" Mister do Café: É hora de reflexão

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

É hora de reflexão


Como tenho dito, a reflexão permanente faz parte dos processos de liderança.

Sem rodeios, esta época ao nível do futebol tem sido uma desilusão. Resta-nos lutar pelo campeonato. Atirar a toalha ao chão não é uma hipótese.

Todos temos uma opinião, e estas são mais vincadas quando a frustração toma conta de nós. É, nestes momentos, que as lideranças têm que ser firmes. Temos um projecto, um rumo certo, e não é uma época mal conseguida que nos deve permitir deitar a perder tudo o que foi construído, ainda por cima com tanto esforço e amor.

Estou triste, desolado, mas estados de alma não são compatíveis nem se podem confundir com as funções que assumi e que tenho tido a honra e o privilégio de exercer.

Não irei dar um passo atrás para apaziguar algumas "almas" sportinguistas, nem fazer o gosto a quem, fora e dentro do nosso Clube, quer sangue pelo sangue.

A política da exigência vai manter-se. Mas estes ciclos negativos surgem no futebol com uma força tal que, facilmente, tudo e todos são colocados em causa.

Irei, com o treinador Jorge Jesus, fazer o que nos compete, isto é, manter a coesão de um grupo que necessita de elevar os seus níveis de entrega e de acerto técnico-tático, mas, para isso, a sua auto-confiança e auto-estima têm de ser trabalhadas.

Eu sou o responsável máximo e, logo de seguida, o treinador. Precisamos do vosso apoio para mantermos esta equipa, a quem resta um objectivo que, estando difícil, não é impossível: o campeonato.

Ao mesmo tempo, e sem nos afastarmos do foco do campeonato por que lutamos, começaremos desde já a preparar e planear a próxima época desportiva.

Não estou a pedir que não se sintam frustrados nem que não critiquem. Essa pressão faz parte dos grandes Clubes e eu quero que ela exista. Apenas peço que, mesmo que tenhamos o nosso coração partido, não deixemos o nosso grande Amor abandonado pois nunca nos podemos esquecer que, em última instância, são e serão os jogadores os artistas dentro das 4 linhas.

O plantel sofrerá um emagrecimento neste mercado de inverno, o que vai fortalecer o grupo. Precisamos dos melhores focados, e determinar, mais uma vez, a linha da exigência extrema que existe neste Clube.

Quando fechou o último mercado, a comunicação social e os Sportinguistas eram quase unânimes ao afirmarem que se tinha construído um dos melhores planteis de sempre da História do Clube. Nunca alinhei nesse discurso pois a humildade e o trabalho é que, para mim, determinam isso. O resto são meros exercicios de opinião. Mas a verdade é que, de repente, passaram de bestiais a bestas o que me incomoda.

Ter elevadas expectativas tem que ser o apanágio deste Clube, mas não podemos oscilar tanto nas nossas apreciações. Existem reforços que não resultaram, um facto indesmentível, mas nem se deve generalizar nem passar do 80 para o 8.

Entendo bem a frustração e tristeza que todos sentimos, mas cá estamos para assumir as nossas responsabilidades e fazer as 3 coisas que são a receita para ultrapassar estes ciclos negativos: trabalhar, trabalhar e trabalhar!

Mas precisamos de continuar a contar com os mais de 3,5 milhões de Sportinguistas pois sem o vosso apoio, carinho e, claro, exigência máxima, a recuperação será muito mais difícil, senão mesmo impossível.

Termino como comecei: assumo, na totalidade, a desilusão que tem sido esta época ao nível do futebol, mas esta ainda não acabou. E, até acabar, temos que nos manter juntos!

Porque o Sporting Clube de Portugal é o nosso grande Amor!

Mensagem de Bruno de Carvalho colocada hoje de manhã no seu Facebook. (link)

Este deve ser um tempo de reflexão por parte dos nossos dirigentes, assim como de todos os adeptos. Hoje, farei também a minha análise ao momento leonino.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

14 comentários:

  1. Emagrecer o plantel chamar de volta jogadores que poderão fazer já a integração para a próxima época. E o mais importante é não piorar o desastre já criado, falta a 2 parte do campeonato e é urgente recuperar a equipa para fazer uma segunda volta superior á primeira, pois caso seja semelhante ou no pior dos cenários mais desastrosa será uma vergonha para nós e para o nosso clube.

