terça-feira, 31 de julho de 2018

O lado B


No passado sábado o Sporting realizou a habitual apresentação aos sócios no estádio de Alvalade. Durante esse dia aconteceram duas coisas sobre as quais me quero debruçar rapidamente.

O regresso de Battaglia


No início do dia os Sportinguistas foram brindados com o regresso de Battaglia ao clube. Ao contrário do que aconteceu com Bas Dost e Bruno Fernandes, desta feita Sousa Cintra não se deslocou à sala de conferência de imprensa para apresentar o jogador e prestar esclarecimentos aos jornalistas. 

Mais do que um esclarecimento aos jornalistas, era muito importante que tivesse sido feito um esclarecimento cabal aos sócios sobre os contornos deste regresso, até porque a imprensa tem vindo a afirmar e a reafirmar que o jogador passou a ganhar o dobro. A imprensa fala nuns incríveis 3,2M/ano que é montante anual que no Sporting só é superado pelo vencimento de Bas Dost (4M/ano), isto se acreditarmos que o contrato assinado recentemente manteve as mesmas condições do que foi assinado aquando da chegada do holandês ao Sporting em 16/17.

Porque será que Sousa Cintra não quer esclarecer os Sportinguistas sobre os contornos deste regresso? Fica a pergunta no ar.

Bruno Fernandes a capitão?


No dia da apresentação escrevi um post sobre aqueles que considerei como sendo jogadores "capitaneáveis". Nesse post (aqui), escolhi Montero, Nani, Coates e Carlos Mané e expliquei as razões para a minha escolha. Cada adepto poderá ter as suas ideias e isso parece-me absolutamente normal. 

O que já não é normal é o facto de ter sido dada a braçadeira a Bruno Fernandes. Não me consigo conformar com este completo enxovalho ao Sporting e aos Sportinguistas. Nesse post sobre os capitães escrevi: "Na minha opinião, Bas Dost e Bruno Fernandes nunca poderão ser capitães do Sporting nesta época e duvido que algum dia o possam ser. Seria um completa falta de respeito pelo Sporting, pelos seus sócios e até pelos jogadores que não rescindiram, colocarem algum destes jogadores no lote de capitães."

Na realidade estamos a falar de um jogador que rescindiu com o Sporting alegando uma justa causa que não tinha, como a cada dia que passa fica mais evidente para todos. Alguém que fez o que este jogador fez não pode ser capitão do Sporting. Não pode ser considerado como o exemplo a seguir. O que pensarão os jogadores que mantiveram o compromisso com o clube? De que lhes valeu a lealdade ao clube? E não me venham dizer que Coates, Acuna ou Mathieu não tinham mercado e por isso ficaram no clube. Será que seria muito complicado premiar quem decidiu ficar no clube não cedendo a pressões e respeitando o Sporting? Como é que Sousa Cintra e José Peseiro não têm a noção que estão a enxovalhar uma parte muito significativa dos Sportinguistas?  É desta forma que querem unir os Sportinguistas à equipa?

Reitero o que já tinha dito anteriormente: Neste momento, Bruno Fernandes, Bas Dost e Battaglia não têm o mínimo de condição para envergarem a braçadeira de capitão e duvido que algum dia venham a ter. Desde o dia da apresentação para cá tenho visto e lido muitos discursos longos e floreados que inebriam alguns Sportinguistas, mas ainda não ouvi uma coisa tão simples como a palavra "desculpa". Isso deveria dar que pensar a todos nós ainda para mais quando estamos muito longe de saber o  lado B destas duas histórias. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aquiInstagram: (aqui)

Revista de imprensa 31/07/2018


Aqui fica o essencial da imprensa desportiva de hoje sobre a actualidade do Sporting. 

ACTUALIDADE FUTEBOL


"Renan para apertar Viviano"
Abola diz que o Sporting está a um pequeno passo de contratar Renan Ribeiro, guarda-redes que defendeu a baliza do Estoril na época passada. O contrato será de 2 ou 3 anos e o investimento será reduzido ficando a Traffic com uma percentagem do passe do jogador. 

Slimani
Ojogo diz que Slimani quer regressar ao Sporting, apesar da concorrência de clubes turcos. Leicester quer vender, mas Sporting só tem interesse no empréstimo. 

Palhinha
Ojogo diz que o jogador está dividido entre Lille e Getafe. Lille apresenta uma proposta melhor ao Sporting, mas o jogador terá vontade de ir para Madrid ficando perto de Gelson Martins. 

Doumbia
Ojogo diz que o avançado será cedido ao Al-Qadisiya por empréstimo de uma época.

Albin Ekdal
Abola diz que a contratação do jogador perde força porque implica um esforço financeiro. Ojogo diz que o Hamburgo pede 3M por um atleta que pretende 1,5M limpos por época. 

João Mário
Abola diz que ontem surgiram rumores mas o salário elevado é impeditivo. 

Rúben Ribeiro
Abola diz que os turcos do Rizespor manifestaram interesse, mas o jogador aguarda por outros mercados. 

Rafael Leão
Abola diz que Rafael Leão já falhou duas reuniões com Sousa Cintra

Lucas Pérez
Abola diz que o jogador do Arsenal interessa ao Sporting mas o "salário pode ser um contra..."

Montero
Segundo Abola não é considerado fundamental e pode sair. 

Carlos Mané 
Está completamente reestabelecido da lesão 

Quatro jogadores para serem colocados
Domingos Duarte, Ryan Gauld, Mattheus Oliveira e Demiral

Luís Martins
Treinador está doente e foi substituído por José Lima no comando dos sub23.

ELEIÇÕES


Ricciardi apresentará amanhã no CCB a sua equipa.

João Benedito apresenta hoje André Cruz para a estrutura do futebol.

Carlos Vieira esteve ontem num jantar-tertúlia com o núcleo da Quinta do Conde. 

Tavares Pereira revela hoje o seu programa numa unidade hoteleira em Lisboa. 

Dias Ferreira apresenta a candidatura na 6ª feira no Café In em Belém.

Zeferino Boal esteve em Grândola numa sessão de esclarecimento. 

Varandas formaliza hoje a sua candidatura. 

Pedro Madeira Rodrigues apresentou José Tomaz como vice para as modalidades. Ricardo, Delfim e Mariano Barreto fazem parte da estrutura do futebol. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aquiInstagram: (aqui)

segunda-feira, 30 de julho de 2018

EXCLUSIVO - "Que nenhuma família se separe pelas grades de uma prisão"


Depois deste post é muito provável que não me safe do gabinete de crise do Benfica, mas perante a relevância de uma informação de interesse público não me resta outra opção senão partilha-la com os leitores. Aqui fica à versão não censurada do vídeo da última campanha de sócios do Benfica. 

O cartaz



O vídeo



Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui) Instagram: (aqui)

Revista de imprensa 30/07/2018


Aqui fica o essencial da imprensa desportiva de hoje sobre a actualidade do Sporting. 

Troféu Cinco Violinos
Segundo o Record, a comissão de gestão continua à procura de adversário para o troféu Cinco Violinos. O Génova chegou a ser uma possibilidade mas por impossibilidade de calendário não será o adversário do Sporting. Diz o Record que o Empoli é uma opção em cima da mesa.

Slimani
O Record diz que Sousa Cintra já falou com o jogador que esta receptivo a regressar ao Sporting. O Leicester quer vender o jogador, mas o Sporting só pretende o empréstimo. 

Rafael Leão
De acordo com o Record, "Sousa Cintra está disposto a fazer um esforço adicional por Rafael Leão". 

