terça-feira, 16 de janeiro de 2018

O triste panfleto da Auditoria


Não tinha particular interesse em desmontar a treta da auditoria lançada por Pedro Madeira Rodrigues, mas uma vez que Joel Neto, cronista do jornal Ojogo fez um crónica sobre o assunto, parece-me interessante partilha-la. Até por dois motivos fundamentais. Primeiro, porque Joel Neto já demonstrou nas suas crónicas não ser um adepto de Bruno de Carvalho e depois porque este texto foi escrito no jornal oficial dos tais Sportingados, que mais não são uma mistura de Sportinguistas com aziados. 

Triste panfleto




Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

Bas Dost marca tanto como Mário Jardel


Com o "hat-trick" de ontem Bas Dost igualou os números de Mário Jardel em termos de jogos e golos com a camisola do Sporting. Ambos estão com 49 jogos e 53 golos marcados no campeonato nacional. Vejamos:

Percurso de Jardel


Mário Jardel esteve duas épocas ao serviço do Sporting onde marcou 67 golos em 63 partidas nas épocas 2001/2002 e 2002/2003. Conquistou um campeonato nacional, uma taça de Portugal e uma Supertaça. Em termos individuais sagrou-se o melhor marcador do campeonato em 2001/2002 com 42 golos. Um registo que lhe valeu também a bota de ouro europeia.

Jardel mostra a bota de ouro 2001/2002 aos sócios do Sporting

O registo de Mário Jardel em 2001/2002 fez com que entrasse para o pódio dos melhores marcadores numa só época do campeonato nacional. Um registo que só foi superado por outros dois grandes nomes do Sporting: Fernando Peyroteo em 1946/1947 marcou 43 golos e Hector Yazalde em 1973/1974 marcou 46 golos. 

Na época seguinte vieram os problemas pessoais do jogador que fizeram que nunca mais jogasse ao mais alto nível. Mesmo assim ainda marcou 11 golos em 19 jogos na liga 2002/2003

Percurso de Bas Dost


O holandês chegou ao Sporting no final do mês de Agosto de 2016, tendo falhado os 3 primeiros jogos da época. Mesmo assim conseguiu marcar 34 golos em 31 partidas o que lhe permitiu ser o melhor marcador do campeonato nacional e ter ficado no 2º posto na luta pela bota de ouro europeia. Foi apenas superado por Lionel Messi que marcou 37 golos. Importa salientar que o Sporting fez um mau campeonato na época passada e que Adrien Silva foi até aos últimos jogos o marcador de penáltis do Sporting. 

Este época os números de Bas Dost continuam a ser excelentes. O holandês leva já 19 golos marcados em 18 jogos no campeonato. Números que lhe permitem igualar o registo de Mário Jardel.

Os números



A única diferença entre Bas Dost e Jardel está no tempo médio que precisaram para fazer golo. Jardel marcava a cada 80 minutos. Bas Dost precisa de mais dois minutos, ficando com uma média 1 golo a cada 82 minutos de jogo. 

Outros goleadores


Para que se perceba melhor a influência de Bas Dost deixo um quadro com os números dos principais avançados do Sporting nos últimos anos. Reparem como Jardel e Dost "atropelam" os números dos restantes goleadores leoninos.

Dados campeonato nacional
Absolutamente fantástico o percurso do holandês no Sporting.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Três notas sobre o Sporting-Aves


Relativamente ao jogo de ontem que o Sporting venceu de forma tranquila quero apenas deixar três notas que me parecem ser relevantes.

A estreia de Rúben Ribeiro



A enorme tranquilidade com que se estreou com a camisola do Sporting foi bem visível na forma como construiu o primeiro golo da partida. Jogada fantástica do novo camisola 7 do Sporting. Nos festejos do golo foram bem visíveis os tais problemas de balneário que alguns patetas tentam apregoar. Saliento que já desistiram de propagandear os "problemas entre Bruno e Jesus". Passarem agora para os jogadores, é sempre uma evolução na narrativa.

Ficam as análises dos desportivos à estreia.


Este episódio serve, mais uma vez, de lição para alguns Sportinguistas que gostam de criticar as contratações antes de verem os jogadores em campo. Foi assim com Mathieu, Piccini, Coentrão e agora com Rúben Ribeiro.

O penálti que ficou por assinalar



Desde logo é importante referir que a transmissão da Sporttv só deu dois planos do lance onde nem se conseguia ver a jogada devidamente. Tendo acesso a todos as câmaras, o VAR Jorge Sousa verificou uma falta sobre Bas Dost mostrando o melhor ângulo do lance ao árbitro da partida, que não aceitou a recomendação. De facto, vista a repetição atrás da baliza consegue-se perceber Bas Dost foi abalroado tendo ficado em mau estado físico. João Pinheiro fica mal na fotografia ao não ter assinalado o penálti, na linha do que já tinha acontecido com Rui Costa numa grande penalidade que ficou por assinalar por falta sobre Gelson Martins no Sporting-Chaves.

Neste caso, uma palavra para Jorge Sousa pela boa recomendação. Dizer também que o ângulo escolhido pelo VAR para mostrar a falta nunca passou em ecran total na realização da Sporrtv, tendo apenas passado no momento da análise com o ecran dividido o que torna mais difícil a visualização do lance.


O regresso de José Peseiro a Alvalade



No início da segunda parte a realização da Sporrtv focou José Peseiro nas bancadas de Alvalade. O antigo treinador do Sporting resolveu assistir à partida no meio do "povo" e ninguém lhe fez mal nenhum. Se fosse noutro estádio todos sabemos onde é que José Peseiro via o jogo e com sorte ainda levava um voucher para o museu da cerveja. Ou isso ou então tinha direito a uma voltinha num elefante branco (aqui).

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)