    Bruno de carvalho e Jorge Jesus mais do que nunca têm que focar-se no clube pois com este desastre todo o discurso e ego que mantiveram até ao momento esfumaram-se ... foco no clube ... humildade e trabalho

    ResponderEliminar
  2. Para mim o principal problema do Sporting é a gestão da comunicação. Já o disse inúmeras vezes. É a minha opinião. Um adepto comum mas com uma paixão avassaladora ao Sporting. E os problemas desta gestão são transversais a todo o clube. Não há inocentes. Por exemplo o nosso treinador dizer que as suas equipas são sempre as melhores porque ele as treina é algo de assassino para um espírito de grupo coeso. Não entendo. Como todos sabemos há muitos outros exemplos. Qual é o problema do homem? Narcisismo. Humildade precisa-se.Em relação ao Presidente já disse aqui o que pensava. Só espero que a sua mulher atual seja sportinguista,inteligente e boa conselheira. Para terminar porque a prosa já vai longa digo apenas que falta uma das coisas mais simples que se confunde até com uma banalidade. Falta amor à camisola. Simples.

    ResponderEliminar
  3. Considero apesar dos seus defeitos, Bruno de Carvalho a melhor opção para nos dirigir, mas volta a reagir a quente com este texto publicado poucas horas depois do descalabro em Chaves. Reflectir no meu tempo implicava um tempo de calma e caso fosse possível trocar opiniões com alguém. Ora, não me parece que isso tenha acontecido e espero que não se venha a arrepender.

    Jesus é hoje mais parte do problema do que da solução. A única hipótese de Jesus sair poderá ser se Bruno de Carvalho vai testar o apoio dos jogadores ao técnico até final da época e se correr mal afasta o treinador. Como treinador, Jorge Jesus apresenta demasiadas lacunas para um clube de topo: a teimosia/soberba e o não saber/querer rodar a equipa são as mais notórias. Já nem falo do que muita gente diz das comissões dos jogadores ganhas através da mulher empresária, porque se isso é verdade então é que não serve mesmo para o Sporting, pois faltar-lhe-á honestidade e valores éticos para desempenhar a função - ainda por cima com o que ganha.

    Temo é que Bruno de Carvalho fique refém de Jesus. E o facto de no ano passado termos falhado o título também contou com vários jogos idênticos aos desta temporada, como Tondela, Nacional e outros. Eu não quero saber de arbitragem más, pois lembro-me sempre do que diziam os jogadores do FC Porto de Pedroto que, numa altura em tinha a arbitragem contra, iam para campo a saberem que tinham de jogar e marcar golos a dobrar ante todos os adversários para levarem de vencida os obstáculos. Alguém acha que o panorama actual do comando vermelho em Portugal vai mudar de repente ou dentro de um par de anos ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pedroto foi aquele treinador que não veio para o Sporting porque o nosso clube não tinha uma "verba para os abitros", não foi!?

      Z

      Eliminar
  4. Respostas
    1. E vais pagar milhões de indemnização ao JJ? Não me parece que a solução passe por aí. Eu acredito no JJ. A temporada que ele fez o ano passado é exemplo disso, batemos recorde de pontos, estivemos até às últimas jornadas a lutar pelo título (fora ajudas exteriores que nos impediram de ir mais longe). Acho é que tem que lhe ser retirado o poder na parte da contratação.

      Eliminar
  5. Penso que nao deviam ter dispensado o psicologo que trabalhou com a equipa a epoca passada. Nao sei quem tomou essa decisao, nem o motivo, mas acho que foi uma decisao errada. Continuo a apoiar incondicionalmente o dr. Bruno de carvalho. De longe o melhor presidente apos o saudoso joao rocha. Deem- lhe tempo.

    ResponderEliminar
  6. Reflexão sim mas...não deixando de combater ativamente todos aqueles que, de uma forma ou outra, têm como principal objetivo destruir o Sporting Clube de Portugal!!!

    ResponderEliminar
  7. Não estou contra este presidente mas já se viu que muito do que diz não corresponde, nem de perto nem de longe, à verdade.

    Como exemplo mais elucidativo Bruno de Carvalho dizia que a sua família era tudo para ele, que a sua mulher era tudo isto quando já a tinha trocado. Não o censuro mas ninguém lhe pediu para falar na família, era até bom que não falasse. Falou e mostrou que mente sobre coisas muito importantes.

    ResponderEliminar
  8. Reflectir e bem Presidente que o nosso clube está repleto de abutres.