João Palhinha
Record diz que prosseguem as negociações entre Sporting e Lille para o empréstimo do jogador. Abola diz que o negócio está fechado e que o Sporting receberá 500 mil euros pelo empréstimo. Lille ficará com opção de compra de 5M.

Miguel Veloso
Diz o Record que a contratação do jogador está dependente do aval de José Peseiro.

Próximos jogos
Amanha há um Sporting-Estoril na Academia. Nova partida treino na quinta contra a Académica. 

Battaglia
Diz o jornal Ojogo que o argentino passou a receber o dobro do que auferia no anterior contrato com o Sporting. Passou de 750 mil euros limpos para 1,6M (3,2M brutos). Regressa hoje ao trabalho com a equipa. 

Viviano
Diz o Record que o guardião está seguro na baliza. Abola diz precisamente o oposto: "SAD continua a tentar vender Viviano". 

Albin Ekdal
Diz a Abola que o Sporting continua interessado no sueco. 

Jefferson
Diz Abola que o Sporting quer renovar com o jogador "o quanto antes", apesar de o atleta ter contrato até 2020.

Pedro Delgado
Ojogo diz que o jogador que nas duas últimas épocas alinhou na equipa B pode estar a caminho do Everton de Marco Silva. 

Quatro por resolver
ABola diz que Castaignos, Petrovic, Bruno César e Doumbia estão com o futuro indefinido, sendo que nenhum deles deve fazer parte do plantel. A prioridade do Sporting é vender os jogadores. 

Na lista de empréstimos 
Segundo ABola, Matteus Oliveira, Domingos Duarte, Demiral e Ryan Gauld devem ser emprestados.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sábado, 28 de julho de 2018

Os capitães


Com a saída de Rui Patrício e William Carvalho o Sporting ficou os seus capitães de equipa. Este é um tema que ainda não foi divulgado oficialmente e que merece uma reflexão de todos os Sportinguistas. Esta é a minha.

Existem vários factores que devem ser levados em conta aquando da definição dos capitães de equipa. A antiguidade no clube, o número de jogos, os títulos conquistados, a experiência internacional, a relação com os adeptos, a relação com a equipa técnica/dirigentes, a qualidade futebolística e sobretudo o seu percurso enquanto profissional e homem.

Antiguidade


Neste momento os jogadores com mais épocas na equipa principal são Fredy Montero, Jefferson e Carlos Mané. Estes três atletas partem para a 5ª época na equipa principal. Numa segunda linha existem mais 3 jogadores partem para a 4ª época na equipa principal: Coates, Bruno César e Nani.

Incluindo a formação, Carlos Mané (24 anos) é o jogador com maior ligação ao Sporting. Parte para o 18º ano de ligação ao clube (esteve 2 anos fora por empréstimo). Matheus Pereira vai para a 10ª época de ligação ao Sporting. Luís Maximiano e João Palhinha partem para o 7º ano de ligação ao Sporting e Nani parte para a 6ª época. 

Para completar a informação, dizer que Francisco Geraldes parte para a 16ª época com ligação ao Sporting, mas não entra nestas contas porque foi emprestado. 

Número de jogos pelo clube



Apenas 4 jogadores têm mais de 100 jogos com a camisola do Sporting: Montero, Nani, Coates e Jefferson

Títulos conquistados pelo Sporting


3 - Fredy Montero
2 - Nani, Jefferson, Carlos Mané 
1 - Coates, André Pinto, Mathieu, Ristovski, Bruno César, Palhinha, Bruno Fernandes, Acuna, Doumbia, Bas Dost, Ryan Gauld e Salin. 

Fredy Montero é o jogador com mais títulos pelo Sporting do actual plantel. Uma Taça de Portugal, uma Supertaça e uma Taça da Liga. 

Outros Títulos 



O plantel tem dois campeões mundiais e europeus por clubes: Nani e Mathieu. Pelas selecções há ainda a destacar as vitórias de Nani no Europeu, Coates na Copa América e Doumbia na CAN. 

Internacionalizações


Claro destaque para Nani que tem 112 jogos por Portugal e é o 4º jogador da história com mais jogos por Portugal. Destaque também para a carreira de Petrovic e Ristovski que têm um bom registo em selecções "menores". Coates também com um bom registo. 

A soma dos factores qualificáveis


Olhando para todos estes dados há vários jogadores que se destacam. 

- Fredy Montero é o jogador com mais jogos, com mais épocas de plantel principal e com mais títulos ao serviço do Sporting. No total de títulos na sua carreira é também o 4º melhor do plantel. A carreira internacional é que não é tão relevante, uma vez que tem apenas 4 internacionalizações/1Golo.

- Nani é o segundo jogador com mais jogos pelo Sporting, em termos de épocas no plantel principal só é ultrapassado por Montero, é o jogador mais titulado do plantel, com mais experiência internacional e tem o bónus de ser um jogador da "casa". 

- Coates parte para a sua 4ª época ao serviço do Sporting, é o 3º jogador com mais jogos pelo clube (111), também faz parte dos jogadores mais titulados, dos mais internacionais do grupo e conta ainda com um título internacional pela sua selecção. 

Estes são os 3 nomes principais que saem da análise destas questões passiveis de serem contabilizadas. 

Outras questões


Olhando para a postura e para o reconhecimento dos adeptos, diria que aos três nomes que saíram da análise "contabilística", teria de incluir os nomes de Bas Dost, Bruno Fernandes e Mathieu. 

Na minha opinião, Bas Dost e Bruno Fernandes nunca poderão ser capitães do Sporting nesta época e duvido que algum dia o possam ser. Seria um completa falta de respeito pelo Sporting, pelos seus sócios e até pelos jogadores que não rescindiram, colocarem algum destes jogadores no lote de capitães. 

Quanto ao Mathieu tenho algumas dúvidas em relação à sua capacidade de liderança. Não me chocava a aposta nele para fazer parte do lote, mas não seria a minha solução. 

As minhas opções


Há três nomes que para mim são incontornáveis pelos seus comportamentos, postura e passado no clube: Nani, Montero e Coates. Estes três jogadores têm ainda a particularidade de falarem fluentemente inglês, o que pode parecer um pormenor, mas que é relevante para as competições europeias. 

Ficando a faltar um quarto elemento para compor o lote de capitães de equipa, optaria por dar a oportunidade de um jovem da nossa formação fazer parte desta "equipa". A escolha recairia em Carlos Mané, atleta com 24 anos que inicia agora a sua 18ª temporada nos quadros do Sporting, capitão nos diversos escalões de formação, um dos jogadores com mais épocas de equipa principal de Sporting e também um dos jogadores com mais jogos. Uma forma de premiar o seu percurso no clube e de incentivar os mais jovens. 

Portanto, os meus capitães seriam estes e por esta ordem:
1º Fredy Montero
2º Nani
3º Coates
4º Carlos Mané

Optaria por dar a liderança do grupo a Montero, por tudo o que já referi anteriormente. Apesar de todo o seu percurso, não me parece justo dar de imediato a Nani a liderança do grupo, até porque estamos a falar de um jogador que esteve fora do clube e que não conhece grande parte do grupo. Montero tem essa vantagem e na prática pode ser uma boa forma de na próxima época passar o testemunho. Reparem que é expectável que Montero não seja titular, ao contrário de Nani. Por isso, em campo será praticamente sempre o Nani a liderar a equipa. Um líder no campo e outro no balneário. 

