terça-feira, 24 de outubro de 2017

O que "passou se" no apagão do VAR na Vila das Aves?


As movimentações em torno da arbitragem e do apagão da vila das Aves estão ao rubro. Nas últimas horas já tivemos acesso a informações muitíssimo relevantes. Mais tarde analisarei a greve, mas para já fico-me pelo "apagão".

Uma trapalhada à moda do tugão


Link da notícia (aqui)
Pelas 18:25h é passada a explicação do Conselho de arbitragem sobre a suposta anomalia do VAR no Aves-Benfica. Na notícia é indicado que uma "fonte do CA explicou esta segunda-feira aos clubes os motivos para a inoperacionalidade do video-árbitro no jogo entre Desportivo das Aves e Benfica"



Cerca de 35 minutos após a comunicação da fonte do CA, o jornal Record avança que nem os árbitros nem os delegados colocaram a informação de falha no sistema do VAR nos respectivos relatórios ao jogo.

11 minutos depois...

Link da notícia (aqui)
Cerca de uma hora depois da explicação da fonte do Conselho de arbitragem, "fonte da Liga garantiu que o organismo pediu ao Conselho de Disciplina a abertura de um inquérito para averiguar os motivos que levaram à falha do vídeo-árbitro no Aves-Benfica de domingo." 

Fonte essa que desmentiu a fonte do CA: "Até essa altura, a Liga, que é a entidade organizadora do jogo, não teve qualquer conhecimento formal de qualquer anomalia no sistema, divulgada logo após a partida através da conta de Twitter oficial do projeto vídeo-árbitro."

Ao final do dia o  programa Dia Seguinte através de Paulo Garcia confirmou a informação que dá conta que nem os árbitros nem os delegados da Liga deram conta da anomalia no VAR nos respectivos relatórios de jogo. 


Para fechar a troca de bitaites entre fontes, a fonte do CA revela-se chocada com revelação da Liga sobre os relatórios dos delegados e dos árbitros. Deve ter causado alguma comichão ao CA o facto de estes agentes não terem entrado na tese da avaria no sistema de comunicações do VAR. 


Um apagão da treta!?


No programa "titulares" de ontem, o antigo árbitro Pedro Henriques decidiu abriu um pouco o livro sobre o "apagão" da Vila das Aves. O que foi dito neste programa é muito grave e merece uma profunda reflexão. 

Aqui fica o vídeo:


Vou transcerver duas passagens que são muitíssimo relevantes:

"Tenho algumas dúvidas que o sistema tenha caído a partir do minuto 66, mas deixamos isso para outro programa para depois analisar."

Obviamente que esta questão de a rede ter caído, a gente vai aceitar que é uma realidade. Verificamos duas coisas ontem, uma delas é que foram rápidos e prontos a colocar no twitter a dizer essa circunstancia, mas temos conhecimento que já houve outras falhas este ano com dificuldades de comunicação e dificuldades também nomeadamente nas redes e não vimos com a mesma celeridade a colocação no twitter a dar essa explicação. 

O que me deixa, juntamente com aquela questão que aconteceu ontem e em directo num programa de outro canal, que é percebermos que houve uma comunicação por parte de elementos da FPF que tentaram-se desdobrar em algumas televisões no sentido de passar a informação que o protocolo não fazia a revisão dos lances nos penáltis, só fazia nos golos. 

Mais um erro crasso. Isto remete-me para uma situação: Deixem as coisas da arbitragem com os árbitros, neste caso com o conselho de arbitragem. O pessoal da comunicação e os outros não se metam nesse trabalho, que eles não sabem, eles não percebem, eles não foram árbitros e portanto de certeza que o João Ferreira que é o melhor técnico que a FPF tem neste momento nunca iria dizia uma coisa que a gente sabe que no protocolo são revistos os golos e os lances de pontapés de penálti.

Quanto à questão da máquina de propaganda da FPF liderada por Luís Sobral, Octávio Machado já tinha falado um pouco na noite de Domingo.


Resumindo


- Cerca de 1:20h após o final da partida, o CA a conta de twitter do VAR anuncia que a partir do min.66 até ao final da partida existiu uma anomalia no sistema VAR.

- No dia seguinte e por volta das 18:30 (ainda estavam a trabalhar a essa hora!?), fonte do CA diz aos jornais que os clubes já foram informados do que aconteceu, através de uma comunicação feita para a Liga. 

- Meia hora depois, os jornais avançam que nem os delegados da Liga nem os árbitros colocaram nos respectivos relatórios ao jogo a informação sobre a anomalia do VAR.

- Por essa altura, fonte da Liga afirma que irá pedir ao Conselho de Disciplina para averiguar o caso e desmente a fonte do CA sobre a comunicação feita à Liga durante o dia. "Até essa altura, a Liga não teve qualquer conhecimento formal de qualquer anomalia no sistema".

