sábado, 25 de junho de 2016

O circo em que se está a tornar o Futsal nacional


Os iluminados da FPF decidiram "inventar" novos regulamentos para a Liga Sport Zone de Futsal. Imaginem lá quem sairá prejudicado...

As regras actuais


As equipas de futsal podem convocar 12 atletas em regime normal e até 14 atletas, desde que pelo menos dois tenham idade inferior aos 20 anos. Considera-se como jogador formado localmente, aquele que entre os 15 e os 21 anos (lei transitória é até 23 anos tenha três inscrições em Portugal). 

De acordo com o actual regulamento os clubes são obrigados a convocar pelo menos 7 jogadores nestas condições. Se não o fizeram serão penalizados através do pagamento de uma multa. 

As novas regras


Há 2 anos o Sporting propôs a perda de pontos para as equipas que não cumprissem a questão dos jogadores formados localmente e a FPF respondeu que não era possível. Obviamente e uma vez que a sugestão do Sporting não foi aceite, os responsáveis do Futsal leonino decidiram contratar alguns jogadores estrangeiros para a sua equipa principal, como são os exemplo de Cavinato, Merlim, Fortino e Marcão que se juntaram a Caio Japa e Diego.

Os Sportinguistas que acompanham mais a modalidade sabem desde há largos meses que o departamento de Futsal iria contratar vários jogadores estrangeiros para o plantel. Nesta fase, já foi apresentado Léo e outros jogadores estrangeiros estarão apalavrados segundo as notícias que foram saindo ao longo do últimos meses (Deo e Dieguinho).


Como é que vamos parar a equipa do "Quadruplete"?


Esta época foi bem visível a diferença de andamento entre o Sporting e Benfica. Em oito jogos oficiais o Sporting ganhou seis. Ora, sabendo de tudo isto, o Benfica viu a oportunidade perfeita para se aproximar do nível do Sporting e com a complacência da FPF lá conseguiu alterar os regulamentos. Na próxima época os clubes que utilizarem mais do que 5 jogadores que não foram formados localmente serão penalizados com a derrota na partida em causa. 

Curiosamente, há dois anos não era possível. Hoje já dá jeito. Os clubes mais pequenos raramente jogam com jogadores estrangeiros, pelo que para eles não fará grande diferença. O principal prejudicado é precisamente o Sporting que já tinha o planeamento da próxima época praticamente fechado e agora terá que alterar a constituição do seu plantel em função da alteração nas regras. 

Pessoalmente não concordo com estas limitações. Por exemplo, na Liga Espanhola não há nenhuma limitação neste sentido. Se queremos ter uma nível de topo temos que ter os melhores jogadores. Alguém tem dúvidas que Cavinato, Fortino, Merlim ou o novo reforço Léo valorizam fortemente a nossa Liga? Vamos agora impor limitações à qualidade? Realço que Léo e Merlim estiveram na lista final de nomeados a melhor jogador do Mundo.

Mas a minha opinião nem sequer é relevante para este caso. O que é relevante é o facto de se tomar uma decisão nesta altura sem dar tempo aos clubes para se adaptarem às novas regras, ainda para mais quando os clubes já têm compromissos assumidos com jogadores e clubes. As regras até poderiam ser alteradas mas nunca com início na época 2016/2017. Bastava que as alterações tivessem efeito na época 2017/2018 para que os clubes se pudessem adaptar. 

O castigo a Bruno de Carvalho




Bruno de Carvalho foi ontem suspenso por quinze dias pela secção não profissional do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido "à invasão do terreno de jogo sem autorização". Para além do castigo ainda terá que pagar uma multa de 51€. Tudo isto teve o desplante de festejar com os jogadores, treinadores e staff da equipa que preside a conquista de mais um título nacional na modalidade. De facto, a FPF foi branda no castigo. Perante tamanha ofensa, Bruno de Carvalho deveria ter sido irradiado. Onde é que já se viu um presidente de um clube festejar o titulo com os seus jogadores? E ainda por cima no pavilhão do Benfica! Não pode ser...

As declarações do capitão João Matos


Para acabar fiquem com as declarações deliciosas do capitão da equipa sobre Bruno de Carvalho.

"Sou o único jogador do plantel que esteve em contacto com Bruno de Carvalho antes de ele ser presidente. Na altura fez questão de nos acompanhar quando fomos a Moscovo, há uns dez anos. Fiquei na bancada e ele ao meu lado, sempre efusivo. Tem o coração cheio de leão, de verde e branco, era o único adepto do Sporting naquela bancada, levava uma faixa de apoio. Presenciei isso tudo. Passado alguns anos muda o trato, agora é senhor presidente. Já me conhece há uns dez anos, não sei se se lembra do episódio. Recordo-me porque me ofereceu o lanche em Moscovo, convidou-me a passear lá e vimos alguns monumentos. Tenho vontade de lhe dizer "então Bruno", mas é o presidente. Sente-se que gosta muito de nós. É um presidente que nos apoia no bom e no mau momento, manda a sua mensagem privada, tem feito muito por nós. Gosto muito dele e sinto que há um carinho pessoal."

