sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Negócios Sporting SAD 2013/2014


Uma vez que nos encontramos em período eleitoral e muito se tem falado sobre os negócios da Sporting SAD, quero fazer um resumo de tudo o que foi feito pela administração da SAD durante o último mandato. Começo pelo primeiro ano de gestão de Bruno de Carvalho.

Contratações de jogadores - Equipa A


Clique na imagem para aumentar

Notas:

A - Sporting SAD adquiriu no início da época, 60% do passe do jogador por 500 mil euros. Antes do final da época o Sporting accionou a opção de compra de mais 20% do passe do jogador por 300 mil euros; Jogador recebe 50mil euros por ano de prémio de assinatura até ao limite de 200 mil euros. Como vai na 4ª época considerei a totalidade do prémio de assinatura. 

B - Fredy Montero chegou por empréstimo do Seattle Sounders. Sporting pagou 1,135 M pelo empréstimo, ficando com opção de compra de 100% do passe pelo valor de 1,173 M. Opção que foi accionada antes do final dessa época. 

C - Há ainda 250 mil euros por objectivos, que não consigo apurar se estão cumpridos. Pela pouca utilização com a camisola do Sporting (14 jogos/2 golos) presumo que estes objectivos não se tenham cumprido. 

D - Shikabala custou 250 mil dólares. À data da transferência a conversão de moeda dava cerca de 190 mil euros que foi o valor considerado.

Contratações de jogadores - Equipa B 



Notas:

A - Wallysson Mallmann chegou ao Sporting por empréstimo do Espírito Santo do Brasil. O Sporting ficou com opção de compra de 70% do passe por 350 mil euros, que decidiu exercer em Março de 2014

Vendas de jogadores



Notas:

A - Sporting pode ainda receber 3 Milhões por objectivos.

B - Sporting vendeu 50% do passe do jogador por 4 Milhões de Euros.

Empréstimos



Notas:

1 ) Rinaudo: Foi prolongado o contrato por uma época adicional. Em caso do exercício da opção de compra, o Sporting mantém 35% de uma mais valia e direito de preferência com data limite coincidente com o contrato entre o jogador e o clube. 

2 ) Diogo Salomão: Renovado o contrato até 2016 com mais 2 anos de opção.

3 ) Nuno Reis: Em caso do exercício da opção de compra o Sporting mantém 50% de uma mais valia e direito de preferência com data limite coincidente com o contrato entre o jogador e o clube. 

4 ) Guedes: Em caso do exercício da opção de compra o Sporting mantém 40% de uma mais valia e direito de preferência com data limite coincidente com o contrato entre o jogador e o clube. 

Poupanças com rescisões



O Sporting gastou cerca de 1,133 M para rescindir com estes jogadores. Em termos globais as poupanças verificadas em termos de vencimentos até ao final dos contratos eram de 18,791 Milhões de Euros. O efeito positivo a longo prazo foi de cerca de 17,658 Milhões de Euros.

Renovações de contrato



No primeiro ano de mandato, a direcção optou por renovar os principais jogadores da formação. Deste lote de 20 atletas estavam nomes como os de William Carvalho, Tobias Figueiredo, Carlos Mané, João Mário, Ricardo Esgaio, Wilson Eduardo, Iuri Medeiros e Rúben Semedo. Estamos a falar de 8 atletas que chegaram à equipa principal do Sporting, sendo que dois foram campeões Europeus por Portugal.

A minha análise 


A direcção de Bruno de Carvalho apanhou um clube completamente destruído do ponto de vista financeiro. Para quem já se esqueceu, os jogadores tinham salários em atraso. As dificuldades para a constituição do plantel eram muitas. A equipa estava com custos na casa dos 50 Milhões e foi necessário reduzir para cerca de metade. Encontrar um equilíbrio entre a vertente financeira e desportiva não era tarefa fácil. Hoje, podemos dizer com todas as certezas que a gestão feita nesta primeira época foi absolutamente brilhante. Só nos "coxos" deixados por Godinho Lopes foi conseguida uma poupança de 17,6 Milhões de Euros. E quando digo "coxos" é literal.

