" Mister do Café: Junho 2016

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Já rola a bola...


Ontem realizou-se o primeiro treino com bola em Alcochete. Dos 32 jogadores ao serviço de Jorge Jesus, estiveram no relvado 31 jogadores sendo que Wallyson fez tratamento.

O plantel actual


Guarda-redes: Ajbe Jug, Stoijkovic e Luís Maximiano

Defesas: Jefferson, Maarvin, João Pereira, André Geraldes, Ricardo Esgaio, Schelotto, Ewerton, Naldo, Paulo Oliveira, Coates e Rúben Semedo

Médios: Alan Ruiz, Federico Ruiz, Ryan Gauld, Petrovic, Aquilani, Palhinha, Wallyson, Bruno Paulista e Francisco Geraldes

Avançados: Gelson Martins, Matheus Pereira, Iuri Medeiros, Daniel Podence, Bruno César, Carlos Mané, Spalvis, Teo e Barcos

As primeiras palavras do "Mister"




O Calendário de pré-época









Tirando a partida inaugural frente à equipa B, tudo o resto são jogos de um elevado nível de exigência. Bons testes para os miúdos provarem o seu valor enquanto os "craques" não chegam das selecções.


Treino de Apresentação aos adeptos







Em dia de aniversário, a equipa principal terá direito a uma apresentação no Estádio de Alvalade pelas 17:30h. E às 20:45h terá lugar no Coliseu dos Recreios a III Gala Honoris Sporting, onde se esperam muitas surpresas.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Jornalismo Internacional Vs Jornalixo português


Ai está de novo a pasquinada a promover mais uma campanha anti-Sporting. Todos os dias surgem novas "notícias" sobre a chegada e a partida de jogadores e como se isso não bastasse, nos tempos mortos continuam a endeusar os jogadores do "sistema" e a ignorar os jogadores do Sporting. 

Relativamente a entradas e saídas de jogadores, o Sporting publicou um comunicado na passada segunda-feira onde esclareceu todas as dúvidas dos jornaleiros, nomeadamente sobre João Mário, Jonathan Silva e Slimani. O comunicado por ser lido (aqui).

O interesse nos nossos jogadores é tanto que os inimigos da verdade desportiva e de quem enfrenta sem medo a corrupção, querem desacreditar o Clube, com noticias falsas de desentendimentos entre o Sporting e outros clubes para tentar "fechar o mercado". Um bom exemplo foi a notícia da pasquinada que indicava que o Sporting devia dinheiro ao River.

As dívidas do Sporting ao River


Teo Gutiérrez foi entrevistado por uma televisão argentina onde produziu as supostas declarações bombásticas. O jornalista questionou o Teo sobre a situação do seu passe. Se estava na posse do Sporting? Se o River tinha que pagar o passe? Se o jogador poderia regressar ao River por empréstimo?

"O River sabe de tudo. De todas as condições. O River tem que oficializar o interesse e chegar a um acordo. O Sporting deve dinheiro ao River, por isso se querem que eu regresse tem que oficializar o interesse e fecharem as negociações."

Como os jornaleiros portugueses estão de má fé, aproveitaram a oportunidade para fazerem grandes parangonas de dividas do Sporting ao River. Existe uma grande diferença entre estar em incumprimento e ter uma dívida. O Sporting tem uma dívida ao River, mas está completamente regularizada dentro dos prazos indicados para o efeito, conforme confirmou o Presidente do River Plate, acabando com o histerismo dos jornaleiros.  


"O Sporting não deve nada ao River Plate por Teo. Eles estão a cumprir os prazos", disse o dirigente argentino à AM 1030, uma rádio da Argentina.

Obviamente, Teo referia-se ao facto de o passe não estar totalmente liquidado e isso tornar as negociações mais fáceis. Quanto ao resto das declarações parece-me que foi respeitoso com o Sporting, até o próprio jornalista reconheceu isso 

"Não depende de mim. Sou profissional e dou tudo pela camisola que represento. Se dependesse de mim? Voltava agora!"

Declarações absolutamente normais. Quantas vezes já ouvimos declarações deste género em jogadores associados ao Sporting?

O destaque internacional VS Pasquinada Nacional 

 
A pasquinada nacional não conseguiu captar a mensagem e continua a lançar "carvão" com toda a força. Entretanto pelo estrangeiro, órgãos de comunicação social como o Mundo Deportivo, ABC, El Confidential, ESPN ou até a Marca dão conta desta campanha contra o Sporting. Cá no burgo, todos caladinhos...



Os propagandistas de Carnide


São inúmeras as declarações, reportagens, crónicas e afins onde alguns jogadores da melhor formação do Dubai são endeusados. Curiosamente, com os jogadores do melhor agente do Dubai acontece exactamente a mesma coisa, especialmente aqueles que interessa vender...

Sobre os jogadores do Sporting e a sua enorme qualidade sobram uns quadradinhos lá no fundo dos pasquins. Cada vez mais, a imprensa internacional serve de referência para os Sportinguistas. Só ai podemos ler algum conteúdo relevante sobre o nosso clube. Querem exemplos?

(Jornal Marca - ESPANHA)

(L´équipe - FRANÇA)

(Marca - ESPANHA)

Para não tornar o post muito longo coloquei apenas os últimos artigos sobre Adrien, mas julgo que já perceberam a ideia. Por cá, fazem-se sondagens para saber se o Renato deveria ser titular ou para saber se o Renato esta a ser o melhor jogador do Euro...


E o que dizer da forma "aleatória" como foram escolhidos os jogadores a votação no "Dia Seguinte"!?


E o que dizer do branqueamento de mais uma agressão de Renato Sanches?



E depois disto tudo ainda há jornaleiros que querem processar blogs por denunciarem a podridão que grassa no jornalismo português. Mais informação (aqui).

Se querem ver mais agressões do Batman da Musgueira cliquem (aqui).
Se querem saber mais sobre a forma como o melhor empresário controla a imprensa cliquem (aqui) e podem também perceber melhor como funciona o esquema das negociatas (aqui)

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 


Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Dia 1 da época 2016/2017



O Sporting dá hoje o pontapé de saída na época 2016/2017 com ambições renovadas e com um dos planteis mais fortes da sua história centenária.

