quinta-feira, 24 de maio de 2018

O Varandas desertou


A nação Sportinguista foi hoje surpreendida com o pedido de demissão do Dr.Frederico Varandas. O até agora chefe do departamento médico do Sporting que diz ter "formação militar e que respeita muito a cadeia de comando" decidiu desertar, deixando a departamento órfão do seu líder num momento em que estamos numa fase decisiva da época desportiva. 

Alguns factos/ideias sobre este assunto:

1) O Dr. Frederico Varandas entrou no Sporting em 2011 pela mão da presidência do Eng. Godinho Lopes. Chegou do Vitória de Setúbal onde era responsável médico das camadas jovens do clube. O facto de passar das camadas jovens de um clube médio do país, para a equipa sénior de um dos maiores clubes da Europa levantou alguns alarmes entre os Sportinguistas. O "facto C" veio imediatamente à conversa, não fosse ele irmão de João Pedro Varandas, vogal do Conselho Directivo de Godinho Lopes;

2) João Pedro Varandas, irmão do Dr.Frederico Varandas, é o braço direito de Rogério Alves no seu gabinete de advocacia. Por coincidência, ainda na passada terça-feira esteve reunido com Rogério Alves e José Couceiro no clube de golf do Jamor, como foi amplamente noticiado pela imprensa; 

3) Dr. Gomes Pereira saiu do Sporting após uma série de problemas com exames médicos de jogadores. Os casos de Luís Aguiar, Bojinov, Jeffen e Rodriguez devem dizer muito aos Sportinguistas;

4) Em Março de 2013, altura em que o Sporting viveu o período mais negro da sua história, com um 12º lugar na Liga, com salários em atraso, com uma equipa devastada e com o espectro da insolvência, o Dr. Frederico Varandas não teceu uma única consideração. Nessa altura cumpriu o código militar e não desertou. Foi fiel até ao fim do pior presidente da história do Sporting;

5) Quando todos os Sportinguistas esperavam que o Dr. Frederico Varandas fosse dos primeiros a cair, Bruno de Carvalho surpreendeu ao manter o médico na estrutura. Mesmo sabendo da forma como entrou no clube e das suas ligações pessoais a dirigentes do passado, Bruno de Carvalho deu-lhe a oportunidade de continuar. Foram 5 anos em que vimos o Dr. Varandas a dar muitos "beijinhos" ao presidente do Sporting. Beijos de Judas, ficamos hoje a saber; 

6) A saída do Dr. Frederico Varandas nesta altura não respeita os superiores interesses do Sporting Clube de Portugal. Nos próximos dias decidiremos muitos títulos de extrema relevância para o clube, com especial destaque para três títulos europeus (dois de futebol de praia e um de atletismo), a taça de Portugal de Andebol e de Futebol Feminino ou o campeonato nacional de hóquei em Patins. Provavelmente não estará muito interessado nas modalidades do clube nem nos seus objectos; 

7) O Dr. Frederico Varandas anunciou hoje ao mundo que seria a única pessoa que poderia evitar rescisões contratuais da parte de jogadores de futebol. Se a forma como não se importou com os superiores interesses do clube já era demonstrativa do seu carácter, esta espécie de chantagem com os sócios, no dia em que se apresenta como candidato, diz praticamente tudo sobre o seu perfil. Se tem, ou acha que tem qualquer tipo de influência para impedir a rescisão dos jogadores só tem de estar calado e de a usar. É isto que os Sportinguistas fazem. 

Os militantes Sportinguistas que se honram, não desertam. Na carreira militar, os desertores vão a tribunal marcial.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

Então e o default financeiro?


Durante semanas os Sportinguistas tiveram de levar com paineleiros e pseudo-experts financeiros a analisarem o pedido da SAD para o adiamento da data de vencimento do Empréstimo Obrigacionista. Rui Pedro Braz, Jaime Antunes e Camilo Lourenço foram os mais libertinos nas suas analises. A manipulação foi tanta que até profundas análises se fizeram em relação às acções da SAD do Sporting. 

É importante que as pessoas recordem esses episódios:
- A cotação da Sporting SAD (aqui)
- Moment of Zen - A forma como a crise está a afectar as acções da SAD (aqui)
- O "default" mental de Camilo Lourenço (aqui)

Na manhã de Domingo foi realizada uma Assembleia Geral de Obrigacionistas para a definição deste pedido de adiamento.

O comunicado


Portanto, "o drama, a tragédia e o horror" acabou numa aprovação por unanimidade dos Obrigacionistas. Repito, por UNANIMIDADE. Este exemplo serve para que os Sportinguistas percebam o papel da imprensa na completa desinformação que existe. 

Em relação ao adiamento do adiamento do reembolso do Empréstimo Obrigacionista para 26 de Novembro de 2018, é importante que os Sportinguistas saibam que é apenas um dos passos para a conclusão final e definitiva da reestruturação financeira que está a ser levada a cabo. 

Passo 2: 
Para os próximos dias está planeado o lançamento de novo empréstimo obrigacionista de 15 Milhões. Segundo Bruno de Carvalho, na CI que deu recentemente, a preparação da operação está a correr bem e será efectuada em parceria com o Novo Banco e com o BCP. 

Passo 3:
Em Novembro será lançado novo empréstimo obrigacionista para liquidar o empréstimo obrigacionista que agora foi adiado para essa altura. Quer no EO que será lançado agora como neste de Novembro, José Maria Ricciardi fez um proposta de intermediação da operação. Vamos recordar as palavras de Bruno de Carvalho:

"Ricciardi quis com toda a força assessorar com a sua nova empresa, a Optminal Investments, o negócio do empréstimo obrigacionista. A proposta por nós analisada e recusada e a partir daí começou a juntar as suas tropas."

Curiosamente, esta semana José Maria Ricciardi foi apanhado a almoçar com Rogério Alves, João Benedito e Jorge Tomé, outro dos sócios desta Optimal Investments. Coincidências. Mais informação (aqui).

Passo 4:
Depois dos passos anteriores estarem completos será fechado o processo de reestruturação que permitirá ao Sporting resolver de forma definitiva a questão das VMOC, aumentando o capital social da SAD para os 202 milhões de euros, ficando o Sporting (clube) com cerca de 90% do capital da SAD. Quem não gostou nada da "brincadeira" foi Álvaro Sobrinho da Holdimo, empresa que detêm 30% do capital da SAD. É que com a compra e a conversão das VMOC por parte do Sporting o senhor angolano passará dos 30% para uns míseros 9,90% do capital da SAD. Uma chatice...