    ResponderEliminar
  9. Caro Presidente espero que leia estas singelas palavras.
    Tenho apoiado várias decisões que tomou, outras nem por isso, mas de qualquer maneira, continuo a pensar que com o tempo e a aprendizagem que têm feito nestes últimos 4 anos, poderá vir a ser num futuro próximo um bom presidente. Mas para que isso possa vir a acontecer, posso sugerir primeiro que mantenha algum afastamento em relação a quem tem de dar ordens, isto não quer dizer que têm de tornar-se num ditador, mas sim em alguém firme e autoritário nas decisões mas que trate com respeito e exija igualmente que os outros, interna ou externamente, lhe tenham igualmente respeito. Aprendi isso no Exército e funciona. Alguns camaradas militares meus não seguiram esses princípios e deram-se mal...
    Em segundo lugar, o Silêncio por vezes é de Ouro e a ponderação uma boa amiga. Repare que os nossos adversários fazem-nas pela calada e têm funcionado bem. Primeiro lá em cima e ultimamente cá em baixo. Muita conversa fiada não leva a nada principalmente quando as estruturas e as opiniões estão condicionadas. Discursar sim, mas com elevação. Mesmo sendo irónico.
    Em terceiro lugar, deve evitar ficar refém de situações delicadas. Fazer contratos milionários com um treinador e ainda por cima prolongá-lo e aumentá-lo foi um acto arriscado. Trabalhar por objectivos é um bom princípio. Tens mérito ganhas, não tens, paciência, Zero.
    Por fim, se alguém ou alguma coisa está acima de tudo é o Sporting Clube de Portugal. À uns dias assisti ao funeral de um nosso consócio. O cachecol do Nosso Sporting lá estava a acompanha-lo. Posso afirmar que o desgosto o consumia, principalmente com o que se têm passado nas últimas semanas e provavelmente terá sido fulminante no seu último suspiro.
    Espero que continue a trabalhar mas não se esqueça que o Sporting estará sempre em primeiro e por ele houve pessoas que morreram de desgosto.

    ResponderEliminar
  10. O problema do SPORTING é apenas um... o de ser um alvo a abater (presidente e clube), mas será que os resultados não influencia a performance dos atletas? mas será que a constante campanha difamatória contra o seu presidente e treinador não influencia a performance dos atletas? O que sei é que a única "batalha" que o nosso presidente quer ganhar é a da Verdade Desportiva contra tudo e contra todos, porque em Portugal infelizmente a cultura que está instituída (na qual eu não me revejo) é a do xico-espertismo, para ser agradável. SPORTING SEMPRE

    ResponderEliminar
  11. É preciso ser objetivo e não estar tão focado no curto prazo. O Sporting estava em pré-falência (achava que um processo de insolvência seria inevitável) e estamos agora numa rota sustentável. Tudo feito com um nível de transparência de informação financeira que eu nunca esperei ver em Portugal e que tem sido muito bem analisada neste Blog.

    Temos as modalidades a crescer, o novo pavilhão, o número de sócios, etc etc. No futebol, com alguns erros significativos pelo meio, o saldo é claramente positivo em relação às expectativa anteriores.

    Para ser totalmente sincero, acho que este é o primeiro presidente que não nos envergonha desde João Rocha. Sousa Cintra era um caso diferente. Algumas mudanças devem ser feitas já, mas o futuro do Sporting, aos meus olhos, parece-me muito promissor. SL

    JM

    ResponderEliminar
  12. Todos nós, Sporting Clube de Portugal, precisamos de ser FORTES, sorrir de manhã como se não tivéssemos chorado a noite toda.
    Mas não de forma leviana.
    Qualquer empreendimento tem sempre múltiplas condicionantes, internas e externas, umas fáceis outras difíceis de ultrapassar.
    Todos nós conhecemos grande parte das muitas que existiam há quatro anos atrás e as que hoje persistem sendo que, destas, algumas se agravaram. Mas muitas, e muitíssimo importantes, foram ultrapassadas ou estão no rumo que conduz ao sucesso.
    Não sejamos ingénuos, não nos deixemos embalar por palavras vazias de conteúdo e cheias de "azia" ou despeito ou inveja.
    Se destruir é fácil e leva pouco tempo, construir é difícil e reconstruir é-o ainda mais e levam muito mais tempo.
    Meus caros amigos e fieis Sportinguistas,
    todos nós temos a obrigação de contribuir para o futuro risonho da nossa paixão.
    Com serenidade e capacidade de análise a tudo o que foi realizado, bem ou mal, e, com elevação, pondo o Sporting Clube de Portugal acima de invejas pessoais e comportamentos mesquinhos, contribuir, da forma ao alcance de cada um, para a reconstrução e engrandecimento do SCP.
    Mais uma vez,não sejamos ingénuos, não nos deixemos embalar por palavras vazias de conteúdo e ou cheias de "azia" ou despeito ou inveja ou, e até, de ódio.
    SPORTING SEMPRE
    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar