quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Restauração da dependência


O sorteio da 3ª eliminatória da Taça de Portugal ditou a recepção do 1º de Dezembro à equipa do Benfica. Por imposição regulamentar, os clubes da I Liga jogam todos fora de casa nesta primeira eliminatória, numa medida imposta pela FPF para que as equipas "pequenas" possam contar com o apoio dos seus adeptos, levando a festa da Taça a estádios mais pequenos.

O prazer de jogar em Sintra



Quer Lourenço Coelho, representante do Benfica, quer José Francisco Gomes, presidente do 1º de Dezembro expressaram o seu contentamento pelo sorteio. O representante do clube de Sintra acrescentou que “Sendo um clube pequeno, temos sempre o desejo de receber um clube grande”, e que “Já recebemos o Sporting e o Sporting de Braga e sabemos receber. Agora vamos receber o Benfica e esperemos que seja um bom jogo”.

Discurso muito bonito destes senhores, só que...

No Estoril é melhor...




O jogo acabou por ser transferido para o estádio do Estoril. Segundo a imprensa, o 1º Dezembro vai somar 4 mil euros por alinhar na 3ª eliminatória da Taça de Portugal. A transmissão televisiva da partida rende 50 mil euros (a dividir pelas duas equipas). À receita de bilheteira no António Coimbra da Mota, com capacidade para oito mil espectadores, serão retiradas todas as despesas referentes à realização do jogo e o lucro será dividido por três: 75 por cento serão divididos pelos clubes e os restantes 25 vão para a FPF.

O Benfica admite ceder parte da sua receita ao 1ºDezembro. Sinceramente, acho uma enorme piada a este altruísmo e bondade do Benfica. Diria mesmo que Vieira tomou uma posição de estadista, ajudando o mais "pobres". Isto vindo do mesmo Benfica que não ajudou o Águias da Musgueira, antigo clube de Renato Sanches ou quando não pagou a transferência de Lindelof a um clube Sueco. Parece que o altruísmo só funciona para equipas que estão em competição com o Benfica, como aconteceu na época passada com o Vianense.



No meio de tudo isto, a FPF continua a assobiar para o lado.

As 3 vantagens


O Estádio do 1º Dezembro tem relvado sintético, pelo que iria trazer uma dificuldade adicional aos jogadores encarnados, que não estão habituados a este tipo de piso. Para além disso, e por ser um estádio com pouca lotação, a equipa da casa sentiria um apoio mais efectivo dos seus adeptos que pelo momento histórico de receberem um grande, compareceriam em grande número para apoiar a equipa da casa. Contudo, o dinheiro sobrepôs-se à vertente desportiva, anulando dois factores de vantagem para o 1º de Dezembro.

A equipa de Sintra partia assim para o jogo com uma única vantagem para ser explorada, que seria o facto da equipa do Benfica pouco ou nada saber dos jogadores, esquema táctico ou rotinas de jogo, entre outros pormenores da equipa de Sintra.

Só que...


Na semana passada, a equipa do 1º Dezembro deslocou-se ao Seixal para fazer um jogo-treino com a equipa B do Benfica. Isto, uma semana antes de defrontar a equipa principal. Este episódio faz-me lembrar a forma como as baleias comem. Basta abrirem a boca para se alimentarem. Absolutamente inacreditável uma equipa meter-se no covil do adversário abrindo por completo o seu jogo.

E lá se foram as 3 vantagens iniciais que poderiam causar alguma dificuldade ao Benfica.

O 1ºDezembro perdeu assim a vantagem de jogar em casa com forte apoio dos seus adeptos, num relvado sintético onde está habituado a jogar e o Benfica não, e ainda por cima uma semana antes do jogo vão ao centro de estágio do adversário dar a conhecer os seus jogadores.

