" Mister do Café: TROFÉU "5 VIOLINOS" – Um ritual de passagem!

domingo, 31 de julho de 2016

TROFÉU "5 VIOLINOS" – Um ritual de passagem!



Ontem, houve mais uma bela noite “de Sporting”, em Alvalade e seguida por esse mundo fora por milhões de sportinguistas. A homenagem é por demais conhecida: aos “5 Violinos”, a melhor linha avançada de sempre do futebol Português. O ambiente foi excelente e o sentimento final de pleno agrado.

ACABARAM-SE OS FEIJÕES!


Tivemos mais um adversário conceituado a abrilhantar aquele que é, cada vez mais, o jogo que marca o início da fase de competição "a sério" da pré-época, e o verdadeiro início do empolgamento dos milhões de sportinguistas. A percepção é de que até aos “5 Violinos” é tudo "a feijões", corra como correr, e dado a euforias ou ansiedades espúrias e inconsequentes. A partir daí, os "feijões" tornam-se a sério, a ilusão junta-se às férias, as praias enchem-se de conversas animadas, o mundo é logo outro e a impaciência para que chegue a competição iminente instala-se. Um verdadeiro ritual de passagem!


MAIS UM “ADEREÇO” PARA O MUSEU

5 vitórias em 5 edições, contra adversários de prestígio, assanhados e sem facilitar: 5ª Taça para o Museu. Depois do Olympiacos em 2012/13 (1-0), da Fiorentina em 2013/14 (3-0), da Lázio em 2014/15 (2-2, 4-2 após grandes penalidades), e da Roma em , 2015/16 (2-0), desta vez a vítima foi o excelente Wolfsburgo, despachado com um merecido 2-1. Algo me diz que, para o ano, o adversário será ainda melhor!

A “CERIMÓNIA”

Pífia. Infelizmente não há outra palavra. Lenta, arrastada, mal encenada, sem chama... claramente a rever. Não é preciso fanfarra e fogos (e muito menos aqueles "fogachos"...), mas tem que haver aquilo que os ingleses chamam de verve e ritmo. Continuando em inglês, há uma regra que faria aqui maravilhas: K.I.S.S (Keep It Simple Stupid). Pode ser pouco, mas tem que ser bom - Less is More!!! Sem grandes recursos conseguem fazer-se grandes coisas, ou pelo menos com uma dignidade e um ritmo à altura. E... ontem, nem uma coisa, nem outra!

Já a coreografia do jogo de apresentação se tinha ficado por uma nota q.b. a escapar ao mediano, pelo que vou insistir neste assunto: Tal como diz aquela frase: "À mulher de César não lhe basta ser, é preciso parecer", também ao sucesso do espectáculo do futebol não lhe basta ser, é preciso parecer, ou seja, não basta que o jogo principal seja de qualidade, é imperativo que os acontecimentos antes e/ou depois acompanhem esse nível, e não introduzam memórias que o desvalorizem seja de que forma for.

Valeu o jogo, o desempenho, o resultado, o troféu, e ficou renovado o desejo impaciente de que a competição venha depressa. Vamos às notas sobre o que tivemos em campo:


UM JOGO, DUAS PARTES


Primeira parte... “espinha dorsal”.

Confiança, domínio, qualidade e... 2-0 sem pele nem espinhas. Como disse Jesus no outro dia, mesmo recém-chegados de férias, a qualidade com os “Aurélios” é logo outra e dá para "disfarçar" alguma falta de andamento físico. E se com a preparação toda por fazer já é assim, o que será quando voltarem a estar a 100%!! Um pormenor evidente: os “Aurélios” saíram para o Euro como excelentes jogadores. Agora, voltaram como excelentes jogadores... a transbordar confiança: o "peso" das medalhas de ouro puxou-os ainda para cima!!!

Ficou claro que a espinha dorsal da equipa é uma estrutura vertical: Rui; Coates/Semedo; William; Adrien; J. Mário / Brian Ruiz; Slimani.De um dos lados, acresce Schelotto que já é uma costela sólida e do outro Bruno César porfia para também ser uma costela, mesmo que flutuante: atrás, à frente, não lhe interessa, conquanto seja, e faz por ser. Mexer nesta coluna vertebral, só em casos extremos e para melhor, o que nunca será fácil.
 