Com o processo fechado o Sporting ficará a ser dono do seu futuro de forma definitiva e deixará de estar obrigado a ter um administrador da Holdimo e outro da banca na sua administração. Total poder aos sócios do clube. É por isso muito importante que os Sportinguistas percebam todas estas movimentações e a pressa com que alguns Sportinguistas estão para tomarem o poder e impedirem a concretização de algo que é absolutamente fundamental para o Sporting e para os seus sócios.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Ricardo Araújo Pereira explica o processo CashBall


No último "Governo Sombra", Ricardo Araújo Pereira explicou ao pormenor o processo CashBall em que o Sporting se viu recentemente envolvido.



Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

A rescisão de contrato da NOS


No dia seguinte à invasão da Academia, o jornal Ojogo noticiou: "NOS estuda eventual rescisão de contrato com o Sporting". Vamos recapitular.

A mentira


Link da notícia (aqui)
Como podem verificar, este treta foi publicada pelas 14:17 horas e foi escrita por Filipe Alexandre Dias, um jornalista conhecido por estar sempre bem informado do lado da designada "brigada do croquette". Podem por exemplo recordar o episódio relativo aos leões de Portugal no final do ano passado (aqui)

Mentira espalhada



No print anterior estão 7 notícias que encontrei sobre esta assunto. A fonte inicial do jornal Ojogo e mais 6 réplicas feitas em diversos órgãos de comunicação social com base na mentira.

O desmentido


Link da notícia (aqui)
Cerca de uma hora depois, o Jornal de Notícias já desmentia o jornal Ojogo através de comunicado oficial da empresa. Para que não restem dúvidas, coloco também a nota à imprensa da NOS.

Link do comunicado (aqui)

Para fechar


Mais uma vez, peço aos Sportinguistas para estarem de olhos bem abertos em relação ao que a imprensa publica sobre o Sporting. Este caso é paradigmático da desinformação e da falta de ética profissional dos jornalistas portugueses. Estamos a falar de um negócio de muitos milhões de euros e de duas empresas cotadas em bolsa, que viram uma mentira ser propagada afectando as duas entidades. Perante isto, ninguém diz nada. Nem a comissão de carteira dos jornalistas, nem a ERC, nem o CNID e muito menos a presidenta do sindicato dos jornaleiros. 

Para fechar, deixo uma pergunta no ar. Viram a imprensa a lançar notícias deste género sobre patrocinadores do Benfica após todos os escândalos em que estão envolvidos?

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

"O campeão voltou"


O Sporting anunciou ontem o regresso de Augusto Inácio ao clube para ocupar o cargo de Director-geral do futebol. Aqui ficam as primeiras palavras de Inácio.



Um palmarés impressionante



Augusto Inácio conseguiu o feito de ganhar títulos pelo Sporting como jogador, treinador e como dirigente. Ao todo conquistou 8 títulos para o clube. Assim de cabeça não me estou a recordar de outra figura que tenha ganho títulos pelo Sporting nestas 3 vertentes. 

Se olharmos para o títulos conquistados enquanto jogador, treinador e dirigente ficamos com estes dados:
- 1 Liga dos Campeões
- 1 Taça Intercontinental
- 1 Supertaça Europeia
- 9 Campeonatos Nacionais
- 6 Taças de Portugal
- 5 Supertaças de Portugal
- 1 Taça da Liga
- 1 Campeonato da II Liga
- 2 Campeonatos Nacionais de Juniores
- 1 Supertaça de Angola

Notas finais


No vídeo de apresentação, Augusto Inácio esclareceu que confia em André Geraldes e que assim que for possível regressará ao clube para trabalhar consigo.

No mesmo comunicado onde foi anunciada a contratação de Augusto Inácio, foi dada também a indicação que Bruno de Carvalho não estará mais no banco de suplentes com a equipa. Uma decisão que me parece boa e importante para o clube.

Augusto Inácio sabe tudo o que há para saber sobre balneários. Sabe perfeitamente de que massa são feitos os campeões e o que é preciso para lá chegar. O conhecimento, palmarés, estatuto e respeito que granjeia no clube e no futebol português serão fundamentais para ter uma posição firme no balneário. Se a isso juntarmos a plena confiança que tem por parte da administração, parece-me claro que Augusto Inácio tem todas as condições para desempenhar o cargo e ajudar o clube a conseguir os seus objectivos. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

terça-feira, 22 de maio de 2018

Conclusões sobre o ataque à Academia


Uma semana depois dos graves acontecimentos na Academia de Alcochete parece-me importante desmontar duas mentiras propagandeadas pela comunicação social, pelas redes sociais e por alguns paineleiros encartilhados. 

A conivência do Sporting


Durante a semana muitos foram os que disseram que estes criminosos tinham autorização para entrarem nas instalações do Sporting. Para que não restem dúvidas, ficam os comunicados da Procuradoria da Comarca de Lisboa e da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa onde se afirma cabalmente 



Link (aqui)
Como podem verificar os criminosos estão acusados do crime de "introdução de lugar vedado ao público", conforme comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa. No comunicado da Procuradoria da comarca de Lisboa é desfeita qualquer dúvida afirmando que "os detidos entraram sem autorização naquelas instalações". 

O envolvimento de Bruno de Carvalho



É particularmente relevante a forma como João Ferreira, pivô da CMTV interpelou a repórter que se encontrava no tribunal do Barreiro. Serviu perfeitamente para desmontar a mentira que andou a circular. 

Para fechar


Portanto, em nenhum momento do processo é ligado o nome do Sporting ou do seu presidente como tendo qualquer tipo de relação com o sucedido. Estas são já duas conclusões que se podem retirar do processo. Que seja tudo investigado até ao mais ínfimo pormenor e que os culpados sejam punidos.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

segunda-feira, 21 de maio de 2018

EXCLUSIVO - Almoço entre José Maria Ricciardi, Rogério Alves, João Benedito e Jorge Tomé


As movimentações em torno do Sporting têm sido muitas nos últimos dias. Mais uma vez, peço aos Sportinguistas para estarem atentos e para analisarem todas estas movimentações. Neste sentido, o post de ontem é de leitura obrigatória para perceberem este post melhor. Se ainda não leram podem fazê-lo (aqui).

