" Mister do Café: "As claques ilegais do Benfica não tem sido um problema para o IPDJ nem para a polícia", segundo o Presidente do IPDJ

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

"As claques ilegais do Benfica não tem sido um problema para o IPDJ nem para a polícia", segundo o Presidente do IPDJ


Augusto Baganha, presidente do IPDJ protagonizou hoje declarações absolutamente surreais sobre a temática da violência e das claques. Vejamos:


Só pode ter sido depois de almoço...



Nota-se perfeitamente o desconforto e a forma como tentou encontrar as palavras certas para responder ao repórter da Sporttv. Quero destacar duas passagens do discurso deste verdadeiro artista.

"As claques ilegais do Benfica não tem sido um problema para o IPDJ nem para a polícia"


Diz este senhor que "as claques ilegais do Benfica não tem sido um problema para o IPDJ nem para a polícia". Em que planeta é que este senhor vive? Só este ano as claques do Benfica já proporcionaram episódios gravíssimos de violência e ódio clubístico, com o assassinato de Marco Ficini a ser o caso mais grave. No último fim de semana vimos uma bancada inteira a invadir o terreno de jogo depois da passagem de 500 adeptos benfiquistas na zona exterior da bancada em causa. Isto no dia seguinte aos incidentes em Braga entre as claques do Benfica e a polícia. 

Perante todos estes incidentes, este sem vergonha tem a lata de dizer que "as claques ilegais não tem sido um problema para o IPDJ nem para a polícia". Num país de direito este senhor não passava a noite na Presidência deste organismo público.


Preferíamos que estes grupos de adeptos do Benfica estivessem registados


Para fechar e quando questionado sobre como é que se pode resolver a situação do não registo das claques benfiquistas, o senhor diz que "estes grupos têm de se registar para ficarem como os outros grupos de adeptos. Preferíamos que estes grupos de adeptos do Benfica estivessem registados".

Vejamos o esclarecimento dado pelo próprio IPDJ ao jornal Expresso em Julho:

Link da notícia (aqui)
Como se pode ver, o instituto não pode punir claques que não estejam registadas no IPDJ como acontece com as claques benfiquistas. Desde logo, quando este artista diz que não precisa de mais poder, está completamente equivocado. Que lei e que justiça é esta que pune quem cumpre a lei e regista o seu grupo e assobia para o lado perante comportamentos muitíssimo mais gravosos de grupos ilegais? Urge mudar a lei, e ver que o Presidente do instituto que tutela estas questões não tem noção disto é uma vergonha para todos os portugueses.

Como o próprio IPDJ confirma, as claques que não estão registadas não podem ser punidas pelo instituto, mas também "lhes fica vedada a atribuição de qualquer tipo de apoio por parte do clube". Ora, no Benfica o que mais há é apoio às claques ilegais do clube. Desde as instalações no Estádio da luz, passando por bilhetes mais baratos ou por aluguer de carrinhas e combustível pago pelo clube. O apoio do Benfica às claques é do conhecimento geral para todo o país, com excepção destes senhores. Será pelo facto de terem medo de punir os encarnados com uma pena de jogos à porta fechada por um período de até 12 jogos?

Até quando vai durar esta inércia, parcialidade e incompetência do IPDJ? Já não está mais do que na hora de varrer esta gente destes cargos? 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

15 comentários:

  1. Mas este baganha tem cara de bêbado só pode ter sido a seguir ao almoço para dizer baboseiras destas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não mandem mais vinho para aquela mesa!, como é possível alguém pago com os impostos de todos os portugueses ter declarações destas, isto é merecedor de despedimento com justa causa pois desconhece totalmente o meio em que vive e que dirige, palavras enviesadas para esconder a realidade onde se deixou envolver, só tem um caminho RUA.

      Eliminar
  2. Estou confuso !!! em que pais estamos? Estamos em Africa? na América do sul? ou na Europa do leste?
    Há, já sei estamos em Portugal, esquecia-me que somos um pais de corruptos.
    Porquê o convite que foi feito ao primeiro ministro e ao ministro das finanças por Luis F. Viera para a tribuna no estádio da luz. E o povo continua a votar nestes politicos, assim tudo é perdoado, até as dividas aos bancos.
    É uma vergonha ao "estado" que chegou o pais.

    ResponderEliminar
  3. Bem, agora não lhe resta nenhuma alternativa que não seja a demissão.
    Enquanto estava calado ainda podia passar ao lado, mas agora temos pena mas terá de ser substituído..... "ah a policia não tem tido problemas, nem nós temos problemas"

    Pois, não temos problemas e é esse o problema. Demissão SUBITO.

    ResponderEliminar
  4. Grande palhaço Barganha tens cara de aguardente. Vai-se catar.

    ResponderEliminar
  5. O palhaço de Natal chegou mais cedo. Vai-se catar.

    ResponderEliminar
  6. O presidente do IPDJ deixou-me confuso:
    1- Mas os lampiões têm ou não claques? É que, se têm, são ilegais e o clube que as
    patrocina tem que ser penalizado por isso, tal como determinam os Regulamentos.
    Por isso, pergunto:
    no tempo que já leva de IPDJ, que fez o senhor Baganha para impor a legalização?

