" Mister do Café: Não há almoços grátis

terça-feira, 28 de março de 2017

Não há almoços grátis


"There is no such thing as a free lunch/ Não há almoços grátis" é uma frase popular que expressa a ideia de que é impossível conseguir algo sem dar nada em troca. Foi precisamente desta forma que Vitor Serpa, director do jornal Abola, descreveu ao fórum da TSF na manha de ontem, o recente apoio da Federação Portuguesa de Futebol para a criação de uma claque nacional. Vejamos:

Não há almoços grátis



"Toda a gente que anda no futebol e não só sabe que não há almoços grátis. As coisas, portanto, acabam sempre por depois, desta ou daquela maneira, se ter que pagar determinado tipo de favor."

Declaração absolutamente genial para dar continuidade à pressão "não oficial" feito pela máquina de propaganda benfiquista, cujo jornal Abola é um dos interpretes principais. Basta para isso analisarmos a capa desse jornal no dia de ontem.


Curiosamente, no mesmo programa da TSF dedicado a abordar o momento do futebol nacional, Luís Bernardo - director de comunicação do Benfica - desmentiu a notícia de Abola. Mais uma daquelas notícias por encomenda onde se pretende "assustar" as instituições e acicatar os ânimos entre as hostes benfiquistas. Sobre estas ameaças/boicotes o blog "Artista do Dia" fez durante o dia de ontem uma compilação muito interessante (cliquem aqui). Para que conste, o Benfica nunca boicotou nada. Mas nas ameaças são reis.

Os almoços de Serpa


Cliquem para aumentar
A cada início de ano, o Vitor e o José Manuel - intestino grosso e delgado do jornal Abola - levam os seus estômagos a almoçar junto do grande líder, para perspectivarem o ano desportivo. Obviamente, não existem almoços grátis e por isso lá têm que sair umas capas "engraçadas".


Mas estas capas são da época passada. Vamos a algo deste ano.


Duas questões: O Vitória já renovou? E o Coates já assinou pelo Benfica?

Mas o mais engraçado no meio de tudo isto, é o facto de o "não existem almoços grátis" ter contribuído para que durante meses os senhores Serpa e Delgado tenham passado a ideia que os vouchers para almoços/jantares a árbitros, observadores e delegados, serem uma mera cortesia. 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

14 comentários:

  1. Mister ontem na bola tv as 19h00na tribuna de honra, o Sergio Abrantes Mendess a dizer ao JMD que era um "vergonha" aquela capa, e o JMD a defender a sua dama com a capa do jornal que nao.

    ResponderEliminar
  2. Tanto tentam defender que depois se enrendilham nas suas proprias declaraçoes!

    ResponderEliminar
  3. Ficamos a saber que os VOUCHERS eram para... JANTARES...!!! Assim está tudo bem...!!! Não tinha percebido... Peço desculpa por todas as insinuações, e acusações, que alguma vez terei proferido...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  4. A bola TV paga 1.000€ por mês a qualquer comentador que lá vá.
    Este é o valor tabelado minimo.

    Não há almoços grátis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério que isso é verdade?

      Eliminar
    2. Toda a gente sabe desde longa data que o jornal ABOLA é o veículo de propaganda do Benfica tal como o Record é do Sporting e o Jogo é do Porto. Mas podiam ser um bocadinho menos reactivos ou então passarem a ser o órgão oficial dos vermelhos e fecharem o jornal do Benfica.

      Eliminar
    3. O Record foi em tempos, já distantes, um jornal próximo do Sporting.
      Hoje tem como Director o lampião Farinha e uma forma de avençados ao serviço dos lampiões.

      Eliminar
    4. 100% de acordo
      Record/CM, CMTV, TVI24, SIC, TVI a falácia dos 6 Milhoes põe de cócoras esta gentalha toda

      Eliminar
  5. Autenticamente na mouche Miste. Mais um serviço público ao futebol português...

    ResponderEliminar
  6. Não será por acaso que se ouve por aí a morte anunciada de A Bola. Se por muitos anos se sentia a ligação invisível entre este pasquim e agremiação de Carnide, nem que fosse pela cor dominante, nos últimos tempos essa ligação, tal como outras, demonstram a falta de caráter e isenção essenciais a um jornalismo profissional e de qualidade. Por mim podem fechar todos porque prefiro viver na ignorância do que viver na mentira.
    R.I.P. A Bola.

    ResponderEliminar
  7. 1.000 euros por mês? Uiiii... Há aqui mesmo muitos artistas do dia...
    Tudo isto até poderia fazer sentido não fosse a camisola que vestem...
    Não parem, tragam mais artistas (do dia)...;)

    ResponderEliminar
  8. A manipulação da selecção (do Mendes) já é à descarada. Até se fazem jogos amigáveis só para o Sanches que por acaso nem se lembra do que é jogar no clube onde está, poder cumprir internacionalizações e o carnide encaixar mais com venda. Onde é que isto vai parar...

    ResponderEliminar
  9. Ah, não há almoços grátis, pronto fiquei esclarecido ó Serpa. Não é preciso dizeres mais nada!..

    ResponderEliminar