" Mister do Café: "Luís Pina quis matar o italiano Marco Ficcini e outros quatro adeptos Sportinguistas apenas por ódio clubístico"

segunda-feira, 29 de maio de 2017

"Luís Pina quis matar o italiano Marco Ficcini e outros quatro adeptos Sportinguistas apenas por ódio clubístico"


É incrível verificarmos a forma como a imprensa abandonou por completo a investigação ao caso do atropelamento mortal do adepto leonino na véspera do último derby entre Sporting e Benfica. A única excepção foi a TVI que na semana passada apresentou uma peça sobre a investigação. Curiosamente, a restante imprensa que está sempre pronta para copiar notícias da concorrência, nem uma palavra transcreveu sobre o assunto. É que nem o Correio da Manhã falou sobre o assunto. Por que será?

A notícia da TVI



Algumas citações


- "Adepto apenas se entregou à PJ quando percebeu que o carro já tinha sido encontrado e quando a PJ já tinha a identidade do condutor";

- "O ministério público e a juíza de instrução criminal não têm dúvidas: Luís Pina quis atropelar o italiano Marco Ficcini e outros quatro adeptos Sportinguistas apenas por ódio clubistíco"

- "Luís Pina teve o cuidado de esconder o carro na casa de um compadre"

- "Não há imagens do momento do atropelamento uma vez que ocorreu precisamente por baixo deste viaduto. Segundo o ministério público, Luís Pina arrastou o corpo de Marco Ficcini por 15 metros, passou por cima e ao sair do carro e verificar que se encontrava um corpo estendido, abandonou o local negando auxilio à vitima."

- "Os crimes ocorreram quando ainda estava em vigor uma pena suspensa de 1 ano e quatro meses por participação em rixa no desporto"


Ficam aqui apenas algumas das principais conclusões do Ministério Público e da juíza de instrução do processo, para análise dos leitores.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

16 comentários:

  1. Mister, é muito mais importante os beijinhos presidenciais na tribuna. Tudo o que é notícia que possa comprometer o clube mais, maior grande deste país fica em "águas de bacalhau"! Foi também assim no caso do pó na porta 18. Vamos todos fechar os olhos e tapar os ouvidos, afinal não se passa(ou) nada, foi só mais um que foi assassinado... Vergonha de país!

    ResponderEliminar
  2. animal -> jaula

    é o lugar disso. que apodreça atrás das grades e a apanhar sabonetes.

    ResponderEliminar
  3. "imprensa abandonou por completo a investigação ao caso do atropelamento"? Mas não está entregue à decisão da justiça?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A CS apenas abandonou o assunto pois é muito mais interessante um beijo num camarote do que os motivos que levam um qualquer idiota a assassinar apenas e só por ódio clubista.
      Triste imprensa, tristes e infelizes jornalistas que se põem de cócoras por um prato de lentilhas.

      Eliminar
  4. ...e é fácil deduzir porque uma sociedade de advogados o "escoltou"! Os amigos de LFV, salvo erro 19 elementos da PJ, apoiantes da sua candidatura, avisaram que era tempo de tentar sair do atolamento e o capataz deu as ordens!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele sabe que se entregava ou aparecia com 15 balas de 9mm no peito e na cabeça na próxima operação dos GOE na Amadora e Cova da Moura. É que o sujeito há muito que estava referenciado por tráfico de droga e suspeitava-se de ligações a movimentações de tráfico de armas por gangues amigos.

      A equipa que procedeu à investigação é composta maioritariamente por Sportinguistas. Assim que souberam quem era o culpado (e digo culpado porque as imagens não são ambíguas - isso é o que saiu cá para fora - mas atestam bem da culpabilidade do assassiNNo), foi uma corrida contra o tempo que a direcção da Porta 18 teve em alistar o advogado dos escobares nacionais e evitar nova operação em grande escala da PSP em que se planeava a utilização dos GOE.