A troika leonina


No foto que introduz este post é possível vermos José Maria Ricciardi ao lado de Rogério Alves na final de ontem no Jamor. Ambos integram o GAJ (Grupo de amigos de Jesus) como é referido numa notícia do MaisFutebol. É sempre giro ver Sportinguistas equipados para apoiarem Jorge Jesus e a não usarem nenhum adereço do clube. 


Quem não pôde, nem pode estar no Jamor é Álvaro Sobrinho, o último vértice da troika com Ricciardi e Rogério Alves. Para quem não sabe, Álvaro Sobrinho só pode assistir ao vivo a jogos do Sporting quando os leões se deslocam à Suiça. Entrando em Portugal é imediatamente capturado pelas autoridades. É uma pena, só poder comentar o momento do Sporting por telefone.

Recordar apenas isto:


Uma rica almoçarada


O restaurante "O Madeirense" nas Amoreiras recebeu uma verdadeira cimeira de notáveis pela hora do almoço de hoje. José Maria Ricciardi, Rogério Alves, João Benedito e Jorge Tomé. Dos três, o nome menos conhecido dos Sportinguistas será o de Jorge Tomé, antigo presidente do BANIF (está tudo dito, não está?) e actual sócio de José Maria Ricciardi na Optimal Investment. 

Link da notícia (aqui)

Ora, esta Optimal Investment é precisamente a firma a que Bruno de Carvalho se referiu na última conferencia de imprensa em Alvalade. Segundo o presidente do Sporting, Ricciardi "quis com toda a força assessorar com a sua nova empresa, a Optimal Investments, o negócio do empréstimo obrigacionista. A proposta foi por nós analisada e recusada e a partir daí começou a juntar as suas tropas"

Link da notícia (aqui)

Para que não restem dúvidas deixo a notícia em cima. Ainda sobre Jorge Tomé, não faço sequer ideia se é Sportinguista.

João Benedito e Rogério Alves foram os primeiros a chegar ao restaurante, tendo depois chegado ao local José Maria Ricciardi e Jorge Tomé. O almoço foi realizado no andar de cima do estabelecimento para não darem muito nas vistas. 

Felizmente, o momento da saída foi captado e na imagem seguinte podemos ver João Benedito e Rogério Alves a abandonarem as Amoreiras. Para quem tem dúvidas em relação à data em que a foto foi tirada, há uma prova irrefutável na própria fotografia. Se virem o painel publicitário junto aos nossos amigos, podem verificar que está lá a imagem relativa ao jogo de ontem da Taça de Portugal. 

Abrir num novo separador para aumentar imagem

Para fechar, dizer que não faltará muito para o grupo Stromp se declarar oficialmente contra o actual conselho directivo do Sporting. Relembrar que estes dois senhores também fazem parte desse grupinho de notáveis. 

Para já ficam estas informações para os Sportinguistas analisarem, na certeza que muito mais haverá para mostrar.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

domingo, 20 de maio de 2018

Olhos bem abertos


Para hoje, peço apenas aos leitores para terem os olhos bem abertos e para lerem o post até ao fim. 

Bruno de Carvalho deu ontem uma extensa conferência de imprensa onde abordou vários temas da agenda leonina. Há dois temas que considero fundamentais e que para mim são o que mais importa no momento.

Processos financeiros 


Sobre esta matéria há três vertentes fundamentais onde foram dados esclarecimentos. Vamos por partes: 

1) Adiamento do empréstimo obrigacionista, que irá ser definido em sede de Assembleia Geral de Obrigacionistas na manhã de hoje. O presidente do Sporting referiu que tem a total confiança que os obrigacionistas aceitarão o adiamento por 6 meses do vencimento do actual empréstimo, uma vez que serão ressarcidos com os respectivos juros. Também tenho a mesma expectativa. Não vejo aqui grande entraves.

2) Lançamento de novo empréstimo obrigacionista de 15 Milhões. Segundo Bruno de Carvalho a preparação da operação está a correr bem e será efectuada em parceria com o Novo Banco e com o BCP. O presidente do Sporting deu ainda uma informação de extrema relevância aos Sportinguistas quando disse:  

"Ricciardi quis com toda a força assessorar com a sua nova empresa, a Optminal Investments, o negócio do empréstimo obrigacionista. A proposta por nós analisada e recusada e a partir daí começou a juntar as suas tropas."

Talvez agora se perceba melhor a "preocupação" de José Maria Ricciadi com o Sporting de há uns tempos para cá.

A taxa de juro é bastante atractiva (6%) e o montante não é muito elevado, razão pela qual também não vejo razão para que não se possa fechar o dossier dentro do esperado. Agora, é preciso haver alguma estabilidade para pelo menos completar a operação. Foi precisamente nesse sentido que considerei anteriormente como muito gravosa a quebra de compromisso de Jaime Marta Soares. Como sabem, ficou marcado um plenário dos órgãos sociais para amanhã, mas que foi destruído pelo pedido de demissão de Jaime Marta Soares, que mais uma vez não olhou pelos superiores interesses do Sporting. Seria neste plenário que o Sporting teria todas as condições para assegurar estabilidade para fechar estes dossiers de extrema relevância. 

3) Fechar a reestruturação financeira. Este é sem sombra de dúvidas o tema chave do momento. A conclusão deste processo permitirá ao Sporting resolver de forma definitiva a questão das VMOC, aumentando o capital social da SAD para os 202 milhões de euros, ficando o Sporting (clube) com cerca de 90% do capital da SAD. Quem não gostou nada da "brincadeira" foi Álvaro Sobrinho da Holdimo, empresa que detêm 30% do capital da SAD. É que com a compra e a conversão das VMOC por parte do Sporting o senhor angolano passará dos 30% para uns míseros 9,90% do capital da SAD. Uma chatice...

É também fundamental que os Sportinguistas percebam que esta é a independência final e total do Sporting de todas as entidades externas. Neste momento a Sporting SAD tem um administrador "da banca" e um administrador da Holdimo. Com a conclusão deste acordo damos um pontapé no rabo destes senhores e ficamos donos do nosso futuro. 

Não me parece muito difícil que as pessoas percebam o porquê de Álvaro Sobrinho e de José Maria Ricciardi estarem tão interessados em "demitirem" Bruno de Carvalho, o mais rapidamente do poder.  É que sem estes processos estarem concluídos tudo pode ser renegociado à moda destes senhores. Querem ver?

Na encomenda de ontem do jornal Expresso já foi sendo lançada o "cenário mais provável".