Calendário Pré-época


- 11 a 19 de Julho - Estágio na Suiça que inclui 4 jogos de preparação
- 23 de Julho - Jogo de apresentação aos Sócios em Alvalade frente ao Lyon
- 26 de Julho - Troféu ibérico em Badajoz frente ao Vilarreal
- 30 de Julho - Troféu 5 Violinos em Alvalade frente ao Wolfsburgo
- 4 de Agosto - Ibérica Cup no Algarve frente ao Bétis
- 5 de Agosto - Algarve Summer Cup no Algarve frente ao Nice

Nestas primeiras duas semanas de trabalho, a equipa trabalhará na Academia, onde deverá efectuar alguns jogos treino contra equipas secundárias. Na terceira semana de trabalhos, iniciará o estágio em Lausanne na Suiça, onde efectuará 4 partidas contra equipas locais. 

O regresso a Portugal poderá definir algumas dispensas, uma vez que os internacionais estarão próximos do regresso aos trabalhos. Gosto especialmente do facto de serem feitas duas partidas em Alvalade. Será também interessante verificar a qualidade do novo relvado. 

A equipa acabará a pré-época com dois particulares no Algarve que antecedem o primeiro jogo oficial marcado para o fim-de-semana de 12 a 14 de Agosto. 

Plantel


Guarda-redes


Rui Patrício, Azbe Jug e Stoijkovic

Nesta primeira fase da pré-época será importante verificar se há necessidade de um novo jogador para esta posição. Provavelmente, enquanto Patrício não regressar da selecção será chamado outro guardião jovem para o Estágio na Suiça.

Defesa Esquerdo


Do lado esquerdo, Jefferson e Marvin Zeegelaar são as principais opções mas ainda haverá Bruno César em caso de necessidade. E ainda há Jonathan Silva que pode regressar depois dos jogos olímpicos.

Defesa Direito


Do lado direito, João Pereira, Schelotto e Esgaio são opção. No final da época passada, Jorge Jesus optou por colocar o Esgaio no meio campo e o seu futuro na equipa principal poderá passar por ai. 

Defesa Central


Para o centro da defesa é necessário efectuar duas dispensas uma vez que temos 6 defesas centrais. Coates, Semedo e Paulo Oliveira são indiscutíveis. Entre Naldo, Ewerton e Tobias, dois terão que ser dispensados. A minha opção passaria pelo empréstimo do Tobias e pela saída do Ewerton. E aqui não está em causa a sua enorme qualidade, mas sim a questão física.

Médio defensivo


João Palhinha regressa a casa para tentar um lugar no plantel, mas a tarefa não será nada fácil uma vez que para além de William Carvalho, há ainda o novo reforço, Petrovic. Mantendo-se William no plantel, acredito que a opção passará por novo empréstimo do Palhinha. Há ainda Bruno Paulista cuja evolução foi travada pela lesão sofrida na época passada, mas para este caso poderá ser interessante mantê-lo no plantel e dando-lhe ritmo competitivo na equipa B.

Médio centro


Adrien Silva, Aquilani, Ryan Gauld, Wallyson e Ricardo Esgaio são nesta fase as principais opções. Existe a possibilidade de Aquilani regressar a Itália, uma vez que não será opção prioritária para Jorge Jesus. A acontecer esta situação parece-me que pode haver uma vaga para um dos três últimos. Para além destes jogadores ainda há a possibilidade de João Mário ou Bruno César jogarem no meio.

Extremos


Carlos Mané, Matheus Pereira, Gelson Martins, Bruno César, João Mário, Iuri Medeiros, Bryan Ruiz,  Daniel Podence e Alan Ruiz. Muita quantidade e qualidade para as alas e para a posição de apoio ao ponta de lança. Aqui o difícil será escolher. Uma coisa é certa, não podem ficar todos no plantel. Parece-me que a luta pela manutenção no plantel será entre Mané, Matheus e Podence.

Pontas de lança


Slimani, Teo, Barcos e a nova contratação Lukas Spalvis dão todas as garantias. Com tantas opções para o apoio ao ponta de lança, parece-me que Teo pode ser vendido sem problemas.

Preparação da época


Gostava de destacar o trabalho fantástico feito pela direcção e pela equipa técnica na preparação desta época. Relembro que as contratações de Coates, Bruno César, Barcos, Schelotto,Maarvin e o regresso de Rúben Semedo foram as primeiras movimentações de preparação desta época. As contratações de Spalvis e Ruiz há muito anunciadas pela imprensa demonstram bem a qualidade do planeamento. Mais recentemente foi contrato Petrovic para o meio campo, precavendo a eventual saída de Aquilani. Nesta fase estamos prontos a começar a época com o plantel praticamente fechado em termos de entradas o que é uma enorme vantagem para o trabalho de pré-época.



Uma época muito longa


Tudo indica que a Liga 16/17 terá 20 equipas, o que equivale a dizer que teremos um campeonato com uns incríveis 38 jogos. Na Champions teremos pelo menos 6 partidas e nas taças nacionais são mais 4 jogos garantidos. Tudo somado, no mínimo teremos 48 partidas pela frente. Para além do longo campeonato, ainda há vários pormenores muito importantes a ter em conta na constituição do plantel. Em Agosto teremos os Jogos Olímpicos e no início de 2017 começa a CAN que por certo levará Slimani.

Hoje e amanhã serão efectuados os exames médicos da praxe e na quarta-feira começa o trabalho na Academia. Qualidade não falta, agora cabe à equipa técnica escolher os melhores, para uma época em que temos que lutar firmemente por todas as competições.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)


sábado, 25 de junho de 2016

O circo em que se está a tornar o Futsal nacional


Os iluminados da FPF decidiram "inventar" novos regulamentos para a Liga Sport Zone de Futsal. Imaginem lá quem sairá prejudicado...