Segunda parte... “segundas linhas”.

10 substituições desgarraram o jogo e deram um desempenho espectável. 0-1 merecido, apesar das excelentes oportunidades falhadas (quem não marca...!). Francamente melhores do que em jogos anteriores, as segundas linhas (que nunca jogarão nesta quantidade num só jogo) mostraram que ainda têm caminho pela frente para fazer, mas já começam a dar sinais mais claros de que irão sair dali alternativas válidas. Ah... e Jefferson (já lá vamos!)
 

 
BALIZA

Rui Patrício - Em grande! Não dá para escrever muito, porque se gastariam logo de início os bons adjectivos todos. Este homem é mais que um jogador: é um verdadeiro símbolo vivo e no activo do Sporting. Para desfrutar!

Azbe Jug - Descanso merecido, depois de no último jogo ter começado a limpar a imagem (falsa) deixada do arranque da pré época.

LATERAL DIREITA

Schelotto - Competente. Menos em jogo, mas sempre com entrega e qualidade. Um valor cada vez mais seguro;

João Pereira - ...esforçado, sem conseguir dar muito mais.

DEFESA CENTRAL

Coates e Semedo - Assim mesmo, em conjunto: a dupla! Passando alguns pormenores menos conseguidos, aqui e ali, como é próprio desta altura, estão muitos furos acima e são a melhor garantia para a defesa do castelo. Uma espécie de “guarda pretoriana” da equipa;

Naldo - Vai ficando difícil avaliá-lo nesta situação recorrente de ter que fazer quase sempre a esquerda toda (já lá vamos!). Ainda assim, parece ser a alternativa mais segura. Podem discutir-se muitos índices, mas um reconhecimento é incontornável: profissional exemplar!

Ewerton - A perder claramente o barco para a concorrência, ou em vias de apanhá-lo para outras paragens?

Paulo Oliveira - "Esquecido"? Ou apenas gestão de pré-época?

LATERAL ESQUERDA

Marvin Zeegelaar - Quem faz tudo o que sabe, a mais não é obrigado. Não será dos que sabe mais, mas vai chegando para não comprometer.

Fico com a impressão que falta qualquer coisa aqui.

MÉDIO DEFENSIVO

William Carvalho - Ou será melhor dizer Master William? Todas as palavras são sempre pequenas: um monstro, puro deleite!!!

Palhinha - Tremideira a "8", a melhorar um pouco com o andar do tempo e a passagem a "6". Com tempo e a calma devida, a sua qualidade vai, sem dúvida, levá-lo ao lugar;

Petrovic - De fora, a sentir o peso e a habituação de trabalhar com esta intensidade;

Bruno Paulista - Em obras...

MÉDIO CENTRO

Adrien - Há um ano atrás fiquei com as orelhas a arder por dizer que este iria ser o jogador que mais iria evoluir com JJ, e que se iria tornar no cérebro e patrão da equipa. Um ano depois... tenho as orelhas frias! Ainda sem forma, é o Senhor Capitão, um Leão exemplar!!!

Aquilani - Quem sabe pode até nunca desaprender... mas neste caso, continua a não se ver. Quinze minutos em campo, um golo feito perdoado ao adversário e pouco mais. Ligeiramente melhor, mais batalhador, mas abaixo do que podia noutros tempos. Na antecâmara da saída?

Marcelo Meli - Uns minutos em campo antes do jogo, para sentir a verde e iniciar o entrosamento com o 12º jogador. Esperemos que tenha percebido do que a casa gasta, ficado agradado com o nível que o espera e com ganas para trabalhar. Muito e sempre.

ALA DIREITA

João Mário - O “Aurélio” em menor forma. Férias merecidas, em reclusão paradisíaca, muito bem acompanhado... era espectável. Ainda assim, a transpirar confiança por todos os poros. Uns pés de sonho e uma cabeça de ouro. Sério, competente e a entrega de sempre, a silenciar todas as desconfianças. Um “dos nossos”, puro deleite!!!

