segunda-feira, 11 de abril de 2016

A "visão especializada" sobre o "Caso Slimani"


O jogo


O jogo em causa foi realizado a 21 de Novembro de 2015 e contou para a Taça de Portugal. O Sporting venceu por (2-1) e foi claramente superior durante todo o jogo, como demonstram as estatísticas dessa partida.


"Não quero ser comido de cebolada"




É preciso ter "lata" para criticar a arbitragem num jogo em que o Sporting foi dominador em todas as fases do jogo, onde ficaram duas grandes penalidades por assinalar a seu favor, já para não falar nas agressões "vislumbradas" mas não ajuizadas pela equipa de arbitragem.

Curiosamente, nenhum elemento do Benfica se queixou do lance de Slimani com Samaris no final da partida.

As "queixas"


Estamos a falar do terceiro jogo perdido pelo Benfica frente ao Sporting, depois da Supertaça e dos "3 secos" na Luz. Por isso, o Benfica sabia que era preciso fazer algo para desviar as atenções de tanta humilhação seguida. A formula encontrada foi a apresentação de uma queixa sobre uma alegada agressão de Slimani a Samaris. O Sporting, em resposta à queixa do Benfica apresentou as suas queixas. 10 lances foram elencados no recurso leonino. A saber:

- 11´(Eliseu pontapeia a bola contra João Pereira com o jogo parado)
- 36´ (Entrada de Jardel sobre Slimani)
- 40´( Entrada de Talisca sobre João Mário)
- 45´+3´ (Entrada de Sílvio sobre Adrien Silva)
- 52´ (Jardel agride Adrien Silva)
- 65´ (André Almeida sobre Bryan Ruiz)
- 107´(Eliseu agride João Mário a soco)
- 110´ (Samaris agride Gelson Martins) 
- 120´(Eliseu pontapeia a bola contra João Mário com o jogo parado)
- Depois do jogo terminar, Jardel agride com um empurrão o treinador adjunto do Sporting


A primeira decisão do Conselho de Disciplina


O Conselho de disciplina da FPF (secção não profissional) decidiu arquivar TODAS as queixas do Sporting. A sustentação para o arquivamento baseou-se em duas questões fundamentais. Os momentos apontados em cima a negrito (Minutos 36, 40, 45+3, 65, 110), foram considerados improcedentes devido ao facto de "as decisões da equipa de arbitragem quando tomadas no âmbito da aplicação das leis do jogo não são sindicáveis". Em todos os lances, a equipa de arbitragem exibiu o cartão amarelo.

Nos restantes lances (marcados a amarelo), o arbitro Jorge Sousa, em sede de inquérito afirmou "não vislumbro qualquer agressão".

Por outro lado, o CD decidiu instaurar um processo disciplinar a Slimani.

O recurso do Sporting  para o Conselho de Justiça da FPF


Depois do arquivamento de TODAS as queixas leoninas, o Sporting recorreu para o Conselho de Justiça da FPF que resolveu dar provimento ao recurso. Uma questão de interpretação das respostas do arbitro Jorge Sousa esteve na base do provimento ao recurso do Sporting. O celebre "não vislumbrei". Ora, se o arbitro "não vislumbrou" é sinal que não ajuizou o lance. Esta foi a argumentação do Sporting.

 

As imagens dos carinhos dos jogadores do Benfica


Vou colocar aqui as imagens para a posteridade. Basta clicarem no texto que será aberta nova janela com o vídeo do lance.








 

 

Um mix de "carinhos"




Branqueamento da Comunicação social 


O lance entre Slimani e Samaris dominou toda a atenção mediática durante semanas, sendo as imagens do lance exibidas nas televisões até à exaustão. Curiosamente, as queixas do Sporting não tiveram grande impacto mediático, porque pura e simplesmente as imagens nunca passaram. O branqueamento foi feito sob o manto do "Não temos os direitos dessas imagens".

Tudo isto fez com que o circo em torno de Slimani crescesse de semana para semana, tendo o jogador ficado condicionado por mais de 130 dias. Enquanto isso, nem uma palavra na Comunicação Social era dirigida em relação às agressões de jogadores do Benfica.  

E este é o ponto essencial. Ficam 3 perguntas essenciais para os leitores:

- Os lances das alegadas agressões dos jogadores do Benfica passarem em programas da especialidade?
- Quantas vezes o lance de Slimani passou nesses programas?
- Sabem o nome dos jogadores do Benfica e a que se referem as queixas do Sporting?