Não deixa de ser curioso que um clube que celebra a independência, se submeta a tamanha dependência. Os fundadores ficariam orgulhosos deste estirpe dirigente.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

24 comentários:

  1. Mister

    e já reparou bem em 2 jogadores do 1º de dezembro?

    o andre horta tatuou a data de fundição do clube dos vouchers, mas anda lá um que tem o eusebio tatuado na perna, o que é filho do....rui aguas...e outro que passou 3 anos no clube dos vouchers mas que nao seria minimamente profissional se nao jogasse com tudo, tal como o Presidente do clube dele o demonstra com essas beneses ao clube dos vouchers perdendo assim os 3 pontos "fortes" que podia utilizar para surpreender o clube dos vouchers

    Francisco

    ResponderEliminar
  2. Mais do mesmo. Os corruptos não deixam nada ao acaso, se há 5% de hipóteses de ser eliminados, eles vão tratar de descer essa percentagem o máximo que conseguirem. Uma coisa há que reconhecer, eles não facilitam. Quando perdem/são eliminados é mesmo porque não deu para mais, não foi por desleixo. Vale tudo. É por estas e por outras que não pode haver buracos na lei, tem que ser tudo enquadrado. O problema é que os ladrões andam sempre um passo à frente da lei, e por cada janela que se fecha o ganhue do Vieira descobre outra aberta. Ao fim de 108 anos a roubar, eles tornaram-se especialistas nessa arte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Bernardo Carvalho, os ladrões não andam sempre um passo à frente da lei. Os ladrões é que fazem as próprias leis. Cumprimentos

      Eliminar
  3. há uma coisa, que penso que ainda ninguém terá realçado, à qual devo tirar o chapéu: este blog é prolífero em títulos criativos.

    ResponderEliminar
  4. No pasa nada.

    Também, vêem maldade em todo o lado.

    Sinceramente nem financeiramente vejo grande vantagem.
    Obviamente, o Estoril tem mais lotacao. E se enchesse seria com adeptos do carnide.
    A bilheteira é a dividir independentemente de quem são os adeptos. Ma acreditam mesmo que o estádio vai encher?!.

    Sem falar no ridículo. Que os adeptos do 1ro dez tem de se deslocar ao Estoril.... estimo que vai estar 3 adeptos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Financeiramente é bom... para o Estoril !!!!!!!

      Eliminar
    2. Em bom português: "matar dois coelhos de uma cajadada"

      Eliminar
  5. Mas tu estas a desconfiar da honestidade dos "orelhas boys"? Isso ofende a memoria do Eusebrio. Eles soh queriam proporcionar uma agradavel estadia no Xeixal a esse nobre clube.

    ResponderEliminar
  6. Procedimento normal do Boifica, na era do "ladrão de camiões".

    ResponderEliminar
  7. As cedências do 1º Dezembro serão recompensadas. A época fica paga e ainda recebem um elogio do Educado na conferência de imprensa.
    Vertente desportiva? O que é isso? Depois como é que posso ir para o Marquês?

    ResponderEliminar
  8. Mister,

    É com alguma tristeza que venho fazer o meu comentário a este post. Como qualquer outra criança aventurei-me também no desporto, mais especificamente no futebol federado, sonhando um dia representar o clube do meu coração o SCP. Sendo natural de Sintra e residindo em São Pedro de Sintra a escolha lógica foi o 1º de Dezembro, clube no qual estive 4 anos. Assisti nas bancadas do seu estádio a esse SCP-1º de Dezembro, estádio repleto, houve até espaço para a JL, veja-se bem. Um dia que recordo com bastante emotividade, São Pedro de Sintra transformou-se com o entusiasmo do futebol e da Taça.

    É com muita pena que vejo o 1º de Dezembro entregar de mão beijada os trunfos que tem na mão, podendo discutir-se a sua maior ou menor preponderância no desenrolar do jogo. Em primeiro lugar o sintético, joguei lá e qualquer jogador que tenha jogado num relvado denota a diferença, piso mais "pesado", lento e com a característica de fazer com que a bola salte mais que o normal, dificultando, nomeadamente, a recepção da bola.

    Quanto ao jogo de treino com o Carnide B, acho que é uma daquelas situações em que o bom senso deve imperar, sob pena de se poderem criar cenários de falta de transparência - é um jogo de treino normal, não há problema a nível regulamentar, mas é óbvio que quem vê esta situação percebe a sua razão de ser e a falta de ética/moral que a mesma envolve.