Portanto, avança o Expresso que a ideia de Jaime Marta Soares passa por colocar no poder uma comissão de gestão composta por "notáveis e gente com carreiras sustentadas fora do desporto". Gente como José Maria Ricciardi, Rogério Alves, Paulo Abreu, Álvaro Sobrinho e Pedro Baltazar. É maravilhosa a forma como são designados estes "notáveis" pelo jornal Expresso. Curiosamente, estamos a falar do mesmo jornal que na sua capa teve a coragem de colocar o seguinte destaque: "Brunos de Carvalho devem ser mortos à nascença" retirado de uma crónica de Miguel Sousa Tavares.

Possíveis rescisões de jogadores


A pressão para que os jogadores do Sporting rescindam alegando justa causa é enorme e aparece de todos os lados. Basta vermos o que tem vindo a ser escrito pela imprensa para percebermos esta estratégia. Infelizmente, tenho visto muitos Sportinguistas a entrarem nisto, dando cobertura a esta palhaçada. Vamos pensar um pouco. 

Quem serão os mais interessados numa rescisão dos contratos? Desde logo, os empresários que ficam com a possibilidade de negociarem as transferências de jogadores livres, o que lhes permite cobrar comissões absolutamente milionárias. Depois, a entourage de advogados contratados pelos jogadores também enchem os bolsos através da prestação dos seus serviços. Por fim os rivais que vêm o melhor plantel do país ser desmontado sem compensação para o clube. 

Deixo-vos com um exemplo do director de comunicação da Proeleven, uma empresa de agenciamento de jogadores.


Para bom entendedor, meia palavra basta...

Uma novidade


Como sabem, neste espaço não uso fontes para os meus posts. Desta feita tenho de o fazer, uma vez que a informação é muito relevante e o momento do Sporting assim o exige. Fiquem a saber os caros leitores que Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves estiveram esta semana reunidos no escritório do Dr. Tiago Rodrigues Bastos na Avenida Duque D´Avila em Lisboa. E perguntam os leitores. Quem é esse senhor advogado? É precisamente o assessor jurídico da Direcção do Sindicato de jogadores. Uma coincidência...

E os jogadores?


Já percebemos quem fica a ganhar com uma rescisão de contrato. Agora quero analisar se os jogadores ficam ou não a ganhar. Ora, a rescisão com justa causa pode ser pedida pelos atletas e em principio a FIFA emitirá o certificado provisório permitindo assinarem por outro clube de imediato. Obviamente, a justa causa terá de ser provada em tribunal. Como é lógico, comunicação social, rivais, empresários e advogados irão garantir aos jogadores que é "canja" conseguirem a desvinculação sem terem de indemnizar o Sporting. Em cima vimos um bom exemplo disso mesmo através do director de comunicação da Proeleven. "Nem é preciso provar que foi de propósito" diz o pateta. 

Bruno de Carvalho recordou ontem o "caso Bruma". Na altura Cátio Baldé e Bebiano Gomes também tinham argumentos fantásticos e era tudo muito fácil. O problema foi terem perdido o caso. 

Os jogadores não querem saber do blog para nada, mas de qualquer forma pode ser que algum familiar ou amigo lhes faça chegar estes pontos que deixo para reflexão dos atletas:

1) Se os jogadores entrarem nesta brincadeira estão sujeitos a perderem o caso no tribunal e a terem de pagar as cláusulas de rescisão ao Sporting. Só quero recordar que essas cláusulas são todas de 45 milhões para cima, sendo que a de Bruno Fernandes está na casa dos 100 milhões de euros. Será que os jogadores estão dispostos a arriscar todo o seu património e até os vencimentos futuros para pagarem ao Sporting? 

2) Será que o Sporting é assim tão insignificante para cometerem uma traição ao clube que lhes deu uma oportunidade, quando o clube e os associados não têm culpa que meia dúzia de animais tenham cometido aquele acto nojento? Têm ou não honra e respeito pelo clube?

3) Será que os jogadores estão dispostos a perderem o respeito por parte dos Sportinguistas e de outros adeptos de futebol? São apenas uns mercenários a lutarem por um milhão extra? 

4) Será que os jogadores que neste momento estão assustados com o que aconteceu querem passar o resto das suas vidas a olharem por cima do ombro com medo de represálias por terem prejudicado gravemente o Sporting? Já não está mais do que provado que existem malucos para tudo? 

Fica aqui algumas ideias para os jogadores reflectirem. Quanto aos Sportinguistas é bom que também tenham a noção que ao alimentarem este tema estão a criar uma pressão mediática para que uma eventual rescisão seja decidida de acordo com a vontade dos jogadores. Abram os olhos e pensem nos superiores interesses do Sporting! 

Para fechar


A partida de hoje servirá para os Sportinguistas mostrarem que estão ao lado dos seus jogadores, técnicos e restante staff vítimas do ataque cobarde da Academia. Os Sportinguistas presentes no Jamor não podem exigir a vitória ou uma grande performances depois do que aconteceu, mas podemos e devemos pedir o máximo da vontade e empenho para conquistarem a vitória. Os Sportinguitas acreditam que com muito esforço, dedicação e devoção conseguiremos a glória. Uma vitória que a ser conseguida será de todos e para todos. Porque todos somos o Sporting. 

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sábado, 19 de maio de 2018

MENTIRA!

Na sua edição de ontem, o jornal Público colocou em capa uma notícia que afirmava que Jorge Jesus estava "convicto que Bruno de Carvalho tinha sido o mandante do ataque à Academia". Estamos a falar de uma acusação gravíssima sobre o Presidente do Sporting e também sobre o clube.

A notícia



Na notícia em si é dito algo ainda mais relevante do que o que foi dito no título. Segundo o Público, não só Jorge Jesus está convencido que Bruno Carvalho foi o mandante, como afirmam que "Jorge Jesus tem na sua posse provas sobre contactos entre Bruno de Carvalho e líderes da Juve Leo para autorizar os radicais desta claque do clube a "apertarem" com jogadores e equipa técnica, apurou o Público junto de fonte próxima do treinador"

Reparem que Paulo Curado e Jorge Miguel Matias dizem que apuraram toda esta informação junto de "fonte próxima do treinador".

O desmentido



Como podem verificar, o jornalista da SIC não deixou qualquer margem para qualquer tipo de dúvida. Contactado telefonicamente, Jorge Jesus desmentiu essa pretensa convicção e a pretensa existência de provas que Bruno de Carvalho tenha sido o mandante do ataque. Jorge Jesus esclareceu também que "ficou perturbado e ligou a Bruno de Carvalho logo que tomou conhecimento e explicou que nada tinha a ver com elas". 