Felizmente, estas declarações não foram feitas no final de um jogo, senão tinha levado uma multa e 10 jogos de suspensão pela FPF.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

13 comentários:

  1. O Carnide a fazer o que sabe melhor: jogar nos bastidores... nojo! Já agora porque não se propõe o mesmo para futebol de 11?aí não é preciso defender o jogador português? A FPF só sabe defender os interesses do benfica e do Mendes!!

    ResponderEliminar
  2. A Lei está muito feita... "transitoriamente até aos 23"... assim o Henmi pode ser considerado como jogador formado localmente... não há vergonha!

    ResponderEliminar
  3. Federações ao serviço e a reboque dos interesses carnidenses mais uma vez.
    Já a de andebol recentemente demonstrou isso. Para situações idênticas, critérios inviesados para beneficiar sempre o mesmo. Dois pesos, duas medidas aplicados por tachistas mamões invertebrados que não estão minimamente preocupados com mais nada senão agradar ao "dono" vermelhusco e seguir as ordens do mesmo.

    ResponderEliminar
  4. Uma vergonha, mais uma protagonizada pelo Estado lampianico. A escumalha deste país voltou a atacar, mas provavelmente vão continuar a chuchar no dedo. Estão desesperados e já nem disfarçam...

    ResponderEliminar
  5. Para serem considerados "formação local" teem que ter 3 inscrições, minimo. Quem são os jogadores não "locais" actuais? Em ultimo caso, compensa manter o "excesso" para atacar a futsal cup?

    Saudações Desportivas

    ResponderEliminar
  6. Isto é ILEGAL! Vai completamente contra os princípios de livre circulação da UE. Se isto for levado à UEFA, não tem hipótese de passar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ilegal era proibir estrangeiros. O formado localmente é uma regra aceite em vários desportos incluindo futebol (claro que numa muito menor escala)

      Eliminar
    2. Mas o formado localmente de vários desportos implica uma certa percentagem do plantel, não a maioria do plantel, como é o caso (7/12).

      Eliminar
    3. No futebol também acontece isso oh Ricardo....A taça Da liga é um exemplo.


      Hipocrisia é o Sporting ser o arauto da formação, que têm a melhor formação disto e daqulo, que apoiam e formam jovens portugueses e agora que a FPF faz a defesa do joven jogador português e onde TODOS os clubes estão de acordos....o Sporting tem o desplante, a lata, a vergonha de dizer que não que como contraram jogadores estrangeiros não deve haver quotas para o jogador português..


      Enfim hipocrisia em estado puro e pela 98748596478564 vez a culpa é do Benfica, pois claro. O melhor é sempre fazermos os que o Sporting lhe apetece fazer assim vós não se chateiam............

      Saiu comunicado!

      Eliminar
    4. Caro Anónimo parvo.....

      No ano em que o SCP apresentou as suas ideias para o futsal, que passavam pela protecção do jogador português, o seu clube acabava de contratar Patias, Jefferson, Chaguinha, Henmi e Juanjo que como sabe são jogadores formados localmente....escusado será dizer que a lei ou seguestão ( como queira ) não passou.

      Coincidência das coincidências, no ano em que se sabe que vão entrarm Leo, Dieguinho, Anilton, Deo e possivelmente ainda outra reforço, que fará como que ganhar nos próximos 2 anos em Portugal seja quase impossivel para outro que não o SCP, a lei volta á baila e passa....

      Estranho no minimo....

      Mas não se preocupe que continuaremos a vencer!

      Eliminar
    5. Por acaso a lei passou apenas a punição é que não era a mesma.

      Jefferson joga em portugal desde os 15 anos e tanto ele como Henmi são formados em Portugal.

      Já agora meteu 3 dos 5 estrangeiros que o Benfica tem podia ter metido os outros 2 e ia ver que o Benfica tem respeitado a regra dos 5 jogadores não formados na ficha de jogo.

      Eliminar
  7. Ora a única diferença que estamos a falar aqui é passar de multa para perda de Pontos ??
    Porque sei que o Benfica quando isto entrou em vigor o ano passado dispensou 3 não formados para respeitar as regras penso que o Sporting fez o mesmo.

    Ora então o que estão a dizer é que a multa era tão leve que valia sempre a pena jogar com mais de 5 não formados ???

    Então isso tb era um bocado parvo ou não ? Era o mesmo que não existir lei nenhuma.

    Ou estou a entender mal a mudança das regras e é mais que uma mudança de punição?

    ResponderEliminar