quinta-feira, 25 de agosto de 2016

"Se calhar vivo o Benfica em demasia..."


O Record e a história de Sandro


No passado Domingo o jornal Record colocou no seu site e como notícia principal uma entrevista de Sandro, onde o jogador utiliza o Sporting para justificar o insucesso em encontrar clube. Vejamos:

Na entrevista ao jornal "The Sun", o jogador brasileiro começou por dizer que "Os clubes conseguem tratar os jogadores como se fossem carne. Não os tratam como pessoas. O futebol é isto: os clubes tratam-nos como se fôssemos um produto"

Sobre o Sporting, chega-me perfeitamente a parte da entrevista onde diz: "O clube disse que o meu joelho não estava bem (...) Tudo fez sentido: porque haviam de ver apenas um joelho e não todo o corpo a não ser por não me quererem comprar?".

Deixo apenas uma questão ao Sandro: Se tens um joelho com problemas é preciso ver o resto do corpo? Para além do joelho, o cérebro também não deve estar grande coisa. Mas até nem foi isso que aconteceu, como em baixo ficará provado.

O caso Lucas Silva


Passo a transcrever a última parte da noticia do Record que é bastante sumarenta:

"Sandro afirmou que ainda é afetado pelo episódio atualmente e acusou o Sporting de ter feito um caso semelhante com Lucas Silva: "Senti-me muito mal. Como é que um clube faz isto a um jogador? Andaram a brincar comigo e isso não é justo. O que fizeram não só me afetou naquele dia como ainda me afeta atualmente. Não consegui assinar com o WBA e outros clubes porque eles viram as notícias. Uma semana depois de o Sporting me fazer isto, fê-lo também com o Lucas Silva. Disseram que ele tinha um problema cardíaco. Um dia depois regressou a Madrid e estava bem. Isto mexe com a vida das pessoas".

Sandro, de 27 anos, pertence ainda ao Queens Park Rangers, com quem tem contrato por mais uma temporada, e procura agora manter a forma até encontrar uma solução para o seu futuro."
Tenho que destacar o facto de o Sporting nunca ter prestado qualquer tipo de declaração sobre os exames médicos do jogador. Contudo, Sandro queixa-se do facto das notícias o estarem a prejudicar em encontrar novo clube.

Estas declarações sobre o seu colega de profissão são de uma enorme falta de sensibilidade. Como toda a gente sabe, Lucas Silva tem um problema cardíaco grave que o pode impedir de prosseguir com a sua carreira. Felizmente, a excelência do departamento médico do Sporting conseguiu diagnosticar este problema e evitar males maiores para o jogador. Relembrar que Lucas Silva está proibido de ter qualquer actividade física. Coisa que o jornaleiro não quis enquadrar. Não dava jeito...



Também poderia falar no caso de Kevin-Prince Boateng, que depois de chumbar nos testes médicos viu o Milan estender-lhe a mão. Boateng acabou a época com 337 minutos (menos de 4 jogos completos). Curiosamente, o único clube que "pegou" no jogador para esta época foi o Las Palmas...

Nesta altura, todos os departamentos médicos europeus reconhecem o excelente trabalho do Dr. Frederico Varandas e do seu departamento. Exemplo disso são as jornadas internacionais de medicina desportiva do Sporting, que em Março tiveram a sua 3ª edição.

Mas se alguém tem dúvidas, nada melhor do que ouvir o Dr. Frederico Varandas sobre o assunto.


Sobre o "caso" em si, julgo que estamos esclarecidos. Obviamente, o jogador faz o seu papel e tenta defender-se para não assustar potenciais interessados. Provavelmente a entrevista foi organizada pelo seu agente e logo a um órgão de comunicação social Inglês, que será o mercado principal do jogador. Até aqui compreendo tudo, inclusivamente o ataque do jogador ao Sporting, uma vez que precisa desesperadamente de descredibilizar o Dep. Médico do Sporting para poder fazer novo contrato milionário. Dou isto tudo de barato, mas há coisas com as quais não posso ficar calado.

