogado no Sporting da Beira, - onde nasci para o Basquetebol, mas de quem não fui colega, pois vim dois anos para a Coimbra a convite da Associação Académica, jogar e estudar- dos meus 17 aos 19 anos - e foi colega do meu irmão e muitas vezes foi comer a casa dos meus pais) a Boston para uma parceria com os Celtics, porque a ligação do basquetebol da NBA com o basquetebol português é tão possível, como eu voltar a ter 10 anos de idade. Aliás era Mário Saldanha Presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol e eu treinador da equipa sénior do Beira Mar, quando ficou assente que no ano seguinte o Basquetebol passaria a ser uma modalidade profissional. Apesar de eu sempre ter defendido que para que haja realmente progresso e evolução no desporto, este tem que ser profissional, disse-lhe na altura que tal seria impossível de singrar em Portugal, porque não tínhamos (e continuamos a não ter...) estruturas físicas, económicas e financeiras para o suportar e disse-lhe que não duraria 15 anos. Enganei-me em 2 anos, pois durou 13. Mas entretanto a "entourage" que a tal situação aderiu e lhe deu força, ganhou os proventos que tinham em mente. E comparar o estado do basquetebol português actual, com o dessa altura é como comparar a distância de Coimbra, onde vivo, e Lisboa, com a da Terra e a Lua. Mas vai servir para um bom passeio, um gasto de dinheiro escusado e para mais um show-off. Basta ir aqui ao lado a Espanha e tudo se saberá de como começar do nada e acabar no topo... só que a viagem não é tão mediática e figurativa... Oremos ao Senhor...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luis Almeida,
      Conheço-te de gingeira, és um tipo porreiro por isso ler-te a dizer merda neste blogspot de mascarado que nem a cara dá, a atacar o PMR com insinuações e não veres que o oponente Bruno é mais falso que camisola da Adeedas do chinês, desaponta-me. Pensei que fosses mais inteligente mas não és, lamento!
      Envergonhas a malta sportinguista lá da Beira com o teu brunismo.Esse gajo vai contra todos os nossos princípios, mas tu ficaste tuga e talvez estejas com dor de corno do Mário!
      Melhoras e aprende com o teu irmão Tonito, porra!

      Eliminar
    2. O PMR já admitiu que era o City Lion?
      Dar a cara e tal...

      Eliminar
    3. Pela elevação com que os apoiantes de Madeira Rodrigues se dirigem a apoiantes de Bruno de Carvalho, fico sem entender se realmente dá para acreditar que Madeira Rodrigues seja capaz de trazer ao clube uma postura mais institucional e menos agressiva. E ainda diz que não vai "ladrar", vai "morder"... Mas os seus apoiantes parecem gostar muito de "ladrar"...

      Eliminar
  8. Mister, diz em "Património" que PMR anunciou um velódromo - não haverá confusão?

    Acho que PMR confundiu velódromo com um local onde se realizam velórios... de modalidades. A menos que... a menos que as modalidades "populares" sejam para extinguir (afinal, disse ele, não ganham nada) e, em substituição, surjam a vela, motonáutica, polo a cavalo, bridge, canasta...)

    ResponderEliminar
  9. Mais um bom post, Mister. Eu queria um BdC mais aguerrido, mas a postura institucional foi a melhor, a mais inteligente. Não vejo Boloni (apesar de ter consideração por ele) a trazer algo de positivo para o Sporting, pois há muito tempo que está fora dos principais palcos (nem sei se treina neste momento ou está desempregado) nem Delfim, que não pertence à nossa formação, esteve apenas 2 anos no clube e nunca desempenhou as funções que MR pretende para ele. São dois tiros ao lado. Penso que se os sportinguistas forem votar BdC ganha de goleada. Os sportinguistas não são ingratos e sabem quem SALVOU o Sporting, quem o dinamizou, quem trouxe o orgulho de ser sportinguista. Ainda hoje RS (que passa a maior parte dos jogos do Bayern no banco de suplentes) no Oficioso a bola, diz que se o Benfica não for campeão que seja o Porto. Ou seja o principal rival do Benfica, o clube temido, os jogos de "parar o país" (no futebol e em todas as outras modalidades) voltou a ser o Grande Sporting Clube de Portugal! E isso deve-se muito a Bruno de Carvalho. Os sportinguistas têm memória, não esquecem o passado recente e são gratos, por isso é fundamental para o Sporting que BdC ganhe as eleições.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo24 de fevereiro de 2017 às 23:01:

    eu não queria um BdC mais aguerrido, não no debate. Não com o nível rasteiro que PMR revelou ter.

    Fora isso, BOM post, anónimo. Totalmente de acordo.

    E Mister: bom trabalho. Como sempre.


    SL

    ResponderEliminar
  11. Calculo que sejas tão cobarde que não deixes passar as minhas mensagens.
    Só quem engraxe o Bruno é que tem a porta aberta não? Ou que te lambe o rabo.
    Tudo bem podem até apoiar o norte coreano, mas fazeres do Ricci um santo??
    Estás doido ou quê? Pobre Sporting, entregue a escumalha.
    Vão cair que nem fruta podre, é uma questão de tempo.
    Vigaristas mentirosos reinam por um tempo, olha o Vale e Azevedo ;)
    Continua com as tuas ilusões e a alinhar com aldrabões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O teu cálculo está ao nível do projecto do PMR para o estádio. Quem não gostaria de ter mentes deste nível a comandar o seu clube?

      Eliminar
    2. Não há sequer evidências, por pequenas que sejam, que Bruno de Carvalho é aldrabão. Pode não se gostar do estilo. Pode até odiar-se o estilo e a personalidade, mas não consta que tenha delapidado o clube, quando apresenta contas positivas. Mas ainda que Madeira Rodrigues seja a pessoa mais honesta deste mundo, para já, é demasiado verde e ingénuo para poder assumir a presidência do Sporting. Seria um desastre do ponto de vista financeiro, pelo despesismo com que aborda os temas. E uma incógnita do ponto de vista desportivo. O que sabemos sobre que capacidade tem para trazer grandes jogadores? E sobretudo jogadores que acrescentem valor, pois este ano trouxemos nomes tidos como grandes jogadores e o rendimento ficou muito aquém do que se lhes exigia. Se é para apostar cegamente nos miúdos da formação, é muito bonito, é muito romântico, mas lamento, está mais do que visto que assim não se ganham campeonatos. Ok, Boloni foi campeão lançando Ronaldo, Quaresma e Viana, mas foi preciso contratar João V Pinto, Jardel e Niculae. No equilíbrio é que está a chave. Julgo que o caminho para o sucesso da equipa passa por potenciarmos 3 a 4 jovens/ano no máximo, inseridos num conjunto onde os jogadores a contratar joguem mesmo à bola. Parece fácil, mas é não é. Mas na próxima época, acredito que a percentagem de acerto nas contratações vai melhorar. Depois de um ano tão mau, será difícil não melhorar.

      Eliminar