Iuri Medeiros - Confiança, precisa-se! Quando se libertar, perder a "timidez" e soltar aqueles pés, voltamos a falar. Esperemos que aproveite bem o tempo até ao início da competição.

Gelson Martins - Temporariamente fechado para obras;

Ricardo Esgaio - Tapado na lateral, tapado na ala, tapado no meio, vai ter dificuldade para arranjar o espaço para a sua qualidade e abnegação quando voltar do Rio.

ALA ESQUERDA

Bryan Ruiz - O “não-Aurélio” mais “Aurélio” de todos. Livrou-se às “adaptações” desta vez, mas voltou a fazer uma perninha em posição menos habitual e onde não rende tanto. A manter neste sector dos Alas porque é a sua posição natural e onde regressará brevemente. Um senhor!

Bruno César - Onde lhe falta alguma técnica, sobra-lhe disponibilidade, entrega e raça. Os bons jogadores também se fazem assim. Uma assistência, um quase golo, e um penalti ganho, mas sobretudo um mouro de trabalho sempre na luta;

Matheus - Um “malandro” em crescimento. JJ há-de libertar na plenitude a joia que há dentro deste estupendo miúdo.

AVANÇADOS

Slimani - Cara séria e a entrega do costume. Letal. Se ganha uns centímetros... "mata". Allahu Akbar! Disponibilidade uns furos abaixo, a relembrar o momento de preparação em que toda a equipa está, mas... quem o viu e quem o vê! Sobra-lhe em qualidade e entrega onde lhe falta em... empresário. Inch' Allah fique.

Alan Ruiz - Ainda um pouco preso pela molenga sul-americana, mas aqueles pés prometem. Deu um ar da sua graça aqui e ali, mas precisa de evoluir dentro das ideias de jogo de JJ, sobretudo naquilo que para qualquer avançado sul-americano recém-chegado será sempre um paradoxo: defender.

Podence - O nosso Rato Atómico. Atrevido, por vezes mesmo descarado, sem medo de ir à luta, deixa água na boca para o que poderá fazer quando superar mais alguma da natural inexperiência que ainda tem. Claramente o mais consistente da nova fornada da Academia e até, por agora, dos reforços em geral.

Barcos - O único não-guarda-redes que ficou sentado no banco. Talvez a treinar para uma viagem longa de avião em breve? Ou mera circunstância?

Carlos Mané – De fora. A trabalhar para as olimpíadas.

Teo Gutierrez - Está do outro lado do Atlântico... e quase a ficar por lá: Glória a Dios!

ALAS E TOPOS EXTERIORES

12º Jogador - Mesmo em dia de início das férias maiores, estiveram mais de 30 mil deles. Desempenho adequado a um troféu particular, mas a dar mostras de ser o elemento da equipa em mais avançado estado de preparação. Pormenores técnicos interessantes e a entrega à luta do costume, sempre em prol da equipa. Excelente contributo para evitar o segundo golo adversário na fase final do jogo. A deixar água na boca para quando a Onda Verde explodir

EQUIPA TÉCNICA
 
Jorge Jesus - É quase irritante (ou mesmo muito irritante... para os adversários) a confiança que tem na sua competência, ou melhor, na sua arte, a indiferença com que passa por pseudo-descalabros, imune a compreensões ou incompreensões sobre o alcance do trabalho em produção, saída de uma visão realmente incomum. Invariavelmente a consistência torna-se a regra e os resultados começam a aparecer. Sempre insatisfeito, focado e furiosamente exigente, está a montar mais um rolo compressor.




DIRECÇÃO

Presidente Bruno de Carvalho - Insuportável. Não dá para aguentar isto! Voltou a desaustinar o banco todo e a travar-se de razões com JJ, tendo mesmo estado na iminência de chegar a vias de facto. Os dois nunca se irão entender, quanto mais estar em total união, comunhão de objectivos, e concertados na busca incessante do sucesso da equipa e do clube, como foi por demais evidente logo após o jogo (que cenas lamentáveis!).
Ainda tive a expectativa de que talvez tivessem passado despercebidas na tv, mas quando cheguei a casa lá tive que constatar o pior: o país inteiro viu!