Depois, a escolha óbvia por Coates que tem sido um elemento muito importante na equipa ao longo das últimas épocas. Fechava o grupo com o Carlos Mané que esperemos possa estar completamente recuperado fisicamente e mostrar definitivamente toda a sua valia. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Fernando Correia e o livro "fantasma" do tio-avô de Bruno de Carvalho


No passado dia 7 de Julho o Correio da Manhã colocou na sua capa a informação sobre um alegado livro que estaria a ser escrito por Fernando Correia - pago pelo Sporting - sobre Pinheiro de Azevedo, tio-avô de Bruno de Carvalho. 


A "notícia"



Começo já por lembrar que estamos a falar de uma notícia assinada por Tânia Laranjo. Em termos gerais esta notícia diz que Fernando Correia recebia dois mil euros por mês do Sporting para escrever a história de Pinheiro de Azevedo, tio-avô de Bruno de Carvalho.


A resposta de Fernando Correia


Hoje, o jornal Correio da Manhã publicou nos termos da legislação em vigor o direito de resposta de Fernando Correia em relação a essa notícia de dia 7. Aqui fica:


Fernando Correia afirma que "é absolutamente falso que esteja a escrever a história do tio-avô de Bruno de Carvalho, a propósito do qual, esclareço, nunca falei sobre este assunto". O que existia entre o clube e  Fernando Correia era um acordo para escrever a história do Sporting. Acordo que foi inclusivamente mantido pela comissão de gestão, como é dito no direito de resposta. Quanto aos valores envolvidos importa salientar que Fernando Correio abdicou de todos os valores resultantes da vendas e direitos de autor da obra a favor do Sporting. Por fim, ainda corrige Tânia Laranjo em relação ao vencimento auferido. Seriam 1500€ e não os 2000€ referidos pela jornalista do Correio da Manhã. 

Para fechar


Começo por dizer que enquanto sócio espero que este assunto seja averiguado internamente e que as conclusões sejam apresentadas aos sócios em sede de AG. Se o Sporting pagou um livro privado, os sócios merecem saber a verdade e eu serei o primeiro a assinar o requerimento para o devido processo disciplinar para quem cometeu essa ilegalidade. Se for mentira, espero que a CG trate de interpor um processo contra o Correio da Manhã e a senhora Laranjo. 

Para concluir, dizer apenas que  uma vez que a versão de Tânia Laranjo não bate com a de Fernando Correia, suponho que alguém esteja a mentir. Ora, comparando a personalidade e o percurso dos dois não tenho grandes dúvidas sobre quem será, mas como diria alguém "inbestigue-se".

Fiquem com algumas das teorias que a senhora tem apresentado nas últimas semanas:

- Falência técnica da Sporting SAD (aqui)
- Carta aberta do senhor dos empurrõezinhos sobre as finanças do Sporting (aqui) 
- 40M de dívidas a fornecedores (aqui)
- 20M de investimento nas modalidades (aqui)
- Fim de semana romântico (aqui)
- 500 mil euros para blogs e perfis (aqui)
- As mensagens de terror (aqui)

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

Revista de imprensa 27/07/2018


Aqui fica o essencial da imprensa desportiva de hoje sobre a actualidade do Sporting. 

Vukcevic
Diz Abola que o médio custa 8M mas que pode ser chegado a um entendimento mediante a cedência de jogadores. Palhinha e Jefferson são os alvos do Braga, mas segundo o jornal José Peseiro considera Jefferson como "primeira opção" para a posição de lateral esquerdo do Sporting. 

Gelson Martins
Diz o Record que a decisão de Sousa Cintra rejeitar 22M por Gelson Martins não foi consensual na SAD, razão pela qual Sousa Cintra está a tentar reatar as negociações com o Atlético de Madrid. Voltam a ser equacionados os nomes de André Moreira e Vietto. 

Domingos Duarte
Sporting e Belenenses ainda não chegaram a acordo para o empréstimo do jogador. OJogo diz que as dificuldades em chegar a um acordo estão na comparticipação salarial. 

Jonathan Silva
Ojogo diz que o empréstimo ao Leganés deve ser hojr oficializado. Sporting recebe já 200 mil euros e poderá receber mais 200 mil mediante objectivos. O clube espanhol fica com opção de compra de 3M e em caso de essa opção ser efectivada o Sporting ficará com 10% de uma venda futura. A versão da Abola aponta para uma cláusula de opção de 2,5M. 

Badelj desviado
- Ojogo diz que o internacional croata foi desviado pela Lázio. Sporting ofereceu 4M de prémio de assinatura, contrato de 4 anos com vencimento de 2M limpos ano (4M brutos). A Lázio oferece o mesmo prémio, os mesmos 4 anos só que paga 3M limpos por época. 

- Abola diz que o jogador aceitou 2M de prémio + 4M época mas queria um contrato de 4 épocas, sendo que o Sporting ofereceu apenas 3 épocas. Face à intransigência do Sporting o agente retomou conversações com outros clubes e apareceu a Lázio a oferecer 3M limpos por época num contrato de 4 temporadas. 

Carlos Mané
Abola diz que o Sporting rejeitou uma proposta de 5M do Estugarda pelo jogador. 

Rafael Leão 
O Record diz que ainda é possível recuperar Rafael Leão. 

Demiral 
Diz Abola de que o jovem "não vê com bons olhos" a hipótes de integrar a equipa sub-23 e que o regresso à Turquia pode ser a solução.

Nazinho contratado
Flávio Nazinho, avançado de 15 anos foi contratado ao Braga e integrará os juvenis.

Francisco Geraldes
Médio já está em Frankfurt e jogará com o nº18. Sporting receberá 500 mil euros pelo empréstimo.

Battaglia
Segundo o Ojogo as atenções do Sporting viram-se agora para Battaglia e em cima da mesa estará um acordo que estipulará um vencimento de 1,6M limpos (3,2M brutos) com contrato até 2023.

Doumbia
Ojogo diz que depois do interesse do Girona, um clube da Arábia Saudita formalizou o interesse no jogador. O Sporting está a pedir 3M pelo passe do jogador. Abola diz que Sousa Cintra pede 2M e que o Girona ofereceu 1,5M. 

Coates
Fez ontem o primeiro treino com a equipa.

AG extraordinária
Depois de ontem os subscritores do requerimento para uma AG extraordinária terem estado em Alvalade pelo segundo dia seguido, Jaime Marta Soares decidiu que abrirá a porta aos sócios na manhã de hoje. 

Diz o Record, consultando fonte junto do processo que se os sócios quiserem uma AG terão de pagar do seu bolso e que mesma não se realizará antes do prazo de apresentação de candidaturas. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

quinta-feira, 26 de julho de 2018

O problema de tesouraria da Sporting SAD e o futuro - Parte II


Depois de na primeira parte ter abordado o problema de tesouraria do último trimestre do exercício 17/18 (aqui) é importante pensar no futuro da Sporting SAD com uma nova administração a ser escolhida pelos sócios a 8 de Setembro.

O binómio investimento/sucesso


É do senso comum afirmar que no futebol ou em qualquer outro desporto existe uma relação directa entre o montante investido no plantel e o sucesso desportivo. Se temos os melhores jogadores e treinadores estamos mais perto da vitória e os melhores são mais caros. Esta é a regra para a qual existem honrosas excepções como o Leicester City. E aqui está a principal questão que os candidatos à presidência do Sporting têm de responder. Queremos ser a "regra" ou a "excepção"? 