As respostas a estas questões são elucidativas do branqueamento feito para uns e do circo montado diariamente para outros.

Slimani merecia castigo?




Na minha opinião não! Passo a explicar. 

Como podem verificar no vídeo anterior, o lance aconteceu na saída da segunda parte. A bola é tocada pelos dois jogadores do Benfica no centro e colocada no Pizzi para lançar longo para o flanco esquerdo onde Mitroglou teria condições para disputar a bola nas alturas. Uma jogada banal na saída de bola de muitas equipas.

Dois factos foram dados como provados: 

1) O embate entre os jogadores e a queda de Samaris passaram despercebidos a todos os elementos da equipa de arbitragem. Para além do relatório do jogo, as declarações de Jorge Sousa em sede de inquérito vão no mesmo sentido. 

2) Das imagens não consta que Samaris tenha reclamado ou apresentado qualquer sintoma de sofrimento. Podem verificar que na sequência da jogada que o jogador do Benfica levanta-se e prossegue o jogo com normalidade. No vídeo anterior, centrem a vossa atenção no jogador e podem comprovar a minha afirmação.

Ficando claro que a equipa de arbitragem não viu o lance e que o jogador não reclamou nem apresentou queixas, fica só por esclarecer se o choque foi provocado pelo Argelino com a intenção de agredir o seu adversário.



De acordo com o regulamentos, entende-se por agressão (um acto que ofenda o corpo e a saúde). Contudo, para que esta acção seja punida é necessário que tenha sido voluntária. O que está aqui em causa é perceber se quando o arbitro apitou para o início da segunda parte, o jogador do Sporting começou a correr com a clara intenção de dirigir-se a Samaris e agredi-lo.

Relembro que estamos a falar no lance que inicia a segunda parte. Os jogadores estão calmos depois de um período de descanso onde puderam recuperar quer fisicamente quer emocionalmente. Diz-nos o senso comum que não faria sentido tal situação. Mas vamos à "autópsia" do lance:

Na saída de bola, Slimani estava posicionado junto à intersecção da linha de meio campo com o grande círculo, do lado esquerdo. Mal a bola é tocada pelos atletas do Benfica, Slimani corre para o meio campo adversário tentando pressionar o portador da bola (Pizzi). Samaris apercebeu-se da pressão de Slimani e colocou-se na trajectória do jogador e até estica o braço esquerdo como podem verificar nas fotos anteriores. Na foto do lado esquerdo é perceptível que antes de haver contacto entre os jogadores, já Samaris estava com o braço esquerdo estendido para impedir a passagem do adversário.

Ora, só através deste facto é possível perceber que Slimani não partiu para o lance com a intenção de agredir o adversário e que só o movimento de Samaris (inclusive com o estender do braço) para tentar obstruir a passagem a Slimani provocou o contacto entre os jogadores, sendo que Slimani num gesto de reflexo levanta o seu braço para protecção perante o choque.

Esta é a minha interpretação do lance e foi a conclusão a que o Conselho de Disciplina da FPF chegou. Fica uma citação clara do acórdão:

"Muito menos resulta claro que o jogador Slimani tivesse como primeira intenção agredi-lo. Resulta sim a convicção de que o jogador Slimani procurou pressionar o detentor da bola - Pizzi - e que o jogador Samaris tentou obstar esse desiderato"

As decisões

 

Relativamente ao processo a Slimani, concordo com a decisão que foi tomada de acordo com a fundamentação que utilizei para analisar o caso. Contudo, não me chocaria um castigo ao jogador, porque admito que esta é uma questão subjectiva, logo possa ter diversas análises.

Agora, onde não existe subjectidade são os lances protagonizados por Eliseu. É que para além do soco que dá em João Mário ainda teve o desplante de pontapear duas vezes a bola contra adversários com o jogo parado. Tudo com a conivência do arbitro da partida.

O Conselho de Justiça deu razão parcial ao recurso do Sporting e 5 situações regressaram ao Conselho de Disciplina da FPF para nova análise (em cima colocadas com marcador amarelo e com as respectivas imagens de seguida). O conselho de disciplina voltou a chamar os árbitros da partida para prestarem novas declarações sobre estes lances. Todos eles afirmaram que "os lances foram analisados durante o jogo".

Ora, como ajuizaram os lances "as decisões da equipa de arbitragem quando tomadas no âmbito da aplicação das leis do jogo não são sindicáveis". Resumindo, todos os lances do jogo foram vislumbrados/analisados/ajuizados pela equipa de arbitragem com excepção ao lance entre Slimani e Samaris.

