domingo, 25 de setembro de 2016

Rui Gomes da Silva - O inimputável


Muito se tem falado sobre o nível de ruído, insinuações e mentiras, propagadas por pessoas ligadas directamente aos clubes nas televisões nacionais. Rui Gomes da Silva é o precursor do estado de guerrilha televisiva a que assistimos nos últimos anos. Até à chegada deste senhor, o clima era de confronto mas em níveis saudáveis. Quem não se lembra de Dias Ferreira, Fernando Seara e Pôncio Monteiro no Jogo Falado da RTP. Todos defendiam os seus clubes mas sempre com elevação, nunca entrando na calúnia e na mentira como base do discurso. 

Terá sido por isso que Fernando Seara foi perdendo espaço nos programas das "grandes televisões". Numa primeira fase, foi convidado a sair do "Dia Seguinte" para a entrada de Rui Gomes da Silva. Passou depois para a TVI, até que foi novamente "escorraçado" para que se abrisse uma vaga para Pedro Guerra. No Trio de Ataque da RTP aconteceu algo semelhante, com o "despedimento" de Júlio Machado Vaz, para a entrada de mais um elemento da máquina de propaganda benfiquista, que enquanto jornalista até festejava golos em directo na estação pública.

E foi assim que o Benfica conseguiu colocar 3 veículos da sua propaganda nos 3 principais programas da especialidade. Curiosamente, no caso dos comentadores do Sporting e do Porto não existe este tipo de ligação. Basta dizer que Rui Oliveira e Costa e Rogério Alves são desde sempre, "inimigos" de Bruno de Carvalho. No caso do Porto, são vários os episódios em que o próprio presidente do clube se referiu a Manuel Serrão ou Miguel Guedes de forma bastante negativa.

Feita uma análise global, quero centrar-me em Rui Gomes da Silva, o precursor deste tipo de "comentário". Vou deixar algumas declarações gravíssimas desta artista e que não mereceram qualquer acção das entidades nacionais.

Ao cuidado do Min. da Administração Interna e das Forças de Segurança Pública



Ao cuidado do Min. da Justiça, Ordem Advogados e do Conselho Superior de Magistratura



Ao cuidado da Liga, Federação Portuguesa de Futebol e ministério público



Ao cuidado da Liga, FPF, APAF e Conselho de Arbitragem



Aqui fica a prova sobre quem foi o autor do rasgão dos calções de Júlio César:


Fica para reflexão dos leitores.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 24 de setembro de 2016

Sócio, estou concentradíssimo - Paulo Futre dá baile a um "jornalista"


Na passada quarta-feira, TODA a imprensa desportiva nacional, avançou que Guardiola tinha estado no estádio da Luz a acompanhar o jogo entre o Benfica e o Braga. Apenas e só mais uma mentira, que entretanto já foi desmontada, como podem ler (clicando aqui).

No final desse dia, este assunto tinha obviamente que ser tema de conversa na CMTV. Em estúdio, José Manuel Freitas e Paulo Futre eram os "comentadeiros" de serviço.

Paulo Futre, uma das maiores "personagens" do futebol nacional, conhecido pelos "charters" e pelos anúncios a estimulantes sexuais, teve uma prestação absolutamente irrepreensível, envergonhando um jornalista com largos anos de carreira. Vejamos agora o resumo histórico, do dia em que Paulo Futre deu um baile a José Manuel Freitas.

Sócio, estou concentradíssimo



 
Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Guardiola em Lisboa para ver Grimaldo? MENTIRA!!!


Após o jogo entre o Benfica e o Braga na passada segunda-feira, os principais órgãos de comunicação social nacionais vieram a terreiro dar a informação que Guardiola tinha estado no Estádio da Luz para ver Grimaldo em acção. 

A mentira tem perna curta



Aqui fica a tradução do artigo do site SportWitness:

"Na passada quinta-feira passamos a informação de vários orgãos de comunicação social portuguesa que afirmavam que  Guardiola estaria em Lisboa para ver o jogo entre o Benfica e o Braga. O Benfica jogou com o Braga na segunda-feira à noite, e Grimaldo jogou bem, mas o Manchester City não estavam na lista oficial de clubes presentes. No entanto, alguns dias depois, a história foi vazado para a imprensa Português em uníssono, dizendo que Pep viajou com o seu irmão Pere para assistir ao jogo.  

"Agora que percebemos que todos os jornais portugueses têm basicamente a mesma informação, fica claro que a informação foi passado para todos ao mesmo tempo.  A grande questão sobre esta viagem é que Pep Guardiola não é exatamente um rosto desconhecido na Europa, por isso seria bastante impressionante ele voar de Manchester para Lisboa, entrar e assistiu a uma partida num estádio de futebol lotado, e, em seguida, fezer a viagem de regresso... tudo sem que ninguém o reconhece-se. Bem, há uma razão muito boa para Guardiola não ter sido descoberto, uma vez que confirmarmos que ele não esteve lá.  

No entanto, a história não surgiu do nada. Alguém fez um grande esforço para empurrar esta história aos meios de comunicação portugueses, usando o nome do Manchester City para melhorar o perfil do jogador.  Desde então, A Bola também lançou o interesse do Manchester United e outros clubes de topo se seguirão, tudo muito impressionante para um jogador que está a dar os primeiros passos."

Este artigo do site Sportwitness(link artigo original)  é esclarecedor, mas junto mais alguns para completar a informação.

MENTIRA!!!