As regras actuais


As equipas de futsal podem convocar 12 atletas em regime normal e até 14 atletas, desde que pelo menos dois tenham idade inferior aos 20 anos. Considera-se como jogador formado localmente, aquele que entre os 15 e os 21 anos (lei transitória é até 23 anos tenha três inscrições em Portugal). 

De acordo com o actual regulamento os clubes são obrigados a convocar pelo menos 7 jogadores nestas condições. Se não o fizeram serão penalizados através do pagamento de uma multa. 

As novas regras


Há 2 anos o Sporting propôs a perda de pontos para as equipas que não cumprissem a questão dos jogadores formados localmente e a FPF respondeu que não era possível. Obviamente e uma vez que a sugestão do Sporting não foi aceite, os responsáveis do Futsal leonino decidiram contratar alguns jogadores estrangeiros para a sua equipa principal, como são os exemplo de Cavinato, Merlim, Fortino e Marcão que se juntaram a Caio Japa e Diego.

Os Sportinguistas que acompanham mais a modalidade sabem desde há largos meses que o departamento de Futsal iria contratar vários jogadores estrangeiros para o plantel. Nesta fase, já foi apresentado Léo e outros jogadores estrangeiros estarão apalavrados segundo as notícias que foram saindo ao longo do últimos meses (Deo e Dieguinho).


Como é que vamos parar a equipa do "Quadruplete"?


Esta época foi bem visível a diferença de andamento entre o Sporting e Benfica. Em oito jogos oficiais o Sporting ganhou seis. Ora, sabendo de tudo isto, o Benfica viu a oportunidade perfeita para se aproximar do nível do Sporting e com a complacência da FPF lá conseguiu alterar os regulamentos. Na próxima época os clubes que utilizarem mais do que 5 jogadores que não foram formados localmente serão penalizados com a derrota na partida em causa. 

Curiosamente, há dois anos não era possível. Hoje já dá jeito. Os clubes mais pequenos raramente jogam com jogadores estrangeiros, pelo que para eles não fará grande diferença. O principal prejudicado é precisamente o Sporting que já tinha o planeamento da próxima época praticamente fechado e agora terá que alterar a constituição do seu plantel em função da alteração nas regras. 

Pessoalmente não concordo com estas limitações. Por exemplo, na Liga Espanhola não há nenhuma limitação neste sentido. Se queremos ter uma nível de topo temos que ter os melhores jogadores. Alguém tem dúvidas que Cavinato, Fortino, Merlim ou o novo reforço Léo valorizam fortemente a nossa Liga? Vamos agora impor limitações à qualidade? Realço que Léo e Merlim estiveram na lista final de nomeados a melhor jogador do Mundo.

Mas a minha opinião nem sequer é relevante para este caso. O que é relevante é o facto de se tomar uma decisão nesta altura sem dar tempo aos clubes para se adaptarem às novas regras, ainda para mais quando os clubes já têm compromissos assumidos com jogadores e clubes. As regras até poderiam ser alteradas mas nunca com início na época 2016/2017. Bastava que as alterações tivessem efeito na época 2017/2018 para que os clubes se pudessem adaptar. 

O castigo a Bruno de Carvalho




Bruno de Carvalho foi ontem suspenso por quinze dias pela secção não profissional do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido "à invasão do terreno de jogo sem autorização". Para além do castigo ainda terá que pagar uma multa de 51€. Tudo isto teve o desplante de festejar com os jogadores, treinadores e staff da equipa que preside a conquista de mais um título nacional na modalidade. De facto, a FPF foi branda no castigo. Perante tamanha ofensa, Bruno de Carvalho deveria ter sido irradiado. Onde é que já se viu um presidente de um clube festejar o titulo com os seus jogadores? E ainda por cima no pavilhão do Benfica! Não pode ser...

As declarações do capitão João Matos


Para acabar fiquem com as declarações deliciosas do capitão da equipa sobre Bruno de Carvalho.

"Sou o único jogador do plantel que esteve em contacto com Bruno de Carvalho antes de ele ser presidente. Na altura fez questão de nos acompanhar quando fomos a Moscovo, há uns dez anos. Fiquei na bancada e ele ao meu lado, sempre efusivo. Tem o coração cheio de leão, de verde e branco, era o único adepto do Sporting naquela bancada, levava uma faixa de apoio. Presenciei isso tudo. Passado alguns anos muda o trato, agora é senhor presidente. Já me conhece há uns dez anos, não sei se se lembra do episódio. Recordo-me porque me ofereceu o lanche em Moscovo, convidou-me a passear lá e vimos alguns monumentos. Tenho vontade de lhe dizer "então Bruno", mas é o presidente. Sente-se que gosta muito de nós. É um presidente que nos apoia no bom e no mau momento, manda a sua mensagem privada, tem feito muito por nós. Gosto muito dele e sinto que há um carinho pessoal."

Felizmente, estas declarações não foram feitas no final de um jogo, senão tinha levado uma multa e 10 jogos de suspensão pela FPF.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 24 de junho de 2016

A táctica de intimidação lampiã já chegou ao jornal Record



São conhecidos os processos impostos pelo Benfica ao Sporting e a Jorge Jesus entre outras entidades e pessoas, nos últimos meses. Entretanto, os comentadores e outros responsáveis afectos ao clube da Luz estão sempre prontos para atirar com o já mítico "tenha cuidado com o que diz", "vai ter que provar isso em tribunal", etc. Um dos maiores especialistas nesta táctica é o paineleiro Pedro Guerra. Mas já la vamos...

Cada tiro cada melro


Ainda na semana passada, o Sporting foi ilibado num processo interposto pelo Benfica relativo a uns cachecóis. Curiosamente, pouco ou nenhuma relevância foi dada ao assunto na comunicação social.
 

No inicio deste mês, o célebre processo dos 14 Milhões contra Jorge Jesus era tão credível e estava tão bem feito que a juíza mandou "aperfeiçoar" os argumentos...




O Caso Record


Ao que parece está táctica de intimidação começa a fazer escola na sociedade portuguesa. Hoje pela manhã, um blog afecto ao Sporting apresentou um post muito interessante onde foi comparada a discrepância entre os resultados de uma sondagem na versão papel e na versão online. 


