" Mister do Café: Os peões do Benfica no Conselho de Disciplina e o Sr. João Leal

domingo, 25 de junho de 2017

Os peões do Benfica no Conselho de Disciplina e o Sr. João Leal


Neste fim-de-semana, o jornal Expresso publicou mais três histórias relativas ao "Apito Abençoado". Vou analisar cada um delas de forma individual, até porque há muito para dizer em relação a estes actores. Começo pela primeira história.

Era uma vez...



O Sr. João Leal


O primeiro nome que retiramos desta notícia é o do senhor João Leal. Este "artista" é actualmente um alto quadro da Federação Portuguesa de Futebol com a responsabilidade pelos registos e transferências de jogadores.


Mas nem sempre João Leal esteve responsável pelos registos e transferências. Recuemos por isso a 2008, ano em que o nosso amigo era director do departamento jurídico da FPF. Se bem estão recordados, foi em 2008 que o Benfica e o Vitória de Guimarães tentaram retirar ao Porto a possibilidade de os azuis e brancos participarem na Champions League.

Apito Dourado na UEFA


Em 2008, após queixa do Benfica e Vitória de Guimarães, a UEFA pediu um esclarecimento à FPF sobre a situação do processo "Apito Dourado". No fundo queriam perceber se o processo já tinha transitado em julgado. Só quando estivessem esgotadas todas as formas de recurso a UEFA poderia dar uma resposta definitiva.

E é aqui que entra o senhor João Leal entra na história. Por esta altura era assessor do Conselho de Justiça e foi ele quem respondeu à comunicação da UEFA dizendo que o processo já tinha transitado em julgado.


"O JN teve acesso ao documento enviado no dia 15 de Maio aos serviços jurídicos da UEFA, assinado por João Leal, director do departamento jurídico da FPF, que o F. C. Porto classifica de tendencioso. No documento, pode ler-se que a SAD portista foi considerada culpada de cometer "a infracção disciplinar muito grave de 'corrupção da equipa de arbitragem', surgindo só a seguir no texto que tal se verificou na "forma tentada", e o mesmo se escreve em relação ao presidente da SAD azul e branca."

O actual director de comunicação do Porto, Francisco J. Marques, que à época era Editor do JN, escreveu um comentário onde, entre outras coisas, refere o seguinte:

"A Federação Portuguesa de Futebol, através de um seu funcionário, o advogado João Leal, comunicou à UEFA a condenação do F. C. Porto pela Comissão Disciplinar da Liga da forma mais negativa possível, fazendo os possíveis para que a UEFA exclua os portistas da Liga dos Campeões. Ao invés de tentar proteger o seu filiado, como é sua obrigação e sempre fez, ou como fazem as outras federações, a FPF começa por dizer que o campeão nacional "has committed the very serious disciplinary infrigement of corruption of the refereeing team" [cometeu a infracção disciplinar muito grave de corrupção da equipa de arbitragem] e só 22 palavras mais à frente, no meio de referências jurídicas, e em itálico é que se lê "as an attempt" [na forma tentada]. Mais, o denodo com que João Leal, director do Departamento Jurídico da FPF, escreve que o F. C. Porto não recorreu e omite que o recurso de Pinto da Costa pode ter óbvios efeitos sobre a condenação do clube caso venha a ser considerado procedente pelo Conselho de Justiça indicia uma inaceitável tomada partido. Diabolizando o F.C. Porto, claro!"


Porto excluído em primeira instância



O fax enviado por João Leal para a UEFA deu início ao processo e fez com que o Porto fosse excluído da Liga dos Campeões, numa decisão em primeira instância do Comité de Controlo e Disciplina da UEFA. O facto de ter afirmado que o processo já tinha transitado em julgado permitia assim que a UEFA se pronunciasse sobre o caso. Só que o senhor João Leal mentiu ao organismo europeu que tutela o futebol. E passo a explicar.

Pinto da Costa denuncia João Leal


Perante a decisão de primeira instância, Pinto da Costa concedeu uma entrevista à SIC onde explicou o processo e denunciou publicamente a atitude do Sr. João Leal. Vejam o vídeo seguinte até ao fim.


Como podem verificar através do documento do Consellho de Justiça mostrado por Pinto da Costa, o caso ainda não tinha transitado em julgado, logo a SAD do Porto e o seu presidente teriam todas as condições de recorrer. Isto é a prova cabal de que o Sr. João Leal mentiu à UEFA procurando beneficiar claramente o Benfica e Vitória de Guimarães. Por que será que João Leal se prestou a estes serviços a favor do Benfica? Fica uma pergunta para os senhores da PJ responderem.

João Leal mudou de opinião


O Conselho de Justiça da FPF quando se apercebeu da comunicação mentirosa de João Leal enviou uma comunicação para a UEFA afirmando que o processo ainda não tinha transitado em julgado.

Perante esta comunicação do próprio Conselho de Justiça e perante a pressão mediática e ameaça de processo por parte do Porto, João Leal foi obrigado a alterar a mentira que permitiu que o processo se iniciasse, como podem ver na notícia seguinte: 


Dois dias antes do recurso do Porto ser analisado pela UEFA, João Leal enviou uma rectificação da sua comunicação inicial, afirmando que afinal o processo afinal ainda não tinha transitado em julgado. Foi a custo que relatou a verdade à UEFA, mas lá conseguiu.

As diligências de Vieira e Paulo Gonçalves


Nesta altura, o Porto pediu também um parecer à Liga de Clubes para esclarecimento cabal sobre se o processo tinha ou não transitado em julgado. Como é lógico e perante os factos visíveis a todos, o departamento jurídico da Liga considerou que o processo ainda não tinha transitado em julgado.

Foi então que surgiu Hermínio Loureiro em cena. O antigo presidente da Liga teve então uma atitude surreal e colocou-se ao lado do Benfica neste disputa com o Porto, como podemos verificar na capa do jornal Abola.


Hermínio Loureiro não quis saber da lei, nem do parecer do Conselho de Justiça da FPF, nem dos documentos que afirmam cabalmente que o processo é passível de recurso e muito menos do parecer de um jurista da Liga de Clubes. Assumiu ele próprio a decisão de assinar um documento em seu nome contrariando o parecer do seu funcionário. Absolutamente surreal.

Como é que um Presidente da Liga pode estar a favor de um seu associado num processo contra outro associado da Liga? Curiosamente, estamos a falar do mesmo Hermínio que agora está nos calabouços da PJ por suspeitas de crimes de corrupção activa e passiva, prevaricação, peculato e tráfico de influência. São tudo coincidências...

Coincidência também é o facto de o Benfica ter estado sempre ao lado de Hermínio Loureiro...



Vieira deve de facto ter sido tranquilizado por Hermíno Loureiro com o apoio prestado ao Benfica. Mas não foi só na Liga que Vieira e Gonçalves fizeram pressão. Na FPF o modus operandi foi o mesmo.


Nesta notícia do Jornal de Notícias datada de 11/06/2008 Luís Filipe Vieira usou todos os tipos de ameaça à FPF para conseguir que os responsáveis da FPF passassem um documento mentiroso.

A audição de João Leal na UEFA


Perante tanta incongruência e alteração no discurso, João Leal foi chamado pela UEFA a testemunhar.

Link da notícia (aqui)
É engraçado que nessa audição o senhor João Leal tenho ficado um pouco confuso com os acontecimento. A única coisa que sabia era o seguinte: "Sei que é corrupção".

Perante esta verdadeira palhaçada, a UEFA deliberou a manutenção do Porto nas competições europeias. Esta foi uma derrota copiosa do Benfica e dos benquistos do sistema que tudo tentaram para tirar o Porto das competições europeias dessa época. O Benfica não usou a meios para atingir os seus fins. Na altura como hoje, coagim, mentiram e corromperam aqueles que os podiam ajudar mas nem assim conseguiram.

O bode expiatório


Perante uma hecatombe deste género, o clube da Luz tentou encontrar um culpado para a incompetência de Paulo Gonçalves e João Correia.


O bode expiatório foi precisamente João Leal. Na altura, como hoje, os tentáculos mais fracos do polvo servem de carne para canhão perante a opinião publica. O que está a acontecer a Pedro Guerra nesta fase é bom exemplo disso mesmo.

Quanto à queixa do Benfica, foi apenas um disparo para o ar. João Leal bem tentou ajudar mas fazer mais do que o que fez era impossível. Recordo que o processo só se iniciou pela sua mentira, senão nunca teria sequer sido analisado. A ameaça de queixa do Benfica a João Leal foi uma fantochada que nunca saiu do papel. Hoje, com a divulgação dos emails trocados entre ambos isso fica visível para todos.

Os senhores dos bilhetes


O nosso amigo João Leal pediu os bilhetes para os amigos do Conselho de Disciplina. Ora, à data dos factos (Abril de 2013), a secção não-profissional do Conselho de Disciplina era composta pelos seguintes elementos.