Não sei o que pretende da vida, mas cada vez mais acho que está a arrastar o clube todo para um lugar solitário, no cume de todas as montanhas que conseguir. Tenho receio do que isso possa dar, porque os sportinguistas não têm tido muitas rotinas de estar a olhar sempre para baixo.

E acho que está tudo! Ou não? Estou com ideia que me esqueci de alguém... deixa ver....ah, é isso: falta Jefferson.Falta aqui ou faltou ao jogo? Tinha ideia que tinha sido convocado e até entrado, mas esteve literalmente ausente.Inconsequente, desposicionado, comido vez atrás de vez... Sem palavras! Novamente a medalha de lata da noite, considerando as duas equipas. Tivemos por cá um tipo, há duas épocas atrás, com o mesmo nome. Esse sim era um bom jogador. Mas desde que foi para o Dinamo de Kiev e veio este, ficámos a perder e de que maneira.Claramente o elo mais fraco! Adeus?

Voltando ao que interessa, como já disse, valeu o jogo, o desempenho, o resultado, o troféu, e ficou renovado o desejo impaciente de que a competição venha depressa.

Próxima etapa de preparação: Algarve.Dia 4 de Agosto com o Bétis, e dia 5 com o Nice.

por AVANÇADO DA ESPLANADA

Podem consultar todos os textos do nosso avançado clicando (aqui)

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.


Link do Facebook: (cliquem)


Link do Twitter: (cliquem)

8 comentários:

  1. O Esgaio está nos Jogos Olímpicos... daí que não tem sido opção.

    ResponderEliminar
  2. O Esgaio não vai também aos Jogos Olímpicos?

    ResponderEliminar
  3. Daqui fica uma ilacção inequívoca, que por muitos foruns sportinguistas ouviu-se a miude... "vender uma perola, para ter dinheiro para reforçar a equipa... onde eles pensam que é preciso... é muito má ideia"

    O Sporting tem neste momento uma das melhores linha médias do mundo, destruir isto nunca iria reforçar a equipa. Melhor! almofada que exista para reforços seria muito melhor aplicada a aumentar salarios de todos os craques que merecem, nunca se poderia igualar os colossos da Europa é certo, mas como se diz na minha terra, nada é que é nada.

    ResponderEliminar
  4. Excelente análise, excelente comentário, Mister, mas... mas não consigo concordar consigo quando, na apreciação das "segundas linhas", diz que "...as segundas linhas (que nunca jogarão nesta quantidade num só jogo)..."- vamos esperar pelo sorteio da Taça da Liga e, mesmo, da Taça de Portugal, onde estas "segundas linhas" e nesta quantidade, deverão dar uma excelente ajuda (não conto com sorteios a contemplar-nos com "grupos de morte" ou persistentemente jogos fora com adversários tradicionalmente difíceis, a fazerem "o jogo da época", etc, etc.

    ResponderEliminar
  5. Perder algum dos do meio campo sem ser pela cláusula de rescisão seria imperdoável!!! Sem algum deles a equipa vale metade!!!

    ResponderEliminar
  6. Excelente análise... o BC e o JJ ainda se matam... para nos pôr no topo!

    Uma questão paralela: alguém sabe porque nunca se conseguem apanhar streams de qualidade dos jogos do Sporting? Nunca consigo uma ligação de jeito... má qualidade, muitas quebras, uma tristeza para conseguir ver o nosso clube!
    Por acaso ontem quis ver o meu Lyon e apanhei logo uma ligação Top, óptima definição, sem quebras nenhumas.
    Alguém sabe porque não conseguimos bons streams para os jogos do SCP?!

    SL
    Lanterna Verde

    ResponderEliminar
  7. Toda a gente sabe que precisamos de um 2º bom guarda-redes. Ao que se consta o Beto está sem clube. Foi formado no Sporting e ninguém fala nele... Porquê?...

    ResponderEliminar
  8. Muito boa analise !
    Também eu fico desejoso de ver o rato atómico esta época !

    ResponderEliminar