O menino é Miroto...


O Jornal Record foi o primeiro órgão de comunicação social nacional a replicar a entrevista que Sandro deu ao "The Sun". Vamos falar um pouco do jornalista que publicou tão nobre peça jornalística. Conforme se pode verificar no link seguinte (cliquem), a notícia foi assinada por Luís Miroto Simões. Dando uma vista de olhos no seu Facebook é possível verificar algumas curiosidades.

Primeiro que tudo é preciso verificar se é Jornalista do Record. CHECK!!!


Para não enjoarem só vou colocar dois prints do jornaleiro. Começo por um onde claramente fica provado que o rapaz "vive o Benfica em demasia".


E um segundo print onde está na sua cadeira de sonho...


Obviamente, os jornalistas têm direito à sua opinião e a terem um clube. O que não têm direito é de atropelarem todas as regras deontológicas da sua profissão. Dizem essas regras, que um jornalista deve sempre verificar os factos com os visados. E isso não foi feito neste caso, sendo o Sporting mais uma vez arrastado para um "caso" que no final de contas não é caso nenhum.

Tristes são estes dias onde um auto-designado jornalista não passa de uma mera caixa de ressonância inútil, maldosa e sobretudo mentirosa.

O Professor


Esta táctica de publicar notícias sem contactar os visados não é nova e tem em Pedro Guerra um dos seus principais mestres.

Fiquem com um pequeno excerto de um entrevista de Pedro Guerra ao Observador, onde confessa todo o esquema:


"O importante é não matar a notícia!"

Estamos esclarecidos quanto ao método utilizado. O mais interessante é que mesmo depois de três responsáveis do Sporting (Dr. Frederico Varandas, Nuno Saraiva e Pedro Batista), terem esclarecido esta situação, a máquina de propaganda continua a falar sobre este assunto.Fiquem com mais um esclarecimento:


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

31 comentários:

  1. muito bem mister
    eu disse no mestre que essa entrevista traduzida de ingles para portugues no record, trazia água no bico de uma ave rara. raios parta que não consigo acertar no euromilhones

    ResponderEliminar
  2. Quando viram o joelho direito pensaram, se esse é o joelho direito nem vale a pena ver o joelho torto.
    SL

    ResponderEliminar
  3. Só adeptos muito inocentes ou interessados em sensacionalismo é que podem continuar a dar crédito ao que esses jornaleiros escrevem. Hoje, mais do que nunca há que escavar muito fundo num texto para encontrar alguma informação, porque 90% é manipulação, 9 é fantasia e só 1% merece atenção.

    ResponderEliminar
  4. O fdp deve ter tirado a página do facebook do ar....

    ResponderEliminar
  5. Grande trabalho, alguns jornaleiros deviam de sentir vergonha, mas certamente não vão perder tempo com vergonhas, porque amanhã continuarão a fazer o que melhor sabem, MENTIR.

    ResponderEliminar
  6. Mister falta aí um dado muito importante.

    Ora vejamos que jogador para um certo clube tinha problemas cardíacos mas que na mesma época jogou noutro clube e até fez uma boa época...

    Hassan do Braga meus amigos!!

    No vouchers o coração não aguentava, no braga o ar faz bem à circulação e agora aquele coração bombeia que é um espetáculo.

    Mas atenção!!!!

    Quem é que queria o Hassan antes de ir para o vouchers e de lá recambiado para Braga??

    Qual será?

    Pois é, o nosso grande Sporting!!!

    Mas sao apenas coincidências.