Reparem no quadro seguinte: 

Fonte: Relatórios e contas das SAD dos 3 grandes. *Relativo ao 1º semestre de 17/18
Neste quadro estão os custos com pessoal dos 3 grandes nas últimas 16 épocas. Escolhi este período temporal porque só a partir da época 2002/2003 é que as 3 SAD funcionaram em simultâneo. A cinza está a equipa que investiu mais nessa época e a amarelo está a equipa que investiu menos. Fiquem com algumas conclusões:

- Nestas 16 épocas, por 12 ocasiões o campeão foi a equipa que mais investiu no seu plantel. Estamos a falar de uma taxa de sucesso de 75%. 

- Nestas 16 épocas, por 14 ocasiões a equipa que investiu mais ficou no 1º ou 2º lugar. Taxa de sucesso de 87%.

- Nestas 16 épocas NUNCA a equipa que gastou menos conseguiu ser campeã nacional.

Reparem que no quadro anterior coloquei o total investido por cada clube nestas 16 épocas. Como podem verificar, o Sporting gastou menos 183M do que o Benfica e menos 282M do que o Porto. Estamos a falar de uma diferença absurda para os nossos rivais. Em termos médios anuais gastamos menos 11,4M do que o Benfica e menos 17,6M do que o Porto.

Um pequeno momento de reflexão para os Sportinguistas


Fecho esta segunda parte com uma reflexão sobre o que aconteceu no Sporting nestes últimos 16 anos.

No final do século passado o Sporting era o clube com melhor situação financeira dos três grandes e era de muito longe o clube com mais património. Durante estes 16 anos vendemos praticamente todo o nosso património não desportivo (terrenos, edifício Visconde de Alvalade, Centro Comercial Alvaláxia, Clínica CUF, Holmes Place e até os parques de estacionamento do Estádio). Em termos de património temos o mesmo que o dos rivais (estádio, pavilhão e academia).

Portanto, se investimos nas mesmas infraestruturas que o rivais e se ainda por cima vendemos tanto património não desportivo, como é que se explica que o Sporting nestes anos tenha investido menos 183M a menos do que o Benfica e menos 282M que o Porto e tenhamos chegado a 2013 numa situação de pré-falência? Para onde é que foi o dinheiro, meus senhores? 

No próximo post darei continuidade a esta temática analisando o investimento que o Sporting tem feito. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

Revista de imprensa 26/07/2018


Aqui fica o essencial da imprensa desportiva de hoje sobre a actualidade do Sporting. 

"Badelj a caminho" 
Record fala num prémio de assinatura de 3M e salário anual de 2M
Ojogo fala num prémio de assinatura de 4M e salário anual limpo de 2M (dará 4M brutos)
Abola fala num prémio de assinatura de 2M, salário anual de 2M e 3 anos de contrato.

Outros reforços
- Braga está disposto a negociar Vukcevic. Palhinha pode entrar no negócio. Abola adianta ainda que o Braga quer 10M pelo jogador;
- Record diz que o Braga pede 15M por Paulinho;
- Enzo Pérez continua na agenda;

Francisco Geraldes 
Três desportivos dizem que vai ser emprestado ao Eintracht Frankfurt por uma época sem opção de compra. Para além dessa informação, Abola diz que o empréstimo vai render 500 mil euros;

Seba Coates
Regressa hoje de férias após o mundial;

Gelson Martins
- Record diz que o Atlético ofereceu 22M por 60% ou 70% do passe + 10M variáveis. Sousa Cintra pediu 45M. 
- Abola diz que o Atlético ofereceu 20M + 5M por objectivos por 75% do passe. Acrescentam que o Sporting pede 100M, valor da cláusula após a administração anterior ter accionado a salvaguarda para aumento salarial e aumento da cláusula de rescisão. Sousa Cintra pediu 40M. 

Jogadores na porta de saída
Record diz que Francisco Geraldes, Domingos Duarte, Demiral, Ryan Gauld, Mattheys Oliveira, Castaignos, Doumbia e Jonathan Silva estão na porta de saída.

Ojogo diz que Mattheus Oliveira, Demiral, Ryan Gauld e Palhinha são as primeiras "vítimas" de Peseiro.

Abola diz que Mattheus Oliveira, Ryan Gauld, Castaignos e Domingos Duarte estão na porta de saída.

Mudanças nos comandos técnicos
Ojogo diz que Francisco Barão será o treinador dos Sub-23 e Pedro Venâncio regressa ao Sporting para treinar os Juniores.

Mais-Valia por Arias
Ojogo diz que Santiago Arias pode render 1,5M ao Sporting se a transferência do PSV para o Nápoles se concretizar. 

Wallyson negoceia rescisão
Abola diz que o brasileiro está a treinar com os sub-23 e que deixará o clube livre.

Petição para AG recusada
Ojogo diz que Jaime Marta Soares não recebeu os sócios do Sporting

Jogo amigável
Derrota do Sporting por 2-1 frente ao Mafra na Academia. Golo dos leões a ser obtido pelo central Marcelo. 

Bas Dost foi pai
Foi autorizado a falhar o jogo de ontem para acompanhar o nascimento do filho.

Claques
Ojogo diz que Sousa Cintra e Torres Pereira dizem que as claques "estão perdoadas". O Record destaca a união e Abola fala em "liberdade com responsabilidade".

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

quarta-feira, 25 de julho de 2018

O problema de tesouraria da Sporting SAD e o futuro - Parte I


A administração da Sporting SAD nunca escondeu aos sócios e accionistas que no último trimestre da época seria preciso um reforço de tesouraria. De Abril em diante várias foram as ocasiões em que isso foi referido por membros da sua administração, nomeadamente pelo seu presidente.

A solução


Ainda antes de falar sobre o motivo pelo qual o Sporting precisa de um reforço de tesouraria, quero falar da estratégia da SAD.

A solução para esta questão foi anunciada e referida em várias intervenções. Por exemplo, na célebre crónica de Bruno de Carvalho no DN de 30 de Abril, quando anunciou a recompra antecipada das VMOC para garantir desde já a maioria do capital da SAD. Nessa ocasião explicou a questão dos empréstimos obrigacionistas num artigo que podem ler (aqui).

Na altura o então presidente do Sporting explicou que a estratégia financeira passaria por adiar o reembolso do empréstimo obrigacionista de 30M de Maio para Novembro, altura que seria feito um novo empréstimo para liquidar o anterior. Seria ainda lançado novo empréstimo obrigacionista em Maio de 2018 no valor de 15M para efeitos de tesouraria. 

Recordar que esse adiamento do reembolso dos 30M foi aprovado mais tarde em AG de obrigacionistas por unanimidade. Importa também referir que nessa crónica Bruno de Carvalho diz o seguinte: 

"III - Sobre a emissão obrigacionista de 15 milhões e o adiamento de 30 milhões da Sporting SAD 

1. A emissão de 15 milhões está alinhada com o acordo com os actuais bancos (NB/BCP) de permitir aumentos de dívida desde que no global a mesma não aumente;"

Ora, neste sentido importa recordar que no acordo de reestruturação financeira - divulgado em 2015 pelo Footballeaks - é referida esta questão relacionada com os limites de endividamento. Vamos ver os dados dos último ReC publicado (3º trimestre 17/18).

ReC 3º trimestre 2017/2018
Como podem verificar, a dívida financeira do Sporting desceu cerca 25 milhões de euros nos primeiros 9 meses de 17/18. Ora, se desceu 25M e o Sporting precisa de aumentar o seu endividamento em 15M para efeitos de tesouraria, ainda se mantém um efeito positivo de 10M, o que faz com que a SAD continue a cumprir escrupulosamente o acordo de reestruturação financeira com a banca.