- Depois da hora do jantar o antigo árbitro Pedro Henriques coloca em causa a veracidade de esta avaria no VAR e informa que já existiram falhas noutros jogos e que nessa altura o CA nunca anunciou essa situação. 

O mais curioso no meio de tudo isto é percebermos que estas singularidades acontecem sempre com o Benfica. Repetições adulteradas na Benfica TV,  agressões bárbaras que passam pelos pingos da chuva, como aconteceu no caso Eliseu e até dificuldades técnicas do VAR precisamente numa altura decisiva da partida e em que o Benfica é beneficiado claramente com um golo ilegal. Com tanto jogo para a tecnologia falhar, tinha logo que ser numa partida do Benfica em semana de buscas no estádio da Luz e com a equipa a jogar sobre brasas. Coincidências...

Perante tudo isto, onde anda o senhor do "basta"?

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

11 comentários:

  1. Realmente, já diziam na Operação Coração: "Querem acabar com o Benfica"!!!

    A culpa é, como não podia deixar de ser, dos dragartos. Os que se unem para fazer bullying com o pobre do menino pobre, aka, Benfica.
    Falta é referir que esse menino pobre é, nada mais, nada menos, que o verdadeiro tirano por detrás destes esquemas.
    Isto no fundo é uma espécie de livro de terror de Stephen King. Tem de tudo!

    ResponderEliminar
  2. Mister, não leve a mal, vou repetir o que disse na Tasca (até porque foi com o seu post que vi este vídeo):
    "
    “o que me deixa juntamente com aquela questão que aconteceu ontem e em directo como explicámos noutro canal, que é percebermos que houve uma comunicação por parte de elementos da federação que tentaram-se desdobrar em algumas televisões no sentido de passar a informação que o protocolo não fazia a revisão dos lances nos penaltys, só fazia nos golos, mais um erro crasso”

    Nem sei o que dizer disto.. Se é gente da FPF limito-me a indagar, isto; “tentaram-se desdobrar no sentido de passar a informação(falsa)” passa a ser crime em que momento?
    "

    ResponderEliminar
  3. jamais se viu tanta vigarice no futebol portugues e desde que chegou esse vigarista que nao se sabe como enriqueceu tem sido uma corrupcao autentica de meter qualquer mafia a um canto mas esta mesmo tudo corrompido pelo benfica e pelo seu criminoso lixo que ocupou todas as instituicoes desde logo pela imprensa onde vadia mais gente sem nada de honestidade porque isso nao podem ser adeptos do futebol um parvo ou uns parvos que negam a realidade da mafia criminosa que se tornou essa coisa chamada benfica , bem aja as competicoes europeias onde essa mafia criminosa eh desmascarada e onde entram sem algum tipo de merito , desculpem mas esses criminosos levam a este comentario porque eh dificil ver o crime e ficar sossegadinho sem a revolta

    ResponderEliminar
  4. O que é facto (o cachalote que desminta) é que ao fim de escassas 9 jornadas já tem uma colecção de anomalias que dá que pensar:

    - Conseguirem ter por 3 vezes, por 'mero acaso' certamente, o mesmo arbitro como VAR, sempre nos jogos em casa e coincidência das coincidências, logo um sujeito cuja fanatismo clubístico é conhecido;

    - Dar-se uma falha (fantasma ?) nas comunicações do VAR e que acabou por lhes dar beneficio num lance que resultou em golo mas que condições normais, o arbitro não teria outra hipótese que não recorrer ao VAR e anular o lance.


    A probabilidade destes acontecimentos se conjugarem a favor do mesmo clube em apenas 9 jornadas fala por si e diz muito acerca da forma como se tem andado a 'adaptar' ao VAR.

    ResponderEliminar
  5. Os fenómenos do entrocamento tão próprios daquela agremiação especialmente durante jogos.

    ResponderEliminar
  6. Mais um apanhado em flagrante delito

    ResponderEliminar
  7. É preciso VAR para o bandeirinha ver o empurrão do Jonas ao gajo do Aves ?!

    Não me fodam...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não era preciso VAR mas com VAR o padre não tinha como não marcar a falta.

      Eliminar
    2. pois..., isso, se o VAR funcionasse...

      Eliminar
    3. João pedro, podia sempre dar uma de rui costa, e fazer birrinha, afinal as alcunhas não aparecem do nada.

      Eliminar
  8. O VAR é uma treta, a decisão do arbitro é soberana, aliás como temos o exemplo do penalty sobre o gelson que depois de o VAR dar a oportunidade de o arbitro rever o lance e reavaliar mesmo depois de visionar 2 vezes manteve a sua decisão não assinalando.

    ResponderEliminar