A renovação com 20 atletas da formação foi uma primeira medida muito inteligente e que assegurou o futuro do clube. Nestas 20 renovações ficaram seguros muitos milhões de Euros.

Os casos Ilori e Bruma fizeram correr muita tinta na imprensa, mas deram a conhecer o espírito e a capacidade negocial de Bruno de Carvalho. O Sporting venceu o caso Bruma nos tribunais e no caso de Ilori a dureza com que levou o processo permitiu ao Sporting fazer um bom encaixe financeiro. Isto numa fase em que o próprio jogador admitia ficar a treinar à parte durante 2 anos para sair do Sporting a custo zero. Nestes 2 jogadores o Sporting facturou 17,5 Milhões e pode ainda receber mais 3 M por objectivos no caso de Bruma. Há também percentagem numa mais-valia. 

Em termos de contratações, a SAD investiu cerca de 6 Milhões em jogadores para a equipa A e cerca de 400 mil euros na equipa B. Dos 10 jogadores contratados para a equipa A, apenas Salim Cissé não chegou a jogar pelo equipa A, tendo sido dispensado entretanto. Píris e Gerson Magrão não tiveram grandes oportunidades e saíram no final do empréstimo. Vítor Silva vinha de uma grande época em Paços de Ferreira mas não se impôs em Alvalade tendo sido dispensado no final da época. 

Shikabala chegou no mercado de Inverno e foi um autêntico falhanço em termos desportivos. Já em termos financeiros, acabou por ser um bom negócio para o Sporting, uma vez que a SAD conseguiu vender o jogador por 650 mil dólares quando tinha pago pelo jogador cerca de 250 mil dólares. Shikabala abriu também as portas para um particular no Egipto que deu um importante encaixe financeiro. Héldon não se conseguiu impor, apesar dos seus 2 golos em 14 jogos pelo Sporting. Ainda pertence aos quadros do clube mas não terá grande espaço no futuro. 

As contratações de Maurício, Slimani e Montero foram excelentes quer em termos financeiros, quer em termos desportivos. Maurício foi vendido mais tarde por 2,65 Milhões de Euros; Montero por cerca de 5 Milhões e Slimani por (30M + 5M por objectivos). Para um investimento de 6 Milhões de Euros, o Sporting já facturou mais de 38 Milhões e ainda há a possibilidade de vender Jefferson e Héldon no futuro. 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

15 comentários:

  1. Bom trabalho Mister.
    Que ajude os mais esquecidos a relembrar o grande trabalho feito. E ainda não está aqui incluído a negociação com a banca. Mencionar também que a escolha do treinador foi muito boa !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com tempo vou fazer também para as épocas seguintes. Sim, a contratação de Leonardo Jardim foi excelente. E entraram os 3 Milhões da cláusula de rescisão. Pela primeira vez na história do Sporting, um treinador foi vendido. No tempo de GL, chegamos a pagar a 4 treinadores ao mesmo tempo...

      Eliminar
  2. a salvaguarda slb/fcp não é ilegal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não. Se fosse ilegal, já se tinham feito alguns negócios.

      Eliminar
  3. Mister,

    Gostei muito da análise.... queria-lhe pedir que fizesse o mesmo para os 4 anos do mandato, e no final pudesse fazer um resumo comparativo, com os valores totais gastos e valores de vendas, e já agora não sei se é possível mas apresentar a variação da valorização dos activos do plantel.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia é mesmo essa. Fazer um post por cada ano de mandato e depois um resumo financeiro.

      Eliminar
  4. O Welder veio para a equipa A (não servia, mas isso era outra coisa), tal como o Matias Perez. Quem se lembra, sabe que os "problemas" eram os extremos (nenhum era indiscutível e regular), falta de um central alto, e um criativo (papel desempenhado pelo Andre Martins).
    Coincidência, vieram Heldon, Perez e Shikabala. Apenas coincidência.