Recordo que a dívida financeira deixada por Godinho Lopes andava na casa dos 158 milhões de euros. Estamos a falar de uma redução de mais de um terço do valor total.

A explicação de Guilherme Pinheiro


Numa entrevista ao jornal Sporting no dia 10 de Maio, Guilherme Pinheiro, administrador da SAD do Sporting, explicava o porquê de o Sporting emitir um empréstimo obrigacionista. 

Entrevista de Guilherme Pinheiro, administrador da SAD a 10 de Maio de 2018
"Financiamento de tesouraria da sociedade, operacional e também de serviço de dívida. O objectivo é dar-nos uma maior flexibilidade na gestão do mercado de transferências para tentarmos valorizar ao máximo os nossos activos e fazermos os melhores negócios possíveis para a sociedade."

Recordo que estas declarações - tal como as de Bruno de Carvalho - foram proferidas antes do ataque aos jogadores na Academia. É fácil perceber o que Guilherme Pinheiro esta a querer dizer por "fazer os melhores negócios possíveis". Estar numa negociação para a venda de um jogador tendo dificuldades de tesouraria é uma debilidade negocial. O mesmo acontece por exemplo na compra de jogadores. 

Acredito que a ideia do anterior conselho de administração da SAD passava pelo lançamento do EO de 15M em Maio e pela venda de um dos principais activos até ao final do mês de Junho para fechar o exercício 17/18 com lucros, coisa que não aconteceu pela instabilidade no clube que culminou na destituição do Conselho Directivo. 

Não há dúvidas que os lucros apresentados nos primeiros 9 meses da época irão acabar em prejuízo no final do exercício económico. De qualquer das formas, e apesar desse prejuízo expectável, o mandato da anterior administração ao leme da SAD irá acabar com lucros acumulados. Resta saber o número certo.

Outras opções de financiamento


A Sporting SAD poderia ter recorrido a outra forma de financiamento que é bastante utilizada pelos rivais como é a antecipação de receitas através de um contrato de factoring. 

Últimos dados oficiais: ReC Sporting (31-03-2018); ReC Porto (31-12-2017) e Prospecto obrigacionista Benfica 2018-2021
Como podem verificar o Sporting tem apenas 7,5M em receitas antecipas enquanto que os rivais estão nas largas dezenas de milhão.

Mais uma vez, repito aquilo que já estou farto de dizer. É aqui que está o ouro da Sporting SAD. Relembro que o contrato com a NOS só entrou em vigor no início deste mês. Sobre o facto de a administração da SAD não ter recorrido à antecipação de receitas da NOS, parece-me que o fizeram por acharem que os encargos seriam maiores do que os encargos de um novo EO. Nos próximos tempos analisarei a antecipação feita pelo Benfica e talvez ai as coisas fiquem mais claras quanto aos custos das operações de factoring com base em entidades bancárias estrangeiras. Voltando ao tema e concluindo esta primeira parte da análise

Mas porque é que o Sporting está com dificuldades de tesouraria? 


O período crítico das tesourarias dos clubes é sempre o último trimestre da época desportiva, por ser uma fase em que não existem grandes receitas. No caso do Sporting é relativamente fácil perceber que estas dificuldades de tesouraria surgem pelo investimento que foi feito na equipa. Estamos a falar de contratação de 15 atletas para a equipa A num investimento que ascendeu aos 60M. Jogadores como Fábio Coentrão, Acuna, Battaglia, Mathieu, Piccini ou Bruno Fernandes, só para dar os exemplos dos titulares. A este investimento na contratação de jogadores há que somar os vencimentos dos jogadores e de Jorge Jesus.

Lendo apenas os relatórios e contas e as diversas declarações da administração parece-me que o investimento na equipa (contratações e salários) é a principal razão para que o Sporting acabe a época a precisar de um reforço de tesouraria. A questão da compra das VMOC para garantir desde já a maioria do capital da SAD também me parece que poderia afectar uma parte deste EO, a que se junta ria a venda de um ou mais jogadores, mas é a minha interpretação. Nesse sentido recordar o seguinte:

ReC 3º trimestre 17/18
A 31 de Março a Sporting SAD tinha na sua conta de reservas afectas para a recompra de VMOC cerca de 5,1 milhões de euros e a negociação levada a cabo pela anterior administração apontava para que a compra das VMOC necessárias para garantir desde já a maioria do capital da SAD custaria 17,5M. Ora, 17,5-5,1= 12,4 milhões de euros que era necessário "arranjar" para comprar as VMOC.

Portanto, o EO serviria para reforço de tesouraria que permitiria ao Sporting ter outra capacidade negocial na venda de jogadores, nomeadamente as vendas de Rui Patrício, William Carvalho, Cristiano Piccini e Coates, tudo jogadores que estavam claramente no mercado. A venda de um/dois destes jogadores resolveria a equação por completo e em caso de necessidade esses montantes poderiam ser complementados com uma parte desse EO.

Infelizmente para o Sporting, o plano financeiro traçado pela administração da Sporting SAD foi gravemente prejudicado pelos acontecimentos dos últimos dois meses. Acontecimentos que não permitiram a emissão do tal EO de 15M, deixando o Sporting com algumas dificuldades até ao fecho do exercício 17/18. Com a entrada do mês de Julho e o novo exercício económico, as receitas começam novamente a entrar e os compromissos dos dois meses anteriores foram resolvidos, como já confirmou a comissão de gestão. As vendas de William Carvalho e de Piccini ainda vieram trazer um estabilidade adicional a este exercício. Pena não terem sido fechadas em Junho para assim permitirem à SAD acabar o exercício económico com lucros.

Sobre a questão das "dívidas ao fisco", farei um post nos próximos dias. Para já, num próximo post vou escrever um pouco sobre este tipo de opção da SAD e de que forma a futura direcção deve abordar a política financeira e de investimento.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

terça-feira, 24 de julho de 2018

Ode à família


Foi ontem oficializada a venda de Cristino Piccini ao Valência por 8 milhões de euros, ficando o Sporting com 10% de uma futura venda. Mediante a sua valia e potencial de crescimento considero que o negócio poderia ter sido bastante melhor para o Sporting, mas o que faz escrever este post não é o negócio mas sim a forma como o italiano se despediu do Sporting e dos Sportinguistas.

Ode à família


Aqui fica a mensagem de despedida traduzida:

"Antes de mais gostaria de agradecer ao Sporting Clube de Portugal. Nunca me vou esquecer e nunca deixarei de apoiar este clube, apesar de tudo o que aconteceu no dia 15 de maio na Academia. 

Quando não tinha mais sentido, eu sempre tive claro na minha cabeça que queria sair pela porta grande e não podia falhar com um clube que me deu a oportunidade de crescer, que me deu a oportunidade de jogar a Liga dos Campeões, que viu minha filha nascer dando-me as melhores condições. Não poderia falhar para com 3 milhões e meio de adeptos, pelo erro de 40-50 pessoas que actuaram como autênticos criminosos, tentando matar o sentimento de todos os Sportinguistas. 

Eu não podia falhar para com as pessoas que sofreram e choraram com e por nós depois deste acontecimento. Na minha vida aprendi a ser grato e a ser agradecer por tudo o que acontece e por isso o pensamento de abandonar o clube nunca me passou pela cabeça. 

Eu, como homem e pessoa, sou eternamente grato ao Sporting Clube de Portugal  É também graças a ao Sporting que hoje concretizo o sonho de ser jogador do Valência. Algo que  me enche de orgulho, quando olho para a carreira que tenho feito no futebol e vejo todo o percurso feito, das séries C, B, A, 2A, Liga, Liga NOS, e agora chegar ao Valência, um dos maiores clubes da Espanha, a melhor liga do mundo. 