A reacção do Público


Após o desmentido categórico de Jorge Jesus, os senhores do Jornal Público escreveram a seguinte nota:


Diz o Público que "sabe de que fonte recolheu essa informação - e que face às circunstâncias não tem razão para duvidar dela". Portanto, o jornal atribui factos e convicções a Jorge Jesus. O treinador do Sporting desmentiu quer os factos quer as convicções, mas mesmo assim o Jornal considera que não tem razão para duvidar da tal fonte próxima do treinador". 

O que é isto meus amigos? Digam-me. Expliquem-me, porque eu de facto não chego lá. Um notícia que é um atentado à honra do Sporting e do seu presidente, desmentida de forma cabal por Jorge Jesus, mas mesmo assim, o Público não retira a notícia, não pede desculpa e diz que a fonte próxima de Jorge Jesus é mais válida do que o próprio. 

Os impactos de uma mentira


A velocidade com que as "notícias" mentirosas se propagam e a forma como os desmentidos nunca conseguem ter qualquer relevância é inaceitável. Reparem nisto: No vídeo anterior é possível verem que o desmentido foi tornado público às 21:03 de ontem.



Como podem verificar, cerca de meia hora depois, Luís Nazaré, presidente da mesa da Assembleia Geral do Benfica, está na RTP a comentar a mentira lançada pelo Público. Alguém acha isto normal? É uma pena que não tenha aparecido para falar dos diversos processos que envolveram o Benfica.

Para fechar, mais um exemplo dos impactos que uma mentira pode ter. 


Este print é do jornal Espanhol Mundo Deportivo que cita o jornal Abola, que por sua vez cita o Público. Sem palavras para tudo isto.

Como é que se pode lutar contra esta imprensa? Onde está a senhora do sindicato dos jornalistas? Onde está a ERC? Ninguém toma conta da imprensa nacional? Vale tudo? É bom que os Sportinguistas tenham o máximo de cuidado em relação às notícias e cada vez mais tenham a capacidade de distinguir entre o que é factualmente verdade e o que pode ser apenas mais uma mentira. 

Para fechar deixo mais dois exemplos dos últimos dias: (aqui) e (aqui)


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

sexta-feira, 18 de maio de 2018

A fase do "vale tudo"


A Sporting SAD apresentou hoje o seu relatório e contas relativo ao terceiro trimestre da época 2017/2018. A SAD leonina apresentou lucros nos primeiros nove meses da época no valor de 1,1 Milhões de euros. Mais uma vez, é importante recordar que a Sporting SAD é a única SAD dos grandes que publica relatórios e contas trimestrais, prestando informação adicional às suas obrigações legais. Benfica e Porto publicam apenas o relatório semestral e anual. 

Ora, posto isto, e para continuarem a alimentar o ataque feroz que tem sido feito ao Sporting nos últimos dias pelo Grupo Cofina, aqui fica a forma como principais órgãos de comunicação social do grupo noticiaram os resultados positivos do Sporting. 

Record


Link (aqui)

Correio da Manhã


Link (aqui)

Sábado


Link (aqui)


Jornal de Negócios


Link (aqui)

Portanto, estes senhores optaram por ignorar o facto de a SAD do Sporting continuar a dar lucro, para dizerem que os lucros "encolhem" e "recuam" nos primeiros 9 meses do ano. Um completa manipulação 

A forma como a CMTV deu a notícia


Se gostaram das notícias online, vão adorar a forma como o canal deu a notícia.


Mas não se pense que os jornais do grupo Cofina foram os únicos a tentarem enganar os leitores. Reparem nisto:

Notícias ao minuto


Link (aqui)
O site "notícias ao minuto" esteve mais ou menos dentro daquilo que foi escrito pelos jornais do grupo Cofina. Vejamos agora a "melhor" parte:

Sapo


O Sapo faz uma coisa surreal que é dar destaque apenas o montante relativo aos 3 primeiro meses do ano, tornando um relatório e contas com lucros em prejuízos. Reparem como a parte referente aos lucros é colocada quase como uma nota de rodapé. Absolutamente vergonhoso o que aqui foi feito. Mas não foram os únicos.

Jornal ECO


Link (aqui)
É isto o jornalismo português: factos deturpados para levarem as massas num determinado sentido. As contas são sempre analisadas na sua totalidade e não de forma parcial. Quando o Sporting apresentar as contas anuais de 2017/2018 falaremos do resultado global e não do resultado do último trimestre, como é lógico. A outra falácia dos lucros que "afundam" está relacionada com a comparação com o período homologo, como se isso fosse relevante para fazer título. Na época passada por esta altura o Sporting apresentou lucros muito altos pela simples razão de ter feito as maiores vendas de sempre da SAD do Sporting.

Obviamente, quem lê apenas os títulos fica com a sensação que o Sporting está a ter prejuízos na SAD. Só para termo de comparação, deixo também uma notícia séria publicada pelo Diário de Notícias.

Link (aqui)

Não esquecer que no inicio da semana assistimos à rábula de Jorge Jesus "suspenso e com processo disciplinar", que foi uma completa mentira como já demonstrei (aqui)

Um verdadeiro nojo


Para os senhores do grupo Cofina não bastou atingir o Sporting. Numa hora reconhecida por todos como de fragilidade de Bruno de Carvalho, eis o que as revistas cor-de-rosa do grupo publicaram no dia de hoje. Aqui fica a capa da revista TV Guia que foi hoje para as bancas.


Não satisfeitos com a capa da revista TV Guia, os senhores da Cofina foram ainda mais longe.

Link (aqui)

No print anterior está a partilha no site do jornal Record de uma notícia publicada pela Flash. Estamos a falar de uma partilha na página de um jornal desportivo com mais 850 mil likes de uma matéria sobre a vida pessoal de Bruno de Carvalho. E já nem vou falar na notícia em si. Quando é o próprio Record a escolher como introdução para o post a frase: "mãe da primeira filha de Bruno de Carvalho desapareceu do radar dos vivos em Portugal", custa-me acrescentar algo mais. 

Para fechar


Link (aqui)
O site do Expresso noticiou hoje que Paulo Silva - o tal empresário "arrependido do caso do Sporting" que deu inicio a este caso através das páginas do Correio da Manhã - disse ao Ministério Público que recebeu uma "quantia monetária de valor elevado" para dar entrevista ao CM. Um notícia desmentida por Octávio Ribeiro, director do grupo Cofina. Posto isto, em que ficamos senhor Octário? As coisas que o Paulo Silva diz são ou não credíveis? 