      Eliminar
  5. Eu sinceramente não consigo perceber o que é mais importante para quem comenta e não é adepto do Benfica. Se o facto de este anormal, (benfiquista ou não!) ter cometido o crime e merecer estar a trás das grades . Ou se por sua vez, ele até podia sair em liberdade e em sua vez ser preso todo o staff do Sport Lisboa e Benfica, porque, o coitadinho é de um clube que tem uma arena, onde treinam toda esta gente para cometer estes actos bárbaros, e de vez em quando, soltam um destes gladiadores pelas ruas de Lisboa para atacar adeptos rivais. Por favor! Tenham juízo! As instituições nada tem a ver com estes actos, nem sequer podemos dizer que tem comportamentos que instiguem alguém a ter estes comportamentos. A imprensa sim faz os seus malabarismos e jogos de palavras para vender.
    E de resto o homem está preso, será julgado e condenado, e como qualquer outro criminoso que tenha este tipo de comportamento, esperamos tenha uma pena suficientemente pesada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. uma pergunta, sabe qual foi o advogado que o acompanhou à esquadra? quando o criminoso se entregou?

      (e podia continuar, mas acho que não é preciso)

      Realmente existe gente muito anjinha...

      Eliminar
    2. Caro Pedro, eu não sei qual o advogado nem tenho qualquer interesse em saber, por mim até podia ser o LVF ou BC e até o PC se fossem advogados de defesa, mas claro, compreendo todo alarido em torno disto. Enquanto cidadão o que me interessa é que estes criminosos sejam condenados exemplarmente, sejam eles quem forem.
      Quanto ao gente anjinha, percebo o trocadilho, e de alguma forma faço por isso, embora tenha muita dificuldade!! E pelo que percebi o Pedro também teve alguma dificuldade em perceber o que eu quis transmitir com, (esperamos tenha uma pena suficientemente pesada.)

      Eliminar
    3. Caro Luís, estamos completamente de acordo nesta questão:
      Enquanto cidadão o que me interessa é que estes criminosos sejam condenados exemplarmente, sejam eles quem forem.

      Quanto ao eventual trocadilho, não foi intencional. Para mim é tão simples como isto, não acredito na justiça portuguesa. A maior parte das defesas baseiam-se nas falhas processoais do processo de acusação do que na essência da questão.

      E quando se trata de pessoas mais "importantes", desaparecem documentos cruciais para suportar a condenação e arranja-se trinta por uma linha.

      Este meu comentário não teve qualquer objectivo clubístico, nem sequer viso o futebol em particular, já o anterior, é mais direcionado e crítico contra quem tomou de assalto o seu clube. Mas nem tenho qualquer interesse em esmiuçar esse assunto, ainda que provavelmente só seja público a ponta do ice-berg, para mim é mais que suficiente para tirar a fotografia.

      Um bom dia para si.

      Eliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Como é que é possível que este comentário tenha passado pelo crivo?

      Eliminar
  8. Convém lembrar que esse monte de esterco não é um monte de esterco qualquer. Ele é, nada mais nada menos, um dos donos da marca registada Cobardes Sem Nome! Ou seja, são "ilegais", mas marca registada...
    Ver aqui ---> http://servicosonline.inpi.pt/pesquisas/GetSintesePDF?nord=3443928

    ResponderEliminar
  9. Só existe uma coisa que me faz confusão. Não existem imagens porque o atropelamento foi debaixo do viaduto.

    A mim parece-me que o viaduto não tinha 15m de largura, se o sujeito arrastou o corpo por 15 m.... algo não bate certo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existem imagens e são claras. Atropelou, saiu do carro e viu que o Marco ainda estava debaixo do eixo, fez marcha atrás, meteu a primeira e passou outra vez por cima, dirigindo-se depois para rampa de acesso à Lusíada e em direcção ao IC19 para a Amadora.

      Isso de vir cá para fora que as imagens não são claras são para manter a paz social. Acredite em mim, isto foi-me dito por um dos subcomissários da PSP que fez parte da investigação.

      Eliminar