Não é fácil começar tão baixo e chegar a este ponto, é preciso muito trabalho, muitos sacrifícios e acreditar, sempre acreditar, mesmo quando ninguém acredita em ti. Não importa, se acreditas em ti chegarás onde te propões. Obrigado Valência e vou tentar dar o meu melhor na defesa deste escudo." 

Para fechar 


Quando Piccini chegou ao Sporting foi apelidado de coxo por grande parte da imprensa e por alguns Sportinguistas que se deixaram influenciar por isso. O jogador transformou as críticas em força para fazer uma época excepcional, tornando-se num titular indiscutível, com 40 jogos de leão rampante ao peito. 

Ao longo de toda a época mostrou sempre ser um profissional de excelência, sacrificando-se pela equipa em vários jogos em que jogou debilitado. Na memória ficará a triste exibição do Sporting na última jornada da Liga na Madeira, onde deu o que tinha e o que não tinha pelo clube, jogado em claras debilidades físicas perante a patética insistência de Jorge Jesus em o manter em campo.

Com apenas um ano de casa conseguiu o que outros que passaram décadas em Alvalade não conseguiram: sai do Sporting pela porta grande com o agradecimento, respeito e carinho de todos os Sportinguistas. Teria sido para ele muito fácil rescindir contrato como outros fizeram, até porque não faltaram clubes interessados no seu concurso. Não deixa de ser sintomático que enquanto Piccini estiver a jogar a Champions os seus antigos capitães estejam a jogar para não descerem de divisão. 

Obrigado, Piccini!  

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

segunda-feira, 23 de julho de 2018

LEITURA OBRIGATÓRIA - "Caso Bruma: Benfica esteve por trás da tentativa de rescisão"


Um trabalho absolutamente brilhante do Artista do dia que merece ser lido:



Deixo um breve resumo:

Dias antes de Bruma entrar em litígio com o Sporting, o Benfica tomou uma série de diligências para que isso viesse a acontecer. Paulo Gonçalves coordenou a formalização da desvinculação do jogador com Bebiano Gomes (advogado do jogador) e com advogados do escritório Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados (escritório de Fernando Seara). O acordo entre o Benfica e o jogador foi cozinhado nesse período e o Benfica através da Benfica Viagens pagou uma viagem para Bruma, Bebiano Gomes e Isidoro Gimenez (empresário conhecido do grande público pelo negócio da lavagem de dinheiro de Francisco Vera/Rubio Nu) se esconderem depois da entrega do processo contra o Sporting. 

O contrato de Bruma com o Benfica seria no valor de cerca de 9M pelas 6 épocas do contrato. O Benfica pagaria a Isidoro Gimenez o valor de 6 milhões de euros no prazo de 30 dias. Na eventualidade de uma transferência de Bruma para outro clube durante a vigência deste contrato, o Benfica deveria pagar mais 5 milhões a Isidoro Gimenez (perfazendo então um total de 11 milhões). Para além disso, Isidoro ficaria ainda com 50% das mais-valias acima de 11 milhões.

Existe também um contrato entre a empresa de Isidoro Gimenez e Catio Baldé/Bebiano Gomes em que Baldé receberia 5M e Bebiano 1M assim com os tais 5M adicionais se o jogador fosse vendido durante a vigência do contrato. Portanto, Isidoro Gimenez serviria de testa de ferro para o negócio não se concretizar directamente entre Cátio Baldé/Bebiano Gomes e o Benfica. Por esse serviço ficaria com 50% das mais-valias acima dos 11M. 

Recordo que este comportamento do Benfica viola o artigo 18 do regulamento de transferências da FIFA, que indica que nenhum clube pode entrar em negociações com um jogador à revelia da sua entidade patronal. É um caso clarinho como água. O Benfica terá de ser punido pela FIFA. 

Para tudo isto acabar em beleza, Lúcio Correia, hoje membro da Comissão arbitral paritária que ainda há dias permitiu a desvinculação de Rui Patrício e Podence, também esteve envolvido no "esquema". Ainda antes de Bruma entrar com a acção contra o Sporting, este senhor deu um parecer sobre o assunto. Que moral tem este senhor para ser membro deste órgão quando enquanto advogado deu um parecer jurídico a um clube que estava a cometer uma ilegalidade? 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sábado, 21 de julho de 2018

"As modalidades à Benfica" de Frederico Varandas


Dando sequência ao post de ontem sobre o "SportingTalks", quero analisar a declaração do candidato Frederico Varandas que acabou por fazer as parangonas nos jornais. Diz o senhor que o Sporting tem "modalidades à Benfica".

Se não leram o post anterior sobre esta temática, recomendo que o façam porque existem várias questões interligadas. (cliquem aqui)

"Modalidades à Benfica"



"Infelizmente temos muitas modalidades que são, como costumo dizer, modalidades à Benfica. O automobilismo, onde temos um piloto onde simplesmente colamos um autocolante do Sporting e já é modalidade do Sporting. Temos um Padel, onde temos um atleta que vai fazer um torneio e ganha x se vencer o torneio e nem sequer tem, até os equipamentos tem de ser o atleta a suportar. 

Estas declarações são de uma profunda ignorância em relação à história do nosso clube. Enquanto sócio do Sporting, sinto-me ofendido por estas declarações, ainda para mais quando surgem da boca de alguém quer ser presidente do nosso clube. Isto é surreal.

Vamos por partes.

O Padel


Estamos a falar de Frederico Varandas, o homem que quer trazer novas modalidades como o Basquetebol ou o Padel, como podemos ver de seguida no seu programa eleitoral, num capitulo intitulado de "novas modalidades".


Para quem não sabe, o Sporting tem Padel e Basquetebol (escalões de formação). Fica a foto da nossa equipa de Basquetebol Sub-14.

Equipa Sub 14 Basquetebol Sporting

Vamos lá então falar um pouco de Padel.

A modalidade foi instituída no Sporting em  Agosto de 2016. Vasco Pascoal, Sportinguista assumido, tricampeão nacional e então nº 2 do ranking nacional e 109º do ranking mundial, foi a primeira contratação. De seguida entraram para a secção Filipa Mendonça e Ana Catarina Nogueira. Com o passar do tempo, mais atletas se juntaram ao clube.

Em Outubro de 2016 Ana Catarina Nogueira e Filipa Mendonça conquistaram o título de Campeãs Nacionais de Padel, tendo este sido o primeiro título do Sporting na modalidade.

Em Outubro de 2017 Filipa Mendonça e Ricardo Martins conquistam o título de Campeões Nacionais de Padel em Pares Mistos e em Dezembro desse ano decorreu no Porto o Campeonato Nacional de Clubes, tendo o Sporting Clube de Portugal conquistado pela primeira vez o título de Campeão Nacional de Padel. A equipa do Sporting foi composta por Filipa Mendonça, Sara Pujals, Inés Muñoz, Melani Merino, Tânia Couto, Bárbara Corte-Real, Filipa Caldeira, Chico Gomes, Javi Rico, José Rico, Vasco Pascoal, Ricardo Martins e Pedro Franchi.

Desconheço se os atletas do Padel do Sporting recebem prémio por vencerem uma determinada competição, mas se recebem qual é mesmo o problema? Eu ficaria preocupado era se recebessem e envergonhassem o Sporting. Quanto à questão do equipamento ser comprado pelos atletas, custa-me acreditar que seja verdade, mas mesmo que fosse qual é o problema? Se eventualmente isso ficou acordado entre as partes, qual é o problema?