Como podem verificar, existe uma enorme diferença entre o que foi publicado no jornal e o que estava no site. Digo "estava" porque já não está. Entretanto o jornal retirou a sondagem do site depois da denuncia desta situação. Neste caso estou perfeitamente à vontade porque quando li o post fiz questão de verificar os números no site do Record e estes batiam certos com o print anterior.

A resposta do Director adjunto


Um dos directores adjuntos do Record, Bernardo Ribeiro veio a terreiro no twitter dizer que o jornal tinha sido alvo de um hacker que tinha alterado a votação durante a noite. 



Para além disso acrescentou o seguinte:


Não tenho problemas em dizer que até tenho alguma simpatia pelo senhor, mas nesta situação confesso a minha estupefacção ao ler estas declarações. Será que deixou a sessão aberta no computador para algum culé farináceo?

Primeiro, ameaça o blog com um processo judicial por ter publicado um post sem provas. Eu pergunto: Sem provas? Os prints das noticias em papel e no site são o quê? E eu estou perfeitamente à vontade porque confirmei no site do Record. E desde já me prontifico para ir a tribunal e testemunhar que o print anterior estava de acordo com o que foi publicado no site.

Mas mais grave do que isso foi o que disse mais tarde, onde lançou para o ar a suspeição que o blog possa ter estado por detrás de uma qualquer manipulação da sondagem. Isto se não fosse grave até tinha alguma piada.

Primeiro que tudo, se alguém tem culpa nesta situação é o jornal Record ao manter no seu site uma votação que já deveria ter terminado. Ainda ontem vivemos um momento importante da história europeia onde os resultados anunciados foram finais. Ninguém foi votar depois da urnas fecharem. Que sentido faz manter uma votação no ar depois de anunciarem o resultado? 

Em segundo lugar e partindo do pressuposto que a votação foi hackeada eu gostava de perceber o que é que está a ser feito para se alterar esta situação? É que o mais estranho de tudo isto é o facto de o Record só hoje ter percebido que o seu site é sistematicamente pirateado. Qualquer leitor online do jornal já percebeu que o número de likes positivos em certos comentários é completamente desfasado da realidade e não é em beneficio de comentários de Sportinguistas. Alguém no jornal se preocupou com isto?

Entretanto o blog em causa já pediu desculpa pelo post, tendo em conta o facto de o Director-adjunto ter explicado a questão de a votação ter sido hackeada. Isto só demonstra a boa fé da pessoa responsável pelo blog.

Curiosamente, o jornal Record pertence ao grupo Cofina. Sim, o tal grupo que é detentor do jornal Correio da Manhã, esse autêntico bastião dos princípios fundamentais do jornalismo. Gosto particularmente do facto de serem estes senhores os mesmos que defendem com unhas e dentes a liberdade de expressão e de imprensa, para justificarem todo o tipo de notícias estapafúrdias que debitam diariamente.

Quanto aos restantes blogs leoninos, fica o alerta e o pedido para que não tenham medo!

Já agora aproveitem o embalamento e processem todos os restantes blogs leoninos e podem começar já por aqui. O Mister não se importa nada em ir a tribunal dar-vos a táctica!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Um Sporting moderno e de futuro!



Ao longo deste mandato, a direcção do Sporting tem apostado forte na melhoria das infraestruturas do clube. Inicialmente, foram efectuadas obras de melhoramento na Academia, com especial enfoque para o Estádio Aurélio Pereira, dotando-o de condições para a disputa de jogos de competições profissionais, nomeadamente as partidas da equipa B. Relembro que no mandato anterior os jogos da nossa equipa secundária eram realizados em Rio Maior.

Nesta fase, o Sporting investirá cerca de 4 Milhões de Euros nas obras de requalificação da Academia de Alcochete e na substituição do sistema de drenagem e relvado do Estádio de Alvalade. 

Pavilhão João Rocha



A construção do novo pavilhão para as modalidades é um importante passo no desenvolvimento do clube. A maior potência desportiva nacional terá finalmente uma pavilhão à sua altura. Nada mais nada menos, que o maior e mais moderno pavilhão de clubes do país.

Multidesportivo


Remodelações no Multidesportivo


No montante global da "Missão Pavilhão" estavam também incluídos 400 mil euros, destinados a obras de requalificação no Multidesportivo, que contava já com 13 anos sem nenhum tipo de remodelação. Isto num espaço onde passam cerca de 3000 pessoas por dia.

Academia Alcochete 



- Construção de um novo campo de futebol de onze. No total, passarão a ser 8 campos de onze com seis relvados naturais;

- Substituição do sistema de drenagem do relvado do Estádio Aurélio Pereira e aumento do terreno de jogo que passará a ter as mesmas medidas do Estádio de Alvalade;

- Complemento da área de tratamento adicional na ala profissional;

- A piscina, actualmente localizada ao ar livre, passará a ser inserida num edifício completamente fechado destinado ao tratamento dos atletas, completando assim as melhorias que já tinham sido realizadas no ginásio, no departamento médico, nos alojamentos e nas áreas de lazer e refeição;

- O campo de futebol de sete, semi-coberto, será totalmente fechado, pois é lá que se instalará o centro de alto rendimento. Para além desta transformação, irá também proceder-se à substituição do relvado sintético;

- Profundas alterações na iluminação, que revelavam alguns problemas ao nível da distribuição pelos vários campos, condicionando assim os treinos que se realizavam ao final da tarde, nomeadamente durante o inverno.

No vídeo seguinte, Bruno de Carvalho dá a conhecer aos Sportinguistas todas as alterações.



Estádio Universitário



Será construído um novo relvado natural de onze no Estádio Universitário. O Sporting ficará nesse espaço com três campos, onde jogarão as camadas mais jovens do clube até aos sub-13.


Estádio de Alvalade 




Substituição do relvado e do sistema de drenagem do Estádio de Alvalade. Foram também efectuadas obras de melhoramento nos balneários e nos camarotes assim como obras de manutenção corrente.