    SL

    ResponderEliminar
  7. https://www.facebook.com/lfmsimoes?fref=ts

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a resposta do sr. miroto ao mister no face dele, revela algo que me ultrapassa.
      um jornalista adepto do benfica, ao que parece já não trabalha para o record. faz uma reportagem, traduzindo a entrevista que o sandro deu ao "the sun".

      o jornalista antes de redigir o seu trabalho, entrou em contacto com o departamento medico do sporting, para obter a opinião desse departamento?

      o jornalista executou o seu trabalho jornalístico como independente ou como adepto do benfica?

      o jornalista em vez de fazer a tradução da reportagem que não é dele, entrou em contacto com o sandro para fazer o seu próprio trabalho?

      são perguntas que o sr. miroto não deixa fazer no seu face, prefere estar a ler as respostas de comentários bem comportados, contra esta tese do mister, em relação ao seu trabalho jornalístico isento clubisticamente, acho eu.

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
  10. Todos nós vivemos o Benfica em demasia.
    A prova são autores de diversos blogues auto-intitulados de não Benfiquistas e a quantidade de posts que fazem sobre tudo o que gravita à volta do Glorioso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez porque é preciso desmascarar essa máquina de propaganda, não?

      Alguém fala do Porto? Não. O Porto não se dá a que se fale dele agora. E quando dá, pontualmente, também se fala disso.
      Talvez fosse melhor começar a medir apara ver se é o Sporting que fala mais do Benfica ou se é o Benfica que fala mais do Sporting...

      Entretanto continua toda a gente à espera que mostrem as famosas SMSs que o JJ mandava aos jogadores do vergonhoso!

      Eliminar
    2. Os SMS irão ser mostrados no tribunal. É matéria de prova do processo. Não se preocupem.

      Eliminar
    3. Olha o Fernando, sua barata, recentemente expulso dum blogue do seu próprio clube por causa de comentários como este, sempre inovadores.

      Eliminar
    4. Anónimo, o que impede já terem mostrado as SMSs? Perdem a validade? Deixam de poder fazer efeito no julgamento?

      E que têm as SMSs a ver com o processo que o Colo Colo colocou ao JJ? Provam que ele já estava a trabalhar para o Sporting quando era treinador do teu clube? Provam que roubou o tal material? Provam o quê em relação ao processo?

      Tu lês é muitas histórias do Pateta...

      Eliminar
  11. Mister, parece que o menino Miroto passou o testemunho a um tal de João Lopes e voltaram hoje a carregar o assador com carvão.

    Já agora, qual seria o problema de, uma vez detectada a lesão (que o próprio Sandro admite ter) e após os responsáveis do SCP fazerem a sua avaliação de risco, propor a um jogador que obviamente não está 100% em condições um salário mais baixo que compensasse o risco assumido pelo Clube?
    Isto para mim seria um ato de boa gestão e avaliação de risco! No mundo real o preço de um artigo conforme e o de um artigo defeituoso nunca é igual...

    Citando o Carlos Dolbeth: Lampiões! Jornaleiros! Porcos!

    ResponderEliminar
  12. Mister muito obrigado por mais um excelente artigo!

    Quanto ao estagiário ou jornalista...... ainda tão novinho e já manda tanto pontapé nisto nisto.....

    As entidades reguladoras retiraram "carteiras de jornalista" por menos a outros (veja-se por exemplo do tugaleaks....



    Código Deontológico do Jornalista
    1. O jornalista deve relatar os factos com rigor e exactidão e interpretá-los com honestidade. Os factos devem ser comprovados, ouvindo as partes com interesses atendíveis no caso. A distinção entre notícia e opinião deve ficar bem clara aos olhos do público.

    2. O jornalista deve combater a censura e o sensacionalismo e considerar a acusação sem provas e o plágio como graves faltas profissionais.

    3. O jornalista deve lutar contra as restrições no acesso às fontes de informação e as tentativas de limitar a liberdade de expressão e o direito de informar. É obrigação do jornalista divulgar as ofensas a estes direitos.

    4. O jornalista deve utilizar meios legais para obter informações, imagens ou documentos e proibir-se de abusar da boa-fé de quem quer que seja. A identificação como jornalista é a regra e outros processos só podem justificar-se por razões de incontestável interesse público.

    5. O jornalista deve assumir a responsabilidade por todos os seus trabalhos e actos profissionais, assim como promover a pronta rectificação das informações que se revelem inexactas ou falsas. O jornalista deve também recusar actos que violentem a sua consciência.