Para fechar, fiquem com a foto dos campeões nacionais de 2017.

Vencedores do campeonato nacional de clubes em 2017

O Automobilismo


Se na questão do Padel, Frederico Varandas já mostrou a sua impreparação, no automobilismo é ainda pior. Se o Dr. Varandas não sabe, fica a saber que o automobilismo foi das primeiras modalidades do Sporting. Os primeiros registos da modalidade no clube datam de 1911 quando João d'Aguiar venceu a primeira corrida para o Sporting. Estamos a falar de um registo histórico com mais de um século de história.

Mas há mais, muito mais. O Sporting participou no prestigiado Rali de Monte Carlo em 1951 e o Conde de Monte Real e Manuel Palma terminaram a prova num brilhante segundo lugar absoluto. 

Entrega de prémios do Rali de Monte Carlo 1951. Conde de Monte Real e Manuel Palma no seu Ford V8 100cv a melhor classificação de sempre de uma equipa portuguesa, 2º lugar à geral

O Ford V8 100cv que deu ao Sporting o 2º lugar no Rali de Monte Carlo em 1951

Tivemos 6 vencedores dos nacionais de ralis, vencemos dois nacionais de ralis por equipas nos anos 70 e tivemos a honra de vencer o campeonato mundial da FIA de Formula 1 Históricos com Rodrigo Gallego. 

Rodrigo Gallego e o Troféu de Campeão do Mundo na Gala da FIA de 2004
Por certo, grande parte dos Sportinguistas estarão também lembrados de uma competições automobilística exclusiva para grandes clube europeus:A SuperLeague Formula. Prova em que Pedro Petiz conseguiu vencer no mítico circuito de Monza em 2009. 


São apenas alguns dos episódios de uma história riquíssima nesta modalidade. Uma história que Frederico Varandas ignora por completo. Um verdadeiro enxovalho ao Sporting.

Para fechar


Confesso que quando vi a referência a "modalidades à Benfica" pensei que o candidato se estivesse a referir a modalidades como o lançamento do voucher, 100m toupeiras, maratona dos emails, etc. Infelizmente, o Dr. Varandas decidiu atacar as modalidades do Sporting comparando-as com as do Benfica, ferindo a dignidade dos Sportinguistas.

De facto, para esta gente, estúpidos são aqueles que deram e dão a cara pelo Sporting, muitas vezes sem ganhar nada e com sacrifício pessoal. Já pensaram sequer na dificuldade que terá sido ir de Lisboa para Monte Carlo em 1951. Deixo-vos com um excerto:


É este legado que Varandas insulta com o tese do "colar um autocolante no carro". Já pensaram que provavelmente os pilotos actualmente ao serviço do Sporting pouco ou nada recebem do clube, para além da visibilidade que depois conseguem dar aos seus outros patrocinadores por estarem associados ao Sporting? Estes senhores são os mesmos que andam por ai a falar na importância da "marca Sporting" e não conseguem atingir o apoio que o clube dá nesta áreas.

Bem, mas se calhar sou eu que estou a ver isto mal e na realidade Frederico Varandas e a amiga querem é que o Sporting tenha uma fabrica automóvel própria para fazermos os nossos carros. A juntar a isto provavelmente uma escola de condução desportiva com todos os escalões devidamente definidos com bambis, iniciados, juvenis e por ai fora. Quem sabe até uma escola para "paddock girls". Podem sempre colocar a Margarida Caldeira da Silva, Eduardo Proença de Carvalho, Isabel Trigo Mira ou até a Rita Matos como professoras. E já agora, porque não um autódromo próprio? Assim passamos a jogar em casa. Muito melhor do que "apenas" colar o autocolante.  

Deixando a ironia de parte, já todos percebemos que se estes senhores estivessem à frente do Sporting não haveriam autocolantes para colar nos carros e nenhum destes títulos estaria no nosso museu. Fica também claramente perceptível que a torneira vai fechar para estas modalidades, caso estes senhores tomem conta do clube. Têm a palavra os Sportinguistas. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sexta-feira, 20 de julho de 2018

As 55 modalidades do Sporting por Frederico Varandas


Na passada quarta-feira realizou-se a primeira convenção "SportingTalks", organizada por Miguel Poiares Maduro. Fui tentando acompanhar a transmissão online ao longo do dia e confesso que me invadiu um enorme sentimento de vergonha por pertencer ao mesmo clube de algumas das pessoas presentes nos trabalhos. Nos próximos dias darei alguns exemplos disso mesmo. 

Para já quero-me cingir à parte dedicada ao ecletismo. Um momento em que o Sporting foi enxovalhado publicamente por grande parte das figuras presentes, através de críticas, acusações e insinuações muito graves. Ver um dos pilares do clube ser tratado desta forma foi como se me estivessem a espetar facas no coração. Existem uma série de declarações que mais tarde analisarei, mas para já quero destacar aquilo que foi dito por um dos candidatos à Presidência do Sporting. O Dr. Varandas.

Começo por um "pormaior".

Entrada em grande. "Mas pronto..."



É um pequeno pormenor de alguém que nem sequer sabia que "isto também era de manhã". E aqui compreendo perfeitamente o Dr. Varandas. Eu também preferia explicar o "programa à mesa".

Fica apenas esta pequena "curiosidade" sobre a forma como o Dr.Varandas não consegue gerir a sua agenda. Vamos ao que interessa.

"Desafio qualquer sócio a enumerar as 55 modalidades" 



No início do vídeo é possível ver Margarida Caldeira da Silva, membro da comissão de honra de Frederico Varandas a questionar as 55 modalidades do Sporting. Recordo que estamos a falar da mesma senhora que andou no Facebook a arranjar voluntários para "controlar a legalidade das votações" na AG de destituição do CD no passado dia 23. Voluntários esses que teriam de enviar a sua "candidatura" para o Dr. João Teives e não para a MAG. João Teives, que foi o mentor da queixa disciplinar que está a ser analisada pelo Conselho Fiscal e Disciplinar relativamente a Bruno de Carvalho, Carlos Vieira e restantes membros do CD. Curiosamente, João Teives faz agora parte das listas de Frederico Varandas. Coincidências. Mais informação sobre esse episódio (aqui).

Diz a senhora que o Sporting não tem 55 modalidades porque "Modalidades é qualquer coisa que tem um plano na formação. Tem bambis, iniciados, tudo até seniores. O resto são atletas que por acaso vestem a camisola do Sporting. Isso não são modalidades."

Ficamos então a saber que perante esta lógica os bravos leões do Voleibol que nos deram o título nacional - vinte e quatro anos depois da última conquista - não são uma modalidade do Sporting. São apenas "atletas que por acaso vestem a camisola do Sporting". Isto porque não existem escalões de formação no clube. 

Como se não bastasse alguém dizer isto de forma séria, Frederico Varandas, candidato à presidência do Sporting, tem a lata de dizer que concorda com Margarida Caldeira da Silva e ainda lança um repto a qualquer sócio para enumerar as 55 modalidades.

Pois bem, repto aceite Dr. Varandas. Vamos lá ver enumerar as 55 modalidades do Sporting ao pormenor.


Podia apenas fazer uma lista, mas parece-me melhor falar um pouco sobre as 55 modalidades.