Museu Sporting



No novo Pavilhão João Rocha haverá espaço para um novo museu que complementará o museu principal no Estádio de Alvalade, que está neste momento a sofrer obras de melhoramento.


Um trabalho absolutamente brilhante da nossa direcção e que merece todo o reconhecimento por parte dos Sportinguistas. Relembro que estamos a falar de um investimento total em infraestruturas que ultrapassa os 15 Milhões de Euros, em apenas 3 anos.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 20 de junho de 2016

CONSEGUIRÁ A SELECÇÃO DERROTAR... O TREINADOR?



"FALTA QUALQUER COISA"


Falta de sorte, azar, injustiça, etc... foram, de novo(!!!), as palavras dominantes para tentar explicar a ineficácia que a selecção voltou a apresentar.

Os números foram avassaladores, as oportunidades criadas também, mas no íntimo toda a gente ficou com a sensação de que "falta ali qualquer coisa".

E é uma percepção justificada, porque foi visível que todo esse caudal atacante não era sólido, mas sim algo sofrido ou desgarrado, nalgumas vezes atabalhoado e sempre inconsequente.

Isto, afirmado assim, pode parecer um paradoxo, tal o número de oportunidades criadas, mas se revirmos o jogo, com olhos de ver, torna-se evidente, quase gritante:

Não obstante a qualidade superior inquestionável da generalidade dos nossos jogadores, a nossa equipa não tem "cola", não tem aquele "algo mais" que dá tranquilidade e consistência a tudo aquilo que agora é feito com ansiedade e em esforço.
E isso nota-se de forma bem evidente no meio campo, onde tudo se joga em qualquer partida: a parte central não funciona como devia.

O EQUÍVOCO


João Moutinho, André Gomes, ou até Renato Sanches ou Rafa, cada uma à sua maneira, com a sua experiência e nível de forma (ou falta dela), são indubitavelmente jogadores de qualidade. Uns mais sólidos, outros mais explosivos, mas não garantem a tal "cola", apenas mais individualismo.

Foi mesmo surpreendente ver João Moutinho a ser considerado o "Melhor Jogador" desta partida (no mínimo, desonesto para o guarda-redes adversário!). O seu jogo foi particularmente inconsequente, talvez mesmo a posição mais inconsequente dentro de campo em termos da tal solidez que não existiu.

E é tão surpreendente que convido todos a rever o jogo tomando particular atenção ao desempenho deste jogador. Permitirá constatar a quantidade de vezes em que se apresentou mal posicionado, escondido atrás de adversários, a optar por movimentos do tipo "passa e esconde", de braço em riste a apontar para que o portador da bola passasse para outro lado, sem se dar à recepção, sem procurar o passe e o desequilíbrio, sem pulmão para pressionar alto ou fazer mudanças na velocidade de jogo.

Foram muito visíveis as 3 ou 4 faltas que sofreu em jogadas perigosas, que podem ter tido a sua influência no prémio que recebeu, mas vistas friamente, surgiram todas de situações em que Moutinho chegou um segundo atrasado, incapaz de dar sequência aos passes "a rasgar", que pedem a ultrapassagem do adversário e a criação de desequilíbrios efectivos e não ganhar faltas parando o jogo.

Resumindo, falamos de um jogador de qualidade, mas sem forma adequada às exigências prementes da competição, sem capacidade de introduzir ou assegurar mecanismos de entrosamento, consequência e fluidez ao nosso jogo. Já foi assim no primeiro jogo, voltou a ser neste!

A culpa não é sua, nem do André Gomes, nem do William (claramente o melhor dos três!) nem dos outros, porque esse meio campo, constituído por um somatório de "nomes" individuais, resulta numa manta de retalhos, sem o entrosamento, a ligação e o entendimento necessários, que apenas vai sendo disfarçado pela óbvia qualidade intrínseca de cada um.

Adicionar qualquer jogador "avulso" a isto (João Mário, Rafa ou até Renato Sanches), não passa de uma solução "mais do mesmo", que não resolve o essencial, mas tão somente adiciona mais um elemento que "talvez" tenha algum rasgo que resolva. Em termos daquilo que se quer e precisa para termos uma verdadeira Equipa, esse caminho do "sortilégio" não serve nem é, definitivamente, competente.

UM TODO MAIOR QUE A SOMA DAS PARTES


Qual é a solução, então?

Todos se lembram como Scolari reagiu à derrota de entrada do Euro 2004, colocando o "FC Porto" de Mourinho em campo, assegurando daí em diante um nível de entrosamento da equipa que acabou por "levar tudo à frente" até final.
Todos reconhecem que a superior qualidade de selecções como a Espanha e a Alemanha assenta em cima da "cola" garantida por espinhas dorsais saídas integralmente de determinada equipa de cada um desses países.
Essas "colas", esses entrosamentos, essa introdução de mecanismos de fluidez e solidez nessas equipas, conferem aquele algo mais que torna essas selecções tão capazes e consequentes.

Chega-se à selecção nacional e... esquecemos isso tudo. Vê-se, constata-se e elogia-se em relação aos outros, mas quando toca a nós... lá vem a mesquinhez e a hipocrisia da clubite.
E não é entre adeptos: é entre comentadores, supostos "experts" e toda a sorte de palradores que infectam a opinião pública. Uns por agenda, outros por mediocridade, outros ainda por cobardia, tentam esconder a evidência com a peneira que lhes convém.

E porquê?
Porque essa solução não vem dum Porto dominante, como noutras alturas, nem dos actuais Donos Disto Tudo, o Benfica.

Mas está disponível e vem do Sporting, de onde foram convocados os jogadores nucleares do melhor meio campo da Liga portuguesa.


O MEIO CAMPO "DO SPORTING"


William, Adrien e João Mário, em conjunto(!!!), jogam de olhos fechados, têm pulmão para pressionar alto durante 90 minutos, têm mecanismos estabilizados, com capacidade de criar os desequilíbrios necessários para furar os mais fechados "autocarros" e servir de forma capaz os desequilibradores da frente, soltando-os e dando-lhes produção, introduzindo consistência, consequência, tranquilidade e foco persistente a meio campo, necessário a oferecer um carácter efectivamente avassalador ao desempenho geral da equipa, sem repelões, desgarrado ou em esforço desnecessariamente sofrido, como agora.

