" Mister do Café: #Não há desculpas! - Parte I

quarta-feira, 24 de maio de 2017

#Não há desculpas! - Parte I


O futebol feminino está de volta ao Sporting CP e os resultados e exibições têm sido absolutamente brilhantes sendo motivo de orgulho para todos os Sportinguistas. As três equipas leoninas - Seniores, Juniores e Juvenis - já venceram os respectivos campeonatos, ficando agora a faltar disputar as Taças nos 3 escalões. 

Neste primeiro post vou falar um pouco da época da Formação para num post seguinte abordar a equipa sénior.

Juvenis



No escalão de Juvenis não existe campeonato nacional, pelo que as jovens leoas disputaram o campeonato regional. 

Classificação Série 1 - Campeonato Regional de Lisboa

Na primeira fase da competição o Sporting participou na Série 1 onde somou por vitórias todos os jogos disputados conseguindo marcar uns incríveis 111 golos em 10 partidas.

Classificação Apuramento Campeão - Campeonato Regional de Lisboa

Na fase de apuramento de campeão, as leoas comandadas por João Edgar não deram hipótese à concorrência e apenas concederam um empate, frente à equipa do Torreense. 

Foram 16 partidas oficiais, com 15 vitórias e um empate (125 golos marcados e 8 sofridos).

Juniores



O campeonato de Juniores está dividido inicialmente em 5 séries:A,B,C,D e ilha da Madeira. O Sporting jogou na série D e conseguiu vencer todos os jogos disputados. 16 jogos, 16 vitórias com 84 golos marcados e apenas oito sofridos.

Classificação Final 1ª Fase Campeonato Nacional de Juniores

Depois desta fase inicial em modo de Liga, os dois primeiros classificados de cada série são apurados para a 2ª fase da competição, que será disputada por zona. A Zona Norte os dois primeiros classificados da série A e B e a Zona Sul com os dois primeiros classificados da série C e D. 

E aqui encontramos a primeira "aberração" deste modelo competitivo. Os jogos são sorteados sem que haja qualquer benefício para as equipas que venceram as suas séries. 

Resultados 2ª Fase Campeonato Nacional de Juniores

O Sporting eliminou o Viseu 2001 e acabou a discutir a qualificação para a fase seguinte em casa da equipa que tinha ficado em segundo lugar na sua série. Há coisas incríveis não há!? Absolutamente inenarrável este modelo competitivo.

De facto, este modelo competitivo só poderia sair de uma cabeça iluminada como a de Mónica Jorge. Para além de Sporting e Prozis/Vilaverdense, a fase final contou ainda com o Grupo Desportivo Apel que "só" teve de vencer o seu campeonato regional para chegar a esta fase final, ou seja, avançam directamente da 1ª fase para a 3ª Fase. Mas se isto já é bonito, vejam a forma como foi feita a fase final:

A menos de uma semana da competição (15 de Maio), a FPF anunciou o modelo da fase final do campeonato. E eis que os senhores da FPF decidiram fazer isto:



Como podem verificar, a FPF optou por fazer uma fase final de campeonato disputada em dois dias (20 e 21 de Maio). O APEL da Madeira ficou logo definido por regulamento como sendo a equipa que jogaria nos dois dias. A fava de jogar duas partidas de futebol no mesmo dia iria ser sorteada entre o Sporting e o Prozis/Vilaverdense. Como é natural nos sorteios da FPF, calhou ao Sporting fazer dois jogos no mesmo dia. 

Resumindo:

- APEL garante qualificação directa para a 3º Fase da competição sem ter de passar por uma fase intermédia. Na fase final esta equipa é protegida ficando estipulado regularmente que não será sujeita a jogar dois jogos no mesmo dia. 

- Sporting vence a 1ª fase só com vitórias. Na 2ª Fase não beneficia em nada de ter ganho a 1ª Fase e ainda por cima tem de ir a casa da equipa que ficou em segundo lugar na sua série na 1ª Fase discutir a passagem à fase final. Na fase final, calhou em sorte às leoas fazerem dois jogos no mesmo dia.

#NãoHáDesculpas


Num dos primeiros jogos da época, Francisa Ferreira, capitã da equipa de Juniores deu o mote para aquele que vem sendo o lema da secção ao longo da época: "Estamos a representar o Sporting. Quatro jogos, quatro vitórias. Não há desculpas!". 


Depois da vitória no campeonato de Juniores, Mariana Cabral explicou o mote: "Não há desculpas". 


Perante todas as dificuldades impostas pelas equipas adversárias e por um modelo competitivo que prejudicou constantemente o Sporting - que merece revisão urgente - esta vitória tem ainda um sabor mais especial.

As juvenis disputaram 16 jogos no campeonato regional. Venceram 15 e empataram 1. Já as Juniores disputaram e venceram as 20 partidas disputadas.

Trabalho absolutamente incrível da nossa formação que tem sido superiormente comandada por Mariana Cabral que acumula o cargo com o de treinadora da equipa de Juniores. Uma palavra de agradecimento também para João Edgar, treinador das juvenis e para Raquel Sampaio, a líder do projecto. E obviamente um enorme obrigado a todas as atletas que têm sido um orgulho para todos os Sportinguistas pelo seu esforço, dedicação, devoção e glória.


Agora, as nossas leoas têm de pensar nas Taças e já sabem: Não há desculpas!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

2 comentários:

  1. Esta gente e a mania da perseguição​!! Que até irrita..

    A 2a fase do campeonato de juniores não foi "ao calhas" como contas. Foi o 1o de uma série contra o 2o da outra série (tanto a norte como a sul).

    Na ânsia de mandar tiros para todo o lado!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vai lá avençar para a tua freguesia, sim?

      Eliminar