Curiosamente, TODOS os elementos do conselho de disciplina da secção não profissional tiveram direito a bilhetes duplos para o jogo Benfica - Juventus das meias-finais da Liga Europa. Segundo o jornal Expresso, Paulo Gonçalves - o assessor com responsabilidade nas matérias de coação, tráfico de influências, corrupção e afins - enviou um email para Luís Filipe Vieira onde afirma que os elementos do Conselho de Disciplina ficaram "cheios de moral por terem aplicado apenas uma multa a Jorge Jesus após a expulsão no jogo da Taça de Portugal com o Porto".

Que giro! Vamos todos bater palmas. Isto não é tráfico de influencias, nem corrupção nem nada ilicito. É apenas e só: Amor! Do puro e verdadeiro.

Quero só relembrar que Jorge Jesus que em duas épocas de Sporting foi expulso por 5 ocasiões, enquanto que nos seis anos de Benfica tal só aconteceu por 3 ocasiões. Já Marco Ferreira dizia...


Tudo coincidências...

Voltando ao tema:

Também gostaria de saber se estes convidados do Benfica também têm direito a voucher para uma jantarada no museu da cerveja no Terreiro do Paço. E já agora, gostaria de saber o preço da fruta para seis elementos. Já sabemos que o serviço para um "o tempo que tu quiseres" são 200€. Se for "para 3 são 400€". Fica por saber o valor de uma mesa de fruta para 6...

Mudaram os fruteiros...


Em meados de 2016 a FPF foi a eleições entraram alguns elementos novos nos órgãos da FPF. Dos senhores dos bilhetes mantiveram-se em funções 3 elementos para a secção não profissional do Conselho de Disciplina. 


Os senhores Vítor Carvalho, Leonel Gonçalves e Jorge Amaral continuam em funções. Ainda não foi possível perceber se os outros três membros também gostam de fruta. Veremos o que nos trazem próximos emails. De qualquer das formas, 50% do órgão é composto por apreciados de bilhetes à borla no Estádio da Luz. E mantendo-se estes 3 o "serviço" fica sempre pelos 400€.

Sobre este órgão basta apenas dizer que foram os mesmos que decidiram o castigo a Islam Slimani e fecharam os olhos aos "carinhos" feitos pelos jogadores do Benfica no mesmo jogo da Taça (aqui) ou então podem ficar a conhecer o acórdão mais surreal da história do desporto nacional que impediu que o Benfica perdesse a Supertaça de Futsal desta época (aqui).

Certo estava o outro, que dizia que os lugares na Liga/FPF eram mais importantes do que contratar bons jogadores. E ninguém pode negar que tudo tem feito para controlar todos esses lugares...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

12 comentários:

  1. Coitadinho do porto...é de fazer chorar as pedras da calçada. Uma injustiça tremenda tudo o que sofreram com o apito dourado - que se resume a nada.

    ResponderEliminar
  2. Aquele momento em que começas a torcer pelo porco e achas que eles têm razão apenas para prejudicar o carnide.... Portugal é mesmo um país de corruptos.
    Temos de andar a torcer pelo menos corrupto dos dois.

    ResponderEliminar
  3. Os lampiões são todos merda e sonho com o dia em que cuspiremos por cima da campa comum desses porcos!

    ResponderEliminar
  4. Quem tiver paciência para ler este post-livro, vai para o céu, de certeza.
    Mas parabéns pela perda de tempo. Quem não deve, não teme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorge toto
      Corrupto, por aqui?

      Aumentaram-te a avença?

      Temes ou não?

      Eliminar
    2. Não perdes um blogue do Sporting ó QI abaixo de 80...

      Eliminar
    3. Claro que quem for mau carácter, trafulha,ladrão, corrupto, ordinário, lampião não terá paciência ou sequer sapiência para ler estas obras de arte.

      Eliminar
  5. Grande trabalho, de fazer inveja a muitos que deviam ficar sem carteira profissional. Parabéns!

    ResponderEliminar
  6. PJ ??? Quem anda a tratar das investigações devem ser todos os inspetores que fizeram parte da comissão de honra do LFV. O primeiro passo está concluído..."calar" a divulgação de mais mails...

    ResponderEliminar
  7. Mais um puzzle completo por parte do Mister.
    Parabéns pelo trabalho de pesquisa.

    ResponderEliminar