É imperativo que, quando é feito um passe para o espaço ou a solicitar um movimento de ruptura, o colega esteja lá para o receber, porque já sabe como é e está à espera exactamente disso e não a fazer qualquer outro movimento, noutro sentido, desgarrado, como aconteceu amiúde nos dois jogos.

E esta "espinha dorsal", este meio campo "nuclear" é possível quer seja em 4-3-3, quer seja no 4-4-2 base de FS, onde o trio pode ser complementado com um criativo, como André Gomes, Quaresma ou até Rafa, a fazer de "Bryan Ruiz", tal como costumam jogar.

Isto é tão óbvio que ontem havia muitos milhares de portugueses a indignar-se nas redes sociais por não estar a acontecer (benfiquistas incluidos - lampiões obviamente que não!), desesperando pelas substituições, esperando que Fernando Santos, nalgum lampejo de inteligência, tivesse lançado em primeiro lugar Adrien para o lugar de Moutinho e de seguida João Mário para o lugar de André Gomes ou de algum dos criativos, Nani ou Quaresma, colocando um "E" grande na equipa.


UM TREINADOR EM NEGAÇÃO E A CONVERSA DO COSTUME


Mas não. Fernando Santos voltou a mexer tarde e muito mal, preferindo manter a manta de retalhos ou até piorando-a e tornando-a ainda mais desgarrada. Quando se esperava que fosse o elemento que tratava de garantir a coesão e fluidez que é necessária, não só não o fez no primeiro jogo, como não fez no início do segundo jogo, como insistiu no erro e até o piorou com as mexidas a destempo que fez, constituindo-se como um verdadeiro obstáculo, senão mesmo o principal, ao melhor desempenho da selecção.

João Mário foi efectivamente lançado para o lugar de Quaresma, mas Adrien não passou do aquecimento. E as consequências foram óbvias: tivemos que assistir ao sofrimento de ver mais do mesmo no geral, ou nalgumas situações JM e William a ensaiarem as famosas e letais triangulações sem que depois aparecesse o terceiro elemento ou vértice que permitiria furar o autocarro e soltar uma entrada letal no corredor sobre a área, apanhando o adversário em desequilíbrio e criando o espaço necessário a uma finalização mais assertiva e sem ansiedade.

Não se trata de uma solução "divina" ou "garantida", como nenhuma é, mas apenas de uma opção pela competência.
Os espanhóis já o perceberam há muito tempo e, desde que apostaram nisso, nunca mais largaram, e os alemães nem pestanejam em adoptar esse princípio, tal é a sua obsessão e intransigência com a questão organizativa e estrutural. Em ambos os casos assistimos a "todos que são mais que as partes, constituindo verdadeiras equipas, entrosadas e oleadas e com os resultados que estão à vista: entre os dois, estão os vencedores de todos os títulos mais recentes!

Mas por cá, "aqui d'el Rei", que são o meio campo do Sporting, ou melhor, não são o meio campo do benfica, por isso... nem pensar.
E não faltarão as conhecidas verborreias retóricas do nacional-lampionismo, a atirar-se à forma para tentar negar o conteúdo - "Ah, e tal, os espanhóis assentam no Barça e os alemães no Bayern e o Sporting não é um nem outro", etc - sabendo nós qual seria o "argumento" se a coisa fosse ao contrário e se tratasse do meio campo do Benfica!

Agrava que Fernando Santos não o percebeu, nem acredito que vá perceber. O seu perfil técnico-burocrata e a sua susceptibilidade a certos interesses e pressões que rondam a selecção (foi, suspeito, também por isto que lá foi colocado), não o vai permitir.
Vai persistir no mesmo erro, ajudado pelo facto de se poder agarrar a estatísticas que, de tão avassaladoras permitem ocultar o quão enganosas são, e esconder-se atrás das imensas costas largas de Ronaldo que, pela sua projecção mediática, será sempre o alvo de todas as críticas, mais ou menos invejosas ou ignorantes.


COSTAS DEMASIADO LARGAS


De facto, CR7 está a pagar, pela crítica, algo que não é da sua responsabilidade, da sua decisão ou sequer da sua incompetência.
Falhou um penalti? Falhou. Esteve no seu melhor? Não.
Mas tentou tudo, não obstante de estar numa equipa com desempenho desgarrado e em permanente esforço, em posições e dinâmicas onde não rende e pode ser "abafado" com relativa facilidade, decorrentes da mediocridade de um treinador sem unhas para uma equipa destas e um jogador destes.

Indigna-se muita gente que CR7 joga melhor no Real do que na selecção. Pois é. Mas convém tentar perceber porque é que o anterior Paulo Bento ou o actual Fernando Santos, nem nos seus sonhos mais molhados, alguma vez seriam treinadores de uma equipa desse nível.
A selecção e as suas sucessivas "gerações" tem pago bem caro por isso!


À FALTA DE MELHOR... VENHA A "SORTE"


Com o choradinho cego do "nacional-lampionismo" a exigir a inclusão de Renato Sanches, preferindo o orgulho de ter um dos "seus" a jogar do que ver uma equipa entrosada, oleada, mandona, consequente, sólida e eficaz;
com a pressão latente do "Mendismo", interessado mais em negócios e lucros individuais, do que na felicidade de um povo; e com a incapacidade por demais evidente do próprio treinador para se impor a isso tudo, mas também de ele próprio perceber o problema e a solução a adoptar, antes constituindo-se como mais um obstáculo de monta ao desempenho da própria equipa (como ficou patente ontem!!!), resta esperar pelo 3º jogo e rezar pelo sortilégio "avulso":

Que haja algum rasgo de excelência de algum jogador, que alguma das bolas sofridas e em esforço acabe por entrar, que a equipa, no fim, consiga superar a inconsistência que é assegurada... pelo o próprio treinador.