PS: Fico a aguardar uma declaração da senhora do sindicato dos jornalistas sobre tudo isto.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

Poder aos sócios


Na manhã de ontem o Sporting emitiu ontem um comunicado conjunto do Conselho Directivo e da administração da SAD em que é pedida uma Assembleia Geral Extraordinária. O comunicado pode ser lido na integra (aqui). Para análise vou apenas transcrever o ponto 7. 

Pedido de AG pela manhã


"7- Como sempre afirmámos, o Clube é dos Sócios e estes devem, em momentos relevantes, ser sempre ouvidos. Neste sentido, enviámos hoje ao Senhor Presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting Clube de Portugal, um pedido de Assembleia Geral Extraordinária a ser marcada o mais breve possível, para analisar a situação actual do Clube, auscultar os Sócios e dar todas as explicações que estes entendam necessárias."

As demissões de órgãos sociais de tarde


Durante a tarde de ontem vários elementos dos órgãos sociais pediram a demissão dos cargos que ocupam. É muito importante esclarecer os leitores sobre quem foram as figuras que se demitiram. Nesse sentido, vou fazer aqui o resumo para que fique registado para o futuro os comportamentos de toda a gente.

LISTA DE DEMISSÕES:

Mesa da Assembleia Geral
- Jaime Marta Soares (Presidente)
- Eduarda Proença de Carvalho (Vice-Presidente)
- Miguel de Castro
- Luís Pereira
- Tiago Abade

Conselho Fiscal e Disciplinar
- Nuno Silvério Marques (Presidente)
- Vicente Caldeira Pires (Vice-Presidente)
- Vitor Bizarro do Vale
- Miguel Cansado Fernandes
- Jorge Bruno da Silva Barbosa Gaspar
- João Carlos da Silva

Conselho Directivo
- António Rebelo (Vice-presidente)
- Luís Loureiro (vogal)
- Jorge Sanches (vogal suplente)
- Rita Matos (vogal suplente)
- Bruno Mascarenhas (vogal)

Resumindo: 
- A Mesa da Assembleia geral foi o único órgão que se demitiu em bloco. 
- No Conselho Fiscal e disciplinar há um elemento que continua em funções: Fernando Carvalho. 
- No Conselho Directivo ocorreram quatro demissões mas só duas são efectivas, uma vez que Jorge Sanches e Rita Matos eram vogais suplentes. Isto durante o dia de ontem. No jornal Record de hoje é dito que Bruno Mascarenhas, vogal do Conselho Directivo, estava em período de "reflexão". Entretanto, na manhã de hoje terá pedido a demissão. Mesmo com esta demissão, o Conselho Directivo mantém o quórum e continua em funções.

"Não nos demitimos" ao final da noite



Ao final da noite, Bruno de Carvalho fez-se acompanhar de mais 6 elementos do Conselho Directivo (Carlos Vieira, Rui Caeiro, Alexandre Godinho, Luís Roque, Luís Gestas e José Quintela), Guilherme Pinheiro, administrador da SAD e de Fernando Carvalho, único membro do CFeD que não pediu demissão, para numa declaração conjunta garantirem aos sócios que não se demitem.

Então e a reunião de segunda-feira?



Na passada terça-feira, Jaime Marta Soares anunciou para a próxima segunda-feira um plenário dos órgãos sociais do Sporting para analisar o momento do clube. Então, se estava marcado um plenário para essa data, porque é que se furou o que estava combinado e começaram a aparecer demissões nos órgãos sociais? 

É incompreensível e é vergonhosa a forma como todos sem excepção não têm sabido defender os superiores interesses do Sporting. Já aqui salientei para a importância da conclusão da reestruturação financeira, os empréstimos obrigacionistas e a preparação da época das diversas modalidades fosse devidamente preparada com a máxima tranquilidade. Uma solução para estas questões muito importantes deveria ser o principal foco de discussão nesta reunião. Uma solução que tivesse como principal base a defesa dos superiores interesses do Sporting.

Não consigo encontrar justificação para que estes senhores não tenham cumprido com o que ficou definido. Apesar de tudo, o Sporting joga a Taça de Portugal no Domingo e este é um título muito importante para todos nós. Custava assim tanto esperarem até segunda-feira para depois se encontrar uma solução? Não me parece. E como se pode ver, as demissões valeram "bola" para o futuro do clube.

Nem a questão do pedido de AG pelo Conselho Directivo motiva estas demissões. O plenário dos órgãos sociais aconteceria sempre primeiro do que a AG e era ai que poderia e deveria ter ficado tudo resolvido entre todos os dirigentes do Sporting. 

Palavra aos sócios


Entregar o poder de decisão aos sócios será sempre uma boa solução, seja em que momento for. Nesta fase, até será provavelmente a melhor solução, uma vez que os órgãos sociais não tem pensado nos superiores interesses do Sporting. Quem melhor do que nós para decidirmos o que queremos para o clube?

Nos últimos dias dei-me conta que todo o país tem um mestrado em Sportinguismo. É a comunicação social, são os patrocinadores, os notáveis, os accionistas, a Holdimo, os políticos e até os rivais. Toda a gente opina, mas na realidade só os sócios é que têm o poder de decidir. Volto a repetir: OS SÓCIOS. Querem ter esse poder? Façam-se sócios!

Para acabar, reforçar a necessidade de a Assembleia Geral ocorrer no menor prazo possível, respeitando o que está nos nossos estatutos. Posto isto, vamos lá para a AG ouvir o que têm a dizer os líderes do nosso clube e ai cada um decidirá em conformidade.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Cenários possíveis em torno dos órgãos sociais


Nas últimas horas vários membros dos órgãos sociais do Sporting pediram a demissão. Diz a imprensa que o Conselho Fiscal e Disciplinar e a Mesa da Assembleia Geral pediram a demissão em bloco, assim como 5 membros do Conselho Directivo. Vamos a alguns esclarecimentos de extrema importância.