    Por último e com certeza o aspecto que a mim mais me faz confusão nesta situação é a escolha do estádio do Estoril. Bem sei que as relações entre o Carnide e o Estoril acabam sempre por dar em episódios caricatos e estas boas relações podem ter servido para contribuir para a escolha do estádio - presumo eu feita pelo 1º de Dezembro - talvez mais um acto de solidariedade do estadista. Mas não é tanto isso que me revolta, mas sim o facto de o Estoril ser um rival do 1º de Dezembro, pelo menos era na minha altura, eram sempre jogos com algum peso e era-nos relembrada essa rivalidade. Custa-me a querer que algum adepto do 1º de Dezembro compreenda esta situação, relevando o facto de a maioria da sua massa adepta serem residentes de S. Pedro de Sintra, na sua maioria idosos que assistem no domingo à tarde à sua equipa e que serão obrigados a ir ao Estoril. Como? Não sei.

    Assim anda a Taça de Portugal, uma competição de festa para as localidades e seus habitantes que não têm hipótese de verem as equipas de topo do futebol nacional e que são obrigados a deslocarem-se para localidades vizinhas para assistir ao jogo da sua equipa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. excelente comentario, nem mais

      Eliminar
    2. Mister, o comentário do Pedro merecia um post, se ambos concordarem: é a exposição mais racional e isenta que li (e para mais vinda de alguém que parece conhecer o ambiente desportivo da região) e que demonstra o porquê destas promiscuidades disfarçadas de mecenato desportivo desvirtuarem o espírito da competição. Parabéns Pedro.

      Eliminar
  9. De facto, não há palavras para descrever tanta a insanidade mental que estas situações nos sujeitam. Será que é a isto que estes senhores chamam VERDADE DESPORTIVA? Vale tudo? E nós, os adeptos, somos todos estúpidos?

    SL

    ResponderEliminar
  10. Isto é no mínimo ridículo... Não quero estar a desvalorizar o 1 de Dezembro (que até pode bater o benfica) ou o vianense, mas achar que o Benfica precisa de truques de bastidores para vencer estes jogos, é ter uma cegueira contra o Benfica doentia! Se fossem jogos minimamente equilibrados ainda poderia ser uma questão plausível, mas olhando à diferença de poderio das equipas em questão, só pode ser doença...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro Pinto, já ouviu a celebre máxima: À mulher de césar ...?

      Estas atitudes de mecenas, acabam por causar distorção

      Eliminar
    2. Se você acha que é assim que se contribui para o desenvolvimento desportivo das regiões e do país em geral, continue a defender essa linha de pensamento, e parabéns: infelizmente não está sózinho. O país é só benfica, não é?

      Eliminar
    3. Bravo!!

      Mais uma razão para não se ter feito nenhuma das coisas estúpidas apontadas.
      O jogo treino e a mudança de estádio.

      Não há argumentos que valha ou que não seja facilmente refutavel.

      O futebol deve ser para os adeptos. Os de Sintra vão -se deslocar ao estoril?!
      Absurdo, e apenas isto Bastava para ser ridículo

      Eliminar
    4. E depois queixam-se da falta de competitividade nas competições internas.

      Ah, esqueci-me: só contra o SCP é que é sempre pra ganhar porque os outros são 14 milhões do mesmo lado...

      E depois temos isto: https://www.publico.pt/desporto/noticia/fpf-tem-100-mil-euros-para-combater-viciacao-de-resultados-1747264

      Eliminar
    5. Será que a equipa B do benfica ou os seus suplentes vencem "de caras" o 1° de Dezembro? É que na próxima semana o benfica joga na Liga dos Campeões e convém-lhe poupar jogar, ainda para mais quando tem tido tantas "lesões".

      Só pode ser doença? Sim, só pode: Cleptomania com laivos de Síndrome de Napoleão.

      Eliminar
  11. Venha conhecer http://ecopowercadastro.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. O Sporting no ano passado quando jogou com o vilafranquense para a taça de Portugal tambem jogou no estadio do estoril.

    ResponderEliminar