" Mister do Café: Doyen não Doyen!? - A relação com o Twente

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Doyen não Doyen!? - A relação com o Twente




Mais um tiro no porta aviões da corrupção

"Quando leio nas notícias que Aldo van der Laan, o Presidente do Twente, acaba de se demitir porque foi apanhado no meio de uma polémica com a Doyen, não posso deixar de sentir a tal luz reforçada e os princípios ainda mais robustecidos. 

O que estava em causa era, uma vez mais e como repetidamente tenho chamado a atenção, a ingerência abusiva e contra as normas da FIFA, da Doyen Sports na gestão prática das transferências de jogadores.

Seria hipócrita se fingisse não notar que o Twente foi o “viveiro” de transferências como as de Jesus Corona ou Ola John mas que, particularmente no caso que provoca esta demissão, é a partilha de direitos económicos de sete jogadores contratualizada entre a Doyen e o Twente que está debaixo de fogo: e um desses jogadores é Bilal Ould Chikh que chegou ao Benfica esta temporada. 

Entende-se agora porque é que a Doyen chamou o FC Porto e o Benfica como suas testemunhas abonatórias no processo que a opõe ao Sporting Clube de Portugal e porque é que Pinto da Costa e Paulo Gonçalves se prestaram ao papel…

É como disse um caminho solitário mas o tempo vai revelando o quão acertado esse caminho é!"

Declaração de Bruno de Carvalho em 27/11/2015

O caso do Twente

Em 24/11/2015 o site Football Leaks deu a conhecer uma série de documentos relativos a transferências e participações em passes de jogadores do Twente com participação da Doyen. A federação holandesa de futebol verificando que os documentos que o site deu a conhecer eram diferentes dos que tinha registado pede de imediato esclarecimentos ao Twente. Entretanto o Presidente Van der Laan pede demissão do cargo. Ou seja, a FIFA e UEFA decidiram aplicar desde o inicio da temporada nova regulamentação no que diz respeito à atividade dos fundos com os clubes e que teria que ser verificada pelas Federações. A Doyen e o Twente respondem com grande classe. Inventaram uns documentos que estão dentro dos parâmetros exigidos e está resolvido o caso. O clube registou sete jogadores de forma oculta na parceria com a Doyen, são os casos de Luc Castaignos, Quincy Promes, Bilal Ould-Chikh (agora no Benfica), Youness Mokhtar, Shadrach Eghan, Dusan Tadic e Kyle Ebecilio. Faz-me lembrar uma certa chico-espertice à moda cá do tugão.

Ontem, passados 15 dias úteis a Federação Holandesa de Futebol dá a conhecer a sua decisão sobre o caso. A instituição refere em comunicado que o Twente enganou deliberadamente a comissão de licenciamento da Federação e que como punição a licença para participação nas próximas 3 temporadas nas competições europeias foi revogada definitivamente e aplicada uma multa de 45.250,00 €. O clube será também obrigado a cooperar plenamente com uma investigação independente a todos os negócios do Twente com a Doyen. Esta investigação terá de decorrer até ao prazo limite da próxima análise de licenciamento para participação nas competições profissionais na Holanda para a próxima época. Desse relatório, o clube terá que adotar todas as recomendações para poder participar nas competições profissionais na próxima época. Caso contrário será relegada para os escalões amadores.

Uma Federação à séria!

Aqui se vê bem a diferença entre o que é uma Federação ativa que protege o futebol e os seus afiliados quando comparada com a sua congénere portuguesa. Relembro que já passaram 2 meses e meio desde que o Presidente do Sporting denunciou o caso das "caixas douradas" e até agora nem uma palavra da Liga ou da Federação.

Estes são os mesmos organismos que suspenderam preventivamente o Presidente do Sporting e posteriormente o absolveram, depois de ele já ter cumprido castigo. 

Estes são os mesmos organismos que novamente suspendem o Presidente do Sporting quando a equipa de arbitragem diz que não foi insultada nem que nada de grave se passou, mas como um delegado ouviu um alegado insulto castiga Bruno de Carvalho. Será que as "caixas douradas" que os delegados levam para casa tem alguma coisa a haver com o assunto...!?

Jornalismo Vs Jornalixo
 
Entretanto a notícia tem dado a volta ao mundo. Todos os grandes jornais e agências de notícias mundiais tem dado a notícia com grande destaque.

O New York Times, para além da notícia básica publica hoje uma grande reportagem sobre o caso.
http://www.nytimes.com/reuters/2015/12/15/sports/soccer/15reuters-soccer-dutch-twente.html

http://www.nytimes.com/2015/12/16/sports/soccer/mysterious-website-aims-to-shed-light-on-soccer-dealings.html

Os principais jornais desportivos mundiais também dão destaque à notícia. Marca, Fox Sport ou o L´Equipe.
Em Portugal apenas o Record e o Mais futebol, dão a notícia. Nem nos desportivos ABola e OJogo, muito menos nos generalistas. 

Nos outros países onde não há interesse especial sobre o assunto dão a notícia. Em Portugal onde há um diferendo entre um clube com a Doyen (Sporting), onde há um clube que é altamente patrocinado pela Doyen (Porto) e outro que até tem nos seus quadros um jogador que é visado neste processo (Benfica) nem uma palavra. Curiosamente os 3 maiores clubes de Portugal...

Entretanto as autoridades de Malta (país onde está sediada a Doyen) já pediram esclarecimentos à empresa como se pode ver neste atrtigo do Mundo Deportivo.
As irregularidades relativas à actividade da Doyen aparecem todos os dias. Cada vez mais o Sporting parece que sairá claramente vencedor do diferendo com esta tropa. 

Sem comentários:

Enviar um comentário