    2- Torna-se claro que o senhor Baganha fecha os olhos à não legalização das claques.
    Não existindo essas claques, não há problemas causados por elas; ou seja,
    assassinatos, violência gratuita, seja fora dos campos de futebol, seja nos
    pavilhões, uso de material pirotécnico, etc, etc, tudo isso só é perturbação da
    ordem e da Lei se envolver as claques do Sporting, do Porto, do Braga... (elas são
    doze, suponho), por isso estes clubes devem ser penalizados;
    tudo o mais são problemas isolados, fora do contexto das claques, pelo que a moldura
    penal é diferente -se a polícia prender alguém, esse alguém paga; senão, paga... o
    clube da casa! (mesmo que seja a vítima!)
    3- Como é que um hipócrita destes pode estar à frente do IPDJ? Corrupção? Tráfico de
    influências? (o que sei é que não há almoços grátis...)
    4- As claques do Sporting devem ser extintas e "evoluírem" para grupo organizados de
    adeptos - é a única resposta possível a um cretino como é este presidente do IPDJ.

    Não há um Tribunal -Administrativo, Ministério Público ou o que for- que exija
    responsabilidades a um gajo destes?

    ResponderEliminar
  7. Curioso (ou não), que depois da entrevista do presidente do SLB, tem sido muita gente a meter a cabeça de fora e a, ora criticar FCP e SCP, ora a demonstrar de alguma maneira um apoio ao SLB.

    Viu-se na RR (como não ficar admirado?) críticas ao SCP; processos crime fantasiosos contra quem seja do FCP; esta personagem a afirmar que está tudo bem no "mundo do Panda".

    Ou seja, toda uma espécie de militância - se assim se pode dizer -, dos soldadinhos de plasticina vermelhos.

    Já que, agora, não há jogos de campeonato, venham lá mais uns de pavilhão para a escumalha dos GNOA (Grupos Não Organizados de Adeptos) lamps fazerem o que mais sabem fazer. Recordo: queimar autocarro; arremessar tochas, petardos e cadeiras; cânticos ofensivos e insultuosos de pessoa falecida com simulação de utensílio com que foi cometido homicídio; invasão de recinto de jogo e desordem com forças de segurança....

    Só um burro vai afirmar que NÃO está tudo bem! Não sejam paranóicos, sff!!

    ResponderEliminar
  8. Peço desculpa. Mas não se enganaram na foto ? Este não é um dos quatro Mariachi ?

    ResponderEliminar
  9. Alguém devia colocar alguns outdoors a porta da fpf, da liga, ipdj, estas regras que deviam seguir.
    Pode ser que ganhem vergonha na cara de uma vez por todas.
    Se isto não resolver, nada resolve porque não apoio violência. Mas que dá muita vontade lá isso dá....

    ResponderEliminar
  10. Escolher um bêbado para ministro do desporto sei podia dar nisto. Pelos vistos espancar e matar adeptos não é um problema para o IPDJ nem para a polícia. Agora se cantarem um música ofensiva, são irradiados do desporto, logo. Espera?! Mas esses "organizados" já fizeram uma música mais ofensiva a gozar com a morte de um adepto rival, poucos dias depois da morte de outro adepto rival?!?! Agora fiquei baralhado!

    ResponderEliminar
  11. "isso não é verdade" Mister, este gajo é mais bêbado que um pote de vinho do esporão!!!

    DEMISSÃO JÁ! Um Estado de direito não pode lavar as mãos como Pilatos, de casos tão graves como a segurança dos cidadãos neste caso em recintos desportivos. Enchem a caixa de mails deste farsante com vídeos desde abril deste ano, com a barbárie de casos que os goa de carnide têm realizado praticamente todas as semanas! Já mataram, assaltaram, coagiram, enviam petardos, acendem tochas, apresentam estandartes fora dos regulamentos da lei!!! ISTO É BRINCAR COM O POVO OU É PROVOCAÇÃO AO POVO?

    RUA!

    ResponderEliminar
  12. O problema é que o Ministro que tutela o IPDJ parece que está ausente...
    Ou demite este pobre presidente ou se demite a ele.

    ResponderEliminar
  13. A solução seria os GOA legais reunirem-se TODOS e exigirem:
    1. que o IPDJ faça, como lhe compete cumprir, a lei, ando seguimento, até às últimas consequências, às dezenas de contra-ordenações que Ministério Público, PJ e PSP já lhes fizeram chegar ao conhecimento
    2- que a PSP e a PJ esclareçam se consideram verdadeiras as declarações do presidente do IPDJ no que concerne às claques ilegais do Benfica não serem um problema para a polícia e: se consideram, porque levantaram mais de 90 autos só na época passada; se não consideram como pretendem defender o bom nome das suas instituições
    3 - que o IPDJ, instituto público do Estado que, por isso se rege (estatuto da Função Pública) pelo dever de transparência e de devida publicitação dos seus actos, clarifique quais os pontos do anterior Regulamento de Segurança do Estádio da Luz não cumpriam a Lei, sendo, por isso, o Estádio "interditado" (6ª à tarde, sábado e domingo, antes do início da época) e o que nele mudou durante aquele "profício fim de semana para se levantar a interdição (foi no princípio de Agosto e, até agora, ainda não conseguiram explicar)
    4 - se não lhes forem dadas respostas convincentes, ameacem optar pela "deslegalização" ... só para ver o que o IPDJ fará aos respectivos clubes

    ResponderEliminar