O FADO


Foi assim no passado e parece que vai continuar a ser agora. É o "fado" do seleccionador, acompanhado à guitarra e à viola pela FPF. Pode ser pitoresco assistir hoje a "antigas glórias" a "já" poderem contar as pressões que houve noutras campanhas para introdução de jogadores "avulso", por serem da equipa A ou da equipa B. Mas, na verdade, isso não passa de um atestado de incompetência patética aos seleccionadores e à FPF que, pelos vistos, continuam na mesma! Assim vai o nosso triste futebol.

Deixemos, por isso, a calculadora de uma vez por todas, porque a equação é bem simples:
Na quarta-feira, a selecção vai ter que superar e derrotar Fernando Santos... se quiser ganhar à Hungria e seguir em frente.
Melhorias? Uma Equipa? Vai continuar a não haver!

O Avançado da Esplanada
Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

domingo, 19 de junho de 2016

É tudo nosso!!!


O Sporting sagrou-se campeão nacional pela 13ª vez na sua história.

As alterações no plantel


Esta foi uma época onde perdemos três jogadores que foram ao longo dos últimos anos referências desta equipa. Alex, Marcelinho e Cristiano encontraram novos desafias nas suas carreiras e chegaram para a equipa quatro novos reforços (Marcão, Cavinato, Merlim e Fortino) e ainda o regresso de Gonçalo Portugal.

As contratações provaram toda a sua enorme valia ao longo de toda a época.

Os melhores marcadores



Destaque óbvio para o Diogo que se sagrou o melhor marcador do campeonato mas não posso deixar de destacar as grandes épocas de estreia de Cavinato e Fortino (2º e 3º melhores marcadores). Não é para qualquer equipa ter os 3 melhores marcadores da Liga. 

Os números da época


- Vencemos todos os títulos oficiais disputados (Taça de Honra da A.F. Lisboa, Taça da Liga, Taça de Portugal e Campeonato Nacional). Um quadruplete histórico.
- Melhor ataque da prova e Record de golos marcados numa época (177)
- Melhor defesa da prova (33)
- Equipa com mais goleadas impostas (24)
- Equipa com mais vitórias (30)
- Equipa com menos derrotas (2)
- Equipa com a maior série de jogos sem perder (26)
- Apenas duas derrotas em toda a época, ambas com o Benfica. Sporting que jogou com o rival da Luz por 8 vezes e ganhou 6.

Para quem tem dúvidas fica um resumo


Quero enviar um enorme agradecimento a todos o que fizeram parte desta enorme caminhada. A todos os jogadores, técnicos e staff do departamento, mas em especial a três figuras decisivas para todo este sucesso: Bruno de Carvalho, Miguel Albuquerque e Nuno Dias. Três enormes leões!

Parabéns também ao Benfica e aos seus jogadores que foram dignos e lutaram com todas as suas armas, mas contra uma equipa como a do Sporting não havia muito a fazer.

Hoje é para festejar mas amanhã é tempo de começarmos todos a pensar na próxima época. Temos estes 4 títulos para renovar, uma Supertaça para reconquistar e uma Uefa Futsal Cup para conquistar!

Hoje é "Bar Aberto" no café do mister!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 18 de junho de 2016

O Sr. do pullover avermelhado e as virgens ofendidas de Carnide


Ontem apresentei um post onde ficaram bem claras as agressões de jogadores do Benfica a jogadores do Sporting, nos dois primeiros jogos do Play-off. Se não leram cliquem (link).

A equipa do Sporting apresentou-se ontem no Pavilhão da Luz para o 3º encontro da final com uma garra e dedicação brutais e mais uma vez, os nossos rapazes provaram toda a sua valia vencendo o encontro. Uma exibição de fato de macaco e de capacete na cabeça como tinha sugerido.

O Sr. do pullover avermelhado


No final do jogo, surgiu um senhor vestido com um pullover encarnado (devia estar um frio no pavilhão...) a criticar tudo e todos. Quais virgens ofendidas...

"O crime em Portugal vai compensando"



Segundo o técnico do Benfica, "O crime em Portugal vai compensando" referindo-se à exclusão da partida de Bruno Coelho por castigo do Conselho de Disciplina da FPF. O técnico ficou muito "chocado" com a celeridade do processo e estava a contar com o jogador para a partida. Tenho que salientar a forma justa como o processo foi conduzido. Só há justiça quando há celeridade. Não teria sentido o jogador só ser castigado para a próxima época quando está em causa um título nacional.

Andamos meses a discutir o castigo de Slimani. Todos concordamos que só há verdadeiramente justiça quando os processos são resolvidos com celeridade. Devia ter sido assim no caso Slimani e em todos os outros casos. Curiosamente, Slimani já foi castigado mas os 3 jogadores do Benfica que agrediram jogadores do Sporting na mesma partida, ainda estão à espera de conhecerem os respectivos castigos.

Voltando ao Futsal. Onde estava Sr. do Pullover quando os jogadores do Benfica andaram a distribuir fruta nos dois primeiros jogos?

"Ah e tal o Bruno Coelho foi expulso pela confusão com o Director do Sporting"


A ideia que a "estrotura" quer fazer passar é que o jogador ficou de fora do encontro devido aos problemas com Miguel Albuquerque (Director do Sporting). Mais uma "mentirinha"...

Vejamos o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da FPF:


O jogador levou um jogo de suspensão de acordo com o art. Artigo 147 nº2 para o "Uso de expressões ou gestos ameaçadores",  que passo a transcrever: "2. Se o destinatário das expressões ou gestos for outro jogador ou espetador, a sanção de suspensão é fixada entre 1 a 4 jogos e, se for profissional, é ainda sancionado sanção de multa a fixar entre 1/2 a 2 UC."

Não está relacionado com o "caso" com o Director do Sporting. Aliás, se alguém fica penalizado é o Sporting por ficar privado do seu dirigente, através de uma suspensão preventiva enquanto decorre o processo disciplinar. Será mais um processo onde posteriormente será dada razão aos dirigentes do Sporting, como aconteceu com Bruno de Carvalho?

Agora também são diferentes!?