Vejamos, o que o fiscal de linha e o arbitro principal tiveram no seu campo de visão no lance de Slimani.




Como as imagens provam, quer o arbitro principal quer o seu assistente tiveram todas as condições para "vislumbrar" o lance. E não o fizeram...

Ficam mais umas perguntas:

Se "vislumbraram" Jardel a impedir Adrien de subir até à área do benfica num contra ataque perigoso, qual foi o motivo para não expulsarem o jogador que nessa altura já tinha um amarelo?

Se "vislumbraram" Eliseu a pontapear a bola duas vezes contra jogadores do Sporting com o jogo parado, qual foi o motivo para nem um amarelo derem ao jogador? Eu recordo-me bem dum lance semelhante com Rivaldo num Mundial que acabou em expulsão. E bem!

Se "vislumbraram" Eliseu a dar um soco a João Mário, qual foi o motivo para não lhe mostrarem o cartão vermelho directo?

Se "vislumbraram" Jardel a empurrar Raúl José, qual foi o motivo para não lhe mostrarem o cartão vermelho? Este época um jogador do Sporting já foi expulso pelo mesmo motivo em Arouca, quando Lito Vidigal escondia a bola do jogador de Naldo que queria colocar a bola em jogo com rapidez...

Mas desenganem-se aqueles que julgam que o caso já acabou...

A after party "amanteigada"



No jornal Abola de Sábado (dia seguinte ao anúncio das decisões), eis que surge a opinião apresentada como imparcial de um "especialista" na matéria. Uma "visão especializada" de um tal de João Diogo Manteigas que entrou no domínio da religião para classificar de "peregrina" a decisão do CD. 

Segundo o artista de variedades, "esta classificação que o CD atribui ao desempenho do Slimani abre um precedente, pois qualquer jogador que queira, a partir de agora, praticar uma agressão, mas que consiga evitar a intencionalidade, simplesmente não vai ser sancionado." Parece um poema! Não vale a pena desmontar esta estupidez pois não!? Eliseu chega ou queres mais "manteiga"???




Este "especialista" para além do programa de que faz parte na Benfica TV, gosta sempre de molhar a sopa em assuntos jurídicos relacionados com o Sporting. 

Nada de novo. Fica o alerta para que os Sportinguistas pensem pelas suas cabeças e saibam "ler" todas estas movimentações. Que ninguém duvide que este caso vai ser explorado até à exaustão a começar pelos programas da propaganda das segundas feiras...


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

24 comentários:

  1. Nada disso, Mister. O que você acabou de expor é tudo uma cabala contra o Glorioso! O Glorioso é um clube abençoado por Deus (Renato); logo, é mais limpo que Jesus Cristo, a Virgem Maria e Pai José juntos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem tem "Capelas" e peregrinos como o Manteigas tem tudo!

      Eliminar
    2. Se fosse só isso! Nestas alturas, lembro-me sempre daquela célebre frase atribuída ao Socas: "Não me preocupo com jornalistas, prefiro controlar os patrões deles."

      Eliminar
  2. Mais uma vez um excelente post! Saudações Leoninas Mister!

    ResponderEliminar
  3. O Sanches continua a distribuir fruta impunemente. Esta semana, uma cotovelada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim de cabeça, já vão 4 caricias nos adversários...

      Eliminar
  4. O samaris devia ser castigado.

    ResponderEliminar
  5. Qualquer matraquilho dito "especialista" do que quer que seja, convidado para jornais e canais de tv e páginas web e blogues, escava-se um bocadinho e vê-se logo que é benfiquista de gema, este deu logo para ver pela cara.

    Bom trabalho Mister!
    Obrigado!

    ResponderEliminar
  6. Muito bem. A verdade de todo este caso é o quão a comunicação social está vendida aos interesses do benfica. Porque o caso de Slimani é duas coisas diferentes caso consideremos ou não as agressões dos jogadores do carnide. Eliseu dá um murro na cara de JM e ninguém fala nada sobre isso. Nem sequer o Rui Santos que é um gajo isento mas que está a sentir a pressão da comunicação do carnide e não resiste a fazer um espetáculo de rasgo de vestes sobre a decisão do caso Slimani sem contudo fazer o mesmo rasgo com o facto de Eliseu ter sido também ilibado. É que tem que haver uma argumentação do conselho ou lá o que é para dizer que o murro e Eliseu não é um murro. Alguém conhece essa argumentação?