Mais um print do jornal Independent.


Até em Espanha já perceberam o esquema.




Fica também o tweet do jornalista Martin Blackburn do jornal The Sun onde confirma que Guardiona NÃO esteve em Lisboa.

José Marinho "O sabichão"

 

José Marinho, "jornalista" da Sporrtv e benfiquista assumido, foi o primeiro homem a avançar a informação que estaria escarrapachada nas capas dos jornais do dia seguinte.




E assim se faz propaganda em Portugal! Nada mais tenho a acrescentar a não ser a minha perplexidade perante tudo isto.

Ficam aqui desmascarados! 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Se calhar vivo o Benfica em demasia - Parte III


Já aqui apresentei as peripécias de Luís Miroto Simões, o jornalista do Record que "se calhar vive o Benfica em demasia". Para quem não conhece o "artista", pode consultar os links seguintes:

"Se calhar vivo o Benfica em demasia..." - Parte I
"Se calhar vivo o Benfica em demasia..." - Parte II

O menino é mesmo"miroto"  




Como podem verificar, foi o nosso "amigo" Miroto a escrever a notícia sobre o encontro entre o Nice e o Mónaco. Nice que "arrasou" a equipa de João Moutinho e Leonardo Jardim. Curiosamente, o Nice não conseguiu "arrasar" Bernardo Silva, mesmo quando ele fez os noventa minutos.

Compreendo que para quem "vive o Benfica em demasia", seja complicado acrescentar à notícia que no Nice joga um tal de Ricardo Pereira, jogador do Porto e que está a fazer um início de época fantástico, tendo inclusivamente feito uma assistência neste jogo. Agora, para quem "se calhar vive o Benfica em demasia", será possível esquecer que Bernardo Silva joga no Mónaco?

Veremos se este "esquecimento" tem sido comum no passado.

O Record e a Propaganda


O jogo entre o Nice e o Mónaco foi realizado no dia 21 de Setembro. Vejamos agora as notícias de antevisão feitas pelo Record.


Gosto particularmente da forma como começa esta notícia: "Craque que é craque mostra as garras nos dérbis."

No dia anterior, o Record contactou Ricardo Pereira para fazer a antevisão do jogo. Agora vejam lá qual foi o título escolhido...


Engraçado não é?

Singularidades


Dos 6 jogos do Mónaco na Liga, o Record só não noticiou o encontro frente ao Rennes, um vez que fizeram o acompanhamento ao vivo no site. Em todos os outros jogos, Bernardo Silva foi sempre referido.


Até mesmo quando não jogou...


Quando ficou de fora, Luís Miroto Simões apressou-se e encontrar uma justificação para o sucedido. Quando joga os 90 minutos e é goleado já não interessa para nada. 

Caso para dizer: "Craque que é craque mostra as garras nos derbies"

Para acabar deixo o comentário mais votado na notícia da goleada:


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Os "duzentos e tal mil" sócios da treta


Aqui ficam imagens dos cartões de sócio mais recentes de Benfica e Sporting. Estas imagens são dos últimos dias, pelo que a contagem de associados dos dois clubes é fidedigna. Arredondando, o Benfica tem cerca de 180 mil sócios e o Sporting tem cerca de 150 mil. O crescimento do Sporting tem sido absolutamente fantástico. Relembro que quando Bruno de Carvalho chegou ao Sporting, o clube não chegava aos 100 mil associados. Neste momento e após a recontagem de 2015, já estamos com 150mil e crescemos a um ritmo superior ao do Benfica.

Quanto ao Benfica, apesar de terem mais sócios do que o Sporting, estão muito longe dos "duzentos e tal mil" que os seus dirigentes gostam de propagandear como verdades absolutas.

A propaganda mentirosa 


José Eduardo Moniz, vice-presidente do Benfica concedeu esta semana uma entrevista à BTV. A certa altura na entrevista, foi-lhe pedido para apontar diferenças entre as empresas onde trabalhou e o Benfica. Eis a resposta:


Mais uma vez a treta dos "duzentos e tal mil". Das duas, uma. Ou José Eduardo Moniz não sabe quantos sócios tem o Benfica, ou então é apenas e só mais um mentiroso. Bem, agora que penso nisso, até pode ser um mix entre as duas opções. Fica ao vosso critério.

Mas ó mister, o Benfica não tinha "duzentos e tal mil"?


No papel tinha. Na realidade nunca andou perto disso, como ficou claro com a recontagem de 2015. Passo a explicar: Os clubes procedem a renumerações de 5 em 5 anos. Isto é o normal. No Benfica, como nada funciona dentro dos parâmetros normais, só fazem a renumeração de 10 em 10 anos. Mais uma jogada de Luís Filipe Vieira para justificar a questão dos "300 mil sócios ou vou-me embora".


Mesmo assim, o Benfica nunca conseguiu chegar aos 300 mil sócios. E não é que Vieira continua ao leme? Quanto não vale ter um Presidente de "palavra".


Quem sabe se não será melhor alterar de novo os estatutos e colocar as renumerações apenas de 20 em 20 anos? Pode ser esta a solução. Aproveitam o "embalamento" e voltam a alterar os estatutos relativos aos candidatos presidenciais. Algo do género: "Só podem concorrer à Presidência sócios com 600 Milhões de dívidas ao BES e que tenham sido sócios de Sporting e Porto". Que acham? Se calhar os critérios são fáceis de atingir. Pronto, para além disto também são obrigados a ter bigode!


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)