    6. O jornalista deve usar como critério fundamental a identificação das fontes. O jornalista não deve revelar, mesmo em juízo, as suas fontes confidenciais de informação, nem desrespeitar os compromissos assumidos, excepto se o tentarem usar para canalizar informações falsas. As opiniões devem ser sempre atribuídas.

    7. O jornalista deve salvaguardar a presunção de inocência dos arguidos até a sentença transitar em julgado. O jornalista não deve identificar, directa ou indirectamente, as vítimas de crimes sexuais e os delinquentes menores de idade, assim como deve proibir-se de humilhar as pessoas ou perturbar a sua dor.

    8. O jornalista deve rejeitar o tratamento discriminatório das pessoas em função da cor, raça, credos, nacionalidade, ou sexo.

    9. O jornalista deve respeitar a privacidade dos cidadãos excepto quando estiver em causa o interesse público ou a conduta do indivíduo contradiga, manifestamente, valores e princípios que publicamente defende. O jornalista obriga-se, antes de recolher declarações e imagens, a atender às condições de serenidade, liberdade e responsabilidade das pessoas envolvidas.

    10. O jornalista deve recusar funções, tarefas e benefícios susceptíveis de comprometer o seu estatuto de independência e a sua integridade profissional. O jornalista não deve valer-se da sua condição profissional para noticiar assuntos em que tenha interesse.

    Aprovado em 4 de Maio de 1993
    in http://static.publico.pt/nos/livro_estilo/29-codigo-d.html

    LOL será que esse cromo algum dia passou sequer os olhos nisso, ou saberá a personagem da existencia disso? :) jornaleiros....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos lá a ver se nos entendemos. O jornalista copia uma notícia que sai em Inglaterra e de repente esse facto ofende o Código Deontológico dos jornalistas? desde quando?
      A censura agora já faz parte do CD dos jornalistas? É isso?

      Eliminar
    2. O jornalista publicou a notícia sem falar e publicar o que a parte acusada tem a dizer. Só depois de vender o efeito do título e o prejuízo causado ao Sporting foram entrevistar o médico do Sporting. Como o lampião é burro e toda esta subtileza deontológica lhe escapa. Não é de admirar ainda que haja essa via aberta entre o The Sun, o Record e o jornas benfiquista - é tudo xungaria moral.

      JRamos

      Eliminar
    3. O jornalista não tem que perguntar nada a ninguém porque não é um trabalho de investigação publicado pela 1ª vez. É algo que já é público e que portanto não carece de qualquer confirmação.
      A confusão que vai nessa cabeça.
      Não é um artigo mas apenas uma entrevista efectuada com alguém que aproveitou para responder a outra entrevista feita anteriormente e que também é pública.
      Querem que se censure o que é dito numa entrevista?
      A liberdade de expressão e de opinião deve ser cortada?

      Eliminar
    4. nao, zero de censura até compreendo que o rapaz tenha sido obrigado a seguir o dever de "b) Respeitar a orientação e os objectivos definidos no estatuto editorial do órgão de comunicação social para que trabalhem;" no entanto ele e a redacção não cumprem a alinea seguinte, "c) Abster-se de formular acusações sem provas e respeitar a presunção de inocência;" nem tao pouco, "f) Abster-se de recolher declarações ou imagens que atinjam a dignidade das pessoas;
      g) Respeitar a privacidade de acordo com a natureza do caso e a condição das pessoas;
      h) Não falsificar ou encenar situações com intuitos de abusar da boa fé do público; " e isso é só parte do artigo 14º dos deveres dos jornalistas
      in http://www.ccpj.pt/legisdata/LgLei1de99de13deJaneiro.htm

      Eliminar
    5. O jornalista de facto tem que averiguar os factos expostos e dessa averiguação faz parte o contacto com a parte interessada e a exposição na notícia da sua reacção. Em qualquer jornal que se dê ao respeito uma notícia sobre alguém ou alguma instituição não é publicada sem solicitar uma reacção à notícia. Agora é também verdade que o benfiquista já não tem que fazer isto, ele tem apenas que defender o seu clube e atacar o melhor que puder os adversários. Mas isto só é jornalismo no planeta Bunda-do-Vieira para onde vive toda esta gente.