    JRamos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os casos de agressões de jogadores do Benfica foram todos arquivados de acordo com a norma de que diz o seguinte:"as decisões da equipa de arbitragem quando tomadas no âmbito da aplicação das leis do jogo não são sindicáveis".

      Os arbitros em sede de inquérito declararam que que viram todos os lances envolvendo os jogadores do Benfica e ajuizaram em conformidade. Por isso estas decisões não são passiveis de castigo. Só pode haver processo disciplinar quando a equipa de arbitragem não vê o lance.

      Viram tudo só não viram o lance do Slimani e por isso é que houve direito a processo.

      Eliminar
    2. Quer dizer então que para eles o árbitro viu o Eliseu dar um murro na cara do J. Mário e deixou seguir. Uma palhaçada. Mas ninguém, nem o Rui Santos vai pegar nisto. A pressão do carnide na comunicação social é imensa, os jornalistas do carnide não são profissionais, são assalariados dos adeptos do benfica que compram os jornais e portanto, dada esta pressão, vamos ter de assistir em todos os programas desportivos à injustiça de ver o rasgar de vestes com Slimani em conjunto com o deixar do murro do Eliseu no esquecimento.

      JRamos

      Eliminar
    3. Exactamente. Foi isso mesmo que aconteceu.

      O acórdão é público. Pode consultar no seguinte link. Basta depois clicar no dia 8 de Abril. Está tudo lá. Qualquer dúvida é só questionar.

      http://www.fpf.pt/pt-pt/Institucional/Documentacao/Disciplina/Delib-disciplinares-nao-profissionais

      Eliminar
    4. Basta colocar lado a lado o lance do Slimani sobre Samaris e o lance do Eliseu sobre João Mário aos 107 minutos e perguntarmos com que fundamento intrínseco (portanto não com base no jornalismo vendido ao benfica) é que o lance de Slimani merece todo o destaque e o tratamento específico e isolado do CD? Um jornalista faria esta pergunta e iria atrás da resposta. Mas não existem jornalistas no futebol.

      JRamos

      Eliminar
  7. Devo dizer, em abono da minha convicção, que acho que o Slimani deveria ter sido castigado... ( pelo ato em si) Isto não invalida em nada a outra, ainda maior convicção, que é a de que só não o foi devido a dois fatores... 1- O SPORTING fez o barulho suficiente para não deixar cair a vergonha que se queria fazer (designadamente anulando o Sli para o jogo do carnide) 2- A veracidade de TODOS os fatos relatados implicava que o carnide sofresse ainda mais que nós...

    Depois disto tudo, sempre é mais fácil e menos controverso (com milhões de aspas porque estamos em Portugal) irem dando os três pontinhos semana após semana... começando logo em Alvalade fazendo o frete ao dono e pondo-os na frente...

    Agora é só controlar os danos e seguir rumo ao LIXO...

    JORNALIXO
    FUTEBOLIXO
    ...
    TRILIXO

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ZE leu o post todo? Viu as imagens que o Mister do Café apresentou e respectiva interpretação?

      Eliminar
  8. Apoiemos a violência no desporto só porque são os nossos os perpetradores, é linda esta moral. Que o SCP e todos os que apoiam "isto" tenha da vida o ensino que não abarca com a mente colectiva. Mais 18 anos sem campeonato. Assim é!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A violência foi tal que o jogador "agredido" levantou-se de imediato e continuou a jogar, sem se queixar.

      Eliminar
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  10. Mister, além das boladas do Eliseu ao João Pereira e João Mário, existiu uma terceira, contra Gelson Martins.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, esse lance está no vídeo com a compilação de todos os lances.

      Eliminar
  11. Mais um Super Post Mister.

    Parabéns.

    SL

    ResponderEliminar
  12. Como era previsível o Rui Santos passou o Tempo Extra a malhar no Sporting sempre que pôde. Ele tenta ser independente mas está a sentir a pressão do benfica e está a ir-se abaixo. Deixou passar o murro do Eliseu sobre o JM dizendo que todos os lances mencionados pelo Sporting mereciam dúvidas; diz que o Otávio Machado já devia estar enterrado e ainda mostra a cotovelada que o Renato Sanches dá a um jogador da Académica e diz que ele tem que ter um pouco mais de cuidado. Nem lhe ocorreu mencionar que ficou uma falta por assinalar e um cartão por mostrar. Cotovelada na cara é vermelho.

    Vale a pena ver o último Tempo Extra para se perceber como a pressão contínua do benfica consegue domesticar um jornalista.

    JRamos

    ResponderEliminar