4 ideias:


1) Ainda antes de pedir a demissão, Jaime Marta Soares pediu ao Conselho Fiscal e Disciplinar para interpor um processo disciplinar a Bruno de Carvalho. Cabe ao CFeD elaborar a nota de culpa;

2) Entregue a nota de culpa haverá uma assembleia geral de destituição do Conselho Directivo. Só os sócios do Sporting tem o poder de destituir o Conselho Directivo;

3) Segundo a imprensa saíram 5 elementos do Conselho Directivo. Algo que não impede que o órgão se mantenha em funções uma vez que mantêm o quórum. Para o órgão cair seriam precisas mais 3 demissões; 

4) Numa eventual AG de destituição há dois cenários:
- Se os sócios optarem por manter o conselho directivo em funções, haverá eleições apenas para a MAG e para o CFeD. 
- Se os sócios optarem por destituir o conselho directivo, será nomeada uma comissão de gestão por Jaime Marta Soares, presidente da MAG. 

5) Se o CD pedir a demissão em bloco ou se for destituído serão convocadas eleições gerais que terão de distar pelo menos 45 dias da data da convocação. O prazo para apresentação das listas é de 30 dias antes do acto eleitoral. Portanto, Se fossem hoje convocadas as eleições, as listas teriam de ser entregues nos próximos 15 dias e as eleições seriam realizadas a 1 de Julho. 

São estes os cenários que estão em cima da mesa.

Para fechar


Continuo a achar que é fundamental passar o clube ao Dr. Carlos Vieira para que sejam minimizadas as consequências financeiras e desportivas. Temos a emissão de empréstimos obrigacionistas e a situação das VMOC para recomprar, assim como todo o planeamento desportivo de todas as modalidades para fazer. Depois de concluidos esses processos teremos tempo para tratar do processo eleitoral, dando também tempo aos interessados para prepararem as suas listas. Estarem a ser feitas listas em 15 dias não me parece que seja útil ao Sporting. 

É hora de todos pensarem nos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal. 


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Algumas notas sobre o momento do Sporting


Nos últimos dias tenho recebido dezenas de mensagens a questionarem-me sobre os mais diversos temas relacionados com a crise do Sporting. Já disse que pretendo abordar todos estes temas com calma e de forma individual. Esta é uma hora de os superiores interesses do Sporting serem salvaguardados, mas perante a insistência dos leitores em saberem a minha opinião, cá vai um breve resumo sobre cada um dos pontos da polémica. 

Crise directiva


Jaime Marta Soares já anunciou um plenário dos órgãos sociais do Sporting para a próxima segunda-feira. É evidente que até ao final desse dia haverá uma definição clara do futuro do Sporting. Na minha opinião essa definição passará por um de dois cenários: Bruno de Carvalho pede demissão ou então cairão todos os órgãos sociais. 

Atendendo aos superiores interesses do Sporting, julgo que o melhor seria Bruno de Carvalho pedir a demissão, deixando a liderança do clube a cargo de Carlos Vieira, vice-presidente do clube e administrador financeiro da SAD. É importante que as pessoas percebam que existem questões financeiras em curso até ao final do ano (2 empréstimos obrigacionistas) e é preciso garantir que tudo decorra com a maior das normalidades. 

Caírem todos os órgãos sociais neste momento obrigaria a um acto eleitoral em pleno mercado de verão e impossibilitaria a execução do lançamento de pelo menos um dos empréstimos obrigacionistas. Levar o clube para um momento de plena instabilidade financeira e desportiva seria terrível. Nesse sentido, a minha sugestão passaria por manter o conselho directivo sob a liderança de Carlos Vieira marcando eleições para um momento a definir no tal plenário dos órgãos sociais. Lá está, estar a opinar sem conhecimento é complicado. Eu sei lá se Carlos Vieira está disponível para assumir o barco. No papel, seria esta a minha sugestão. 

Criminosos 


Em relação aos senhores que cometeram os actos criminosos na Academia a solução é muito simples. O Sporting tem de dar uso ao seu departamento jurídico para ir até às últimas consequências em termos de justiça. No que diz respeito ao clube é essencial que esses indivíduos sejam expulsos de sócio e que sejam proibidos de colocar os pés em instalações do Sporting para sempre. É também preciso perceber se a direcção da Juventude Leonino está relacionada com este ataque terrorista. Se tiver algum tipo de ligação deve ser retirado todo e qualquer apoio à claque, inclusivamente a casinha. 

Caso corrupção no Andebol/Futebol 


Havendo dois arguidos que são funcionários do Sporting, espero que peçam a suspensão ou demissão dos cargos que ocupam. Relativamente a estes casos é tudo muito estranho e existem inúmeras peças que não encaixam. Só o tempo dirá. Enquanto Sportinguista só desejo que se faça justiça e que se apure toda a verdade. O Sporting nunca será o Benfica e na nossa casa nenhum Sportinguista compactua com estes casos. Verdade e justiça, sempre. Doa a quem doer. 

Contratos jogadores, patrocinadores, etc


Ninguém vai rescindir o que quer que seja. A comunicação social está mais uma vez a lançar o pânico entre os Sportinguistas - com a ajuda dos do costume - mas é importante que as pessoas percebam que não há qualquer tipo de base legal para existirem rescisões dos jogadores. Era o que mais faltava um clube ser vítima de uma acto de terrorismo e ser penalizado por isso. Se os jogadores quiserem seguir esse caminho a brincadeira acabará nos tribunais e provavelmente com o pagamento das clausulas de rescisão ao clube. Querem arriscar?

Sobre uma rescisão de contrato da NOS, só dá mesmo para rir. A NOS não rescinde com o Benfica que está envolvido em todo o tipo de escândalo e ia rescindir connosco? Não acredito minimamente nisso.

Manutenção do treinador


Tudo dependerá da solução directiva que for encontrada. 

A Final do Jamor


Quando a bola começar a rolar os nossos jogadores não se vão lembrar de mais nada e acredito que farão o melhor possível. Os actos de 50 animais não podem ser reflectidos no sentimento de três milhões e meio de Sportinguistas. Que façam tudo o que puderem para trazer a Taça para o Sporting.


Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)

A "suspensão" de Jorge Jesus


Os acontecimentos dos últimos dias ficarão para sempre na história do Sporting. Nesse sentido parece-me de extrema importância escrever a história dos acontecimentos para que de futuro não possam ser reescritos. Farei um esforço pessoal para tentar abordar todos os temas (caso do andebol, André Geraldes e por ai fora). 

Este post iria ser publicado ontem ao final do dia, mas mediante os gravíssimos acontecimentos na Academia adiei a sua publicação. Em relação ao momento leonino, reitero o pedido que fiz hoje de manhã (aqui).

Começo pela reunião da passada segunda-feira. Peço aos leitores para verem os vídeos e tirarem as devidas conclusões. 