    Comprou-se muito lixo, alguns jogadores estava na vista que jamais seriam mais-valias. Não sei se é fé, scouting, criar amizades com empresários, mas algumas apostas estavam erradas à partida.

    Bons reforços, Jefferson, mauricio, Montero e Slimani. O resto nem para jogar na C. E achar que o Heldon vai render algum... que, vai valorizar-se no Rio Ave???

    As renovações, dá ideia que foi tudo a eito. Desde Joao Mario a Salomao, foi tudo. Não houve critério, talvez com medo de perder os jogadores, sem que alguém tivesse a certeza de quanto cada um deles valeria ao certo.

    ResponderEliminar
  5. Embora seja critico de algumas atitudes e resoluções do Bruno de Carvalho ao longo destes quase 4 anos vou votar nele de forma inequívoca. O Madeira Rodrigues veio reacender a velha chama dos "croquetes" de Cascais onde o pseudo elitismo é uma forma de estar. Não trouxe nada de novo, apenas um discurso reles e vazio e espero que não ganhe, porque provavelmente o clube dos iates e a pista de velas irá ocupar o fosso de Alvalade. Em relação ao Bruno de Carvalho espero que tenha aprendido alguma coisa neste 4 anos. Nem sempre malhar no ferro faz que ele fique mais moldavel. Por vezes é preferível ficar calado do que entrar em guerras inúteis. A politica de comunicação terá de ser alterada e jogar da mesma forma que os outros fazem com a contra-informação. Da próxima vez que um "arouquense" se apresente em Alvalade a espumar e a tentar fazer alguma é preferível fazer como certos jogadores do Benfica e "mergulhar" para a piscina permitindo que o video-arbitro colocado nos corredores seja testemunha e não deixe dúvidas ao castigo a impor.
    Se eles (os lampiões) se dão ao luxo de vender camisolas oficiais na sua loja a comemorar a famosa mão do Vata (estou à espera ainda de uma camisola ou uma caixa em homenagem ao Calabrote) neste pais de faz de conta tudo é possível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É curioso que, ao longo dos anos, ninguém criticasse a política de comunicação de Godinho Lopes, José Eduardo Bettencourt ou Filipe Soares Franco. E mais curioso, os criticados foram aqueles que mais lutaram contra o sistema podre que domina o futebol português há anos: Bruno de Carvalho e ... Dias da Cunha. Porque será?

      Eliminar
  6. Acho piada um clube pavonear-se com lucros recorde e depois descobre-se a careca ao apresentar a 2ª maior dívida da europa. Então para onde vão esses lucros? Para um sumidouro?

    Grandes negócios mas os clubes compradores começam a fazer contas: Renato desapareceu. Este (http://www.marca.com/futbol/barcelona/2017/02/16/58a55d69268e3e440b8b479b.html) começa a ser mal visto nos media espanhóis, resta saber que futuro terá Guedes no PSG. Dizem que o seixal é a melhor formação do mundo...alguém disse ou mandou escrever.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o Gomes não é o motor do Barça? ...ou andarei a ler mal a nossa imprensa bosta?

      Eliminar
  7. E ficou em 2o com um orçamento 3x inferior ao Merdica... e com contratações *~10x" inferiores ao Merdica...

    Como é que alguém se pode queixar de alguma coisa em relação a isto!!?.. como o Demagogo Oportunista Rodrigues...

    ResponderEliminar
  8. O que entra não é tudo pós cofres do clube... e depois a intermediação orelhas & mendez é carrissima(a partir daqui é que vai po Manel po Jaquim etc)...

    Depois quando fazes TODOS OS ANOS contratações acima dos 50 milhões/época, todo o dinheiro das vendas pode ser pouco...

    Mas o Sporting e o BdC é que são exemplos de má gestão LOOLES...

    ResponderEliminar