1 a 5 - Futebol e modalidades do Pavilhão João Rocha

Frederico Varandas trabalhou de perto com a equipa de futebol, por isso deve reconhecer que a mesma existe. Relativamente às quatro modalidades que jogam no Pavilhão João Rocha e que se sagraram campeãs nacionais em 17/18, também deve saber que as mesmas existem, apesar de nunca lá pôr os pés. 

6 a 13 - Modalidades de combate

Das 8 modalidades de combate, três não são modalidades de competição: Aikido, Capoeira e Krav Maga. De qualquer forma, deixo fotos das 3 modalidades.

Aikido, Krav Maga e Capoeira do Sporting
Das restantes deixo algumas notas dos últimos títulos conquistados e os nomes de algumas figuras grandes do ecletismo leonino.

Boxe: Campeões Nacional de Juniores por equipas (2017)
Judo: Tricampeões nacionais, 3º lugar na Liga dos campeões de 2014 e 3º lugar na Golden League 2015 em masculinos. Recordar que temos nas nossas fileiras Joana Ramos, medalha de bronze nos Europeus de 2017. 
Kickboxing: Secção liderada pelo nosso campeoníssimo Fernando Fernandes. O palmarés é tão vasto que vou apenas dizer que Ricardo Fernandes foi campeão europeu em 2015, Bruno Susano foi campeão Mundial em 2016 e André Santos foi campeão mundial em 2017.
Karaté de competição: Campeões nacionais seniores em 2015 e Campeonato Nacional Juniores Femininos em 2018. 
Taekwondo: Modalidade que regressou em 2014/2015 na formação e na época passada em seniores.

Existe ainda uma outra modalidade dentro dos desportos de combate, o Karaté Shotokan que julgo que tem competição regional, mas não consegui confirmar. De qualquer forma não inclui na listagem.

14 e 15 - Ginástica

TeamGym: Campeões nacional em juniores e seniores masculinos em 2018, entre muitos outros títulos.
Trampolins: Secção da nossa campeoníssima Sílvia Saiote. Campeões nacionais em 2018 em diversas categorias. Seria fastidioso colocar todos os títulos nacionais conseguidos só este ano. 

16 a 30 - Modalidades Paralímpicas

Goalball: Campeões Europeus de clubes em 2018, tricampeões nacionais e inúmeras taças. 
Andebol em cadeira de rodas: Não tenho o palmarés, mas sei que fomos vice-campeões nacionais em 16/17 e que a última conquista foi há coisa de um mês com a vitória na Taça de Portugal. 
Atletismo: Diversos campeões nacionais e claro destaque para os seguintes atletas: Luís Gonçalves, vice campeão mundial dos 400m e bronze nos 200m; Carolina Duarte, bronze nos mundiais em 400m e 4º lugar nos 100m; Erica Gomes, vice-campeã mundial em salto em comprimento. 
Natação: Em 16/17 foram conquistados 16 títulos nacionais em piscina longa e 45 em piscina curta. Não tenho dados desta época.
Basquetebol em cadeira de rodas: Campeões do torneio de abertura da FPB em 16/17. Não tenho dados desta época.
Equitação Adaptada: 6 campeões nacionais de Special Olympics em 16/17
Paracanoagem: Campeões nacionais por equipas 16/17
Ténis de Mesa: Medalha de prata nos Trissimo Games (atletas com Síndrome de Down)
Tiro com arco: Nas nossas fileiras contamos "só" com a nº1 do Ranking Mundial, a brasileira Jane Göger.
Tiro com bala: Das 55 modalidades referidas, esta é a única modalidade que não consegui encontrar resultados recentes.
Paraciclismo: Luís Costa, medalha de bronze no mundial de paraciclismo
Futsal: Equipa formada no início do ano (aqui)
Boccia: Não há títulos a registar. Fiquem com uma reportagem da secção (aqui)
Futebol e Showdown: Modalidades introduzidas em Maio (aqui)

De salientar que temos quatro medalhas nos jogos paralimpicos. Em 2016 foram conquistadas 3 medalhas no Rio de Janeiro ( uma de ouro e duas de bronze).

Como nota pessoal, dizer que é um enorme orgulho ter no nosso clube uma secção paralimpica. A inclusão social e desportiva proporcionada pelo Sporting deve orgulhar todos os Sportinguistas. Uma palavra de apreço para o enorme trabalho de Luís Gestas, o homem responsável por tudo isto. 

31 a 55 - Outras

Atletismo: Só este ano foram conquistados 3 títulos europeus, no melhor ano de sempre da nossa história. 
Basquetebol: Projecto em escalões de formação para atingir os seniores.
Canoagem: Basta dizer que temos nas nossas fileiras o campeonissímo Emanuel Silva, medalha de prata nos jogos olímpicos e campeão mundial e europeu. 
Ciclismo: Está ai a chegar a Volta a Portugal. É só sair à rua e ver a verde e branca ao vento. 
Futebol de Praia: Equipa liderada pelo melhor jogador do Mundo: Madjer. Campeões nacionais em 16/17 e vice-campeões em 17/18. 
Golfe: Campeões nacionais de clubes sem campo em 2017
Natação: Heptacampeões nacionais seniores masculinos 
Paintball: Campeões Nacionais 2017
Pesca Desportiva: Campeão Regional de clubes em 2015
Polo Aquático: Tricampeão regional
Pool: Dobradinha em 17/18 (campeonato+Taça de Portugal)
Remo: Diversos títulos nacionais numa modalidade onde se destaca o campeoníssimo Pedro Fraga, campeão Europeu em 2013.
Rugby: Campeões nacionais seniores Sevens femininos em 2017/2018
Ténis de Mesa: Nas últimas 3 épocas venceram todas as competições nacionais: 3 campeonatos, 3 taças e 3 Supertaças. Presença histórica esta época nas meias-finais da Taça dos clubes campeões europeus. 
Tiro à bala: Pentacampeões nacionais liderados pelo campeoníssimo João Costa. 
Tiro com arco: Diversos campeonatos nacionais no último ano.
Triatlo: Campeões nacionais equipas femininas em 2017. Secção que conta com a campeoníssima Katarica Larsson.
Xadrez: O último título nacional conquistado nos seniores foi em 2015.
Ténis: Gastão Elias assinou em 2016 pelo Sporting e venceu um ATP Challenger Tour em 2017.
Voleibol de Praia: Estreia há cerca de um mês e o Sporting venceu as duas primeiras etapas do campeonato nacional com a dupla Kibinho/Roberto Reis. Tudo bem encaminhado para o título nacional.
Padel: Em 2016 vencemos o campeonato nacional em pares femininos e em 2017 vencemos o campeonato nacional de clubes e o campeonato nacional de pares mistos. 
E-Sports: Conquista da Taça de Portugal no Jamor. Salientar que os esports são organizados pela Federação Portuguesa de Futebol. 

Final da Taça de Portugal de esports

Hipismo (Dressage): Campeões nacionais em 2015 e 2016
Automobilismo: Secção dividida entre karting (Diogo Costa Pinto) e rali (Rafael Cardeira)
Bilhar: Último título conquistado foi a Supertaça de 2018


Para fechar


Não percebo que que intuito se colocam em causa as modalidades do Sporting. O que sei é que é inqualificável o que foi dito nesta sessão, nomeadamente por alguém que quer ser presidente do Sporting. Onde é que Frederico Varandas pretendia chegar com o desafio de enumerar as 55 modalidades do Sporting? É uma pergunta que no final desta série de posts sobre esta convenção deverá estar esclarecida definitivamente.  

Este é só um dos capítulos que publicarei sobre a sessão realizada sobre o ecletismo do Sporting.

 Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)