"O crime em Portugal vai compensando, hoje foi uma prova disso, mas o Benfica, porque é diferente dos outros, no domingo vai demonstrar outra vez o seu carácter".

Pára tudo!!! Não são os adeptos do Sporting que se consideram como diferentes? Qualquer dia ainda vamos ver a selecção a dizer #CarregaPortugal. Oh wait!?

De facto, numa coisa eles são diferentes. O estilo fanfarrão é todo deles! Vejamos os festejos no jogo de ontem...



A campanha "O Crime compensa" 


Mas não se pense que a campanha de "O crime compensa" ficava só pelo Sr. friorento. As "fontes" encarnadas continuaram a colocar pressão para o jogo de amanhã.


Neste artigo do jornal Abola, (What else!?) destaco a seguinte passagem: "Suposta agressividade em demasia". Só mesmo para quem não viu os lances. Só falta mesmo levarmos com algum paineleiro a dizer que as caras dos jogadores do Sporting foram contra os cotovelos dos jogadores do Benfica. 

Olha, quem era bom para isso era este artolas...


Da nossa parte, concentração total e temos que voltar a vestir o fato de macaco e colocar o capacete para trazermos o título para casa. Como sempre, nós acreditamos em vocês!!!

O 4ºjogo realiza-se amanhã no Pavilhão da Luz pelas 14:30H.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Dia do capacete


O Sporting joga hoje o 3º jogo da final do Campeonato Nacional de Futsal no Pavilhão da Luz, frente ao Benfica. O conselho do mister é simples:

LEVEM UM CAPACETE!!!


No jogo 1 e 2 aconteceu isto...



No pasa nada




As agressões ocorridas há 3 anos foram finalmente analisadas pela FPF. Resultado? "Tudo impecável. Não temos nada a apontar!"

O clássico dos clássicos


Fiquem com o trailer dos dos próximos jogos.



O 3ºjogo realiza-se hoje pelas 19:00h e o 4º jogo está marcado para Domingo pelas 14:30h.

Levem o capacete e tragam as duas vitórias que precisamos!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Entrevista Bruno de Carvalho

Ontem, em entrevista à Sporting TV o Presidente do Sporting abordou alguns temas importantes do universo leonino. Podem ver a entrevista na integra de seguida.



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 13 de junho de 2016

O propagandista oficial de Luís Filipe Vieira


Pedro Guerra, lançou recentemente mais um livro sobre o Benfica. Curiosamente, o prefácio foi "escrito" por Luís Filipe Vieira.

O livro


 

 

O autor


Na editora que publicou o livro foi disponibilizada a seguinte biografia do artista.

"Nasceu em Moçâmedes em 1966 e com 10 anos mudou-se para Portugal. Frequentou o curso de Direito, que não levou até ao fim por culpa do jornalismo. Trabalhou n’O Jornal e n’O Independente. Foi adjunto de Paulo Portas no Ministério da Defesa Nacional e assessor no Grupo Parlamentar do CDS. Dedicou grande parte da sua vida ao jornalismo, mas a sua grande paixão é o desporto, mais particularmente o Sport Lisboa e Benfica, clube que defende em público e em privado com muita alma e do qual é sócio efectivo desde 1982. É Director de Conteúdos da Benfica TV desde Fevereiro de 2015. Além da Benfica TV, fez comentário na CMTV e actualmente é um dos comentadores residentes do «Prolongamento», na TVI24."

Inadmissível que tenha sido deixada de fora a marcante passagem pelo Damaiense ou as suas famosas intervenções na Benfica TV sob o pseudónimo de Fernando Santos...




A apresentação do livro


Na apresentação do livro, Pedro Guerra decidiu dar espectáculo e disparar em várias direcções. Vejamos:

Jonas


"Lembro-me bem do que Jorge Jesus me dizia acerca de Jonas, das dúvidas que tinha em relação ao seu real valor. Um dia chegou a confidenciar-me que Jonas era bom apenas para os jogos em casa"



Aposta nos jovens da formação


"Em três jogos [na época passada], Gonçalo Guedes é lançado a um minuto do final do tempo regulamentar. Uma atitude que pode ser fatal a um jovem talento (...). Algo considerado anedótico e incompreensível pelos responsáveis da SAD", aponta. "Quem hoje conhece o percurso do jovem jogador, não pode deixar de recriminar a conduta de um trenador que, pasme-se, é considerado como o melhor técnico da Liga portuguesa!"

Vejamos a opinião do artista sobre os jovens da formação na época passada:



Jorge Coroado


"As picardias com este especialista [Jorge Coroado] (...) atingiram um ponto em que estivemos quase a chegar a vias de facto, após um programa bem quente. Fez-me uma espera à porta do estúdio da CMTV e insultou-me de tudo. Um ordinário da pior espécie. Provocou-me para ver se eu lhe punha as mãos na cara, mas evitei sujá-las"


Jorge Jesus

 
"No final da época 2014/2015, Jorge Jesus resolveu sair para Alvalade e (...) ninguém na SAD tremeu ou entrou em pânico. 


"Vieira abomina discursos arrogantes e fanfarrónicos"


 Deixo apenas 5 frases míticas de Vieira:

“Temos a coluna vertebral do futuro campeão europeu. Queremos só fazer alguns reajustamentos, sabendo que temos um grande técnico (sobre Jesualdo Ferreira)” - 2002

“O Benfica será mais forte que o Real Madrid” - 2003



“Queremos ser Campeões Europeus” - 2005

"Dentro de 3 anos o Benfica será o maior do mundo." - 2003

“Em 2011 o Benfica será um colosso europeu” – 2006


 

A opinião sobre as arbitragens de Luís Filipe Vieira


"Várias vezes, em conversa, me queixei das equipas de arbitragem. A resposta de Luís Filipe Vieira, invariavelmente, foi a seguinte: "Não me fales nas arbitragens! Se existiram erros, fazem parte dos jogos. Temos é que jogar mais e melhor!"  



Amigos para a vida!


Pedro Guerra que nos seus tempos no "Independente" escreveu está peça histórica do jornalismo português. Entretanto, viu a Luz. Literalmente!



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)