19:25 - O lançamento da mentira na Abola TV



Pelas 19:25 José Manuel Delgado, durante o programa "Tribuna de Honra" lançou a bomba: Equipa técnica suspensa por Bruno de Carvalho. Este artolas que também está envolvido no escândalo dos emails teve ainda a lata de dizer:  "Vamos tentar comentar esta situação com os dados disponíveis e sem especular". Mentimos, mas não especulamos. Poderia ser este o lema da Abola. 

19:29 - A mentira passada para Alvalade



Quatro minutos depois de José Manuel Delgado ter lançado a bomba na antena da Abola TV, um repórter do pasquim Abola faz essa pergunta a Jaime Marta Soares. Por uma vez na vida tenho de elogiar Jaime Marta Soares. Deu uma excelente resposta ao jornaleiro, dizendo que só acreditava no que viesse da boca do Presidente/Sporting e não de um qualquer repórter. Algo que todos os Sportinguistas deveriam ter sempre presente.

Importa dizer que Abola TV não estava em directo, uma vez que prosseguia em estúdio o programa "Tribuna de Honra".

19:29 - "Há essa informação" na RTP3



António Pedro Carvalho, ouvindo a pergunta do jornalista da Abola a Jaime Marta Soares, lá foi avançando com a sumarenta novidade, mesmo não tendo qualquer confirmação. Diz o artista que a "equipa técnica do Sporting foi suspensa e poderá não estar então presente no jogo de domingo. Uma informação por confirmar." Ora, se está por confirmar como é que um profissional de jornalismo passa essa ideia para os espectadores? Como é possível? 

19:30 - "Uma informação que começa a circular" na TVI24



Portanto, através de "uma informação que começa a circular", Pedro Sousa conclui que o Sporting "vive uma crise sem precedentes", apesar de salientar que "carece de confirmação". É ainda mais interessante ver que lança uma mentira em cima de outra mentira, dizendo que "os jogadores não aceitariam a saída de Jorge Jesus e que iriam levar o finca-pé até às últimas consequências". Outra informação sem qualquer ponta de veracidade. Siga pra bingo. Vale tudo!

Recordo apenas que estamos a falar do mesmo senhor que foi director de comunicação do Sporting no reinado de Godinho Lopes e que está envolvido no Processo Lex, onde alegadamente terá pedido a José Veiga para que o processo que interpôs contra o Sporting levasse um empurrão a seu favor. 

19:32 - "A confirmar-se este rumor" na SIC Notícias



A Sic Notícias escolheu para comentar as reuniões no Sporting os inenarráveis José Carlos Freitas e Ribeiro Cristóvão que pelo meio das tretas habituais lá lançaram o "rumor". A jornalista Rosa de Oliveira Pinto apressou-se a esclarecer os telespectadores que a notícia estava a ser avançada pelo jornal Abola, mas que "a SIC ainda não conseguiu confirmar". Não confirmamos, mas cá vai disto...

19:34 - "Informação que carece de confirmação" na CMTV



Para fechar, Pedro Neves de Sousa na CMTV também lançou a mentira, dizendo que "carecia de confirmação". 

Ora, "portantos"...


Abola TV através de José Manuel Delgado lança uma mentira e num espaço de apenas 9 minutos essa patetice está a passar em todas as televisões noticiosas do país: RTP3, Sic Notícias, TVI24 e CMTV. Mesmo que ninguém consiga confirmar a veracidade da mesma. Mas se acham isto mau, esperem para ver o que ai vem.

Os noticiários da noite 


O prime-time informativo são os noticiários da noite dos canais generalistas. Vejamos se em cerca de meia hora, os três principais canais nacionais conseguiram "confirmar a veracidade" da mentira propagandeada pelo jornal Abola. 

RTP

Em meia hora, António Pedro Carvalho conseguiu confirmar a mentira do jornal Abola, mas foi ainda mais longe afirmando que "Rui Patrício William Carvalho e Bruno Fernandes se recusam a entrar em campo se a suspensão de Jorge Jesus for uma realidade". Uma mentira em cima de outra mentira. Mais informou este artolas que "o treinador e a restante equipa técnica irá receber amanhã (terça-feira) a nota de culpa".

SIC

Na SIC também foram muito rápidos a confirmar a veracidade da mentira da Abola. Maravilha. Diz o Gonçalo Azevedo Ferreira que "a equipa técnica do Sporting está suspensa. Decisão tomada por Bruno de Carvalho. Foi instaurado um processo disciplinar que foi comunicado esta tarde a Jorge Jesus". Gonçalo Azevedo Ferreira, tal como o amigo da RTP, diz que "há pelo menos 3 jogadores do Sporting que recusam jogar a final da Taça se o processo não for levantado a Jorge Jesus: Rui Patrício, William Carvalho e Bruno Fernandes".

TVI

Na TVI é passada precisamente a mesma ideia mentirosa.

O desmentido de Bruno de Carvalho ainda nos jornais da noite


No vídeo seguinte, é possível confirmarem a forma como Bruno de Carvalho desmentiu as mentiras da CS ainda durante os jornais dos três principais canais generalistas.




Para fechar 


Portanto, o jornal Abola através de José Manuel Delgado lança uma mentira que começa a ser propagandeada pela restante imprensa que nem sequer confirma a veracidade da mesma. Fazem-se programas especiais e convidam-se Sportinguistas para analisarem a suspensão de Jesus e um processo disciplinar que não existe. Durante toda a noite foi este o tema de conversa nas televisões. Alguém acha isto normal? Mas estes senhores estão a brincar com quem e com que intuito? 

Em relação à reunião com os jogadores e com o treinador acho muito curiosa uma coisa. Quando Bruno de Carvalho escreveu o post a criticar os jogadores, toda a gente disse que os "problemas se resolvem em casa e não pelo Facebook". Depois desse episódio, Bruno de Carvalho aceitou a recomendação dos Sportinguistas, fechando a sua página de facebook e fazendo uma reunião para precisamente resolver os "problemas dentro de casa". Qual não é o meu espanto quando vejo esses mesmos Sportinguistas a criticarem Bruno de Carvalho por esse acto. Afinal, em que ficamos? 

Que os Sportinguistas usem este exemplo para reflectirem muito bem sobre o que está a acontecer e sobre as fontes e origens das notícias que por ai andam.

Podem seguir o blog nas redes sociais nos links seguintes:
Facebook: (aqui)  Twitter: (aqui)