      JRamos

      Eliminar
    6. O Jornalista não formulou qualquer acusação, limitou-se a transmitir uma entrevista que é pública. Se alguma acusação houve foi por parte do entrevistado mas nada na entrevista ofende a dignidade de quem quer que seja, são factos transcritos pela vítima. Se alguém se pode sentir ofendido é a vítima que foi objecto de um processo kafkiano.
      O Jornalista nunca pode funcionar como censor. A censura é que ofende a dignidade das pessoas que prezam os valores da democracia. É o dever, DEVER, do jornalista denunciar estas tramóias e as entrevistas ou as notícias que as expõem. Fazer o contrário é ir de encontro às mais elementares regras democráticas.
      A confusão que vai nessa cabeça!

      Eliminar
    7. qual é a tramóia que o jornalista denuncia?

      por exemplo estou a ver a conferencia do bitorias e os jornalistas estão todos com perguntas simples e de algibeira. é uma alegria ver o bitórias a responder, classe pura.

      Eliminar
    8. A segunda referência ao que diz o Sandro já vem depois da entrevista ao Dr. Varandas e se referem os ataques do Sandro ao Dep. Médico do Sporting, deviam referir as explicações que o Dr. Varandas deu...

      Ao não o fazerem, obviamente que se percebe que é uma (não) "noticia" encomendada por alguém para manter o Sporting sobre fogo. Isto é clarinho! E sendo assim há todo o direito de criticar o jornalista, que por acaso, coincidência das coincidências, é benfiquista doente - como ele se diz!

      Os lampiões não perceberem isto é normal. Nada a dizer sobre isso...

      Eliminar
    9. Mas qual censor? Se alguém der uma entrevista ao Finantial Times com acusações graves ao primeiro-ministro o jornalista que publica não a entrevista mas o que considera ser a notícia contida nessa entrevista não deixa de contactar o primeiro-ministro para incluir a sua reacção. Como é que o gajo do record sabe que Sandro está a dizer a verdade ou a mentir senão investiga, se não fala com a parte acusada?

      JRamos

      Eliminar
    10. Ramos, é isso! Publica a entrevista da 1ª pessoa com acusações graves. A seguir publica a entrevista/resposta do Primeiro ministro e depois ainda vai publicar a 2ª entrevista da 1ª pessoa a confirmar a 1ª entrevista.
      Onde estão os problemas com as infracções ao CD por parte do jornalista que faz apenas o seu trabalho? Isto não tem nada a ver com quem fala verdade ou não. Essas conclusões ficam para as pessoas que lêem as entrevistas. E esse direito ninguém tem o direito do cortar.
      O jornalista não fez juízes de valor, não deu a sua opinião, limitou-se a citar algo que é público.
      A confusão que vai nessa cabeça.

      Eliminar
  13. este Mister a desmascarar os lampiolhos é como estar a apanhar moscas com açucar, espectáculo como estes cabrões são desmascarados que até apagam as suas páginas do facebook!

    ResponderEliminar
  14. Desde que os lampiolhos passaram a dominar a pasquinada, não compro jornais, e não vejo programas "desportivos". Não lhes dou um cêntimo a ganhar, nem audiências. Vejo, apenas, o telejornal e programas de interesse geral. Vejo, também, os noticiários e alguns programas de interesse como: "Curva Belíssima", "Quartas-feiras com...", "Amor de Perdição", "Com.Sentido" e o "Especial Jornada"da Sporting TV. Comigo a pasquinada não se safa!!! Mas, obrigado Mister pela sua luta, sem tréguas, pela isenção e transparência na CS e não só! Cumps.

    ResponderEliminar